58 Maneiras de economizar para viajar

Acho que todo blogueiro ou blogueira é questionado/a sobre como faz para viajar tanto. Não posso ser hipócrita e dizer que todo mundo pode viajar frequentemente, ainda mais em plena crise econômica, social e política que estamos vivendo, mas posso dizer que QUASE todo mundo pode viajar ao menos uma vez ao ano para o exterior e fazer várias outras viagens, mais próximas de onde mora ou mais econômicas DESDE QUE FAÇA CONCESSÕES. Elas não são fáceis, assim como em qualquer outra decisão: perder peso, se exercitar, manter uma dieta mais saudável, largar um vício ou hábito ruim, aprender uma língua… A lista de “deveres” é imensa e é muito fácil sucumbir. Por isso, como qualquer outro desafio que nos impomos, juntar dinheiro para fazer uma viagem requer disciplina, planejamento e muita força de vontade.

Sim, eu quero viajar! 
Pra começar, viajar se encaixa perfeitamente na premissa “Trair e coçar é só começar”. Viajar é viciante e se você não estiver envolvido em outros projetos, pode se tornar o seu. Então a primeira

de grão em grão, você enche a travel Jar
de grão em grão, você completa a Travel Jar

questão é: você está disposto/a a entrar nessa vida? Porque a partir do momento em que você se viciar, não vai querer mais nada. Toda verba extra ou a que seria gasta em supérfluos vai pro Travel Jar, seja ele um pote ou uma conta bancária ou o velho colchão. Você sentirá dó de gastar dinheiro em coisas que um não viciado em viagem gastaria sem titubear: reforma de casa ou troca de móveis vão sendo adiados; armário com várias opções de roupa e calçados, esqueça!; frequentar restaurantes ou baladas caras? De jeito nenhum! Comprar ou trocar de carro, pra que? Nada disso vale mais do que garantir suas viagens. Se você tiver condições de fazer os dois, ou seja, gastar os tubos e ainda assim viajar, lucky you! Mas a maioria dos mortais não pertence a essa turma privilegiada.

Cenário do turismo no primeiro semestre de 2015
Os gastos de brasileiros no exterior caíram 20% no primeiro semestre de 2015, segundo o Banco Central, mas a maior operadora de viagens do Brasil – e das Américas – contabilizou um aumento de 11% no mesmo período, não especificado se a comercialização se refere a viagens nacionais ou internacionais. Ou seja, pelo menos naquele momento a crise parece não ter afastado os planos das pessoas de viajar. Sabe o que eu acho? Talvez isso ajude os brasileiros, que têm fama de compradores compulsivos no exterior, a viajar pelo prazer de viajar, já que viajar + comprar está meio impossível.

Como economizar para viajar
Há diversas ações simples que já deviam ser parte de nossa rotina. Afinal, pagamos por serviços que nós mesmos poderíamos realizar, não é verdade? Mas o estímulo de realizar a viagem de nossos sonhos pode ser uma boa desculpa para uma mudança de comportamento.
Listo aqui dicas de como você pode economizar, algumas que faço outras que talvez farei se a coisa apertar. Não se esqueça de fazer uma planilha de gastos e outra de economias geradas com as ações que você decidir abraçar. Lance as economias feitas para saber quais “sacrifícios” valem mesmo a pena, mas pense em economia anual e não individual ou mensal. Você não vai viajar  todos os meses, então as economias também têm de ser pensadas em múltiplos.

Outra coisa: sabe a mulher obesa que coloca uma foto de uma mulher magra na porta da geladeira para servir de estímulo (e tortura) a sua dieta de emagrecimento? Pois é, você vai precisar de um símbolo também. Pode ser um pote de vidro como o da foto acima, wallpaper do pc ou celular com foto do ícone da cidade para onde você quer ir, frases de encorajamento, encontre sua forma de materializar esse desejo. Outro dia uma leitora do blog disse que mantém um modelo da Torre Eiffel em sua mesa de trabalho para se lembrar o porquê de ela trabalhar tanto.

