Salzburgo: o que Fazer e Roteiro de 2 Dias

Deixo aqui sugestões de o que fazer em Salzburgo e roteiro de 2 dias, embora um dia seja suficiente para conhecer o melhor da cidade. Se você estiver viajando pelo Sul da Alemanha ou mesmo pela Áustria, não deixe de incluir Salzburgo no roteiro, cujo centro é tombado pelo Patrimônio Mundial da Unesco e emoldurado pelos Alpes.

Salzburgo-que-fazer
foto divulgação Salzburg Tourismus

A primeira dica é: evite bate-volta a partir de Viena. Primeiramente porque as duas cidades austríacas estão a 300 km de distância, e você teria o tempo muito reduzido para conhecer Salzburgo. Ela não merece esta pouca atenção. Em segundo lugar, a cidade fica linda à noite, o centro histórico se transforma, as colinas rochosas e verticais ganham destaque com a iluminação projetada sobre seu relevo.

Chegamos a Salzburgo debaixo de chuva, dirigindo a partir de Garmisch-Partenkirchen, na Alemanha. Os dias anteriores tinham sido perfeitos: sol, céu azul, temperaturas amenas… Não se pode ter tudo, mas aindo posso lamentar porque certamente teria curtido muito mais Salzburgo não fosse a chuva, mas não se preocupe, deixei aqui sugestões de lugares aonde não fomos e espero que você tenha uma Salzburgo mais seca. Influenciada pela série How I met your Mother (assistiu? Assista! É uma espécie de Friends, adorei), comprei um guarda-chuva amarelo discretíssimo ahaha para nos acompanhar em nossa exploração de Salzburgo.

rotiero-Salzburgo-austria

Roteiro e o que Fazer em Salzburgo

Comece seu roteiro pela Mozartplatz, no centro histórico, assim você compra ou retira seu Salzburg Card comprado antecipadamente (leia mais abaixo). No centro da praça você encontra uma estátua do morador mais ilustre de Salzburg:
Wolfgang Amadeus Mozart. Você vai ouvir muito sobre ele em Salzburgo…

Numa época em que não havia Google Earth nem smartphones, um tipo de arte se destacava: as pinturas em panorama de 360 graus. Não visitamos o museu Museu de Salzburgo, mas bem que fiquei curiosa para ver a imagem de 26 metros de circunferência feita por Hubert Sattler de uma Salburgo de 1829. A entrada é de €4,50 mas é gratuita a quem tem o Salzburg Card.

Residenzplatz

A passos da Mozartplatz, o primeiro elemento arquitetônico que você notará na Residenzplatz é a fonte desenhada por Tommaso di Garona, em meados do século 17, a maior fonte barroca da Europa Central. A praça leva este nome por causa dos palácios residenciais da época dos príncipes-bispos. Algumas de suas salas são abertas para visitação onde estão expostas pinturas, cerâmicas e afrescos.

Salburgo-o-que-fazer

Alguns passos depois e surge a Domplatz, a praça em frente à catedral de Salzburgo e onde, no verão, é encenada anualmente a peça Jedermann. Não deixe e entrar na catedral, eu achei seu interior extremamente bonito, muito diferente dos dourados a que estamos acostumados, o gesso branco com cinza escuro é de uma beleza única. A entrada é gratuita e adivinha quem foi batizado nela? Mozart, claro.

  • Salzburgo o que fazer
  • Salzburgo quantos dias

Kapitelplatz

Atrás da catedral fica a praça que é tomada por barracas vendendo artesanato e comidinhas (eu comprei um ‘pequeno’ pretzel) e tem uma escultura bem diferente: uma esfera dourada sobre a qual encontra-se um homem observando ao longe, que faz parte de um conjunto de 12 obras contemporâneas espalhadas pela cidade.

Todo este conjunto e amontoado de igrejas em pouco espaço – eu não falei de todas, mas são tantas que Salzburgo foi considerada uma pequena Roma, não só pelo perfil cheio de cúpulas de igrejas, mas pelo poder que os arcebispos tinham, cuja equivalência só era vista em Roma, mesmo.

Cemitério de S. Pedro e catacumbas

Antes de pegar o teleférico para a Fortaleza, visite o cemitério que é um dos mais antigos do mundo. Você pode também visitar as catacumbas, grutas escavadas na montanha Monchsberg no cristianismo primitivo

  • salzburgo austria
  • salzburgo cemiterio
  • salzburgo roteiro

Fortaleza de Salzburgo

Se voce só tiver tempo para um ponto turístico em Salzburgo, este é o lugar, pois é uma atração no mínimo 3 em 1: a subida pelo teleférico, os museus com sede na fortaleza, a vista da cidade a partir de vários pontos. O ingresso custa € 12 (grátis para quem apresenta o Salzburg Card) e inclui o funicular e todos os museus da Fortaleza.

