Colmar, a queridinha da Alsácia

Alsácia é uma região francesa caracterizada por influência alemã, bons vinhos, cidades medievais bem preservadas, e Colmar é uma das cidades queridinhas desta Rota do Vinho cheia de charme.

Colmar Alsácia França
La Petite Venise ao anoitecer

Começo explicando que Colmar não é ‘minha’ queridinha da Alsácia, embora seja de muita gente que visita esta região da França. Mas tenho boas desculpas para isso e elas já servem como dicas. Uma delas é que comecei meu roteiro pela Alsácia por sua capital, Estrasburgo, então os canais de Colmar não me seduziram porque meu coração já estava entegue a Estrasburgo.

alsacia estrasburgo
Estrasburgo

Depois da capital, fomos em direção ao Sul e fiquei encantada com as vilas medievais bem preservadas, pequenas, cercadas por vinhedos e inspiradoras de contos de fada, tal a que elegi- e os franceses também – como preferida, Kaysersberg. E Colmar embora seja uma cidade muito fotogênica, cheia de historia e também muito bem preservada, tinha muita, muita gente, muito turista, e era muito grande em comparação com as vilas que tinha acabado de visitar, comércio de grandes redes, ou seja, perdeu em originalidade, na minha eleição, sob meu ponto de vista, minha experiência.

Kaysersberg Alsacia
Kaysersberg

Mas então, por que visitar Colmar? 
Acredito que um dos motivos de Colmar ser tão visitada é porque seu centro histórica fica a 15 minutos de caminhada da estação de trem. Para chegar a Ribeauville, Riquewihr e Kaysersberg, além do trem será preciso tomar um ônibus de linha ou turístico, pois estas cidades estão 10-18 quilômetros de uma estação de trem.

Riquewihr o que ver e fazer
Riquewihr

Depois desta introdução que parece um tanto negativa, esclareço que Colmar merece, sim, entrar no roteiro pela Alsácia. Eu a incluí e não me arrependo, só foi um choque ver tantos turistas saindo pelo ladrão depois da calmaria dos últimos dias. Confira o post Dicas e Roteiro de 3 Dias na Alsácia para entender mais sobre esta região tão peculiar, saber qual a melhor época para ir, como chegar, etc. Aqui falo especificamente sobre Colmar. E o planejamento da viagem toda você encontra em Alemanha (Baviera), Ásutria (Tirol) e França (Alsácia): planejamento e roteiro.

Colmar-Alsacia-frança

Como Chegar a Colmar
🚗Nós fizemos o roteiro pela Alsácia de carro, alugando com a Rentcars, um site de busca de preços e reservas com as maiores locadoras. Gosto de reservar com eles porque o valor é pago em reais, parceladamente, livre de IOF. Se você gostar das condições, reserve por este link porque assim o blog recebe uma pequena comissão que, junto a outras, ajuda a custear as despesas de manutenção. O melhor é que você não paga nada a mais por isso e ainda faz um gesto simpático de retribuir as dicas recebidas pelo Mulher Casada Viaja!

🚅Se você vai de trem, até o centro histórico dá uns 15 minutos a pé. Você pode comprar seu bilhete antecipadamente pelo site oficial da companhia férrea francesa ou no dia da viagem, já na estação.

Colmar-alsacia-trem
A estação de term de Colmar

🚍 Como eu disse, depois do trem será preciso tomar um ônibus até outras cidades da Alsácia (com exceção de Colmar e Estrasburgo). Confira as linhas de ônibus que circulam entre as vilas da Alsácia, como Colmar, Kaysersberg e Ribeuavilé. Está em francês, mas é só usar o Google translator que não tem erro.

✈ O aeroporto mais próximo de Colmar é o de Estrasburgo (65 km), mas não há voos pra lá a partir do Brasil, então Zurique, na Suíça é uma opção, a 151 km. De Paris, são mais de 500 km.

Colmar-Alsacia-dicas

O que Ver e Fazer em Colmar – roteiro
Passear pelas ruas de pedra com circulação exclusiva para pedestres observando as construções medievais e gerâneos nas floreiras, além das muitas áreas verdes que renderam a Colmar a distinção de “Ville Fleurie“. Confira os principais pontos turísticos de Colmar, que podem ser vistos com calma em um dia ou com certa pressa em meio.

