Como é o ônibus turístico de 2 andares de Curitiba, a Linha Turismo

Os ônibus de 2 andares estilo hop on hop off são ótima opção para quem tem pouco tempo ou quer ter um panorama da cidade. Testei em Curitiba o city tour a bordo do ônibus da Linha Turismo e conto aqui como foi a experiência, com dicas práticas para você.

que fazer em Curitiba

O que é a Linha Turismo

A melhor dica de Curitiba, especialmente para quem tem pouco tempo na cidade, é fazer o citytour no ônibus de 2 andares denominado Linha Turismo. Ele percorre 44 quilômetros da cidade, passando por 25 pontos turísticos em 2h30 – mais tempo se você fizer os desembarques. Com o mesmo bilhete você pode descer em 4 pontos turísticos, explorar, curtir, fotografar e depois tomar um novo ônibus, que têm intervalos de 30 minutos.

Diferente de city tours em capitais europeias, em que as atrações são mais ou menos próximas, em Curitiba há 10 km entre o Parque Tanguá e o Jardim Botânico. Para comparação, a Torre Eiffel e a catedral de Paris estão a menos de 5km de distância, em pontos opostos. Além da logística de locomoção, a vantagem é que a Linha turismo oferece guia em áudio explicando sobre a historia da cidade e de seus pontos turísticos.

pouco tempo em Curitiba
O Jardim Botânico

Onde comprar o bilhete, preço e horários

Você pode comprar em qualquer um dos 25 pontos de parada ou na URBS Rodoferroviária (Av. Pres. Affonso Camargo, 330). Se comprar diretamente em um dos pontos, pague ao motorista, mas atenção: só dinheiro é aceito. O bilhete custa R$45 e crianças com menos de 5 anos não pagam.

Os ônibus circulam de terça a domingo, das 9h às 17h30, mas em Julho, Dezembro, janeiro e fevereiro devido às férias escolares funciona também às segundas-feiras.

Atenção: como o ônibus parte às 9h da Praça Tiradentes, os horários para que o primeiro passe em outros pontos serão sempre variáveis, por isso talvez valha a pena começar cedo, no ponto inicial, para aproveitar bem o dia.

À noite não tem tour, então confira o post Curitiba: o que fazer à noite – 7 bares Legais

city tour curitiba
O Passeio Público

Pontos turísticos e de parada da Linha Turismo em Curitiba

Em vez de uma lista, preferi compartilhar um mapa com os pontos de parada, assim você procura o ponto mais próximo do seu hotel se quiser embarcar lá. Também vai te ajudar a perceber onde cada atração se localiza e escolher em que pontos descer – mas eu já fiz isso pra você, leia mais abaixo. Clique na moldurinha à direita para abrir o mapa em nova janela do seu navegador.

[googlemaps https://www.google.com/maps/d/embed?mid=1t-dT6A13MAYekkOO7NEToB61tX9JmUv4&w=640&h=480]

 

Eu testei a Linha Turismo de uma forma muito especial: a convite da Prefeitura de Curitiba durante o Encontro da Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem. Conifra o post Curitiba Recebe Blogueiros de Viagem, onde conto sobre o evento, que traz dicas de o que fazer na capital paranaense.

Em que pontos descer

Como eu disse anteriormente, você terá direito a descer em 4 pontos. Difícil escolher quais dentre tantos lugares legais, mas considere que se você tem ao menos mais um dia em Curitiba, pode deixar para explorar uma região a pé, locomovendo-se de transporte público ou de Uber, como eu fiz.

Decidir em quais pontos descer é uma escolha muito pessoal, mas vou dar meu pitaco aqui. Como estávamos num grupo grande, as paradas foram predefinidas e apenas 3: Jardim Botânico, Unilivre e Parque Tanguá. Mas acho que não faria muito diferente disso, com exceção à Ópera de Arame que não visitamos pois estava em outro dia do roteiro.

