Bariloche

GUIA DE BARILOCHE

Passeios em Bariloche
Puerto Blest, aonde se chega de barco, apenas

Bariloche é San Carlos de Bariloche, cidade patagônica que cresceu à beira do Lago Nahuel Huapi e vizinha de outros lagos Andinos e da Cordilheira com picos altos e vulcões.

Escrevi um guia com dicas de remisse, aluguel de carro, preçs de passeios, enfim, várias informações para te ajudar a planejar sua viagem para lá. É só clicar aqui e ler. 

ROTEIRO DE 15 DIAS EM BARILOCHE E REGIÃO

Cedntro Cívico Bariloche
Centro Cívico e o Lago Nahuel Huapi

Pois bem, segue o meu roteiro de 15 dias em Bariloche. Não, não foi muito tempo. Há anos não fazíamos uma slow travel, pra falar a verdade, acho que nunca tínhamos feito. Bariloche é perfeita para repor as energias: o sol surge depois das 9h, chove bastante e o frio te convida a ficar em frente à lareira olhando a neve lá fora. OK, isso só aconteceu porque eu tinha 15 dias, senão teria sido uma corrida contra o calendário, como sempre é. E nem falei da boa carne e do vinho mais acessível do que cerveja. E não há barreira de língua: a gente entende o espanhol e eles entendem nosso português, olha que coisa boa… Continue lendo

IMPRESSÕES DE BARILOCHE

Bariloche dicas

Lago Nahuel Huapi ao amanhecer, às 9h. Sem filtro.

Sabe aquele amigo da sua amiga, de quem você só ouve coisas legais, mas desdenha porque acha que ele está sendo supervalorizado? Aí um dia você diz “oh, what the hell, I’ll give it a shot!” e aceita o encontro arranjado pela amiga em comum? Conhecer Bariloche foi assim, comigo. Eu achava que ia ser só um rosto bonitinho, mas gostei de tantos aspectos dessa viagem que a região entrou na minha lista de lugares para voltar – se possível na Outono e no Verão, pois a paisagem, os turistas e as atividades se modificam com as estações. Ou no inverno, pois gostei e muito!  Continue lendo

 

CERRO CATEDRAL: UM TEMPLO PARA BRINCAR EM BARILOCHE

lifts em Cerro Catedral

Eu sinceramente espero que você que planeja ver neve pela primeira vez ou pisar no gelo acumulado por alguma nevasca passada esteja tão feliz consigo mesmo/a que não tenha vergonha de brincar como criança: faça guerra de bola de neve, role bolas morro abaixo na esperança de vê-las crescendo como nos desenhos da sua infância, prove a neve que cai fresca do céu, faça boneco de neve com nariz-cenoura ou não, faça anjinho, role morro abaixo, esquibunde. Se souber, pode até esquiar e praticar snowboard… Continue lendo

 

CERRO TRONADOR: LAGOS, GELEIRAS E VULCÃO

Cerro Tronador passeio

Nosso fiel escudeiro, o motorista do remisse Jose, nos deixou em frente ao Centro Cívico, para que eu pudesse fotografar o nascer do dia. Como valeu a pena ficar no frio daquela manhã de fim de junho observando as cores do céu em tons pouco comuns, pelo menos para quem como eu mora em SP. Apesar disso, o dia se revelou cinzento e frio e o passeio ao Parque Nacional Nahuel Huapi para ver a geleira negra do Cerro Tronador não rendeu fotos tão lindas como poderia, então não desanime de fazer o passeio tendo por base as fotos. E escolha um dia de sol, se possível. Ele trará mais cor a tudo. Continue lendo

PASSEIOS EM BARILOCHE E CHECK LIST

Turisur passeios Bariloche

Neste post compartilhei eu check list e nele você encontra:

  • lista dos passeios em Bariloche e região
  • pesquisa de preços e lojas no Brasil de roupas e acessórios para neve
  • check list (checkin de voo, confirmação de hotel, de seguro viagem, cópias de documentos, etc).  Clique aqui para ler o post completo.

 

CRUCE ANDINO: CRUZANDO OS ANDES DE BARCO E ÔNIBUS

Cruce Andino
O vulcão Osnoro visto do último barco, já no Chile

Não se trata de um cruzeiro, o percurso completo requer tomar três ônibus (4, se contar o que leva ao ponto de partida, em Puerto Pañuelo) e três barcos para vencer a parte terrestre entre vales e montanhas. Veículos ou embarcações particulares não estão autorizados neste caminho, pois não há estrutura de estradas ou ferryboats, então a estrada de mão única é só para seu grupo, assim como a navegação em alguns dos lagos. Além de ser um caminho com paisagens deslumbrantes, é também histórico, porque era o único usado para se comercializar artigos do Pacífico e produtos patagônicos antes da construção da Ruta 40, uma espécie de Route 66, que cruza a Argentina. Continue lendo

ISLA VICTORIA E BOSQUE DE ARRAYANES: NATUREZA E HISTORIA EM BARILOCHE 

Isla Victoria e Bosque Arrayanes

Quem me ofereceu o passeio para que eu pudesse conhecer e contar aqui para você foi a Turisur, empresa que faz navegações no Nahuel Huapi desde 1958. Visite o site deles e veja fotos PB da época em que o Modesta Victoria chegou a Bariloche. Modesta quem? Modesta Victoria é o nome do barco que nos levou a este passeio e, na minha modesta e entusiasmada opinião, só navegar nele já valeria! Ele é um barco charmosão e autêntico. Foi construído – adivinhe! – na Holanda e veio desmontado, transportado em navio e trem até Bariloche onde foi reconstruído e inaugurado em novembro de 1938. Diferente das outras embarcações, além do espaço panorâmico reservado aos passageiros, há salas menores e mais aconchegantes e intimistas, além de uma cafeteria e sanitários a bordo. A sala das escotilhas é muito legal, pois elas ficam quase na superfície do lago e podem-se ver as ondas desse nível. Há algumas fotos e objetos antigos decorando o barco, então não deixe de explorar todos os espaços. Vale até pular degraus das escadas apoiando-se nos corrimãos, tal qual vemos os marinheiros fazer nos filmes! 😄  Continue lendo..

 

PUERTO BLEST, LAGO FRIAS E LOS CANTAROS: O MELHOR PASSEIO DE BARILOCHE

De volta a Puerto Blest

A manjada foto da gaivota pegando biscoitos das mãos de turistas que se equilibram num barco com uma vista de tirar o fôlego talvez seja a imagem mais recorrente quando se fala em navegar o Nahuel Huapi, o onipresente lago da cidade de Bariloche. E estava eu, buscando informações do que fazer entre 25 de junho e 10 de julho, quando soube que além do histórico Cruce Andino havia outros dois passeios lacustres, todos partindo do cinematográfico Puerto Pañuelo… Continue lendo

 

ROUPAS PARA NEVE OU TEMPERATURAS NEGATIVAS

Tudo sobre fazer mala para inverno rígido: camadas, roupas térmicas, luvas e gorros especiais – e como fazer tudo caber em uma mala. Ah, e tem dicas de onde comprar roupas e calçados especiais para neve -aqui no Brasil. Leia clicando aqui.

 

Anúncios