Bate-Voltas a partir de Florença ou Siena

Florença é a cidade eleita como base para conhecer a Toscana, mas na minha opinião Siena não deveria perder esta posição. Neste post sugiro bate-voltas para as cidades que você não deve deixar de conhecer na região mais popular da Itália.

toscana bate volta florença
A famosa igrejinha do Vale d Orcia, na Toscana
Continuar lendo
Anúncios

Florença: Jardim Boboli e Palazzo Pitti

O Palazzo Pitti visto de seu "quintal"
O Palazzo Pitti visto de seu “quintal”, onde tem até obelisco egípcio

Mi dispiace, mas Palazzo Pitti não tem nada a ver com Brad Pitt, meninas. Mas outros nomes de peso e tão dramáticos quanto produções hollywoodianas envolvem a história do Palazzo Pitti e os Jardins de Boboli, em Florença: a própria família Pitti, que o construiu para rivalizar com os Médici (se você não se lembra deles das aulas de História ou de Arte, aposto que não vai esquecê-los depois de visitar Florença), que depois de falidos tiveram o edifício adquirido pela esposa de Cosimo I de Médici, em 1550. E aí a Granero entrou em ação e o Palazzo Vecchio perdeu o posto de residência oficial da família. E como a vida é feita de ciclos, também chegou a vez de os Médici dizerem adeus, e o Palácio Pitti virou a residência dos Lorena e depois dos Sabóia. O palácio é hoje um complexo de museus e jardins – o conhecido Jardim Boboli, sobre o qual falarei mais adiante – e fica pertinho da Ponte Vecchio.

Continuar lendo

Florença: guia para planejar sua viagem

Neste post estão dicas práticas para você organizar sua viagem a Florença, com sugestão de hotéis, informações de como chegar e circular por lá, compras e outras.

517dcfa31ef15a15fc7a2f2bf7a084b5

Continuar lendo

10 Coisas Gratuitas para Fazer em Florença

Ah, todo mundo gosta deste tipo de post, né?
O Skyscanner, ferramenta de busca de passagens aéreas que mantém uma página no Facebook e um site com dicas de viagem, também gosta. Tanto que me convidou para escrever este post, meu primeiro da blogosfera.

Então tomem nota, quer dizer, salvem estas informações porque…

HÁ 10 COISAS PARA FAZER EM FLORENÇA SEM GASTAR SEUS EURO$$$

Florença está para Arte assim como Roma está para História e Veneza para romance. Não que falte cada um desses elementos nessas encantadoras cidades italianas, claro. Mas Florença foi o berço do Renascimento e então governada pela família Médici, grandes mecenas (lembram-se das aulas de História?) que patrocinaram entre tantos artistas o grande Michelangelo. Muitas obras estão na magnífica Galleria degli Uffizi, mas o Impressionante Davi te aguarda no museu Accademia. Museus e algumas igrejas não são gratuitos, mas a maioria das atrações é, então aproveite e boa Florença para você!

517dcfa31ef15a15fc7a2f2bf7a084b5

Ponte Vecchio. Não há muitas dessas ainda em pé na Europa, ou seja, pontes que sustentam – ou ostentam – construções. É a mais antiga das seis outras pontes de Florença e originalmente ela tinha cinco arcos (hoje são três). Dá encantamento ver as joalheiras ao longo da ponte, com suas espessas “janelas” de madeira com trancas e cadeados. Essas joalherias estão lá desde o século XV, quando substituíram as peixarias e açougues devido ao mau cheiro. Atravesse-a, fotografe-se com ela ao fundo, a partir das pontes vizinhas. Fotografe-a duplicada sobre as águas do Arno. De dia e de noite, mas sobretudo no por-do-sol.

Florença roteiro

517dcfa31ef15a15fc7a2f2bf7a084b5A Piazza dela Signoria, construída no século XIII no lugar de torres de famílias poderosas e até de uma igreja, abriga importantes edifícios medievais, como a Loggia dela Signoria e o Palazzo degli Uffizi. Entre 1400 e 1500, era local de festividades e torneios, mas desde o século XVI é o museu a céu aberto que se vê hoje, com esculturas de bronze e mármore, a fonte Ammannati, uma cópia do Davi de Michelangelo. Sabe quando você encontra um amigo antigo e não quer que o encontro acabe? Eu me senti assim ali na praça.

varias-0404

517dcfa31ef15a15fc7a2f2bf7a084b5Loggia del Mercato Nuovo e o Porcellino  – me parece um javali, não um leitão!
O espaço que abriga a feira que hoje vende produtos variados (bolsas de couro, mulheres!) existe desde o século XVI, onde se comercializavam seda e outros objetos preciosos, veja só. Mas o pessoal visita a feira principalmente por causa da fonte do porcellino. Claro, muitas cidades guardam uma superstição que convida o visitante a tocar numa escultura para trazer-lhe boa sorte e Florença tem a sua tradição: esfregue o nariz do javali e volte a Florença! Se você achar uma bobagem, faça assim mesmo, pela tradição.

firenze-porcellino

517dcfa31ef15a15fc7a2f2bf7a084b5Piazzale Michelangelo é mais que uma praça, é um mirante, pois fica no alto da colina e traz uma vista linda da cidade. Uma réplica do Davi está lá, observando-a.

Florença

517dcfa31ef15a15fc7a2f2bf7a084b5Mercados. Comprinhas para o corpo e a alma. OK, não é exatamente de graça, mas pode ser se você resistir. O mais famoso: Mercato San Lorenzo (Piazza S. Lorenzo até Via Ariento) – artigos de couro, suvenires, alimentos.

517dcfa31ef15a15fc7a2f2bf7a084b5Tours a pé, um com ênfase no Renascimento, outro nos Médice. Saídas diárias em
frente à Basílica Santa Maria Novella. Mais informações aqui 

517dcfa31ef15a15fc7a2f2bf7a084b5Praças. Cada praça guarda esculturas, arquitetura, gente circulando. Não é uma atração das boas?

o que fazer em Florença
Parte do grupo em excursão de 2013 pela Itália

517dcfa31ef15a15fc7a2f2bf7a084b5Cansou do agito de turistas e filas? O verde é sempre relaxante! Florença tem parques e jardins gratuitos como o Garden of Cascine, às margens do Rio Arno.

517dcfa31ef15a15fc7a2f2bf7a084b5

A Catedral (Duomo) Santa Maria Del Fiori começou a ser erguida no final do século XIII é a terceira maior igreja do mundo (atrás apenas da São Pedro de Roma e da São Paulo de Londres), mas era a maior do mundo quando sua construção chegou ao fim, no século XV. Além da grandiosidade métrica, a arquitetônica e artística também merecem destaque.

IMG_0449

517dcfa31ef15a15fc7a2f2bf7a084b5Basílica Santa Maria Novella. Embora carregue o nome de nova (novella), a construção desta igreja também teve início no século XIII. Sua fachada é ricamente trabalhada em mármore, como a catedral, mas não deixe de dar a volta nela para ver os tijolos aparentes, assim como do campanário.

Santa_Maria_Novella_florenc

Gostou das dicas? Então acompanhe-me em cada viagem seguindo o blog. É fácil e rápido e grátis, como as atrações que listei: basta preencher o formulário com seu nome e e-mail. Também temos uma página no Facebook

Posts Relacionados (clique sobre o  título para ler mais):

Itália: Roteiro

Florença: guia para planejar sua viagem

Florença: Jardim Boboli e museus do Palazzo Pitti