Leia o post Fortaleza de Salzburgo: a melhor vis(i)ta da cidade.

roteiro-salzburgo-austria
Salzburgo vista a partir da fortaleza

Ruas de pedestres do centro histórico

As ruas do centro são muitas vezes unidas por galerias (ótimo em dias de chuva ou neve) e são muito fofas! Restaurantes, lojas, todas têm vitrines caprichadas e plaquinhas de metal, inclusive o McDonalds, que ganha status phyno! O Sul da Alemanha, o Sudeste da França e esta região da Áustria têm isso em comum: estas placas anunciavam o tipo de profissão da casa. Em Amsterdam e Bruges, também vi algo parecido.

É no número 9 da rua Geitredegasse que fica um dos museus de Mozart, a casa onde ele nasceu. Ao final dela, no lado oposto ao rio, se vê a torre de uma igreja. Vire à esquerda e chegue até a praça Herbert von Karajan (Marstallschewemme), onde fica o histórico tanque dos cavalos dos bispos-príncipes e os afrescos na mesma época, lugar muito visitado por ter aparecido em cena do filme A Noviça Rebelde.

Salzburgo-oomo chegar

Entre esta praça e a igreja fica o Spielzeug, o Museu do Brinquedo. A entrada custa €5 (€ 2 para crianças de 4 a 15 anos) e é gratuita para quem tem o Salzburg Card. O Museu de Arte Moderna também fica por ali, mas no alto da montanha, então é preciso pegar o Monchsberglift. Custa € 8 ou grátis para portadores do Salzburg Card.

Se preferir, compre uma excursão para conhecer Salzburgo a bordo de ônibus com guia turístico (inglês e alemão) e ainda visitar a Fortaleza de Salzburgo, com o Salzburg Card 14 horas.

Ponte dos Cadeados (Makartsteg)

A ponte conhecida como Makartsteg é apenas para circulação de pedestres e tem vista linda, rendendo boas fotos. Pena que eu não estava com minha câmera e meu smartphone não entregue o mesmo resultado.

salzburgo-onde-ficar

Palácio Mirabell

Caminhando apenas 2 quarteirões depois de cruzar a ponte dos cadeados, você chegará aos jardins do palácio Mirabell. Residência da amante e filhos do príncipe-bispo Wolf Dietrich Raitenaus, o Mirabell e seus jardins datam do século 17. Ele é muito conhecido por ter sido usado como locação para o filme A Noviça Rebede (The sound of Music), na cena Do-Re-Mi.

salzburgo-que-fazer
salzburgo-roteiro-2-dias

Mas sabe qual a lembrança mais legal que tenho do Mirabell? Usamos seus jardins como passagem para voltar ao nosso hotel, entrando pelo portão sul, mas quando chegamos ao portão norte, ele já estava fechado. Foi então que fiz algo que não fazia há umas 3 décadas: pulei o muro! Mas como sou chique, não é um muro qualquer, foi o muro do gabinete do prefeito de Salzburgo.

salzburgo-itinerario

Palácio Hellbrunn

Se você tiver tempo, visite o Hellbrunn, um parque a 8 km do centro de Salzburgo construído em 1612 pelo mestre de obras da Catedral, talvez seja o primeiro day-use de que se tem notícia: o palácio era usado apenas durante os dias de verão, e não possui quartos. Uma das atrações mais procuradas é o tour pelos chafarizes-pegadinha, óitmos para um dia quente de verão. Abre de abril a outubro. Os ingressos custam € 12,50 e incluem acesso ao palácio, jardins e Museu Folclórico, todos com guia de áudio.

Sobre Salzburgo

Salzburgo é a quarta maior cidade da Áustria, com apenas 150 mil habitantes. Seu nome significa castelo de sal, representante de uma época em que o sal, tão valioso quanto é o petróleo hoje, era escoado pelo rio Salzach, que divide a cidade em dois tempos: o barroco centro histórico e a região mais moderna, onde fica a estação central de trem, o palácio Mirabell e um grande número de lojas e restaurantes.

salzburg-fortaleza

Salzburg Card

Como muitas cidades turísticas, Salzburgo também tem seu cartão de atrações e transporte. Testei e aprovei o uso do Salzburg Card, que além de entrada gratuita a todas as atrações de Salzburgo e acesso ao trasporte público, facilita a vida de quem não tem tempo a perder, evitando filas e compras de bilhetes, manipulação de dinheiro, etc. Você pode comprar para o período de 24, 48 ou 72 horas. Valores começam em €25.

