Salvador em 1 dia, durante Cruzeiro

Conheça ou visite os principais pontos turísticos de Salvador durante parada de cruzeiro. O roteiro de 1 dia também serve pra quem tem poucas horas na capital da Bahia.

salvador em poucas horas

Chegou à costa brasileira em 15 de novembro, mais especificamente em Salvador, o primeiro navio da temporada 2017-2018, o mesmo em que viajamos em fevereiro de 2017, o MSC Preziosa. Mas nosso embarque e desembarque aconteceram no porto de Santos, o mais próximo de nossa casa, e Salvador foi a segunda parada (a primeira foi Rio de Janeiro).

Leia sobre o que fazer em parada de cruzeiro em Santos e outros posts relativos a cruzeiros.

Chegamos a Salvador, primeira capital do Brasil, e as primeiras vistas não foram muito animadoras: do navio, um morro tomado por mato e casas em estado inexistente de conservação.

Bahia de navio

Na saída do porto, uma multidão oferecia insistentemente tours, transporte ou algum serviço relacionado ao turismo – um retrato talvez do desemprego, pois acho que ali só havia informalidade.

Salvador onde ir em cruzeiro

Sei que no Brasil regiões portuárias não são as mais aprazíveis, mas que tristeza ver tantos edifícios antigos literalmente caindo aos pedaços. Compartilho aqui um deles, da Praça do Mercado (Modelo), mas se você entrar no Google mapas no modo satélite vai entender melhor o que estou falando.

Salvador durante cruzeiro

O Comércio, bairro dos mais antigos, foi construído sobre aterramento e fica de frente para a Baía de Todos os Santos. Ali fica também o Mercado Modelo, que reúne lojas de produtos artesanais e souvenirs da Bahia, mas também pode ser uma opção para provar a culinária baiana. Dali basta atravessar duas faixas de pedestres e estamos à frente do Elevador Lacerda. Pagamos R$ 0,25 para subir.

O elevador funciona das 7h às 23h e foi construído em 1873 para vencer em 30 segundos os 72 metros de desnível entre a parte alta e baixa de Salvador. As cabines são fechadas, mas há um terraço, também fechado por vidros, de onde podemos ver a Baía de Todos os Santos.

o que fazer perto do porto Salvador

itinerário Salvador Bahia
Já na parte alta da cidade

Já na cidade alta, na Praça Tomé de Sousa, um letreiro de Salvador te saúda com paz, sorte, e proteção contra mau agouro, mas mesmo assim um funcionário da prefeitura, uniformizado e identificado, nos abordou para advertir que não seria seguro andar por ruas que não as que ele indicou (!).  Esta parte da cidade compreende o centro histórico de Salvador. À direita, fica o Palácio Rio Branco, antiga sede do governo que hoje abriga a prefeitura.

salvador pontos turísticos
Palácio Rio Branco

Seguimos à esquerda, em direção à Praça da Sé, onde ficam o Monumento da Cruz Caída e o Memorial das Baianas. O monumento de 1999 foi erguido em homenagem à igreja da Sé, demolida em 1933 para dar lugar a um terminal de bondes. Desça os degraus e aprecie a vista da baía de Todos os Santos.Cruz Caída Sé Salvador

Continuando em frente, você passará pela estátua de Zumbi dos Palmares e ao final da rua, estará no Largo Terreiro de Jesus, onde pode visitar a Basílica de São Salvador e outras duas igrejas, tomar uma água de coco – ou uma capirinha – nas barraquinhas e admirar a fonte de 1856, cujas figuras em ferro fundido representam os rios que banham a Bahia.

turismo em Salvador

Na outra extremidade do largo, outro largo, o do Cruzeiro de São Francisco, onde tem um casario bem conservado e colorido. Ao fundo, o Convento de São Francisco (foto abaixo).

navio em Salvador o que fazer

Não deixe de visitá-lo. Muita gente vai direto ao pote de ouro – quase literal, porque a igreja de São Francisco faz doer os olhos, de tanto ouro. O Convento foi construído no século 18 e guarda tesouros como os 37 painéis de azulejos em seu claustro, trazidos de Porutugal entre 1743 e 1746, com títulos em latim inspirados em Horácio.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O saguão onde compramos o ingresso tem pinturas em painéis de madeira nas paredes e o teto é obra de Otto van Veen, mestre do pintor Rubens. o que fazer em Salvador

No andar superior, há um pequeno museu, com objetos sacros e mobiliário, incluindo um trono usado por 3 gerações de monarcas portugueses. De lá, é possível ver a igreja de uma perspectiva diferente:

Salvador em 1 dia

Seguimos o arco-íris e fomos até o porte de ouro: a Igreja de São Francisco, um dos melhores exemplos do Barroco colonial brasileiro.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Pelourinho foi a próxima parada, mas tudo o que fizemos ali foi fotografar e tomar um sorvete. Se você tiver tempo, pode visitar a Fundação Casa de Jorge Amado. 