  • Parque Tanguá – além de ser lindo, o parque fica bem distante do centro, então aproveitar a Linha Turismo para visitá-lo é uma boa.
  • Ópera de Arame – também outro lugar lindo e longe do centro. Além da famosa estrutura metálica, o teatro fica numa antiga pedreira, transformada em lago e parque. Se quiser ‘economizar’ uma parada e tiver pique, pode caminhar entre a Ópera e o Tanguá, pois são apenas 2 km de distância.
A Ópera de Arame à noite
  • Jardim Botânico – outro cartão postal de Curitiba que merece uma paradinha para caminhadas e contemplação.
  • Museu Oscar Niemeyer e Bosque do Papa – aproveite uma parada e faça 2 visitas – ou 3, se esticar 3 km para ir ao Bosque Alemão. O MON vai te tirar da pegada verde dos parques te inserindo no mundo de concreto de Niemeyer. Só a arquitetura já vale a parada, mas o museu conta com um acervo bem legal. O Bosque do Papa é pequeno e seu interior guarda casas de madeira autênticas de imigrantes poloneses.
museus de Curitiba
O Olho do Museu Oscar Niemeyer
casas originais de imigrantes poloneses, no Bosque do Papa
  • As opções agora são bem variáveis: se o dia estiver claro, pare na Torre Panorâmica para ter uma vista de 360 graus de Curitiba. Se o estômago reclamar, desça em Santa Felicidade e escolha em qual restaurante vai repor as energias gastas num dia longo e produtivo como este. Se chegar lá no final do dia, para o jantar, lembre-se de que terá de voltar por conta própria, mas acho que vale a pena!
o que ver em Curitiba
Curitiba vista da Torre Panorâmica
pontos turísticos Curitiba
o portal de Santa Felicidade, o bairro gastronômico

Onde se sentar

A compra do bilhete da Linha Turismo não tem marcação de assento. Se você descer e subir em novo ponto – o que é aconselhável – não terá o mesmo lugar garantido. Eu sempre me preocupo com meu assento, seja no avião, trem ou ônibus, para ter a melhor vista e ali percebi que o lado direito do ônibus é o melhor para fotografar a maior parte das atrações. O segundo andar é legal por causa da perspectiva diferente que traz, mas se estiver muito frio ou chovendo evite, pois não há janelas. Um ponto negativo é que os fios de energia das ruas ficam muitas vezes em frente aos edifícios e acabam poluindo as fotos.

curitiba-linha-turismo-onde parar
O edifício onde acontece o coral de natal

E o Centro de Curitiba?

Acho que todos os pontos merecem uma parada, mas as atrações do Centro serão melhor aproveitadas a pé. O miolo do centro histórico é acessível apenas por pedestres e o trânsito, como em toda região central, é pesadinho. Do ônibus não se vê muita coisa do centro. Confira o post City Tour a pé pelo Centro de Curitiba. Quando publiquei este post, ainda não o tinha escrito, mas a atualização estará na página-índice do Paraná

curitiba centro o que ver
A Igreja do Rosário, no centro

Outros pontos por onde a Linha Turismo passa

parques de Curitiba
Memorial Ucraniano, no parque Tingui
curitiba de carro ou ônibus
Unilibre, espaço educacional voltado à educação ambiental, instalado em antiga pedreira
centro-civico-curitiba
Centro Cívico, foto de Renata Marques
mercado de curitiba
Interior do Mercado Municipal de Curitiba

Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que, ao clicar sobre os links do Booking.com e da Rentcars para fazer suas reservas de hotel, apartamento, B&B e carro, você estará contribuindo para a manutenção do blog e consequentemente para que as dicas continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. E o melhor: sem gastar nada a mais por isso, pode conferir.

Espero que este post tenha te ajudado a escolher quais paradas fazer em Curitiba, porque o city tour vale muito a pena e disto acho que já te convenci!

Assine a nossa Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba dicas imperdíveis de viagem!

12 COMENTÁRIOS

  1. Muita gente tem preconceito com ônibus hop-on hop-off, mas eu acho que é uma ferramenta muito útil quando se tem pouco tempo na cidade! A linha turismo de Curitiba parece ser bem interessante, gostei 🙂

    • Também acho, Gabriela, e só não uso mais, na Europa por economia, pois acho que ajuda muito a ter uma ideia geral da cidade – e economizar as pernas!

  2. Vou à Curitiba várias vezes ao ano e não conheço todos os seus pontos turísticos, porque as viagens são sempre corridas. Numa próxima vou tentar reservar um tempo para conhecer a cidade no 2o. andar de um ônibus!

  3. Na próxima vez em Curitiba quero ir no Bosque do Papa e foi bom saber que consigo ir com o ônibus da Linha Turismo. Como já conheço outros pontos, acho que deixaria para saltar nos locais que ainda não conheci.

  4. Ótima dica para passear por Curitiba. Facilita muito o turista, pois engloba todas as principais atrações. Achei um passeio bem organizado e prático. Excelente post!

  5. Ótimo post! Ônibus hop on hop off são perfeitos para conhecer a cidade em um primeiro momento e para quem tem pouco tempo. Usei quando conheci Curitiba e saí da cidade sentindo que conheci os principais lugares da cidade.

  6. Preciso confessar que eu tenho certa resistência a esses ônibus, porém eu também testei esse de Curitiba e achei muito prático!

  7. Já peguei esse ônibus 2x, em momentos diferentes e amo! Facilita bastante o tour pela cidade. Da última vez, estava chovendo e não aproveitei tanto, ótimo motivo para voltar à Curitiba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui