Vancouver e Vitória: Oeste do Canadá

Este post se divide em duas partes: Vancouver e Vancouver Island, ambos na Costa Oeste Canadense.

VANCOUVER

O skyline de Vancouver. Foto de ovationdmc.com
O skyline de Vancouver

Isso foi lá em 1997. A Internet estava engatinhando, assim como minha vida de viajante, mas já viajava “desempacotada”. E como não havia Internet, uma agência de viagens se encarregou de fazer as reservas aéreas, de hotéis e de locação de carro. Se você tem menos de 40 anos, experimente organizar uma viagem desconectado – e sem dicas de amigos. As únicas referências de que eu dispunha eram revistas de viagem. E foram suficientes para que eu me interessasse por conhecer uma parte desse lindo país: Costa Oeste, os parques nacionais Banff e Jasper e as cidades principais da costa Leste.

Vancouver foi nossa porta de entrada para o Canadá e embora não soubéssemos quase nada sobre a cidade, nós a deixamos apaixonados. A simpática cidade fica no Oeste Canadense, na província Colúmbia Britânica. As placas dos carros trazem a justa inscrição: Beautiful British Columbia. Ah, saiba que muitos seriados e filmes americanos são rodados em Vancouver pelo baixo custo. Talvez você reconheça Vancouver em alguns deles.

Nosso vôo tinha uma conexão de duas horas em NY, o que foi bem legal, pois sobrevoamos Manhattan e ganhamos uma vista inesquecível…

Chegamos ao belo aeroporto de Vancouver cansados (faça as contas: 10 horas do primeiro voo + 2 horas conexão + 6 horas do segundo vôo) e amassados (o voo estava tão vazio que conseguimos deitar nos assentos vizinhos) e uma de nossas malas não havia chegado. Tomei minha primeira lição de como os canadenses se orgulham de sua honestidade: reclamei do fato de não ter ninguém conferindo as malas no desembarque (algo que acontecia no aeroporto de SP naquela época). Calmamente e com ar superior o funcionário me disse: “Aqui no Canadá não precisamos conferir as malas.”  Peguei minha cara do chão e quando estava passando a descrição da mala e o endereço do hotel ao funcionário da companhia aérea, a mala apareceu, para nosso alívio!

Roteiro

Dia 1: Carro retirado, como sempre fizemos um passeio por bairros residenciais (como as pessoas comuns moram me interessa tanto quanto as atrações principais) e depois de fazer o check in caminhamos pelo entorno do  hotel, que ficava na Robson Street, a rua mais movimentada de Vancouver, conhecendo o Waterfront e o centro histórico.

Dia 2: visitamos o Stanley Park e o Capilano, o parque da famosa ponte suspensa sobre um canyon.

Dia 3: fizemos o bate-e-volta até Vitória, na Ilha de Vancouver.

Dia 4: deixamos Vancouver e seguimos rumo às Rochosas.

Localização

Vancouver como chegar

Como Chegar
Não há voos diretos a partir do Brasil, então é preciso fazer conexão em Toronto ou nos Estados Unidos, através de companhias como American ou Delta. Saiba que nesse caso será preciso ter o visto norte-americano ou um visto de trânsito.  A Air Canada também tem escalas, em Toronto ou Calgary.

Como circular
Alugar um automóvel é a melhor alternativa caso você estique até Victoria ou às Rochosas. Caso contrário, utilize-se do Skytrain, o nome dado ao metrô, que possui três linhas.

Transporte público em Vancouver
Transporte público em Vancouver

Hospedagem
Ficar na região do Waterfront e Robson Street te dará maior mobilidade e proximidade às atrações turísticas.

Fuso horário:
Cinco horas a menos que Brasília. Quando entra o horário de verão, a diferença cai.

Visto: sim, é preciso visto para entrar no Canadá. Não é nada tão burocrático como o Americano, claro. Leia aqui a respeito.

Língua
O Inglês é predominante nesta parte do Canadá.

Dinheiro
Dólar canadense

Temperatura
Notícia boa: Vancouver não é tão fria como suas compatriotas do Leste!

Vancouver clima

O que Fazer

Antes que você critique as fotos, elas foram feitas em câmera analógica: máximo de 36 fotos por filme, uma só opção de ISO, fotos reveladas só depois da viagem e ainda por cima, foram escaneadas para serem postadas aqui.

  • Gastown. É o centro histórico, pequenino, pois muitos edifícios acabaram em cinzas no século XIX. Destaque para a esquina das ruas Cambie and Water, onde ficam o relógio a vapor de Gastown e a estátua do fundador, Gassy Jack, que em 1867 estabeleceu morada com sua esposa nativa, um cão e um barril de whisky. Que cara de Oeste americano!