Pelourinho é , em geral, uma coluna de pedra disposta na praça principal da cidade para punir traidores, devedores e outros criminosos. Muita gente acha que é algo característico de nações escravocatas, mas na Europa medieval este tipo de punição era bem comum.

salvador Pelourinho

A revitalização da área denominada Pelourinho começou no início dos anos 1990, objetivando restaurar o casario e tornar o centro histórico amigável ao turismo. Como toda mudança urbana significativa, trouxe críticas pela gentrificação causada.Salvador turismo

salvador Pelourinho

Até aqui, fizemos tudo a pé, mas como o próximo destino estava a uns 8 km dali, tomamos um Uber e fomos fazer um pedido ao Senhor do Bonfim, o padroeiro da Bahia. No segundo domingo de janeiro acontece a famosa lavagem das escadas da igreja do Bonfim, uma festa popular que atrai muitos fiéis. Quem vive em Salvador e conta sobre esta tradicional festa é a Analuiza do blog Espiando pelo Mundo, confira suas dicas!

cruzeiro em Salvador Bahia

Para quem não sabe, surgiu no século 19 a tradição de amarrar a fitinha no pulso e dar três nós, um para cada pedido. E depois ficar com a fitinha apodrecendo sei lá por quanto tempo. 😂Salvador em cruzeiro o que fazer

Da igreja, vi os bairros pobres de Salvador e Gilberto Gil ficou martelando em minha cabeça:
“Madalena chorava, sua mãe consolava, dizendo assim: Pobre não tem valor, pobre é sofredor, e quem ajuda é o Senhor do Bonfim”

E já que estamos na chuva, vamos nos molhar: recebemos o benzimento de um baiano (contribuições são esperadas):Baiano de Salvador

E olha o Gil de novo: “Toda menina baiana tem um santo que Deus deu…”

Atenção: não só ali, mas em toda Salvador, as baianas costumam se oferecer para tirar fotos, mas é claro que depois cobram. Por isso, se quiser uma foto com baianas, pergunte o preço antes. Li relatos de pessoas que inocentemente tiraram as fotos e foram extorquidas e ameaçadas se não ‘contribuíssem’ com o que lhes era pedido. Ajude, Senhor!

Se você não está em cruzeiro e vai dormir em terra, consulte os hotéis no site Booking.com. A região com mais opções de hotéis é a Barra, então o link acima está predefinido para este bairro, mas você pode alterar usando os filtros. Se gostar dos preços e condições, faça a reserva através deste link que o blog recebe uma pequena comissão, sem que você pague mais por isso. É uma atenção e gentileza do leitor para o blogueiro, que se empenha em compartilhar suas viagens para ajudar mais gente a viajar com autonomia e segurança. Obrigada.

De lá tomamos outro Uber, que foi um mini city tour: passamos por vários bairros de Salvador, pelo Estádio Fonte Nova e Dique do Tororó, um lago com imagens de orixás (ancestrais africanos divinos) que é muito bonito. 15 km depois, estávamos no Farol da Barra, onde uma baiana quase agarrou meu marido, que se desvencilhou protestando. Oxente!

Farol da Barra

Compramos o bilhete na lojinha de souvenirs (R$ 15), que dá direito a subir os 82 degraus do farol, passear pelo terraço do Forte de Santo Antônio da Barra, e conhecer o Museu Náutico da Bahia, instalado no forte.

um dia em SalvadorO Forte é um dos mais antigos do Brasil – embora o panfleto indique-o como o mais antigo, várias fotes apontam que o de Bertioga-SP foi construído em 1532, enquanto o da Barra data de 1534. Do navio ao Farol da Barra

Subir até o topo do farol (uns 80 degraus) não chegou a ser um sacrifício, já que estamos acostumados a subir torres de 300 e poucos degraus na Europa, mas de resto é o mesmo: apertado e degraus estreitos, fuja se você sofre em lugares fechados. A vista do terraço do forte já é bonita, não se frustre se não puder subir.

salvador praia do Farol da Barra

O acervo do Museu conta com parte de peças encontradas numa expedição de 1976, que resgatou da costa baiana um naufrágio do Galeão Santíssimo Sacramento, de 1668! Cartas náuticas, miniaturas de embarcações, selos, moedas, lentes antigas do farol, enfim, um acervo bem interessante que ajuda a contar parte de nossa historia. Para mais informações, visite o site oficial do Museu Náutico.

o que fazer em Salvador

Aluguel de carro em Salvador
Caso você vá viajar por este trecho do litoral baiano, um carro é a melhor opção para circular pela Costa Norte baiana. A Praia do Forte está a 90 km de Salvador e Mangue Seco a 185km. Para o Sul, tem  Ilhéus a 450km – puxado, mas você pode parar em Valença (150 km de Salvador) para conhecer Morro de São Paulo.  Para janeiro, alta temporada, a diária de um Fiat Mobi com ar condicionado sai em torno de R$90/dia no site da Rentcars.comempresa que uso para minhas reservas e de quem o blog é afiliado. Eles concentram as principais locadoras e é possível parcelar no cartão de crédito. Fazendo a reserva pelo link acima, seja para Salvador ou para outro ponto do mundo, você estará colaborando com o blog Mulher Casada Viaja sem pagar nada por isso. É um gesto simpático de retribuir dicas gratuitas e legais!

Tomamos um novo Uber para voltar ao porto, onde tivemos um almoço tardio. Eu queria voltar à noite para o Pelourinho, onde o Olodum se apresentaria, mas fui vencida por 2 votos e passamos a noite no navio, que partiu às 22h e rumou para Ilhéus.

navio cruzeiro Salvador
O navio “vizinho” no porto de Salvador

Última dica: para quem tem uma conexão longa ou está em cruzeiro e já conhece estes pontos de Salvador, uma boa opção é visitar o Projeto Tamar Praia do Forte, que fica a 85 km do Elevador Lacerda, mesmo que você não esteja com crianças.

Agora confira o mapinha com os pontos que visitamos neste dia em Salvador.

E você, já esteve em Salvador? Tem alguma dica pra compartilhar? Espero seus comentários, eles podem ajudar outros turistas. Seu e-mail não será exibido, é só uma norma de segurança. Abraços e até a próxima.

dicas de Salvador

9 comentários sobre “Salvador em 1 dia, durante Cruzeiro

  1. Viviane Carneiro dezembro 4, 2017 / 7:45 pm

    Adorei as dicas! Amo demais a Bahia, mais ainda não tive oportunidade de conhecer Salvador. Quero muito conhecer! Bjs

    Curtido por 1 pessoa

  2. angiesantanna dezembro 5, 2017 / 10:39 am

    tai um lugar qu equero conhecer no Brasil! e quero levar meus pais, eles nunca viajaram de aviao aheuaheu vou tentar levar la por maio quando o calor ja estiver bem ameno

    Curtido por 1 pessoa

  3. Angela Castanhel dezembro 6, 2017 / 7:12 am

    Adorei a sinceridade no post. Também já fiquei um dia em salvador devido ao cruzeiro e eu curti bastante. Inclusive vou voltar esse final de ano, quem sabe eu consigo explorar um pouco mais

    Curtido por 1 pessoa

  4. dhesancho dezembro 6, 2017 / 11:08 am

    Curti as dicas! Acho até que vocês fizeram bastante coisa para um dia! Haha foram nos locais principais! Fui em Salvador uma vez só, por um dia também, e não vi quase nada rs

    Curtir

    • Marcia dezembro 6, 2017 / 3:24 pm

      Acho que foi porque não paramos para comer, ehehe.

      Curtir

  5. Sy dezembro 7, 2017 / 3:11 pm

    Nossa deu pra aproveita bastante o dia. Gosto muito de salvador,principalmente do Pelourinho.

    Curtir

  6. Andrea dezembro 7, 2017 / 8:34 pm

    Ai Salvador que delícia e que saudades. Já estive por lá mais de uma vez e uma delas também foi de cruzeiro. Amei turistar pela cidade dos 2 jeitos e adorei o seu relato. Obrigada por compartilhar.

    Curtir

  7. Aline Laudelina Pires dezembro 8, 2017 / 2:54 pm

    Vocês visitaram muitos pontos em apenas uma parada, adoro!!! Sempre queremos aproveitar o máximo cada segundo que temos em um lugar, adorei o roteiro.

    Curtir

  8. Pedro Henriques dezembro 10, 2017 / 3:37 pm

    Estou a ver que foi um dia muito rentável, cheio de pontos de interesse. Salvador é uma cidade histórica e tem muito para visitar. Gostei muito deste artigo. Parabéns.

    Curtir

Vamos trocar figurinhas! Deixe seu comentário ou dúvida:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s