Visto Canadense: passo a passo para emitir a AEV (eTA)

Neste post você encontra informações sobre o eTA – electronic travel authorization (Autorização Eletrônica de Viagem-AEV) para entrar no Canadá e um super passo a passo, que ajudará quem não se sente seguro para completar um formulário oficial em inglês ou francês, as línguas oficiais do Canadá e únicas opções no formulário que substitui a necessidade do visto Canadense. Também falo sobre quem pode ou não emitir o eTA.

Desde maio de 2017 turistas brasileiros podem viajar para o Canadá sem precisar solicitar um visto, apenas solicitar um eTA, desde que:

  1. tiveram visto canadense emitido nos últimos 10 anos OU
  2. possuam um visto americano válido.

Se você não tem visto americano nem teve o canadense nos últimos anos, terá que emitir o visto canadense, que pode ser solicitado online ou fisicamente. Visite o website oficial do Canada para mais informações.

Mas só estou escrevendo agora sobre isso porque aqui no blog eu compartilho sempre minhas experiências, ou seja, todas as dicas são em primeira mão, então, agora que vou retornar ao Canadá, 21 anos depois (pausa para ohhhh), tive que emitir o eTA e aproveito pra compartilhar com você as informações.

Rochosas Canadá Alberta
Nós, no Emerald Lake, em Alberta, em 1997!


O que é a Autorização Eletrônica de Viagem
Trata-se de um documento eletrônico e virtual, emitido pela autoridade canadense ao turista que deseja ficar no Canadá por período igual ou inferior a 6 meses, e tem validade de até 5 anos ou até o vencimento de seu passaporte, pois o eTA está atrelado ao número do passaporte. Venceu, tire outro eTA.

Não quero apavorar ninguém, mas o próprio site governamental canadense alerta que ter o eTA aprovado não garante sua entrada no Canadá, e que os funcionários solicitarão, além dele, outros documentos, como o visto americano. Mas relaxe, pois o mesmo acontece na entrada da maioria dos países da Europa que, apesar de não exigirem visto, podem barrar a entrada de turistas ‘suspeitos’. A dica é ser firme nas respostas, apresentar bilhetes de voo de retorno ao Brasil, declarar ter dinheiro suficiente para arcar com os custos da viagem, estar relaxado e não fazer brincadeirinhas na hora de passar na imigração de qualquer país.

A última vez em que renovei meu visto americano foi em 2014, e deixei dicas em Check list de viagem para a Flórida

Montanhas Rochosas Canadenses – Crédito: mackenzie-wiebe


Como saber se você precisa de visto ou apenas emitir o eTA
Apesar de os dois pontos acima serem essenciais para permitir a emissão, alguns casos podem dispensar ou impedir a solicitação do eTA, então, como o preenchimento é bem demorado, sugiro que você teste se está apto a solicitar o eTA:

  1. Acesse o site do governo canadense, na página eTA
  2. responda ao questionário online para saber se você precisa ou não de um visto.
    A primeira pergunta diz respeito a sua situação como cidadão: se você é cidadão canadense, se você é refugiado, despatriado ou antigo residente. Eu escolhi ‘None of the above’ (= nenhuma das anteriores) e fui direcionada para uma segunda tela.
  3. Na tela “Find out if you need a visa”, escolhi a sigla do Brasil (BRA), Na segunda pergunta, respondi ‘não’, pois não tenho um GreenCard americano. Nova pergunta: “Você teve um visto canadense temporário nos últimos 10 anos, ou tem atualmente um visto americano de não-imigrante?”. Como meu visto canadense foi emitido em 1997, mas tenho um visto americano válido, respondi ‘sim’.
  4. Uma nova tela exibe minhas respostas e diz que tenho direito a solicitar o eTA para viajar de avião. E deixa um link para a página de solicitação “Get an eTA”. Também informa que se eu entrar no Canadá de trem, ônibus, carro, barco ou cruzeiro, eu precisarei de um visto de turista.* E, nesse caso, é preciso informar o motivo da viagem: a. visitar filhos ou netos por mais de 6 meses; b. ir ao Canadá como turista, visitar familiares ou amigos ou estudar (até 6 meses); c. participar de conferências, feiras ou negócios; d. entrar no Canadá apenas de passagem para outro país. Veja print da tela abaixo:

visto Canadense eTA

* Cruzando a fronteira de outro modo que não o aéreo
Quando eu estava planejando 2 dias no Glacier National Park, que fica no estado americano de Montana e faz fronteira com Alberta, no Canadá, lembrei dessa regra e entrei em pânico, pensando que não conseguiria usar o eTA para reentrar no Canadá depois de 2 dias nos EUA – ou teria que tirar o visto completo. Uma rápida pesquisa me levou ao blog Viajoteca, onde a Mirella e seus leitores confirmam que é possível cruzar fronteira de carro apenas com o eTA, desde que sua primeira entrada no Canadá tenha sido por via aérea e ainda esteja dentro do prazo de 6 meses, e que o funcionário da imigração tenha carimbado e anotado a data de sua entrada no passaporte. 

Eu não tinha prestado atenção a este trecho do site canadense, pios quando tireo o eTA, nem pensava em ir aos EUA de carro:

“Foreign nationals with official Canadian documents

  • Travellers with a valid Canadian visa.
  • Travellers with valid status in Canada (e.g. visitor, student or worker) who re-enters Canada after only visiting the United States or St. Pierre and Miquelon.”

Ou seja, se eu já entrei no Canadá via aérea, e tenho um carimbo para comprovar isso, significa que tenho um status válido no Canadá. Mas de qualquer forma, vou guardar bem o link para o site oficial, vai que…

Solicitando o eTA e pagando a taxa

Antes de entrar no site oficial do governo canadense para emitir o eTA, separe junto ao computador:

  • seu passaporte (ou dois, como no meu caso: um já vencido, mas com o visto americano, e o atual)
  • cartão de débito ou crédito internacional (Visa, Mastercard ou American Express) ou cartão pré-pago, para efetuar o pagamento da taxa de 7 dólares canadenses por eTA.

Apenas a página introdutória de solicitação do eTA tem várias opções de línguas, inclusive Português. O formulário em si é todo em inglês ou francês, então eu, paciente e carinhosamente como toda professora de inglês, fiz um passo a passo.♥

Visto Canadense online
Em Jasper, Alberta


Passo a Passo do preenchimento do formulário de solicitação de eTA
Se você só ler o que segue abaixo, não fará o menor sentido, então entre no site quando for preencher o formulário e faça o passo a passo comigo. A intenção é ajudar quem não sabe inglês e/ou se sente inseguro para preencher um formulário em inglês/francês. Se você não puder ou não quiser fazer isso agora, salve o link deste post em favoritos no seu navegador Chrome ou Explorer ou, se você tem uma conta no Pinterest, é só pinar a imagem a baixo em uma pasta sua para voltar fácil aqui.visto Canadá

