USS Midway, o porta aviões-museu de San Diego

O tamanho impressiona já do lado de fora principalmente quando você se aproxima da bilheteria e o troço vira um paredão. Lá dentro, no hangar, você não acredita na quantidade de aviões restaurados em exposição e, quando chega no deck superior, a vista da cidade, da baía e de mais caças é inebriante. Estou falando do USS Midway, o porta aviões que mais trabalhou na historia da marinha americana, quase 50 anos. Virou um dos museus mais visitados de San Diego, instalado no waterfront, pertinho do centro.

O maior porta aviões do século 20
O mais longevo porta aviões do século 20 ao seu alcance

Este é o tipo de passeio que vai agradar crianças e a grande maioria dos homens, mas mulheres curiosas também! Tente esquecer que é um instrumento bélico e deixe sua imaginação te levar ao percorrer os corredores estreitos, observar a casa de máquinas, as salas de operação e os aposentos de marinheiros e oficiais. Pense na escassez de água potável, na qualidade da comida e no confinamento. Depois, no deck de voo, se não conseguir entender como um jato consegue aterrissar na pista deste aeroporto navegante, sente-se para assistir ao vídeo e tire suas dúvidas com o guia.ussmidway-49

Ingressos para o USS Midway
Você pode comprar o ingresso antecipadamente pela Internet (um pouco mais barato) ou pegar uma fila pequena a estibordo (brincadeira, é à direita do porta aviões, mas ainda em terra firme, ehehe) no momento da visita. A entrada varia de $20 (18 a 61 anos) a $10 (6 a 12 anos) e é grátis para menores de 5 anos.

O museu abre todos os dias das 10h às 17h, exceto no feriado de Ação de Graças (4a. quinta-feira de novembro) e Natal.

O ingresso inclui o audio guide, aparelho que você leva com você durante a visita e seleciona as gravações que quer ouvir. Pela imagem abaixo você terá uma ideia do quanto pode aprender se tiver interesse. Simuladores presentes no hangar precisam ser pagos à parte.

o mapa do audio tour
o mapa do audio tour

Como chegar
Se você estiver hospedado em Downtown, é só descer a pé em direção à baía. Se estiver em outros bairros, o San Diego trolley (jardineira do tipo hop on hop off) faz parada lá e a estação de trem Santa Fe é pertinho (green line). Para quem vai de carro, há um estacionamento ao lado da bilheteria, pago à parte ($10 para período de 12 horas).

staticmap

Vai viajar? Não se esqueça de voltar aqui para reservar seu hotel, comprar seu chip americano ou para contratar o seguro viagem. O blog tem parceria, respectivamente, com o Booking.com, a TravelMobile e a Mondial Assistance. Fechando por aqui, você não paga nada além do que pagaria no site deles e ainda contribui com a manutenção do blog, pois recebo um pequena comissão a cada venda. É um gesto simpático em retorno às dicas. Obrigada!

Quanto tempo dura a visita
Como em qualquer museu, vai depender do seu interesse, mas a gente levou mais de 3 horas, que é a média, segundo o site oficial. E é bem cansativo fisicamente, porque você sobe e desce     várias escadas e precisa levantar bem as pernas para passar pelas portas dos corredores. O calor prejudica um pouco a qualidade da visita, pois é bem quente nos ambientes mais compartimentados, como os aposentos dos marinheiros.

Pensa num quartinho apertado!
E há quem reclame de hostels!
San Diego o que fazer
Juju brincando de pilotar num cockpit recortado
ussmidway-7
Você sabe fazer correntinha, menina?

ussmidway-20

Uma das coisas mais legais de visitar os Estados Unidos é ver como pessoas comuns trabalham voluntariamente e aqui você vai encontrar vários senhores, militares reformados, que atuam no museu dando informações a quem se interessar. Contam em primeira mão, pois viveram e trabalharam no porta aviões.

ussmidway-12

Os 29 aviões em exposição estiveram em guerras como a Segunda Mundial, do Vietnã e a do Iraque.

ussmidway-46
“…take my breath away…” Cadê o Tom Cruise???

ussmidway-29

Voluntário explica como funcionam as
Voluntário explica como funciona o pouso no porta aviões
San Diego vista do USS Midway
San Diego vista do USS Midway

Do deck de voo também se tem uma vista de 360 graus do waterfront de San Diego e da estátua que trouxe à terceira dimensão a famosa fotografia do marinheiro beijando a enfermeira na Times Square de NYC ao final da Segunda Guerra Mundial.