Don’t get me wrong
Este post não tem intenção de dar alfinetadas ou de afirmar que as pessoas que gastam com outras coisas ou que não poupam para viajar estão erradas. Repito: além de sugerir como economizar, o post tem a intenção de mostrar que é possível viajar se esta for sua prioridade.

Cuidados pessoais

1. Faça suas unhas em casa. Em São Paulo, salões de bairros nobres chegam a cobrar R$ 100,00! Vamos pensar numa média de bairros mais simples (porque quem paga R$ 100 para as unhas não tem problemas com grana para viajar, certo?): R$ 35,00. São 52 semanas no ano, mas consideremos que você estava… viajando em duas delas: 50; consideremos que você não faz o pé semanalmente, então: $35 X 25 semanas = R$ 875. As outras 25 semanas: $15 (só a mão) x 25 = $375. Total de R$ 1.250,00 de economia ao longo de um ano!

2. Não tenho a mínima ideia de quanto se cobra para “fazer” as sobrancelhas, but c’mon!, quem é que não tem capacidade de puxar um pelo com uma pinça?

3. E a depilação? OK com cera é a maior meleca e a gente não enxerga 40% da área a ser desmatada, mas que tal combinar com aquela amiga de uma fazer a da outra?

4. Cabelo é outro item que fuzila qualquer orçamento. Que tal começar a hidratá-los em casa e até mesmo a tingi-los? Não deixe de ir ao seu cabeleireiro, mas diminua a frequência.

3320_fp_FWB_Brave_19082013
às vezes, veja bem, às vezes, é uma questão de escolha


5. tem academia no condomínio onde você mora? Cancele a que você paga e combine com os vizinhos a contratação de profissionais como personal trainer, caso precise.

6. não tem academia? Use a praça ou o parque perto de casa para se exercitar. Correr, caminhar, andar de bicicleta ainda são de graça.

Alimentação

 7. tome o café da manhã em casa. Se você vai no mais simples dos botecos e pede um café com leite e pão com manteiga na chapa, vai gastar no mínimo R$ 5,00. São R$ 100,00 ao mês. Com esse dinheiro você compra pão, manteiga, leite e café para a família toda. Se for numa padaria chiquetosa, a economia será maior!

8. no trabalho, leve o lanche em vez de comer na lanchonete. Frutas, castanhas ou mesmo um sanduíche. É mais saudável e barato. E qual o problema de levar um almoço também? Uma salada caprichada acompanhada de um pão saboroso e uma fruta uma vez por semana rola, não?

9. reunir amigos em casa também é mais barato do que ir a um restaurante. E se cada um trouxer um prato e uma bebida, não pesa para ninguém.

10. não gosta de cozinhar? Um estímulo: se você vai, por exemplo, para a Grécia, aprenda receitas daquele país e promova jantares para ir entrando no clima.

11. arrume um tempinho para ir à feira de rua perto de sua casa. Os produtos são melhores e os preços mais baixos.

12. nunca vá ao mercado quando estiver com fome. Isso faz com que compremos mais do que precisamos.

13. alguns supermercados têm produtos de marcas próprias, mais baratas do que as demais. Experimente-as e eleja as melhores para chamar de suas.

14. faça compras pequenas e frequentemente, controlando a quantidade que tem em casa, principalmente de  produtos frescos, como legumes, verduras e frutas. Isso evita o desperdício de descartá-los porque estragaram e é mais saudável, pois estarão mais frescos e por isso com mais nutrientes.

15. Congele alimentos em porções na quantidade que vá usar, evitando o desperdício. Além disso, você ganha tempo para fazer um monte de coisas que está nesta lista ou para relaxar.

Contas de consumo e Manutenção da casa

16. você precisa mesmo da TV a cabo? Com a possibilidade de assistir a filmes, seriados e documentários pela Internet (Netflix custa menos de 20,oo ao mês), que é muito mais barato senão gratuito, a TV a cabo passou a ser um luxo desnecessário. Se não quiser cancelar, ligue para a operadora pedindo cancelamento e escute a proposta deles.