  1. Clique em “Solicitar uma AEV” = eTA. Uma nova tela será aberta. Responda se tem passaporte emitido pela França ou não e clique em ‘Continue’. A partir dali, o formulário é em inglês. Clique em “Continue to the eTA application form”.
  2. Alerta sobre o campo passaporte – preste atenção em algarismos confusos, como o O ou 0 (zero) e a letra l e o número 1. Informa para não usar hifens ou espaços.
  3. Uma nova tela, novamente em inglês, pergunta “Are you applying on behalf of someone?”. Escolha ‘No’. Clique em NEXT. Quando fui preencher para minha filha, que é menor de idade, precisei escolher Yes e preencher um formulário à parte com meus dados pessoais antes de ir para o formulário que se inicia no item 4 a seguir.
  4. Esta é a tela em que você efetivamente começa o preenchimento do formulário. A primeira pergunta é “What travel document do you plan to use to travel do Canada?” Selecione o tipo de passaporte.
  5. Surge uma pergunta abaixo: “Which country issued your passport?” Selecione BRA.
  6. “Are you a lawful permanent resident of the United States with a valid alien registration card (Green Card)?” Eu não tenho um green card, então respondi ‘Não’.
  7. “What is the nationality noted on this passport?” Selecione ‘Brazil’.
  8. Are you travelling to Canada by air?” Selcione ‘yes’, se estiver entrando no Canadá por avião. Se for de outra forma, não pode emitir a AEV.
  9. “In the past 10 years, did you hold a valid Canadian temporary resident visa?” Selecione ‘No’ se não tiver tido nos últimos 10 anos um visto canadense temporário de residente.
  10. “Do you currently hold a valid US nonimmigrant visa?” Se você tem um visto americano, selecione “yes”. O sistema informa que o número do visto americano que eu fornecer será validado pelo governo dos Estados Unidos para determinar se posso solicitar o eTA. Se você não tem um visto americano e neste caso escolher ‘no’, o processo acaba aqui, pois você não tem direito ao eTA.
  11. “US nonimmigrant visa number” Preencha com o número do seu visto americano. Clique no ponto de interrogação ao lado do campo para saber em que parte do visto é (algarismos vermelhos, parte inferior direita). O campo seguinte é para confirmar o número.
  12. “Date of expiry of US nonimmigrant visa”. Complete com ano, mês e dia do vencimento do visto americano.
  13. “Passport number”. Complete com o número do seu passaporte, sem espaços ou hifen. O campo seguinte é para confirmar o número.
  14. “Surname”. Digite seu sobrenome como está no passaporte. No meu, tenho o meu sobrenome de solteira e de casada.
  15. “Given Name”. Digite seu nome (o primeiro).
  16. “Date of Birth”. Preencha a data de seu nascimento com ano, mês e dia.
  17. “Gender”. Escolha seu sexo (female-feminino Male-masculino, unspecified-não especificado).
  18. “Country/territory of birth” Escolha ‘Brazil’.
  19. “City/town of Birth”. Digite a cidade de nascimento
  20. “Date of issue of passport”. Escolha ano, mês e dia da emissão do passaporte.
  21. “Date of expiry of passport”. Escolha ano, mês e dia do vencimento do passaporte.
  22. Personal Details of Applicant – Detalhes pessoais do solicitante. No primeiro campo, indique se você possui alguma outra nacionalidade além da brasileira.
  23. “Marital Status”. Escolha seu estado civil.
  24. “Have you ever applied for or obtained a visa….Canada?” = “Você já solicitou ou conseguiu um visto, um eTA ou uma permissão para visitar, viver, trabalhar ou estudar no Canadá?” Como eu já tive um visto, escolhi ‘yes’ e abriram 2 novos campos, que são opcionais. Como eu não tenho o número do visto, deixei os campos em branco, o que é permitido.
  25. Employment information. Occupation. Selecione a opção que descreve sua situação de trabalho atual. Como é muita coisa, use um dicionário para traduzir, caso precise.
  26. Job Title. Selecione a opção que descreve seu emprego.
  27. “Name of employer or school, as appropriate”. Nome do empregador ou escola. Se for autônomo, complete com ‘self employed’.
  28. “Country” . Selecione Brazil.
  29.  “City”. Digite a cidade onde trabalha.
  30. “Since what year?” Selecione o ano em que iniciou este trabalho.
  31. “Contact information”. Selecione se prefere ser contatado em Inglês ou Francês.
  32. “Email address” preencha com seu e-mail este e o campo seguinte.
  33. “Residential address”. Complete com seu endereço, começando com o número do apartamento/complemento (se for o caso) e no campo seguinte o número da casa/prédio. No terceiro campo, digite o endereço. E no quarto, apenas se não houve espaço suficiente no campo 3. Em ‘city/town’, digite o nome da cidade onde mora. Em ‘country’, escolha ‘Brazil’.
  34. “Travel information” “Do you know when you…?” Escolha ‘yes” se você já tem a data de sua viagem ao Canadá, e ‘no’ se você ainda não sabe. Se clicar em ‘yes’, terá que preencher o campo novo que se abriu, com ano, mês e dia de chegada ao Canadá e esta informação tem que ser precisa, já que no próximo campo terá que completar com o horário do voo, em “Please enter the time your flight…” . Quase surtei aqui, pois tive que descobrir o nome da Time zone em que está Calgary, cidade aonde chega meu voo! Usei este website.
  35. “Background Questions” A primeira pergunta: “Você já teve uma permissão ou visto de entrada negado ou foi obrigado a deixar o Canadá ou algum outro país? Escolha Yes ou No – e deixa aí nos comentários o babado da expulsão do país porque eu quero muito saber!  😂
  36. A próxima pergunta é se você já foi preso ou indiciado ou sentenciado por qualquer crime em algum país. Yes or No?
  37. “In the past two years, were….?” pergunta se você foi, nos últimos 2 anos, diagnosticado com tuberculose ou teve contato com portadores de tuberculose.
  38. “Do you have one of these conditions?”  Sífiles não tratada, vício em álcool ou drogas (ainda bem que não perguntam em viagens!) ou doença mental ou psicótica.
  39. Consent and Declaration. Em resumo, o textão informa que as informações podem ser compartilhadas com diversas autoridades canadenses. Clique em “I Agree” e continue para o pagamento.

Visto Canadense Autorização40. Depois de clicar em “Transmit and Pay”, escolha a forma de pagamento. Digite os dados do cartão e clique no botão verde Process Transaction.
41. Após a aprovação do pagamento, uma nova página (foto abaixo) informará que você receberá uma mensagem por e-mail e que é preciso verificar também a caixa de spam. como tirar visto Candá

Eu recebi a mensagem imediatamente, confirmando minha autorização para entrar no Canadá. Meu marido recebeu uma mensagem dizendo que o eTA dele seria avaliado em até 72 horas, mas poucas horas depois recebeu novo e-mail dizendo ter sido aprovado. Confira se o número do passaporte informado no e-mail está correto e prepare sua viagem, o Canadá está cada vez mais perto!

como emitir visto canadá
a mensagem que recebi: eTA aprovado!

 

Escrevi alguns posts sobre nossa viagem ao Canadá, que aconteceu numa época em que não havia Internet, GPS, nem celular! Confira na página Canadá esses posts e os da viagem de 2018 ao oeste canadense, que incluirá um ‘pulinho’ no Alasca!!!

Atenção: o eTA não é um documento físico, não há nada para imprimir. Quando você chegar na imigração, lá na terra das pessoas muito educadas, e apresentar seu passaporte, o funcionário verificará esta autorização no sistema.

Não esqueça de assinar gratuitamente a newsletter do blog para receber todas as publicações e ficar por dentro desta viagem ao Canadá – e de outras, claro!

Canadá como tirar visto

15 comentários sobre “Visto Canadense: passo a passo para emitir a AEV (eTA)

  1. Maria Gorete janeiro 18, 2018 / 10:08 am

    amei, estava exatamente atrás dessa informação, quero conhecer Alberta, você foi lá né? Deve ser muito lindo, e o povo de lá são atenciosos? Abraços

    Curtir

    • Marcia janeiro 18, 2018 / 10:49 am

      Pra quem curte montanhas, acho que é um dos lugares mais lindos pra ir. E Colúmbia Britânica também. Canadenses têm fama de serem muito educados e gentis e só vi isso por lá, principalmente em cidades pequenas. Vá sem hesitar!

      Curtir

  2. Ruthia janeiro 19, 2018 / 4:57 am

    Adoro países civilizados, haha. Para alguém que não domina o inglês pode ser bem penoso passar por todo o processo. O seu post é um verdadeiro serviço público. Daqui sigo para os tais posts sobre esse país que, pelo menos no meu imaginário, é maravilhoso!
    Abraço

    Curtir

  3. Jair Prandi janeiro 19, 2018 / 6:46 am

    Bem completo o post! O Canadá é um país que tenho vontade de ir, muito bom saber todos esses detalhes antes de viajar!

