Cancun: X Caret e Chichen Itza

045

Como os Maias haviam previsto que o mundo acabaria em dezembro de 2012, resolvemos antes disso conhecer o mar do Caribe e uma de suas antigas cidades, quem sabe essa história de fim do mundo mudava… Não é que deu certo?! rsrsrs

Cancun tem muitas opções de passeios – nem precisava, com o mar lindo, areia branquinha que não esquenta sob o sol (adoro repetir isso!), resorts fantásticos… Como viajamos com nossa filha, os passeios foram pensados para ela, então se você viajar a Cancun “descriançada”, certamente haverá inúmeras baladas noturnas e lugares para conhecer durante o dia. Nós queríamos mesmo era descansar e por isso optamos por um all inclusive, mas dois passeios eram imperdíveis e deixamos o conforto e as mordomias do resort para rodar pelo interior da Riviera Maia e conhecer X Caret e Chichen Itza, sobre os quais conto aqui. No final do post, outras opções de passeios sugeridos.

As duas excursões foram compradas no hotel (naquela época eu não tinha tempo para planejar minhas viagens e tudo era empacotado) e ambas levaram o dia todo.

DSCN0118
Um dos ônibus que partem a X Caret

X Caret

X Caret fica a 74 km de Cancun e este passeio vale muito a pena, especialmente se você vai com crianças. Há várias opções de atividades que preenchem o seu dia com prazer e muita interação com animais. Não há guias, você fica à vontade para fazer as atividades que preferir.  O almoço incluso não é maravilhoso, mas é típico, com música ao vivo. Aquela velha história: entre no clima.

macaws5Logo na entrada, após receber uma pulseirinha (símbolo de Cancun, essas pulseirinhas  ostentam por exemplo a quantas baladas você foi, e os jovens as exibem como um premio), flamingos se esticam ao sol e  araras vermelhas e papagaios pousam nos seus ombros para fotos do tipo “Estou num paraíso tropical” e depois você vê flamingos, tartarugas, arraias, pode nadar com golfinhos (mais 90 doletas), explorar ruínas maias, fazer snorkel em rio de água salobra, descansar na praia tomando uma Corona, enquanto as crianças brincam nas boias que deslizam à vontade das ondas que parecem estar com a mesma preguiça.

037

A flutuação no rio subterrâneo está inclusa no valor da entrada. Não chega a ser um snorkling, pois só no final, em área aberta, avistamos um cardume de peixe. O percurso é fácil devido à correnteza e apenas um trecho você nada contra ela, mas há cordas de apoio para vencê-la. Dá um pouco de claustrofobia em algumas partes, mas no geral é bem tranquilo. Todo o equipamento é emprestado pelo parque e suas roupas e pertences ficam em lockers. Fotógrafos registram o momento, depois é só comprar a fotinho!

X Caret dicas

Vá de adestradora de golfinho!

Mas com certeza o melhor do dia foi nadar com os golfinhos! Existem duas versões: a mais simples, em que você apenas interage e mais cara, em que você é puxado pelo golfinho e fica mais perto da arquibancada. Eu fui na mais simples por dois motivos: pelo preço e porque acho estranha essa história de subir num golfinho. Os participantes são divididos em grupos e entramos na área cercada.  Recebemos instruções e os golfinhos chegam. É uma emoção só! A princípio eles nadam em volta de cada dupla e podemos tocá-los. Depois cada dupla vai brincar de instrutor e seguimos as orientações de gestos e posturas para que o golfinho as obedeça.

Sobre nadar com golfinhos: Recentemente assisti ao polêmico documentário Blackfish, que especificamente fala sobre a captura de orcas selvagens para adestramento e exibição em parques como o SeaWorld, a comercialização milionária de seus filhotes, a manutenção em cativeiro em condições muito aquém do que precisariam para viver menos infelizes e estressadas. Desde então penso que o mesmo possa estar acontecendo não só com golfinhos, mas com todos animais que estão “ao dispor”  de seres humanos para sua diversão ou interação, mesmo que seja da mais inocente, como foi a minha. Fiz uma breve busca na Internet a respeito, mas ainda não encontrei informação específica sobre como se dão a captura e os tratos dos golfinhos especificamente em X Caret. Se alguém tiver alguma informação, por favor deixe nos comentários. Não vai mudar o fato de eu ter nadado com golfinhos adestrados, o que hoje me causa certo desconforto, mas vai trazer luz à questão.

