Deserto do Atacama: traslado e bom preço de aéreo

Impossível não ver imagens do Deserto do Atacama e não ficar instigado a viver sua própria aventura neste que é o deserto mais alto e mais árido do mundo (posso dizer que é o mais bonito, também?). Você deve imaginar que chegar a um deserto não seja a mesma coisa que planejar uma viagem a uma praia do Nordeste brasileiro, mas para a felicidade geral da nação brasileira, que está invadindo o Atacama, é mais fácil do que parece, basta beber da fonte de muitos blogueiros que estão conhecendo o destino. Já escrevi um guia do Atacama e descrevi passeios que fizemos por lá. Para conferir essas dicas, é só ir à página-índice Atacama ou Chile onde estão os links para essas e outras postagens. Neste post, compartilho minha pesquisa de voos para Calama com preços, e falo sobre o traslado Calama-San Pedro.

Atacama deserto

Continuar lendo

Anúncios

Atacama: Lagunas Escondidas, inusitado passeio no deserto

Eu já escrevi em verso e prosa e compartilhei fotografias e filmes em redes sociais pra convencer quem ainda não foi ao Deserto do Atacama a ir, e aqui apresento mais um motivo: Lagunas Escondidas, um conjunto de lagoas de sal, mas tanto sal, que seu corpo terá dificuldade de afundar.

Só o fato de haver lagoas em um deserto já é um tanto inusitado, então imagine a experiência de nadar numa lagoa em que não se afunda, numa paisagem deslumbrante! Claro que estando no Atacama você tem que passar por esta experiência, então não se esqueça de colocar na mala roupa própria pra banho e siga as demais dicas.

Atacama Lagunas Escondidas

Continuar lendo

San Pedro de Atacama: como é e o que fazer na cidade

Se você vai ao Deserto do Atacama pela primeira vez, deve ter passado um filminho na sua cabeça: Como será uma cidade no meio do deserto, 1.600 km distante da capital do Chile, sem investimentos milionários de cheiques ou financiada por cassinos? Como serão os hotéis, os restaurantes, o comércio, se é que existem? foram algumas de minhas perguntas. Neste post eu falo sobre San Pedro pelos olhos de uma turista que se encantou não só com o deserto, mas com a cidadezinha.

Como é San Pedro do Atacama

Continuar lendo

Santiago: Parque Quinta Normal e Araucano, Centro

Este post encerra os relatos de 5 dias em Santiago do Chile em março. Neste penúltimo dia visitamos o Museu de Historia Natural, o Parque Araucano e o Shopping Arauco, e na última manhã passeamos mais uma vez pelo centro de Santiago, visitando novamente a Plaza de Armas e o Cerro Santa Lucia, entre outros.

Depois de fazer as principais atrações de Santiago, sobrou um tempinho para passeios ainda na cidade, mas não alcansáveis pelo meio de transporte mais antigo da humanidade (leia o roteiro pelo centro, quando fizemos tudo a pé), então usamos o Uber para chegar aos dois extremos do dia: o parque Quinta Normal e o Parque Araucano e seu vizinho shopping Arauco. Já é uma tradição a gente passear pelo parque principal da cidade se temos a sorte de estar lá num domingo, quando podemos observar melhor a vida local, mas como viajaríamos logo após o almoço, tivemos que fazer isso no sábado.

Continuar lendo

Santiago: bate-voltas mais populares

Este é o terceiro post da série que relata nossos 5 dias na capital do Chile e aqui você vai encontrar 2 sugestões de passeios para fazer fora da cidade de Santiago: um bate-volta até Portillo e uma paradinha para conhecer uma vinícola. Além disso, links para outros bate-voltas populares, como Viña del Mar e Valparaiso e Cajon del Maipo. Então cola aqui e preste atenção no que a tia Marcia tem pra te contar.

Continuar lendo

Santiago: Mercado, Museu de Belas Artes, Cerros, Lastarria e Bellavista

Neste post você encontra o relato e o roteiro de nosso segundo dia em Santiago do Chile, quando andamos pelos principais pontos da cidade: Mercado Municipal, Parque Florestal, Museu de Belas Artes, subimos o Cerro San Cristóbal e o Santa Lucia, passeamos por Lastarria e Bellavista.
Este é o segundo post da série onde compartilho o roteiro de 5 dias em Santiago, então ‘volte uma casa’ e leia o primeiro, onde relato o passeio pelo Centro e pelo Museu de Arte Precolombiano.

Continuar lendo

Santiago: atrações do Centro

Este post inicia uma série onde compartilho o roteiro de 5 dias em Santiago, com destaque para as atrações do Centro da cidade, edifícios governamentais, arquitetura moderna e clássica lado a lado, Catedral de Santiago, Museu de Arte Precolombiana e outros. As dicas você encontrará inseridas no texto. Sim, vai ter que ler, mas você só tem a ganhar! 😂

Continuar lendo

Onde Comer no Deserto do Atacama

O Deserto do Atacama, no Chile, já é um destino desejado por muitos brasileiros e como se trata de um deserto, há muitas dúvidas sobre como é a vida do turista por lá, mas neste post falo especificamente sobre como são os restaurantes, o que servem, compartilho os preços…

Atacama restaurantes
A salada Caeser do Tierra, na Caracoles

Continuar lendo

Bate Volta de Santiago do Chile: Portillo e Caracoles

Nem queria passar por aquela estrada sinuosa em plena cordilheira dos Andes, a Caracoles. Mas isso foi quando eu paquerava a Serra do Rio do Rastro, no Brasil, que tem paredões verdes e no verão, o roxo dos manacás colorindo a mata. Quem desdenha quer comprar, já diz o ditado… Quando descobri que para ir a Portillo a partir de Santiago a gente passaria pela Caracoles, ter essa experiência passou a ser até mais relevante do que visitar Portillo e seu lindo lago azul. Que mulher volúvel, você pode pensar, mas o fato é que numa viagem de 10 dias pelo Chile não caberia rodar quilômetros só pela ideia de pegar uma das estradas mais sinuosas do mundo. Gente, agora eu acho que vale!

A los Caracoles, pouco antes de Portillo

Continuar lendo

Como é o tour Vale da Lua e Vale da Morte no Atacama

Vale da Lua e da Vale da Morte Atacama

Que comecem os superlativos! Estreamos no deserto mais árido do planeta, o chileno Atacama, com um dos passeios mais populares e o mais próximo da cidadezinha de San Pedro de Atacama, a qual tem ares de faroeste americano ou de sertão brasileiro. Talvez pelo ineditismo tenha sido um dos passeios que mais me marcou, mas talvez tenha sido pelo incrível por do sol de um lado do vale e pela lua cheia do outro. É mais certo afirmar que a cada post publicado eu diga a mesma coisa sobre o Atacama: que todos os passeios foram de alguma maneira únicos e inesquecíveis, seja pelas paisagens, seja pelos efeitos do calor, do frio, da altitude, do silêncio, da companhia de pessoas que compartilham com você o prazer de estar naquele canto quase intocado do planeta. E isso não é pouco. Vá logo, vá logo, é minha melhor dica.

Continuar lendo