17.  linha telefônica fixa. Quando foi a última vez que você precisou usar seu telefone fixo? Ponha o custo-benefício na balança.

18. o celular também é vilão dos gastos mensais. Não dá pra viver sem ele, mas dá para diminuir essa conta salgada. Anote o quanto você usa o pacote de dados, o número de ligações realizadas e para quais operadoras, para quem você liga com maior frequência. Com essas informações decida pelo plano e pela operadora. Um plano pré pago também pode ser a solução. Use aplicativos como Skype e Whatsapp em vez de efetuar ligações e jamais use o roaming durante suas viagens.

Easier said than done Nada disso!
Easier said than done?  Nada disso, eu sugiro o que faço!

19. na maioria dos países ricos, europeus, é muito comum que cada família realize as tarefas de manutenção da casa, como pintá-la ou realizar um pequeno reparo. E convenhamos, algumas delas são bem simples e só precisamos começar. Com a Internet, você encontra receita pra quase tudo!

20. alguns seguros residenciais ou mesmo de veículo oferecem serviços gratuitos de reparos. Confira seus benefícios.

21. limpar a própria casa também representa uma economia considerável. No mínimo você gastaria R$ 100,00 por uma faxina semanal. Se você contratar o serviço apenas uma vez ao mês e fizer a manutenção dos outros dias, terá economizado o suficiente para uma passagem aérea internacional após alguns meses.

22. apague a luz quando não estiver em uso. Assistir TV no escuro não faz mal a ninguém.
– troque as lâmpadas antigas por lâmpadas econômicas. Representam um investimento que se paga ao longo do tempo.

23. não deixe os aparelhos eletrônicos em stand-by. Tire tudo o que não estiver em uso das tomadas e só as recoloque no momento do uso. Isso vale também para carregadores de celular. Desconecte assim que a bateria estiver recarregada.

24. a água que você usa para lavar as folhas da salada pode regar as plantas e a água da máquina de lavar ser usada para lavar banheiros, quintais, sacadas.

25. eu também aproveito a água dispensada pela ducha à espera da quente, do aquecedor a gás de passagem. Nunca preciso usar a descarga. Além de economizar, contribuo com o meio ambiente.

26. use a função Timer dos aparelhos de ar condicionado. Eles não precisam ficar ligados o tempo todo, principalmente à noite. Da TV também, se você costuma dormir ao som dela.

27. regule também a temperatura do freezer e da geladeira de acordo com a quantidade de alimentos neles guardados. E eduque a família para não abri-los o tempo todo.

economia para viajar

Banco, Cartão de Crédito e Programas de Fidelidade

28. confira as vantagens oferecidas por seu cartão de crédito: você paga anuidade? ele dá algum benefício como seguro viagem ou uso de salas VIP? Quanto ele pontua em programas de fidelidade que podem se transformar em milhas?

29. compare os benefícios oferecidos por seu banco, as taxas cobradas por serviços e as pagas por investimentos. Corte tudo que não for necessário, como envio de extratos para seu endereço ou extratos impressos no caixa eletrônico e, se necessário, mude de banco.

30. inscreva-se em programas de fidelidade como o Multiplus. Suas compras em diversos segmentos acumulam pontos que podem ser trocados por produtos, passagens aéreas ou hospedagem.

31. Compare as tarifas cobradas por seu banco com outro de serviços similares.

Consumo

32. desapegue. Anuncie em sites como OLX e Mercado Livre tudo o que não estiver em uso, como livros, roupas, móveis, eletrodomésticos.

33. da mesma forma, você pode adquirir produtos seminovos nesses sites ou no Enjoei. Pesquise em sua cidade onde encontrar depósitos como do Exército da Salvação ou outro similar.

34. deixe o carro a garagem – ou venda-o – e caminhe ou use o transporte público.

35. com a Internet, a informação é gratuita. Cancele assinaturas de jornais, revistas e sites pagos.