  • La Petite Venice e Le quartier des Tanneurs (Quai de la Poissonnerie)
    Se você já viu uma única foto de Colmar, esta foi a região fotografada, certamente! Barquinhos cortam as águas calmas do canal entre casas estilo enxaimel que há séculos pertenceram a pescadores. Em 1706 um incêndio destruiu mais de 40 casas e somente entre 1978 e 1981 um projeto de renovação transformou a região numa das mais turísticas de Colmar.
Colmar Alsacia que ver fazer
La Lauch, visto da Rue Turenne
  • Passeio de barco pelos canais
    Não curto repetir atividades muito parecidas, e como tinha feito o passeio no bateau em Estrasburgo há poucos dias, só peguei dicas de como funciona o passeio de barquinho pelos canais pra deixar aqui pra vocês. O tour parte da Rue de la Herse, perto da ponte Saint-Pierre, e leva 30 minutos. Custa €6/pessoa e o próprio barqueiro dá as informações em Francês, Inglês ou Alemão. Se você for na alta temporada, reserve com antecedência.

Colmar Alsacia que fazer

  • Terroir Market (13 rue des Ecoles)
    Na minha opinião, os mercados das cidades não podem faltar na listinha de coisas para se fazer. Infelizmente chegamos tarde e ele já estava fechado, mas deixo aqui a dica. Imagine: queijos, pães, ai, que delícia! (o mercado é o prédio à direita da foto acima)
  • espace des marchands (12, 14, 16 rue des Marchands)
    Melhor do que ticar itens de uma lista, é perambular e fazer suas próprias descobertas. Foi o que aconteceu aqui. Observei, fotografei e despois descobri que é um local histórico, antigo celeiro do século 14 que passou a propriedade pública no século 17. Se você quiser se hospedar ali, hoje funciona um charmoso B&B (veja dicas de onde ficar mais abaixo).

Colmar onde ficar

  • Font Schwendi (Place de l’ancienne Douane)
    A estátua de Lazare de Schwendi é a figura central da fonte. Desenhada por Auguste Bartholdi em 1898 traz o chefe de guerra que lutou no século 16 contra os turcos na Hungria, de onde teria trazido uma variedade de uva (o pássaro é um intruso na foto). Uva+ alemães+guerras=Alsácia

Colmar-Alsacia-frança

  • Maison Pfister (rue des Marchands)
    Construída em 1537, a casa leva o nome da família que a restaurou no século 19 e lá viveu de 1841 a 1892 O destaque vai para as pinturas com passagens bíblicas e entalhes em madeira.

Colmar-Alsacia-frança

  • Koifhus-Ancienne Douane (Place de l’Ancienne)
    Antiga aduaneira entre duas principais ruas medievais, a Rue des Marchands e Grand Rue, o belo edifício de telhas cerâmicas coloridas foi concluído em 1480 e restaurado entre 1895 e 1898.

Colmar-Alsacia-frança

  • Musée Unterlinden (place Underlinden)
    Não cheguei a visitar este que é dos mais importantes museus de Colmar. Instalado num antigo convento do século 13, o acervo tem obras de arte medieval e Renascentista, tendo como destaque o Retábulo de Isenheim do século 16.
  • Musée Bartholdi (30 rue des Marchands)
    É a casa onde viveu o escultor que dentre outras obras criou a Estátua da Liberdade de Nova Iorque (por isso há uma réplica em Colmar).
  • Cathédrale de Saint-Martin (Place de la Cathedrale)
    Construída entre 1235 e 1365, a igreja gótica passou por várias restaurações, inclusive teve a uma de suas torres reconstruídas no século 16 e em 1982 descobriu-se suas fundações datadas do ano 1000. Quando chegamos à fachada da catedral já era noite, mas isso a tornou ainda mais bonita devido à iluminação especial, por outro lado, não pudemos visitar seu interior. A cidade estava vazia e foi  possível imaginar a vida medieval enquanto ouvíamos o som de nossos passos interrompido pelos poucos carros que passavam.

Colmar-Alsacia-frança

  • Chateau d’Eau (Avenue Raymond Poincarré)
    A torre de 53 metros de altura em estilo neo-gótico do século 19 fica numa região muito bonita e arborizada de Colmar. Embora não seja usada desde 1984 tem valor histórico por ser o mais antigo reservatório da Alsácia. Da janela do meu quarto eu a via (leia mais abaixo sobre onde ficar em Colmar):

Colmar onde ficar

  • Tour de 8 horas partindo de Colmar, visitando o Castelo de Kaysersberg, a vila de Riquewihr e vinícolas. Confira aqui este e outros tours oferecidos pela Get your Guide em Colmar e região da Alsácia.

Nós em Colmar
Embriagados na Alsácia. Quando o GPS não faz milagres
Saímos de Kaysersberg, embriagados com a melhor das belezas, aquela simples dos campos e das jardineiras floridas, da senhorinha que apesar de ser uma residente local ainda traz nos olhos o mesmo brilho que eu ao fitar aquelas colinas recheadas de vinhedos pela primeira vez. E embriagada, joguei no GPS Colmar centro histórico, com intenção de colocar o endereço do hotel depois, o que não aconteceu. Glória a Deux! Já dirigiu por ruas de pedestres de centro histórico? Minha vontade era de me esconder num buraco ou acionar o botão do Speed Racer e fazer o carro voar pra sair logo dali! Enfim, o GPS nos mandava entrar ainda mais no miolo do centro histórico. Desliguei o coiso e refizemos o caminho de volta até sair do centro histórico.

Uma passadinha no supermercado
Na manhã seguinte à visita a Colmar e antes de pegar a estrada e cruzar a fronteira de volta ao Sul da Alemanha, que integrou, junto com parte da Áustria, o roteiro desta viagem, demos uma passadinha no supermercado Hyper U (Route de Rouffach). Gente, eu não edito vídeo! #avidacomoelaé

Seguro Viagem
Se você vai à Europa, não se esqueça de que é obrigatória a contratação de seguro viagem. O Mulher Casada Viaja em parceria com a Mondial Allianz oferece  cupom de desconto a seus leitores. O cupom (em 2018 é/era VIAJEFELIZ) é atualizado no post Receita de Viagem (aproveite para ler as dicas!) e o link para cotar/comprar o seguro viagem é este.

Onde Ficar em Colmar
Nós ficamos num flat que é boa opção para quem chega de trem (650 metros da estação) ou de carro, por ser fora do centro histórico e ter maior facilidade para estacionar. Deixamos o carro na rua mesmo, mas o hotel tem estacionamento coberto pago. Chama-se Residence La Petite Venise e fica em frente à Torre de Água. Nosso quarto tinha uma varandinha, um banheiro enorme (mas sem box ou cortina, achei pouco funcional, molhava tudo), cozinha equipada, ótima para economizar nas refeições ou para quem viaja com crianças ou bebês.  Além disso, tem piscina coberta, aceita pets e área verde para brincadeiras. Há vários tamanhos de apartamento. Confira neste link.

Colmar Alsacia onde ficar
B&B em prédio histórico
Descobri este B&B por acaso, flanando pelas ruas de Colmar (o da foto espace des marchands)

Maison dês Tetes 
Outra opção de hospedagem em local histórico, este é do século 17 e tem nota 9 no Booking, segundo avaliação de hóspedes. Veja aqui.

Outras opções de hotéis em Colmar
Veja neste link mais opções de hotéis em Colmar

Colmar Alsacia petite venice

O que Comer e Beber em Colmar
Colmar não tem nada muito diferente das outras cidades da Alsácia, então para não ser repetitiva vou te direcionar para o post  Dicas e Roteiro de 3 Dias na Alsácia, onde falo sobre comida, doces e bebidas típicas. Nós jantamos num lugar muito especial, em frente à antiga aduaneira, o Koifhus (2 Place andienne Douane). Valeu pela localização, mas a massa típica da Alsácia que pedi estava muito pesada – e a foto ficou péssima, mas tá valendo, né? 

Colmar Alsacia onde comer

Gostou das dicas? Então assine gratuitamente nossa newsletter para receber toda semana um novo post recheado de dicas e inspirações para suas viagens. Um grande abraço!

Anúncios

26 comentários sobre “Colmar, a queridinha da Alsácia

  1. Vitor Martins novembro 5, 2018 / 8:58 am

    Que lugar extraordinário!!França., país onde nasci, tem paisagens fantásticas

    Curtir

    • Marcia novembro 5, 2018 / 3:38 pm

      Nao sabia que você era francês, mas sei das paisagens fantásticas.

      Curtir

  2. Edson Amorina Jr novembro 5, 2018 / 5:41 am

    Nós adoramos Colmar, viagenzona ! 🙂 E já estamos nos programando para ir no mercade de natal neste ano.

    Curtir

  3. angiesantanna novembro 1, 2018 / 7:35 pm

    quantos cantinhos incr[iveis ai!! vou tentar adicionar esse pedacinho da frança no meu proximo roteiro!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Anna Luiza outubro 27, 2018 / 7:52 pm

    Uau! Que viagem deliciosa. Adorei o roteiro completinho pra gente fazer igual rsrs. E amei as fotos tb!

    Curtido por 1 pessoa

  5. fabiopastorello outubro 26, 2018 / 11:14 pm

    Fiquei babando aqui nessas cidades adoráveis. Fiquei encantado com os passeios nos canais, maravilhoso. E belas fotos, parabéns!

    Curtir

    • Marcia outubro 28, 2018 / 11:35 pm

      Obrigada, Fabio, espero um dia ter fotos lindas como as suas!

