Disney: Fast Pass+: economia de tempo e pernas

O mesmo leitor para entrada e para FP
O mesmo leitor para entrada e para FP

Quem já esteve nos parques da Disney sabe que há uma forma gratuita (nos parques da Universal, você precisa pagar por isso) de reduzir o tempo de espera em filas de 1 hora ou mais para 5 ou 15 minutos, utilizando-se do sistema de FastPass. Até pouco tempo, esse serviço estava disponível nas atrações mais concorridas dos parques e funcionava assim: uma máquina de autoatendimento emitia um passe especificando um período de 2 horas para que você usasse uma fila preferencial naquela atração específica. A cada duas horas era possível emitir um bilhete desses, mas você tinha que se deslocar pelo parque o tempo todo, o que consumia um tempo danado se as atrações estivessem em lados opostos dos gigantescos parques.

Em nosso último passeio à Disney, em fev/14, ainda estava em teste o novo modelo de FastPass: ao chegar a cada um dos parques, era preciso  se dirigir a um dos FP+Kiosk para reservar apenas 3  atrações com o “fura-fila”, dentre algumas opções pré-selecionadas pelo sistema (ou seja, uma que normalmente tem filas longas e duas não tão concorridas).  Não há mais o tíquete FP impresso, mas o próprio cartão magnético-ingresso (ou MagicBand, uma pulseira, para quem está hospedado em resort da Disney) é utilizado para registrar suas escolhas e deve ser apresentado na fila FastPass de cada atração. Se você não tinha uma conta Disney, precisava fotografar o monitor com sua escolha, para se lembrar dos horários. Também era possível efetuar mudanças na escolha e nos horários, mas na prática isso não funcionou, devido ao grande número de pessoas que sempre lotam os parques e também usam o FP.

DSC_0573
O FP que conseguimos no Hollywood Studios

Agora, terminado o prazo de 6 meses de testes do novo sistema, os visitantes podem fazer suas escolhas 30 dias (60 se for hóspede de um hotel Disney) antes de sua viagem  através do site da WDW https://disneyworld.disney.go.com/tickets. Você precisará do número do seu ticket, do contrário não conseguirá nem acessar a página de reserva de FP+.  Criando uma conta, será possível fazer alterações em seus planos através do site no My Disney Experience ou do aplicativo disponível também no website para seu celular.

Com essa mudança, se você não se planejar, acho pouco provável que consiga um FP no dia de sua visita ao parque para as atrações mais procuradas.  Por outro lado, planejando você ganha tempo que perderia em filas no FP Kioski ou olhando mapas para se decidir aonde ir.

Eu pessoalmente acho difícil planejar o que fazer tim tim por tim tim, porque escolher uma atração depende de uma série de fatores: do seu humor, do tempo (está chovendo, corra para atrações do tipo show, que demoram mais e são, na maioria, indoors), do quão cheio o parque está, de seu cansaço (às vezes sentar-se em um trenzinho e passear é a melhor pedida!), de suas refeições (você não vai a uma montanha russa logo após almoçar). Mas é viável planejar ao menos suas “intenções”.

E boa fila para você (que muitas vezes também são uma atração)!

 

 

Anúncios

Vamos trocar figurinhas! Deixe seu comentário ou dúvida:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s