    Curtir

  4. Lulu Freitas janeiro 19, 2018 / 8:51 am

    Parabéns pelo excelente post! Tirar visto sempre é um processo chatinho e você conseguiu dar explicações super detalhadas, para ninguém ter dúvidas! Muito bom e útil!

    Curtir

  5. Juliana Moreti janeiro 19, 2018 / 9:11 pm

    Menina…. isso é um super passo a passo. Nao faz quem nao quer!
    hahahahahaha
    Mas gostei do “terra das pessoas muito educadas”.

    Uma ex aluna disse que nunca pisarà no Canadà! Ela estava de férias nos EUA e resolveu fazer um bate e volta em alguma cidade, não sei qual, canadense. Chegou cedo, somente com uma mochila e a barraram na PF deles. Foi um chà de cadeira tao grande que ela nem sequer saiu do aeroporto. Quando a liberaram, ela mandou todos a fanculo e esperou o voo de volta.
    Tudo isso prq eles não estavam entendendo como uma pessoa (mulher sozinha) poderia simplesmente querer fazer um bate e volta sem mala para là!

    Curtir

  6. Deisy Rodrigues janeiro 22, 2018 / 2:25 pm

    Que post completo, eu amo passo a passo, pois a gente não se perde e volta e retoma informação, parabéns, pra quem tiver dúvida já vou indicar que venha aqui conferir.

    Curtir

  7. Ana janeiro 22, 2018 / 7:02 pm

    Márcia… sensacional! Um passo a passo que nos ajuda com certeza. Eu os adoro, pois facilitam e muito minha vida! rsrs bj

    Curtir

  8. Leo Vidal janeiro 22, 2018 / 9:13 pm

    Acho ótimo ler esses posts mais técnicos, nessa forma bem explicada e fácil de ler. Já favoritei aqui para quando for tirar o meu visto. Parabéns!

    Curtir

  9. rui batista janeiro 23, 2018 / 2:03 pm

    Ufaaaaa… Por vezes as viagens de sonho exigem processos-pesadelo :))) Como português, felizmente tenho menos burocracia. Muito útil o post…

    Curtir

  10. angiesantanna janeiro 24, 2018 / 7:38 am

    tudo super beeem explicadinho assim que eu gosto! sonho em conhecer Canadá! queria ter feito um intercâmbio em Whistler quando tinha 16 anos, mas não rolou e depois fui pra Alemanha ahueahe

    Curtir

  11. Michelle janeiro 27, 2018 / 9:09 am

    Nossa, parabéns pelo post super detalhado. Para quem não fala inglês ou não tem muita experiência, ajuda muito!!!!

    Curtir

  12. Edson Jr janeiro 29, 2018 / 4:59 am

    Muto bom! 🙂 Nós ainda precisamos ir para o Canadá, agora ficou mais fácil né…

    Curtir

  13. Marcos fevereiro 3, 2018 / 10:52 am

    Bom dia, vou para o Canada em Junho, sabe informar se precisa o comprovante da vacina da febre amarela.

    Curtir

    • Marcia fevereiro 4, 2018 / 11:34 am

      Oi, Marcos, segundo o Itamaraty: “A febre amarela é considerada endêmica no Brasil. Por isso, alguns países podem exigir de cidadãos brasileiros comprovante de vacinação contra a doença.”, mas não cita especificamente se o Canadá pede ou não.
      Em geral, os países que exigem o comprovante de vacinação para febre amarela são os que possuem o mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. Eu tomei a vacina quando fui ao Peru, levei o comprovante, mas ninguém o solicitou. De qualquer forma, se você tomou a vacina – – e se não tomou, por que não tomar? – leve com você o comprovante.
      Acho que embora o Canadá não tenha febre amarela, não vai querer o risco de receber pessoas que possam desenvolver a doença lá, não é? Eu, de qualquer forma, levarei meu comprovante. Abraços!

      Curtir

Vamos trocar figurinhas! Deixe seu comentário ou dúvida:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s