36.  Cancele assinatura de mailing de lojas, de  páginas do Facebook e de sites de compra coletiva. Eles ficam mandando ofertas e liquidações “imperdíveis” prejudiciais à sua Travel Jar.

37. Freie seus instintos consumistas. Quantas vezes você comprou algo que na loja parecia lindo e em casa não produziu o mesmo efeito? Não compre nada de primeira. Vá para casa e se ainda ficar pensando no produto que gostou, retorne e compre-o.

38. Fique longe de ruas de comércio e shoppings. A tentação é grande. Leia o item Passeios.

39. Se você é da turma que não troca um livro por um Kindle, use a biblioteca de seu bairro. Fico impressionada como usamos tão pouco dos serviços gratuitos disponíveis em nossa cidade. E quanto mais gente usar, maior será a cobrança pela melhoria desses serviços públicos.

40. Pela Internet também é possível ler muitos títulos. Este site lista uma série de sites com e-books gratuitos.

41. Presentes de aniversário pesam muito no orçamento. Que tal você presentear alguém com algo feito por você? Estamos tão distantes desses gestos de carinho…

Passeios 

42. na praia, leve seu próprio lanche e sua geladeira com água  cerveja. A economia é gritante e não tem porque se envergonhar se você levar seu lixo e mantiver a areia limpa.

43. risque o passeio ao shopping de suas atividades corriqueiras. Mesmo que você seja a pessoa mais controlada do mundo, vai acabar gastando. Visite parques, museus, centros culturais. Muitos são gratuitos ou extremamente baratos e você ainda ganha cultura.

44. mantenha a chama acesa: você vai gastar um tempo considerável em frente ao computador pesquisando formas mais econômicas de hospedagem, transporte, alimentação no destino e isso é uma parte da viagem que vale por um passeio!

45. Assine newsletter de sites como o Catraca Livre, ou de centros culturais, bibliotecas, SESCs. Desta forma ficará por dentro de atividades culturais gratuitas ou acessíveis.

web1_web_travelsaving_1[1]

Outras formas de economizar

46.  pesquise! Quem tem informação sempre se dá melhor em tudo. Seguindo blogs de viagem e suas páginas nas redes sociais, como o Facebook, você fica sabendo de promoções de passagens aéreas, alternativas de hospedagem, programas de intercâmbio e de trabalho no exterior.

47. O blog também te ajuda com o seguro viagem, que inclui desde problemas de saúde a extravio de bagagem. Temos parceria com a Mondial Assistance, que oferece 15% de desconto para os leitores do Mulher Casada Viaja. É só clicar aqui e fazer seu orçamento para uma viagem tranquila e segura. O código para fazer valer o desconto é atualizado nesta página do blog.

48. Money makes the world go around, mas antes de ele existir, havia a troca, o escambo. Pois a Internet trouxe essa prática de volta! Eu tenho a maior simpatia por essas formas alternativas que não envolvam dinheiro. Encontrei pelo menos dois websites que recebem inscrições de pessoas dispostas a trocar serviços por outros serviços e já fiz inscrição em um deles para dar aulas de Inglês. Você não ganha, mas também não gasta! Estes são os sites que encontrei: o Bliive e o TimeRepublik.

49. Você pode também optar por um tipo de intercâmbio em que trabalha em troca de hospedagem e refeições. Estes sites são alguns dos que promovem este tipo de trabalho: Workaway, Helpx , WWOOF .

50. Não compre malas ou outros itens que usará pouco, como roupas de neve, por exemplo, peça emprestado.

51. Evite fazer muitos deslocamentos de uma cidade (ou país) a outra. Sei que a gente não se contém e desce em Paris, pega um trem ou avião para Amsterdam, outro para Londres, etc., mas esses deslocamentos acabam representando uma fatia grande de despesas, além de perder em hospedagem e tempo. E ser mais cansativo, também.

52. na hora de comprar as passagens, use buscadores como o Voopter ou Kayak que exibem as tarifas mais baratas dentro de alguns dias antes ou depois da data da viagem. E use sempre aba anônima em suas pesquisas!