Rendição Incondicional
Rendição Incondicional

Vale a pena?
Isso é muito pessoal, mas eu acho que é uma visita bem interessante e diferente das demais atrações de San Diego e só por isso eu acredito que já valha a pena, sim. Quantas vezes você vai poder dizer que esteve num porta aviões, hein? 

Para mais informações, visite o site oficial do USS Midway.

Nós visitamos o USS Midway a convite do San Diego Convention & Visitors Bureau.

Leia sobre San Diego e outras cidades e parques da Califórnia

 

Anúncios

12 comentários sobre “USS Midway, o porta aviões-museu de San Diego

  1. Katarina Holanda 27 de janeiro de 2017 / 19:55

    Eu me interesso muito por lugares, documentários e obras de ficção que têm relação com a segunda guerra, então tenho certeza que aproveitaria muito o passeio. Aqui no Brasil eu visitei o Museu de Aviação TAM, mas acho que nem se compara em tamanho.

    Curtir

    • Marcia, blogueira do Mulher Casada Viaja 29 de janeiro de 2017 / 23:51

      Preciso ir nesse da TAM! Adoro museus de carros, motos, aviões, roupas, bem adoro museus ahaha. Então anota aí, Katarina: em San Diego tem também o Air & Space Museum, no Balboa Park. logo escrevo sobre ele também. abraços

      Curtir

  2. martachantrips 28 de janeiro de 2017 / 10:50

    Quando estivemos no USS Midway decidimos não entrar, não nos parecia muito interessante e o preço também não ajudava muito 😛 Mas gostei do teu relato, nunca pensei que fossem necessarias cerca de tres horas para ver tudo uau!

    Curtir

  3. quartodeviagem 28 de janeiro de 2017 / 19:50

    que passeio interessantíssimo Márcia, gosto bastante de conhecer lugares históricos e esse é um passeio que faria com certeza! ótimo relato!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Josiane Bravo 29 de janeiro de 2017 / 16:10

    Eu fui neste local, mas como foi uma passagem bem rápida, só tive tempo mesmo de tirar uma foto na estátua do marinheiro beijando a noiva, que por sinal, é gigante e linda. Gostaria de voltar a San Diego algum dia, pois o que fiz foi uma loucura rs, sai de LA para fazer um bate-volta super corrido que só serviu para me deixar com vontade de conhecer mais a cidade.

    Abraços

    Curtir

  5. Deisy Rodrigues 29 de janeiro de 2017 / 17:36

    Achei muito interessante o museu, eu me aprofundo muito em documentários e livros sobre esse período histórico e tenho certeza que levaria mais ou menos esse tempo que você levou para visitar. Achei muito legal os voluntários e o fácil acesso também.

    Curtido por 1 pessoa

  6. Klécia Cassemiro 29 de janeiro de 2017 / 19:30

    Poxa, não conhecia a história desse porta-aviões, mas achei super curioso! Gigante demais né? Imponente! E tanta história carregada por anos! Com certeza incluiria no roteiro de uma ida a San Diego.

    Curtido por 1 pessoa

  7. angiesantanna 30 de janeiro de 2017 / 9:38

    geeente que coisa legal!!! sempre sempre quis entrar em um desses e não sabia que seria possível! adorei a ideia de transformarem em museu, o que fariam se não fossem usar mais né!

    Curtir

  8. Juliana Rios (Juny) 30 de janeiro de 2017 / 19:39

    Que estrutura impressionante, deve ser muito legal visitar o portão aviões por dentro.
    Muito legal esse lance dos militares aposentados como voluntários dando informações ao publico.
    E linda a foto da vista do USS Midway!

    Curtido por 1 pessoa

Vamos trocar figurinhas! Deixe seu comentário ou dúvida:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s