Você pode ainda avistar onças, passear de barco por um rio tropical, entrar numa caverna de morcegos, visitar o aquário e nadar com arraias e tubarão.

No final do dia, assista ao show folclórico Tlachco México Espetacular, com apresentação de 300 artistas que em música e dança contam a história do México. Um dos destaques é o juego de pelota, mistura de futebol e basquete que era praticado pelos maias, mas que em vez de usar os pés, usava-se o quadril, peito, ombros para tocar a bola e atirá-la por um arco pequeno de pedra a 8 metros de altura no muro lateral do campo. Você pode ver um autêntico campo desses em Chichen Itza.

Show folclórico em X Caret
Show folclórico em X Caret

O passeio custou US$ 139 por pessoa e incluía além do transporte, o almoço tipo buffet, uso de armários e toalhas e equipamento para snorkeling. Se você comprar o ingresso para dois dias, o segundo sai com 50% de desconto.

Chichen Itza

100
A Pirâmide de Kukulcan

Outro motivo para ir a Cancun é poder ter uma experiência histórico-cultural visitando a cidade antiga de Chichén Itzá, que fica a 178 km de Cancun. As agências de turismo vendem por cerca de US$110.00  passeios que incluem transporte, entrada ao sítio e guia, com uma parada super hiper ultra mega blaster rápida para mergulho no cenote Saci. Mas também tem uma paradinha para comprinhas de artesanato (caro!), pipistop e outra para almoço de serviço buffet com apresentação de danças típicas.

IMG_1221
Os Cem Pilares, anexo do Templo dos Guerreiros
IMG_1223
A serpente desce a pirâmide

O sítio estava bem cheio pois era o equinócio, momento preciso em que o Sol, duas vezes ao ano, cruza o e Equador e o dia e a noite têm a exata duração em todas as partes do mundo. Nesses dias, a perfeição da construção da pirâmide permite visualizar sete triângulos descendo a face norte da pirâmide encontrando a cabeça da serpente na base. Os místicos vestiam branco e todo mundo se sentou para observar a serpente descendo a pirâmide.  Foi uma energia gostosa. Apesar da multidão, meu lado bicho grilo sugere planejar sua viagem para coincidir com a data e participar desse momento.

A Antiga Cidade Maia tem 15 km2
A Antiga Cidade Maia tem 15 km2

Se você gosta de arqueologia, história, ruínas, pode ficar frustrado porque a viagem consome cerca de seis horas (ida e volta), as paradas pelo menos mais três horas, sobrando apenas duas horas para conhecer o sítio arqueológico.

Yucatan Mexico

Outros Passeios

36202486-mexican-sombrero-hat-with-moustache-or-mustache-iconsTulum é a única cidade maia construída à beira-mar, a 131 quilômetros de Cancun. Bobos esses maias! rsrsrs Lá tem um parque nos moldes do X Caret, o Xel Há.

36202486-mexican-sombrero-hat-with-moustache-or-mustache-icons

Cenotes. Esta palavra é exclusividade mexicana, pois é derivada do maia dzonot, que significa caverna com reservatório de água. Os Cenotes podem ser pequenos círculos no solo ou em formato de lago e a origem da água pode ser interna ou externa. Os maias os consideravam sagrados.

Sagrados ou não, são lindos!
Sagrados ou não, são lindos!

36202486-mexican-sombrero-hat-with-moustache-or-mustache-icons
Cozumel é a ilha famosa pelas opções de mergulho e fica a 72 quilômetros de Cancun.

36202486-mexican-sombrero-hat-with-moustache-or-mustache-icons

Isla Mujeres é outra ilha, esta mais próxima, a apenas 5 quilômetros de Cancun – e por isso mais visitada.

Posts Relacionados (clique sobre o título para navegar mais)

Vamos a Las Compras en Cancun

Sorria, você está na Bahia. Gargalhe em 3,2,1, você está em Cancun

Anúncios