San Diego: onde ficar e review de hotel

Se você chegou até aqui provavelmente fez a boa escolha de conhecer a cidade de San Diego, muitas vezes preterida por Los Angeles e São Francisco, as queridinhas californianas. Mas San Diego é capaz de agradar a todas as tribos! Já falei de minhas impressões sobre a cidade no post Roteiro de 3 dias em San Diego, dá uma passadinha lá também. Neste post organizo as opções de hospedagem em San Diego, que vão de hotéis, passam por casinhas térreas conhecidas como bangalôs a B&Bs charmosos, tudo agrupado por bairros ou distritos.

A escolha da localização de seu hotel pode modificar a impressão que você formará sobre a cidade, mas se a grana falar mais alto, escolha pela tarifa mais econômica, porque estará bem localizado em qualquer ponto de San Diego, servido por bom transporte público e acesso rápido a highways mesmo para ir de um bairro a outro.

Hotel nas praias de San Diego
As praias de San Diego estão entre as mais bonitas da Califórnia e há várias opções de onde ficar.

La Jolla (leia la róia): fica a noroeste do centro de San Diego, a mais afastada, e é um bairro chiquetoso, com galerias de arte e lojas de grife na Prospect Street. Ao mesmo tempo, tem aquele ar praiano, relaxado, ruas largas e enfileiradas por coqueiros As crianças adoram os leões marinhos de La Jolla Cove e quem curte ondas ou mergulho também tem seu espaço garantido.
La Jolla Cove
Coronado: Coronado não é um bairro de San Diego, mas um município. A área útil da península, ou seja, a região civil, aberta ao público e para moradores, equivale ao centro de San Diego e se espreme entre a base naval anfíbia e a aérea da Marinha, por isso não há tnatas opções de hospedagem como nas demais praias. A praia é linda! Tem areia branquinha, pedras e vegetação e o histórico Hotel del Coronado é a principal atração, mas não a única. Leia mais sobre Coronado neste post. Ponto negativo: o barulho dos caças e helicópteros que sobrevoam a praia para pousar na base aérea.
Praia de Coronado

Ocean Beach, Mission Bay e Pacific Beach: Bem, minha viagem não foi para curtir praia e eu só passei por essas áreas, mas se você quer ficar pertinho do mar, you belong here! Também fica perto do Sea World e o pier de Ocean each é ponto de encontro para o por do sol.

O pier de Ocean Beach
Nem tanto ao centro, nem tanto ao mar 
Old Town e Região Hoteleira de Mission Valley
Embora não esteja no centro, esta é uma região movimentada e onde estão os hotéis mais modernos da cidade. É onde fica o Old Town State Historic Park, ou simplesmente Old Town San Diego. Aliás, é possível se hospedar dentro do parque, no Cosmopolitan Hotel. Lá não faltarão atrações e opções para desfrutar da autêntica comida mexicana e de sua música e aprender sobre a Califórnia espanhola. Ficar nesta região também é legal para fácil acesso ao Parque Balboa e ao famoso zoológico de San Diego.
Leia sobre minha visita a Old Town e La Jolla.

 clique aqui para ver hotéis e preços na região de Old Town

A fachada do Cosmopolitan, em plena Old Town San Diego, tem ambientação estilo western

Hotel no Centro de San Diego
A arquitetura do centro de San Diego reflete sua personalidade: é tão culturalmente diverso quanto a cidade e edifícios altos e modernos contrastam com estilo barroco do final do século 19. O lugar mais charmoso do centro, na minha opinião é a área revitalizada nomeada Gaslamp Quarter. Esqueça o que você sabe sobre áreas centrais em grandes capitais: esta região, sobretudo o Gaslamp, tem muitas opções de bares e restaurantes e a vida é bem tranquila, mesmo no centro. Eu fiquei hospedada lá e sendo de São Paulo me divertia olhando o “trânsito” da hora do rush! Fica um pouco longe do Balboa Park e Old Town, mas tem acesso fácil às highways e chega-se nesses pontos bem rapidinho. É possível caminhar até o waterfront, onde ficam atrações como o  Museu-porta-avições USS Midway, até o centro de Convenções ou ainda até o Sea Port, uma área fofa com lojas especializadas e restaurantes. Uma das desvantagens de ficar no centro é o alto custo dos estacionamentos. Evite deixar com o manobrista do hotel e economize não só na gorjeta, mas na tarifa também. O centro tem vários estacionamentos públicos (public parking) que podem ser usados por qualquer um, calculados por hora a preços variáveis de acordo com o horário, comercial ou não.

 clique aqui para ver hotéis e preços na região central de San Diego

 

Um dos prédios históricos no Gaslamp Quarter

Review do hotel onde nos hospedamos
Escolhi o centro porque tem fácil acesso a outras regiões e porque me apaixonei pelo edifício histórico onde o hotel Courtyard by Marriott está instalado. Todo restaurado, manteve as características do antigo banco que ali funcionava e caprichou na decoração. OK, bancos não têm a mesma aura de uma residência de um nobre medieval e não são peculiares como uma tenda num safari na África, mas o prédio é lindo. Foi o primeiro hotel reservado para esta California trip, e depois baixei a bola, ficando em hotéis mais simples e econômicos. 

O check-in foi rápido e atencioso, assim como o check-out, mas foram os únicos contatos que tivemos com o pessoal. O quarto estava limpo e os lençois e travesseiros eram de boa qualidade. Apesar de estar na região central, não havia barulho de trânsito e o hotel era bem tranquilo, com turistas e pessoas viajando a negócios também.

A tarifa escolhida não incluía café da manhã e isso fez com que ‘perdêssemos’ muito tempo indo a um restaurante, escolhendo, comendo, pagando. Tá, pode falar que eu sou louca, que estava de férias, que devia aproveitar tudo com calma. Eu sei, mas eu tinha taaaanto pra fazer em San Diego (e olhe que era nossa segunda vez por lá)… Então nos dias seguintes acabamos comprando alimentos no Starbucks e comendo no quarto ou fazendo picnic (gente, odeio o aportuguesamento desta palavra, vai em Inglês, mesmo).

O saguão do Courtyard by Marriot

Você deve ter notado que os links deste post são para o site do Booking.com e esclareço que é o site que uso para minhas reservas, então indico porque confio. Além disso, se você reservar através desses links ou clicando no logo do Booking no meu blog, não gastará nada a mais e ainda contribuirá para a manutenção do blog, pis recebo uma pequena comissão. É uma maneira simpática de agradecer pelas dicas que compartilho com todo carinho.

 E você, já esteve em San Diego? Onde se hospedou? Conte aí nos comentários!

O skyline d eSan Diego, com a ponte Coronado em primeiro plano. Foto: John Bahu divulgação
Anúncios