53. Bilhetes mais baratos significam em geral mais de uma conexão e longas esperas no aeroporto. Se dormir no chão do aeroporto não é um problema para você, go for it!

Economia na hospedagem

54. abra sua mente para as opções de hospedagem. Uma parte significativa do custo de uma viagem é esta.  Se não dá pra ficar em hotel, por que não se hospedar em hostels, os albergues? Esqueça a imagem de um monte de beliches enfileirados em um mesmo quarto. OK, isso ainda existe, mas há albergues muito bem decorados e com quartos individuais e banheiros privados.

55. Já ouviu falar em couchsurfing? trata-se de uma rede social em que os cadastrados oferecem em geral uma cama (ou sofá, dái o nome: couch=sofá) a viajantes também cadastrados no programa.

56. Alugar um apartamento pelo Airbnb também pode ser mais barato do que ficar num hotel. Se sua casa é legal e está numa cidade turística, por que não inscrevê-la para o programa Troca de Casa, também uma rede social em que as pessoas trocam de casa, simultaneamente ou não. O Mulher Casada Viaja já tem posts a respeito na série Vou Viajar e Agora? 

57. Outra forma de economizar com hospedagem é escolher um hotel fora do centro histórico (no caso da Europa) ou numa cidade vizinha e menos turística. Vai gerar um deslocamento diário e algum gasto em transporte, então ponha na balança do custo-benefício.

58. Prefere ficar em um hotel ou pousada? O Booking.com é o site que eu uso para pesquisar hotéis. Use a opção “oferta esperta do dia” nos filtros para conseguir bons descontos. E não se esqueça de fazer a pesquisa e compra aqui pelo blog, pois como o Mulher Casada Viaja tem parceria com o Booking, a cada reserva ganho uma pequena comissão que ajuda a pagar a manutenção do blog no ar. Leia as avaliações de hóspedes, veja as fotos do quarto e do hotel, a localização e faça sua reserva clicando aqui.

Puxa! Minha meta era apenas 50 formas de economizar, veja só! Espero de coração que você consiga colocar algumas delas em prática para realizar seu sonho de viajar. E se tiver mais alguma dica, compartilhe nos comentários. Abraços!

28 comentários sobre “58 Maneiras de economizar para viajar

  1. solange maia setembro 1, 2015 / 10:08 am

    Olá! Adorei suas
    dicas e informações sobre viagens. Sem dúvida, ajuda bastante.

    Curtir

  2. Miriam Simões setembro 6, 2015 / 2:22 pm

    Gostei muito das dicas. Vou anotar, kkkk

    Curtir

  3. Valéria Moutinho agosto 8, 2016 / 8:40 pm

    Achei muito interessante e de imensa ajuda as dicas de vcs. Vou acompanhar e recomendar aos amigos.

    Curtir

  4. Patricia janeiro 14, 2017 / 6:57 pm

    Ótimas dicas!!!
    E como faz se eu já faço quase tudo?? hahah

    Curtir

  5. Gabi janeiro 15, 2017 / 7:44 am

    Marcia, muito bom seu post. Somos muito mal acostumados, e estamos sempre atrás da solução mais cômoda (por que limpar a casa se posso pagar alguém pra isso?) e nem percebemos o tanto que gastamos com pequenas coisas do dia a dia. Outra coisa é que o brasileiro tem pavor de parecer pobre. Você disse que quem pode pagar 100 no salão não tem problemas pra viajar, né? Só que tem. Muita gente tem o carro do ano, vai toda semana ao salão, anda com roupas de marca, iphone última geração, e no fim do mês não sobra um puto no bolso – mas a aparência ta lá em cima. Eu já fiz um post sobre isso no meu blog, falando das minhas ideias de como economizar e contando que as mesmas pessoas que falavam que eu era rica porque só viajava, tiravam sarro do meu carro, porque era um carro popular velho, mas que tinha manutenção super barata e era economico. Enfim, você vê que tudo é questão de prioridades, como todas as suas dicas sugerem.

    Curtir

    • Marcia, blogueira do Mulher Casada Viaja janeiro 15, 2017 / 11:56 am

      Oi Gabi. É verdade, tem a turma que gasta os tubos mesmo sem poder. Pra muita gente é difícil lutar contra o marketing de produtos e serviços. Por isso a gente escreve pra quem gosta de viajar, pois sabemos que conpartilham mais ou menos a mesma filosofia de vida.

      Curtir

  6. Lorraine Faria janeiro 15, 2017 / 8:31 am

    É isso aí Márcia. Esse post é um resumo da minha vida hahahaha desde a não lembrar a ultima vez que fez a sobrancelha em salão à armazenar a agua do chuveiro nos segundos que o aquecedor a gás demora para esquentar haha 😀

    beeeijo e valeu pelas dicas!

    Curtir

  7. Juliana Rios (Juny) janeiro 15, 2017 / 10:31 am

    Ótimas dicas, Marcia. Ja tento seguir a maioria!
    E principalmente essa sobre fazer as unhas em casa, acho que é o maior desperdício de dinheiro fazer toda semana no salão, é muito dinheiro no final das contas! E geralmente essas pessoas que não abrem mão disso são as que mais reclamam que não tem dinheiro para viajar! rs

    Curtir

  8. Katarina Holanda janeiro 15, 2017 / 12:18 pm

    Ótimas dicas, Marcia! Ano passado comecei a fazer muitas coisas em casa, claro que não fica como um profissional, mas por questão de prioridades tem valido muito a pena.

    Curtir

    • Marcia, blogueira do Mulher Casada Viaja janeiro 15, 2017 / 9:03 pm

      Acho que a necessidade de economizar em um determinado momento cria o hábito de economizar sempre. Foi o que aconteceu com a crise hídrica em SP. Continuo economizando muita água!

      Curtir

  9. quartodeviagem janeiro 15, 2017 / 6:42 pm

    quantas dicas incríveis Marcia, tenho que começar a economizar para a próxima viagem, suas recomendações vão me ajudar bastante. Na verdade eu já faço até muitas coisas da lista, mas é sempre bom ter mais opçõe! Beijos

    Curtir

  10. stefhanief janeiro 15, 2017 / 6:49 pm

    Achei muito bacana as dicas – reais e necessárias.
    Estou economizando bastante este ano para poder viajar e só depois que parei pra analisar tudo que eu gastava, eu consegui enxergar a quantidade de gastos desnecessários que hoje ajudam muito nas economias de viagem.

    Beijo

    Curtir

  11. Camila Lisbôa janeiro 16, 2017 / 5:18 pm

    Tem mil maneiras de economizar pra viajar 🙂 Sempre dá pra apertar aqui ou ali e aí sobra uma grana no fim do mês 🙂

    Curtir

  12. angiesantanna janeiro 17, 2017 / 6:48 am

    tudo pela economia! o que eu já emprestei de roupa de inverno haueaheua estava na NZ e é tudo muuuito caro lá! jaqueta de neve tinha um valor absuuuurdo, assim como as coisas básicas como aluguel, frutas, serviços básicos..ali sim que aprendi a economizar pra valer e é bem ctz que completei a tua lista ai de dicas aheuahe

    Curtir

  13. Camila Salgueiro janeiro 31, 2017 / 9:29 am

    Olá Marcia, é isso aí!
    Muita gente acaba falando que não tem dinheiro para viajar nunca mas muitas vezes é uma questão de definir prioridades né? Deixar um gasto de lado para poder viajar!
    Com certeza eu sou da turma que prefere viajar! 😀

    Curtido por 1 pessoa

  14. itamarjapa agosto 7, 2017 / 4:07 pm

    Nossa, adorei o post, muitas coisas eu já costumo fazer e fico horrorizado quando vejo algumas pessoas esbanjando dinheiro (mesmo sem ter sobrando) em várias coisas da lista! Adorei mesmo!!!

    Curtir

Vamos trocar figurinhas! Deixe seu comentário ou dúvida:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s