      Curtir

  6. Diego Cabraitz Arena outubro 26, 2018 / 9:42 pm

    Um charme essa cidade e todas essas construções. Quando fui para a França,fui somente para Paris e Versailles. Já posso colocar mais uma cidade na lista das que quero visitar agora.

    Curtir

    • Marcia outubro 28, 2018 / 11:36 pm

      Também só visitei Paris e Versailles na primeira vez, acho que é assim com todo mundo, mas tem um mundo pra descobrir na França, né?

      Curtir

  7. Jessica Cezar outubro 26, 2018 / 3:29 pm

    Que cidade mais fotogênica! s2 Essa foto das casinhas com flores tá um sonho! Só conheço Paris na França… tenho que dar um giro maior por la! Vou salvar seu post para futuro roteiro 😀 Achei ótimo vídeo no estilo #avidacoloelaé … Acho que vou adotar, heim? Aquele legume será que não é uma batata? Aqui na Europa já vi umas batatas super diferentes! Inclusive, a batata doce aqui é laranja e tem gosto de abóbora oO

    Curtir

    • Marcia outubro 28, 2018 / 11:32 pm

      Jessica, é tão legal ter sua própria foto de um lugar que inspirou a viagem, parece um prêmio de caça do bem! Ixi, meu video é pura preguiça de editar. Perco horas pra escrever, mas não tenho paciência com vídeos. Humm acho que eu ia gostar dessa batata doce!

      Curtir

  8. Gabriela Torrezani outubro 26, 2018 / 11:33 am

    Já estou apaixonada por Colmar! Essa arquitetura fofa das casinhas, as fontes, flores… Paisagem de filme romântico! Adicionei na minha lista, quem sabe pro ano que vem!

    Curtir

  9. Ruthia outubro 26, 2018 / 4:42 am

    Eu só conheço Estrasburgo, portanto não te posso dar a minha opinião sobre Colmar, mas concordo que não há amor como o primeiro 🙂 Também evito lugares apinhados de turistas, mas toda a região é muito charmosa. Foi uma viagem e tanto

    Curtir

    • Marcia outubro 28, 2018 / 11:30 pm

      Foi, sim, Ruthia, como sempre mais rápido do que gostaria, embora eu não tenha tido aquela sensação de ‘quero mais’. Talvez um querer estudar francês em Estrasburgo, porque sonhar é preciso!

      Curtir

  10. Michele outubro 25, 2018 / 6:14 pm

    Parece muito charmosa essa cidadezinha! Com suas dicas preciosas, fica fácil planejar a visita. Obrigado!

    Curtir

  11. Aninha outubro 25, 2018 / 3:28 pm

    Estou amando acompanhar essa região pelos seus posts e montar meu roteiro com bastante calma! Que delícia!

    Acho que esse passeio de barco pelos canais vai me conquistar mais do que Veneza. É um palpite, o que acha?

    Curtir

    • Marcia outubro 28, 2018 / 11:26 pm

      Sou suspeita pra falar qualquer coisa da Itália, mas como já passeei por outros canais, posso dizer que Veneza é inigualável. Mas a Alsácia tem outras virtudes, bom planejamento!

      Curtir

  12. Josiane Bravo outubro 24, 2018 / 8:17 pm

    Essa região da Alsacia é linda demais, eu fui para lá este ano, passei dois dias e simplesmente me apaixonei por Riquewihr e Estraburgo. Pela falta de tempo, minhas amigas e eu acabamos optando em deixar Colmar fora do roteiro, o que vai ficar para uma próxima viagem.

    Curtido por 1 pessoa

    • Marcia outubro 28, 2018 / 11:27 pm

      Nossa, como gostei de Estrasburgo! Não deixe de incluir Kaysersberg, Josiane.

      Curtido por 1 pessoa

  13. Cristina outubro 23, 2018 / 3:14 pm

    Essa região é mesmo lindíssima! Parece que juntaram o melhor da França e da Alemanha em um pedacinho só! O seu post me deixou morrendo de saudades da Alsácia, só tenho a elogiar! Parabéns pela matéria.

    Curtir

    • Marcia outubro 28, 2018 / 11:28 pm

      Obrigada, Cristina. Tão bom viajar de novo ao rever um lugar, né?

      Curtir

  14. Jair Prandi outubro 23, 2018 / 3:05 pm

    Simplesmente fantástico o visual do rio, das casas enxaimel e as ruas floridas!
    Não sabia da existência desta charmosa cidade da França! Bela descoberta!

    Curtir

    • Marcia outubro 28, 2018 / 11:27 pm

      São várias cidades assim, muito parecidas entre si, Jair.

      Curtir

Vamos trocar figurinhas! Deixe seu comentário ou dúvida:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.