Viena: guia para planejar sua viagem

   Mais um guia com informações práticas e objetivas para você começar
o planejamento de sua viagem, desta vez para a linda Viena, capital da Áustria. Não deixe de ler também os demais posts de Viena com roteiro, visita a museus e outros. É só clicar aqui.

belvedere museus Viena
Não se esqueça de espiar pelas janelas do Alto Belvedere pois a vista pode ser como esta


Localização
Capital da Áustria, localizada na Europa Central, Viena fica no extremo Nordeste do país. Por isso, se você pretende conhecer Viena, pode ser uma boa ideia combinar na mesma viagem cidades de países ao Leste da Áustria, como Bratislava, Budapeste e Praga. Nada impede que você estique a outras cidades austríacas, como Innsbruck e Salzburgo, mas elas estão mais perto de Munique, por exemplo, do que de Viena. Mais abaixo você encontra as distâncias até algumas dessas cidades. Viajar por regiões e não por países, foi uma forma de viajar que aprendi depois de gastar muito tempo e dinheiro em deslocamentos aéreos para conhecer um país de uma só vez, como fazer o Leste e o Oeste do Canadá na mesma viagem. Viajar por regiões algumas vezes traz a desvantagem de ter de trocar moeda e passar por fronteiras, mas ainda acho que compensa. Sem contar que tem uma certa contrariedade à ordem política. Adoro lembrar que fronteiras entre países quase nunca são naturais, mas objeto de guerras, disputas, acordos que quase nunca respeitaram as diferenças religiosas ou culturais da população.austria-map-0[1]
Como Chegar
✈ Não há voos diretos para Viena partindo do Brasil. Você terá que fazer conexão em alguma cidade europeia, como Paris, Lisboa, Roma, Zurique, Frankfurt, dependendo da nacionalidade da companhia aérea escolhida. Eu voei pela Lufthansa, com conexão de 8 horas em Munique. Este período longo foi proposital, pois assim poderia fazer um reconhecimento da cidade, que está numa viagem futura pela Rota Romântica, no Sul da Alemanha. Leia dicas sobre como se organizar para uma conexão e o roteiro de Munique neste post.

Para dicas de como planejar sua viagem de maneira autônoma,
sem agentes ou agências, completamente livre e desempacotado,
acesse Receita de Viagem.

trem Viena Áustria

🚄 Em alemão, bahnhof é estação de trem. Viena tem duas principais, a Westbahnhof e a Hauptbahnhof. Se você vem de Budapeste, são 2h30 de viagem. De Praga, são 4h10. Você pode comprar sua passagem de Budapeste a Viena no site da Máv, a companhia de trem húngara. Mas atenção: não pode comprar na Máv se quiser fazer o trecho Viena-Budapeste, como eu fiz. Nesse caso, compre na Obb, a companhia austríaca. Como essas companhias não imprimem e-tickets e não entregam pelo correio, você precisa retirar o bilhete em uma estação de trem do país. O site deles não é tão friendly, mas não é impossível de navegar. Qualquer dúvida, mande nos comentários que eu ajudo. Eu paguei € 19 na segunda classe, mais €3 de reserva de assento. Se preferir, pode comprar no site da RailEurope, que é mais fácil de navegar e está em Português, mas as tarifas costumam ser mais altas: 50 dias antes da viagem estavam € 47 . Compare os preços e faça sua escolha. De Praga a Viena, compre na empresa tcheca, a Ceské Dráhy .Paguei €16 mais €3 para a taxa de reserva de assento, que valeu a pena pois o trem estava bem cheio – e já era Outono.

trem Praga a Viena
Interior do trem de Praga a Viena

Leia sobre a escolha do transporte entre Viena, Budapeste e Praga neste post.

🚌 Se você optar pelo ônibus vindo de outro país europeu, chegará à estação Wien Mitte.

Como circular por lá

A divisão dos bairros de Viena
A divisão dos bairros de Viena

👣  Viena é dividida em distritos (bairros), começando pelo central 1, onde está a maioria das atrações. Se você estiver em um hotel dentro ou nas proximidades da Ringstrasse, que é a avenida que circunda o distrito 1, exatamente onde antes ficavam os muros da cidade, dá para fazer muita coisa a pé.

Transporte público em Viena
Ônibus, metrô e bonde servem a cidade e Viena se orgulha de ser detentora do recorde europeu de maior número de usuários de transporte público. Os trens são ligados às estações de trem  que levam ao aeroporto ou a outras cidades.
Para circular por Viena, usei o cartão VOR (Vienna Card) oferecido ao blog pelo Vienna Tourist Board (obrigada, Florian!), que tem validade de 24, 48 ou 72h e pode ser usado em ônibus, metrô e bonde. Compre nos guichês ou nas máquinas automáticas das estações. Você o valida no primeiro uso de qualquer um dos meios de transporte e depois só precisa apresentá-lo em caso de  fiscalização. Veja valores no item Preços, mais abaixo.

 🚃 Os charmosos bondes vermelhos percorrem boa parte dos pontos turísticos, mas são usados por moradores também. Se você estiver sem o cartão de transporte VOR, é possível comprar um bilhete unitário nas máquinas dentro dos bondes e validá-los. Os bilhetes unitários são perfurados na validação e cartões têm a data da validação estampada. Não é preciso dar sinal para subir neles, pois param em todos os pontos e para descer, nos mais novos é preciso apertar o botão laranja.

dicas de  Viena
Os charmosos bondes de Viena

🚌Como em toda capital turística, Viena também tem o BigBus, ônibus turístico de dois andares com áudio em diversos idiomas (tem em Português) que passa por várias atrações, permitindo a quem compra o passe subir e descer do ônibus durante o período válido de 24 ou 48h. Clique aqui para saber mais.

blog de viagemViena
A ciclovia de Viena é pintada apenas onde há maior movimento de pedestres. E de verde.

🚲 As bikes com detalhes laranja são oferecidas em 120 estações. A primeira hora de empréstimo é gratuita e as demais podem ser pagas com cartão Visa ou Mastercard depois de um cadastro nas máquinas das estações ou no site.  As avenidas principais e os arredores de parques têm ciclovias bem sinalizadas e deve ser um grande prazer descobrir a cidade sobre duas rodas.

🚄  Viena, que linda, parabéns! Todas as estações de metrô foram adaptadas para pessoas com mobilidade limitada. E nós turistas de mala e cuia agradecemos os elevadores, também, claro! Além disso, as linhas servem bem a cidade, com vagões limpos e confortáveis. Viena é mesmo invejável. Não bastasse a limpeza, o grande número de áreas verdes, a cordialidade e educação dos moradores, o metrô faz questão de esfregar na sua cara que ali as pessoas são honestas e as estações de metrô não têm bloqueio, apenas a máquina para validar seu bilhete (azuis). Morra de inveja, Brasil!

Viena roteiro e dicas
Na confiança: sem bloqueios ou catracas

 

 Dicas para organizar seu roteiro estão em Viena: Roteiro de 3 dias

Onde Ficar
 Os bairros são divididos por números, começando pelo centro histórico e mais antigo, chamado Innere Stadt, onde fica a maioria das atrações turísticas, como museus, palácios e igrejas, além do Parlamento, Prefeitura. Muitos consulados ficam perto do Palácio Belvedere. É também a região mais cara e agitada, então se você quer economizar e fugir da muvuca, talvez valha a pena ficar fora do distrito 1, onde conseguirá preços melhores.

O 2 é o Leopoldstadt, situado entre o Danúbio e o canal Donaukanal, onde fica o Prater, grande área verde da cidade que abriga eventos e onde fica o parque de diversões com a famosa roda gigante mais antiga do mundo. Ah, nos últimos dias de setembro havia uma edição do  WienFest, a Oktoberfest deles. A foto abaixo mostra um dos três galpões de cervejarias onde as festas acontecem.

Octoberfest
Oktoberfest de Viena: no Prater

Não se esqueça que você pode pesquisar diversos tipos de hospedagem e fazer suas reservas através do site Booking.com. O Mulher Casada Viaja tem parceria com o Booking e a cada reserva recebe um pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e contribui para os custos de manutenção do blog no WordPress.

Os distritos 3 (Landstraße), 4 (Wieden) e 5  (Margareten) são residenciais, embora tenham algumas atrações turísticas.
Os 6º e 7º  Distritos, Mariahilf e Neubau são onde a vida noturna de Viena acontece, com muitos bares e restaurantes. A maior rua de comércio de Viena, a Mariahilferstrasse, divide os dois distritos.  Eu fiquei no distrito 7 coladinho no 1, num apartamento, pois achei o custo-benefício melhor do que ficar em um hotel.

Leia post AirBnB: dá para confiar? Como escolher um imóvel para alugar

Visto
Brasileiros não precisam de visto para permanências de até 90 dias.