    O relógio a vapor, que apita a cada 15 min, no centro histórico de Vancouver
    O relógio a vapor, que apita a cada 15 min, no centro histórico de Vancouver
  • Stanley Park. É o Ibirapuera deles. Ou o Hyde Park. Ou o Central Park. Ou o Vondelpark. Seja qual for sua experiência, é um passeio obrigatório para quem visita Vancouver. Tem um aquário, campos de futebol, tênis, piscinas, praias, restaurantes. Um grande prazer! Além disso, foi apontado pelo site TripAdvisor como o parque mais lindo do mundo.
Os belos canteiros do Stanley Park
Os belos canteiros do Stanley Park
img127
Totens no Stanley Park
img126
Vista de Vancouver a partir do Stanley Park. Canada Place à esquerda
  • Canada Place. O edifício é lindo e tem uma arquitetura peculiar: o teto remete a velas, o calçadão te leva a se sentir no deck de um navio. Tem escritórios, cinema ao ar livre (no verão) e é terminal para os navios de cruzeiro, além de símbolo do skyline de Vancouver.

img121img122 - Cópia

  • Robson Street. Se você gosta de compras, este é o lugar. As marcas mais famosas estão nesta região.
  •  Capilano Park. É um parque privado, ou seja,  é preciso pagar ingresso (36 dólares canadenses). Mas não deixe de ir para caminhar sobre a atração mais antiga de Vancouver, a ponte suspensa. Construída em 1889, tem 137 metros e fica a 70 metros de altura do canyon de águas gélidas… e balança pra caramba! Eu adorei a experiência!
img132
O início da ponte – e quase não se vê o fim!
img133
Abaixo, corre o rio

img134

Arvorismo é levado a outro nível no Capilano Park!

Arvorismo no Capilano Park
Arvorismo no Capilano Park
Não tive coragem de fotografar o índio que fazia um toten, então tenho esta de consolação...
Não tive coragem de fotografar o índio que fazia um toten, então tenho esta de consolação…

Para mais informações sobre o parque, clique aqui.

  • Museu de Antropologia. Infelizmente não fomos, mas se você quiser conhecer a história dos povos nativos da Columbia Britânica, não deixe de ir. Clique aqui para detalhes.  Eu me apaixonei pelos totens e esculturas de madeira. Só o edifício já valeria a visita, se você aprecia arquitetura, como eu.
O lindo Museu de Antropologia de Vancouver
O lindo Museu de Antropologia de Vancouver
  • Whistler Mountain. Não fomos até este resort de ski a 2 horas de Vancouver pois tínhamos no roteiro ir até Banff e Jasper. Informações aqui.
  • Grouse Mountain Gondola (Skyride). Bondinho que leva ao topo da montanha, onde também são praticados esportes de verão e inverno.
  • Vancouver Art Gallery, com destaque para as obras de Emily Carr.

VANCOUVER ISLAND

A Ilha de Vancouver se estende ao longo do litoral sul da Colúmbia Britânica, mas sua capital fica no extremo sul da ilha, mais perto dos Estados Unidos do que do Canadá (veja mapa abaixo).

  • Vitória. É onde fica a capital da Colúmbia Britânica. Estava em nosso roteiro por causa dos Butchart Gardens (não confunda com o parque da Flórida!), sobre o qual falo mais abaixo. img135
    Para chegar à Ilha, fomos de carro até o Tsawwassen Terminal, ponto de partida do ferry boat, que leva 90 minutos para atravessar o estreito Juan de Fuca (que nome!). Os carros vão no subsolo e na parte superior há várias cadeiras, cafés, etc. No deck, pouca gente, pois o nevoeiro estava espesso e passei um frio danado só para fotografar!  Se você for em alta temporada, faça reserva, pois o fluxo é bem grade, não só de turistas, mas de trabalhadores.

    As linhas de ferry até a Ilha
    As linhas de ferry até a Ilha

    Quando chegamos, o sol abriu e dirigimos por uma estrada   entre florestas lindas de carvalho (foi nessa ilha que aprendi que existe floresta tropical em pleno Canadá), até chegar à região onde ficam os prédios administrativos e uma linda marina, o Inner Harbour.

O Parlamento. Vitória é a capital da Colúmbia Britânica
O Parlamento. Vitória é a capital da Colúmbia Britânica
Empress Hotel, em Inner Harbour, Vitória
O Empress Hotel, em Inner Harbour
Inner Harbour
Inner Harbour

A ilha tem um pedacinho da Inglaterra, com direito a esculturas da rainha Vitória, gaita de fole, catedrais de pedra e chá das 5.

  • Butchart Gardens. Sim, eu adoro florestas e jardins e procuro incluí-los em minhas viagens, mesmo que precise de uma esticadinha, como foi esta e como foi nos Jardins de Monet na França e como será um dia nos campos de tulipa de Amsterdã. E nunca me arrependi. Faça uma viagem até lá, nem que seja virtual! clique aqui para começar a sonhar. img140 img139 img138

Ah, gente, foto escaneada fica terrível! Roubei uma da Internet só para vocês verem que coisa linda são os jardins.

Um dos jardins do Butchart Gardens
Um dos jardins do Butchart Gardens

Além dos jardins, das florestas de carvalho, da observação de baleias, do pedacinho inglês, a Ilha é um paraíso para quem curte esportes como canoagem, trekking e pesca e pode ser considerada como destino principal.
Talvez valha a pena pernoitar em Vitória para aproveitar melhor o que a Ilha tem a oferecer, mesmo se não for para praticar esportes. E se você tem visto Americano, Seattle é ali pertinho!
Para mais informações sobre a Colúmbia Britânica, clique aqui.

A Gray Line oferece excursões com saídas de Vancouver para a Ilha e você pode comprar pela Internet. Clique aqui.

Post Relacionado (clique sobre o título): Icefields Parkway: “A” estrada nas Rochosas Canadenses

Anúncios

Vamos trocar figurinhas! Deixe seu comentário ou dúvida:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s