O que Fazer em Puerto Varas

Este post é complemento do Guia para Planejar sua viagem a Puerto Varas, onde compartilho preços, dou dicas de hospedagem e aquelas informações que a gente sempre se pergunta (ou deveria) sobre um destino: quando ir, onde comer, como chegar, onde fica… Ao contrário do que geralmente faço, publicar o máximo que posso nas semanas subsequentes à viagem, este post foi escrito 17 meses depois de minha visita à cidade do Osorno, em julho de 2016, despertado de um sono pelo planejamento de uma viagem de 10 dias pela região do lagos, Buenos Aires e Santiago, que fiz para um casal (clique aqui para ver como contratar este serviço). Sei que não é tema deste post, mas aproveito para dizer com um ponto de exclamação em negrito, itálico e sublinhado: como é mais barato planejar a viagem independente, mesmo contratando passeios de agências!

O Osorno
O Osorno

Roteiro em Puerto Varas
O centro da cidade de Puerto Varas é bem pequeno e é possível percorrê-lo a pé, mas há alguns passeios nas redondezas que podem ser feitos com transporte público ou contratado, seja de aluguel ou de agências turísticas locais. Por isso, dividi o roteiro em dois tópicos: na cidade e bate-voltas.

uma das ruas mais movimentadas é a Del Salvador
uma das ruas mais movimentadas é a Del Salvador

O que fazer na cidade de Puerto Varas
A localização de seu hotel deterinará a direção do roteiro, então apenas marquei as “atrações” da cidade e você organiza na ordem que lhe for mais conveniente.

  • Tour pelas casas históricas de Puerto Varas – Casas erguidas com a chegada, na metade do século 19, dos primeiros colonos alemães e chilenos ainda estão de pé e algumas muito bem conservadas e dignas de uma foto, como é o caso da Casa Kuschel, ao lado do Hotel Cabañas del Lago. A grande oferta de pinheiros patagônicos, hoje protegidos por lei, permitiu a construção dessas casas de madeira com ferramentas – e capricho -trazidas na bagagem destes primeiros moradores.

passeios em Puerto Varas

A Casa Kuschel, de 1915, fica na Rua Klener, perto do Monte Phillipi. Quando fui estava fechada, assim como todas as outras, mas é possível visitá-la e há uma lojinha de artesanato fino no térreo.  Não estarei cometendo nenhuma injustiça se disser que esta é a mais bonita das casas históricas de Puerto Varas, então se tiver que escolher apenas uma, ei-la! As igrejas luterana (1923) e a católica Sagrado Coração (1918) também estão na lista dos edifícios históricos, assim como a sede do hostel Helmut Haus – e todos estes estão marcados no mapinha que compartilho aqui.

  • Cerro Philippi, esta área verde que aparece acima dos hotéis à esquerda da foto abaixo. É um parque com muitas árvores e trilhas para o alto da colina, onde se tem uma boa vista do Lago. Quando eu fui, estava completamente vazio e fiquei até com um pouco de receio. Coisa de paulistana… Mas o dia estava muito fechado, e talvez isso tenha assustado os poucos turistas que estavam na cidade.
  • Passear pela costa do Lago Llanquihue e apreciar a vista dos vulcões no horizonte.
Não vai dar praia!
Não vai dar praia!
  • Visitar a Igreja Sagrado Coração. Confesso que fiquei um pouco decepcionada porque a igreja estava precisando de pintura e nem de longe parecia a dos cartões postais de Puerto Varas. Não a visitei por dentro, mas li que é toda revestida de madeira, enquanto seu exterior é de metal. A vista de lá é bem legal.
A Igreja Sagrado Coração
A Igreja Sagrado Coração
  • Fazer comprinhas na Feira Artesanal, uma vila de lojinhas com artigos de lã, couro, madeira. Mas os artigos mais bonitos e diferenciados (e mais caros) estavam na lojinha do Parque Nac. Vicente Pérez Rosales.
  • Não é assim uma Las Vegas – longe disso – mas se você nunca esteve em um cassino, o Dreams pode ser uma boa alternativa para passar as horas de um dia chuvoso, algo comum no inverno.
  • Caminhar pelas ruas e observar os locais, as casas de madeira, o jeitão pacato da cidade, principalmente num sábado quando os moradores deixam os bairros mais afastados e fazem compras no centrinho.

Bate-voltas a partir de Puerto Varas

  • Subir o vulcão Osorno, com 2.660 metros. Como eu só tinha um dia em Puerto Varas não fiz o passeio, mas você pode contratar uma agência para te levar ou ir por conta se estiver de carro. São 60 quilômetros a partir de Puerto Varas e tem trilhas, neve permanente acima de 2 mil metros e meios de elevação. E quantas vezes você poderá dizer que subiu num vulcão?!
  • Conhecer Frutillar e Llanquihue, outras cidadezinhas às margens do lago Llanquihue.
  • Saltos de Petrohue são cachoeiras que ficam dentro do Parque Nacional Vicente Pérez Rosáles.

    A lagoa esmeralda de Petrohue
    A lagoa esmeralda de Petrohue
  • Navegação no Lago Todos los Santos. Eu fiz este passeio durante o Cruce Andino, que liga Bariloche a Puerto Varas. Leia post a respeito aqui. Se você optar pela navegação apenas, pode comprar seu ingresso nas agências da cidade. Li em algum blog que os preços variam muito e que há barcos clandestinos que cobram mais caro que as agências!
Osorno no Todos Los Santos
O Osorno e o Lago Todos los Santos: Selfie nada individual!
  • Agora, se você estiver podendo, que tal voar num bimotor sobre os vulcões e lagos? Leia mais aqui.

 Estes passeios podem ser contratados com agências locais, como a Turistour (loja da Calle Del Salvador) ou ser feitos independentemente, sendo que o aluguel de carro é o meio mais confortável e rápido. Em um dia dá pra fazer os quatro primeiros passeios da listinha de bate-voltas, que são os principais.

20150704-img_0027
Osorno brincou de esconde-esconde comigo. Naquele dia foi uma das poucas chances que tive de vê-lo

Abaixo, alguns preços cobrados pelas agências locais:
– excursão até Chiloe : 30.000 pesos chilenos
– saltos de Petrohué e Lago Todos Los Santos: 15.000 pesos chilenos
– Saltos de Petrohue, Vulcão Osorno com almoço, meio de elevação e navegação no Todos Los Santos: 40.000
– excursão a Frutilar: 18.000

O Centro de Informações Turísticas de Puerto Varas fica na Costanera, entre a Gramado e a Walker Martinez.

O centro de ifnormações turísticas
O centro de ifnormações turísticas

Não deixe de ler os demais posts sobre Puerto Varas. Caso inclua Bariloche na mesma viagem (o que é uma boa, pela distância), há mais de 10 posts sobre a cidade. Clique aqui para vê-los. E em breve tem mais Chile no blog: Santiago e Deserto do Atacama!

 

Anúncios

Vamos trocar figurinhas! Deixe seu comentário ou dúvida:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s