Machu Picchu, Cusco, Lima parte 4: Machu Picchu e a Peru Rail

 Este post faz parte da série que relata e dá dicas de nossa viagem a Lima, Cusco, Águas Calientes e Machu Picchu, realizada em abril de 2013.

peru

20130429_093818
Parada para embarcar no trem. Veja no canto superior esquerdo, o ponto branco é o abrigo de um escalador

Se você acha que para chegar a Machu Picchu terá que obrigatoriamente fazer alguma trilha, saiba que há uma prazerosa viagem de trem com duração de 4 horas entre Cusco e Águas Calientes, vilarejo aos pés das montanhas sagradas. Também é possível partir de Ollantaytambo (2 horas de viagem) ou Urubamba (3 horas de viagem). Quem leva é a Peru Rail, e você pode escolher o tipo de trem de acordo com a classe (a classe do seu bolso). Nós usamos o Vistadome, saindo de Cusco, e é sobre ele que falarei. De janeiro ao final de maio, por motivos de segurança, a parte inicial do trajeto  é feita de ônibus (venda combinada pelo site), o que torna a viagem mais longa, mas oferece uma paisagem menos turística, passando por bairros carentes de Cusco. Infelizmente, a operadora que vendeu o pacote não nos deu essa informação, nem os funcionários da Peru Rail, então foi uma surpresa a monótona viagem de ônibus.

peru

Vistadome. Como diz meu marido: “Coma a vista!” Eu adoro encher os olhos e a paisagem me alimenta de um nutriente que me mantém feliz e maravilhada por meses (só que quanto mais eu viajo, menor tem sido o prazo de encantamento!). Se você também é assim, este é o trem para você! Não se trata das Rochosas Canadenses ou dos Alpes, mas é um nutriente diet, digamos. Os assentos são confortáveis, com uma mesa entre o seu assento e de seu vizinho frontal, as aberturas nas laterais e no teto dos vagões são camaradas. Além disso, tem mimos, como toalha de mesa no padrão andino, lanche caprichado, atração a bordo, com danças típicas e desfile de artigos de alpaca (para compra, se quiser gastar seus soles ou dolares).

Vista emoldurada no teto do trem
Vista emoldurada no teto do trem
Snack Time
Lanche caprichado

O trajeto oferece cenário de montanhas com picos nevados e ora cobertas de mata, ora nuas, com paredões verticais utilizados para escalada para os aventureiros-atléticos-malucos (é preciso ser um pouco maluco para dormir num andaime a mais de 2 mil metros de altitude por opção!). Ao som de flautas peruanas, você vai observando a paisagem se modificar, de árida a tropical, até que chega a Águas Calientes.

IMG_2791
No retorno, apresentação folclórica
term3-1783
Interior do Vista Dome

Peru Rail Machu Picchu

peru

Traslado a Machu Picchu – Ai, como eu não gosto de viajar empacotada! Nem tive tempo de pensar “nossa, estou aos pés de Machu Picchu” e fui enfiada num ônibus junto com as hordas de outros turistas.  OK, sendo menos ranzinza, tive tempo de um pitstop no baño e de descobrir que nossas malas seriam enviadas diretamente ao nosso hotel (essa parte do pacote é legal 😇 ). Por falar em mala, deixe suas malas no hotel em Cusco e siga para Águas Calientes apenas com o que utilizar por lá. Trens dispõem de pouco espaço para bagagem e Águas Calientes não é exatamente a cidade em que você vai querer arrastar sua mala.

Em 15 minutos o ônibus passava sobre o rio Urubamba e subia a estrada estreita até o topo da montanha sagrada.

Estrada de Águas Calientes a Machu Picchu. Você pode subir de ônibus ou a pé. Foto: sacredsites.com
É por esta estrada que o ônibus sobre. Parece mais perigoso do que realmente é

peruA Chegada a Machu Picchu – Lá no alto, há um pequeno espaço reservado para o embarque e desembarque dos passageiros, um hotel e restaurante (Sanctuary Lodge), e um segundo restaurante; as cancelas para entrada no santuário, guarda-volumes e banheiros.

IMG_2668
a entrada para Machu Picchu
IMG_2669
guarda-volumes logo na entrada

IMG_2667

E começa mais uma subidinha, que no ar rarefeito cansa. Mas para que a pressa, admire a paisagem…

Poetas, me ajudem! A primeira visão (foto abaixo) não é aquela de cartão postal, mas emociona.

IMG_2670

Sem inspiração dos poetas, deixo fotos. Mas é preciso estar lá. Fotos não têm cheiro, vento no rosto, arrepio na pele, energia…

IMG_2701 IMG_2689 IMG_2680 IMG_2710

machu picchu eu alpaca-1798
Acho que é isso que as crianças sentem na Disney, quando passa um personagem. Olha minha cara posando perto das lhamas!

machu picchu eu-1791 machu picchu n[os-1801

machu picchu whyana picchu-1788
Não sei você, mas eu fico encantada!

machu picchu2-1792

Impressionante o tamanho de alguns blocos
Impressionante o tamanho de alguns blocos

peru

DICAS

– compre seu ingresso a Machu Picchu com antecedência pela Internet ou nas agências turísticas de Cusco.  O meu estava incluso no pacote, mas o boleto de acesso registrava o custo de 128 soles.

IMG_2703
Chega-se ao portão de Wayna Picchu por uma trilha lá no alto da Cidade Inca

– se tiver intenção, disposição, coragem de subir a majestosa Huayana Picchu, compre o ingresso com antecedência, também, pois o número é limitado. Mas informe-se antes, leia bastante dicas de quem já fez a trilha, assista a vídeos.
A vista pode ser linda, a aventura rende ótimas histórias, mas não há segurança alguma e um passo em falso pode te levar a conhecer o vale de uma forma não muito saudável..

– além da Huayana Picchu, você pode também subir a montanha do outro lado, a Machu Picchu. Quem viveu esta aventura foi o Péricles, do blog 7 Continents, 1 passport. Além dessa aventura, ele também tem outros posts sobre a cidade inca, faça-lhe uma visita.

– passando pela cancela na entrada de Machu Picchu, carimbe seu passaporte (eu não levei o meu, snif!).

– óculos de sol, boné, protetor solar (no inverno também), uma capa de chuva leve vai bem, pois dizem que o tempo lá é imprevisível.

– Não se esqueça de contratar um guia, que te explicará com detalhes tudo o que você vê e o que não está mais ali para ver e responderá a suas perguntas – acredite, você terá muitas. Em geral, leva 2 horas e meia a visita guiada, depois você está livre para fotografar (eles não esperam sua busca por um bom ângulo) e rever os lugares visitados se ainda tiver fôlego para isso.

– Pode-se permanecer na cidade o quanto se queira, mas lembre-se que só há banheiros na entrada e você perderá bastante tempo e energia para descer e subir (leia atualização mais abaixo).

Alimentação. Leve com você biscoitos e salgadinhos, uva passa (sempre bom para repor a necessidade de açúcar). Não é permitido, mas ninguém vistoria a mochila a esse ponto, então desde que você carregue o lixo que gerar, não vejo mal. No meu pacote estava inclusa a refeição no Sanctuary Lodge, mas o preço é salgado para o serviço prestado e a qualidade da comida. Prefira se alimentar em Águas Calientes.

IMG_2714– Sanctuary Lodge. Soube deste hotel pelo programa Mil Lugares para Conhecer antes de Morrer e fiquei encantada, mas claro que não era para meu bico (cerca de mil dólares a noite!!!).

Machu picchu (11)Quando vi que meu pacote incluía almoço lá, desconfiei, mas logo entendi a diferença. O restaurante para os hóspedes fica em outra área, longe da agitação e com vista para a cidade Inca. O serviço para os menos privilegiados é de buffet, a comida ruim, o serviço idem, mas totalmente compreensível diante da multidão que faz fila à porta. Tem música típica ao vivo que concorre com o barulho dos turistas. Mas sorria, saboreie uma Inka cola, suspire. Afinal, você esteve em Machu Picchu!

peru

ATUALIZAÇÃO
Desde julho de 2017 estão valendo novas regras para entrada e permanência em Machu Picchu, sendo os visitantes divididos em 2 grupos (manhã ou tarde) e podendo ficar apenas 4 horas. Quem dá as dicas completinhas é a Aline do blog Uma Sul Americana.

Post Relacionados (clique sobre o título)

Machu Picchu, Cusco, Lima – Parte 1: 10 motivos para ir ao Peru

Machu Picchu, Cusco, Lima – Parte 2: Lima

Machu Picchu, Cusco, Lima – Parte 3: Cusco

Machu Picchu, Cusco, Lima – parte 5: Águas Calientes

Quer uma opção mais econômica para chegar a Machu Picchu e que envolva caminhar 10 km? A Ana do blog Aonde não Estou conta sua historia.

7 comentários sobre “Machu Picchu, Cusco, Lima parte 4: Machu Picchu e a Peru Rail

  1. Angela fevereiro 25, 2015 / 5:14 pm

    Adorei a viagem e os passeios, é uma sensação única quando chegamos no alto, indescritível sob o olhar de cada pessoa.

    Curtir

  2. rosana sanguino fevereiro 27, 2015 / 1:31 pm

    pode me passar os valores gastos pra 7 dias saindo de sampa??

    Curtir

    • mulhercasadaviaja fevereiro 27, 2015 / 2:16 pm

      Oi, Rosana, eu não tenho o registro de quanto gastei, mas como disse em um dos posts, comprei um pacote que incluía o transporte aéreo e terrestre e a hospedagem, e você encontra essa informação em agências e operadoras de viagens. Se quiser ir por conta, aí o planejamento exigirá mais tempo de você. Como você pretende viajar: empacotada ou desempacotada?

      Curtir

Vamos trocar figurinhas! Deixe seu comentário ou dúvida:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s