Viena guia blog
A sede da Prefeitura


Permanência
Três dias dão conta de conhecer os principais pontos e visitar alguns dos muitos museus da cidade. Mas se você tiver mais tempo, não faltarão opções de o que fazer.

Língua
A língua oficial é o alemão, mas o Inglês é compreendido e falado muito bem por habitantes, atendentes de restaurantes e lojas e por funcionários de estações de metrô e trem. Morra de inveja, Brasil!

Dinheiro/Moeda: Europreços em  Viena


Compras
Há muitas lojas espalhadas pela cidade, mas a maior concentração que vi foi na Graben, onde há lojas de grife, e na Mariahilfer Straße, comércio mais acessível. Ambas são ruas de pedestres.

compras Viena
A Graber: rua turística de comércio e com edifícios belíssimos


Como em todo país europeu, não residentes podem solicitar o reembolso dos impostos pagos, que em Viena é de 20%. É preciso ter gasto acima de €75 numa mesma loja, solicitar o – formulário (tax back) e apresentar o  passaporte. Mantenha os produtos comprados nas embalagens originais, sem uso e sem retirar etiquetas, caso seja necessário apresentá-los na alfândega. Já li em muitos blogs que as pessoas desistem de solicitar o reembolso porque precisam se deslocar de uma área a outra e enfrentar filas no aeroporto de saída da Europa.

A rede de supermercados Billa é onipresente e está até em algumas estações de metrô. Explore frutas, legumes e produtos industrializados consumidos pelos locais e de quebra faça umas comprinhas e curta um piquenique em um dos lindos parques de Viena. E que tal uma barra de chocolate Lyndt por 1,99?!

Preços em Viena (em euros, em setembro/2015)
Museus e igrejas
– ingresso para a Torre Norte da Catedral Santo Estevão: 5,50
– ingresso para o Museu da Carruagem, anexo ao Schonbrunn: 8
– Sisi Ticket (Schonbrunn, Museu da Sissi e Museu do Mobiliário): 28
– ingresso para ambos os palácios Belvedere (e O Beijo, de Klimt): 20

museu sissi Viena
A entrada do Museu Sissi

Se você vai ficar bastante tempo em Viena e pretende visitar várias atrações, faça as contas e confira se vale comprar o Vienna Card, que inclui descontos em museus e transporte gratuito. Você pode comprar em hotéis, no Centro de Informações Turísticas (na Albertinaplatz) ou no site. Preços variam de 18,90 a 21,90.

igreja Viena o que fazer
Telhado da Igreja S. Estevão, Torre Norte
Os bilhetes do transporte, da esquerda para a direita: trem para aeroporto, bilhete unitário, não lembro (rsrs) e o Vienna Card
Os bilhetes do transporte, no sentido horário: trem para aeroporto, bilhete unitário, bilhete comprado no bonde antigo e o Vienna Card 72h

Transporte Público
– bilhete de trem VOR do Centro para o aeroporto: 4,40
– bilhete VOR transporte público 72h: 21,90
– bilhete VOR unitário: 2,30

Suvenires
– ímã de geladeira: 4,90
– caixinha de metal e louça da Sissi: 12,90
– porta óculos Sissi: 13,90
– caneca suvenir Viena: 7,99

Alimentação
– chocolate quente na Starbucks (sim, eles estão em todos os lugares!): 3,70
– croissant de queijo: 2,60
– cerveja Ottakringer 500 ml: 4,90
– Salada alface e legumes: 10
– Schnitzel vienense (filé de frango empanado e fininho): 10
– suco de laranja natural: 3,80
– torta de maça (apfelstrudel) na histórica confeitaria Demel: 4

A cerveja fica ainda mais gostosa nos jardins do palácio Belvedere
A cerveja fica ainda mais gostosa nos jardins do palácio Belvedere

 

o que comer em Viena
Hot dog vienense: delicioso!

O que Comer e Beber
Uma tia conheceu Viena pouco antes de nós e enquanto ela não comeu um Sarshichão não paramos de incomodá-la com brincadeiras de duplo sentido. Então era óbvio que nossa primeira refeição por lá fosse numa barraquinha num lugar mega turístico, comendo o tal salsichão vienense recheado de queijo emental, acompanhado de uma cerveja, claro! Esqueça o que você sabe sobre salsichas. Os caras manjam da coisa! Olhando o tamanho do lanche chego à conclusão que talvez o 1 quilo que ganhei nesta viagem não seja culpa dos copos exagerados de cerveja de Munique, Viena, Praga e Budapeste…

Outro clássico vienense é o Schnitzel, um filé de carne vermelha, porco ou frango bem fininho e empanado. Não demos sorte na escolha do restaurante onde provamos o nosso, então nem vou indicar.

Faça uma visita à confeitaria Demel, que fornecia para ninguém menos que a família imperial e mantém seu negócio de nos engordar até hoje. Não é caro, não, dá para encarar de boa. Além dos doces maravilhosos servidos no local, a ante sala tem opções maravilhosas de lembrancinhas literalmente doces.

Cerveja, cerveja, cerveja. São deliciosas e os canecos de meio litro impõem respeito!

Da cozinha internacional, os vienenses são como os paulistanos: adoram comida italiana e há mais de 500 restaurantes especializados. Restaurantes de todas as nacionalidades são encontrados e os Vietnamitas começam a aparecer com força.

Se você quiser indicações mais específicas, o Centro de Informações turísticas traz uma lista de restaurantes, cafés e até de barraquinhas para um lanche rápido

demel Viena dicas
Um dos muitos cantinhos charmosos da Demel


Voltagem/Tomadas
A rede elétrica é de 220 volts e as tomadas são de dois pinos redondos.

Quadro de Temperatura e Clima
clima em viena
Fuso Horário
São cinco horas a mais em relação ao horário regular de Brasília.

Concertos
Ir a Viena e não assistir a um concerto é como um gringo vir ao Brasil e não visitar uma escola de samba. E foi o que eu fiz sniff – ou não fiz: bati tanta perna durante o dia que não tive pique para me arrumar e ir a um concerto (afinal, dizem que todo vienense tem um smoking no armário!), mas a Gabriela do blog Estrangeira listou 5 concertos imperdíveis em Viena. Confira.

De Viena a:
Praga está a 330 quilômetros de Viena e pode ser alcançada de carro, ônibus, trem ou avião.
Budapeste é outra cidade comumente incluída no planejamento de uma viagem a Viena, pois fica a 240 quilômetros. E é linda!
Bratislava fica a apenas 60 quilômetros e pode ser uma opção de bate-volta. Há um passeio de barco pelo Danúbio para chegar até ela. Muita gente vai de barco e retorna de trem, mais rápido.
Innsbruck fica na região Tirol (dos tiroleses, lembra?), nos Alpes, a 480 quilômetros de Viena. Muito visitada no inverno para a prática de esqui, já foi sede dos Jogos Olímpicos de inverno por duas vezes. Conta com um palácio imperial e outros edifícios de destaque, e ali pertinho tem a fábrica de cristais  Swarowvski, que virou atração turística. No verão, é possível fazer caminhadas nas trilhas de montanhas e lagos. Nem gosto!
O centro de Salzburgo, a 300 quilômetros,  foi declarado Patrimônio Cultural pela Unesco, então espere encontrar construções do período barroco bastante preservadas.

De avião, cidades mais distantes como Estocolmo ou Lisboa podem ser alcançadas em 3 horas a partir de Viena. Berlim, Amsterdam, Roma, Paris, em 2 horas. Tipo: “vamos passar o fim de semana em Paris ou Praga?” Brasileiros, morram de inveja!

Wi-fi
Vários pontos da cidade têm wifi gratuito:
– o belo centro de Informações Turísticas na Albertinaplatz
– praças: MuseumsQuartier, Stephansplatz, Rathausplatz
– Mariahilfer Strasse (rua de pedestres) e Westbahnhof (estação de trem)

turismo Viena
O belo centro de Informações Turísticas


Links para outros posts relacionados a Viena

O jogo do planejamento de uma viagem internacional⚽
Roteiro de 3 dias em Viena – dia 1
Roteiro de 3 dias em Viena: o dia 2 não queria acabar!
 Roteiro de 3 dias em Viena: dia 3 no Belvedere

 

E você, esteve em Viena e tem alguma dica para acrescentar ao guia? Ou quer ir e tem alguma pergunta? Deixe nos comentários. Seu email não será divulgado.

 

Anúncios

7 comentários sobre “Viena: guia para planejar sua viagem

  1. Alessandro Paiva 23 de novembro de 2015 / 12:40

    Relato completíssimo! Adorei 🙂

    Curtir

  2. carlos martins 9 de julho de 2016 / 18:49

    olá, quando vc foi à viena? estou indo em outubro/16 e queria muito saber como é o clima nesta época do ano.

    Curtir

Vamos trocar figurinhas! Deixe seu comentário ou dúvida:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s