Onde Ficar em Salzburgo

Nós ficamos no lado ‘moderno’ da cidade, e escolhi o Imlauer Hotel Pitter porque tem um bar no terraço com vista para a Fortaleza de Salzburgo. Pena que na única noite que ficamos estava chovendo e um frio danado! Fica a três quadras do Mirabell e a 900 metros da estação de trem central.

No centro histórico, há vários hotéis com notas altas dadas pelos hóspedes -muitos deles brasileiros, como o Hotel Elephant e o Radisson Blu Hotel Altstadt

Confira outras opções de hotéis, hostels e apartamentos no Booking.com. Deixei o link para o mapinha, assim você escolhe a região que quer ficar.

Que tal assistir a uma apresentação de músia erudita no Radisson Blu Hotel Altstadt?

Quantos Dias Ficar em Salzburgo

Como eu disse, evite bate-voltas e, se possível, reserve ao menos uma noite em Salzburgo para visitar os pricipais pontos. Inclua mais 1 dia se quiser faer a lista toda deste post e outro dia para cada bate-volta que fizer.

Leia Bate-voltas e lugares próximos a Salzburgo

Melhor época para visitar Salzburgo

As cidades próximas aos Alpes têm temperaturas amenas (=suportáveis para nós brazucas) entre os meses de abril e outubro. Conhecemos Salzburgo no início de outubro, um casaquinho ou jaqueta deu conta do frio pela manhã e à noite, mas no alto das montanhas é preciso um corta-vento, touca e luvas. No inverno, Salzburgo também tem os tradicionais mercados de natal. Em Julho acontece o festival de Salzburgo, quando a população quase dobra, refletindo nos preços.

Como Chegar a Salzburgo

Como eu disse, cruzamos a fronteira entre Alemanha e Áustria e para isso precisamos comprar o vignette, um adesivo que deve ser colado no parabrisa do carro. O que tem validade de 10 dias custa em torno de 9 euros. Compramos num posto de gasolina perto da fronteira, mas hoje já se vendem eletrônicos.

fronteira-Alemanha-austria
pertinho da fronteira Alemanha-Áustria

É muito comum incluir Salzburgo numa viagem a Viena ou Munique, principalmente quem viaja de trem. Se você sai de Munique, o Bayern Ticket é aceito par air a Salzburgo. A estação central de Salzburgo é moderna e tem elevadores e escadas rolantes, algo que falta em muitas capitais européias.

O aeroporto Salzburg W. A. Mozart (claro!) fica a apenas 8 km do centro histórico e de lá você pode pegar um taxi. Lembre-se de que na Europa os taxistas cobram uma taxa a cada mala carregada no carro, que pode variar de € 3 a € 5.

Espero que eu tenha te convencido a ficar mais do que algumas horas em Salzburgo. Se tiver alguma dúvida para montar seu roteiro de 1 ou 2 dias em Salzburgo, deixe um comentário que terei prazer em ajudar.

Assine a nossa Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba dicas imperdíveis de viagem!

COMENTÁRIOS

  1. Tem razão.
    Bate e voltta é corrido demais!!!!
    Nao deu nem tempo de provar a torta sacher!
    Deixamos para o fim do passeio, mas, tinha o horário do trem de volta…
    Da proxima vez, sigo seu conselho, e faço base em Salzburgo…..
    Muito obrigada!!!!!

  2. Cidade mais linda e cheia de atrações. Também curti muito o Salzburg Card. Com ele, visitei atrações que talvez não visitaria se fosse pagar atração por atração. Me surpreendi! Parabéns pelo roteiro.

    • A gente acaba aproveitando muito com os city cards. A gente só foi até Untersberg, a montanha mais alta, porque o cable car estava incluso!

  3. Salzburgo é muito lindinha! Queria muito ter ficado uma noite lá, fiz o bate e volta e foi corrido mesmo. Adorei suas dicas :*

  4. Adorei conhecer um pouco de Salzburgo pelo seu post, uma pena que esse ano não dê para incluir a Áustria no roteiro, quem sabe ano que vem. Beijos!

  5. Gente, que lugar lindo! Nunca fui a Áustria. Morro de vontade. Adorei a referência de How I met your Mother. Eu adoro essa série! Aliás, o guarda-chuva amarelo é super fotogênico. 😉 A foto noturna ficou belíssima da cidade. Já anotei a dica que não é legal um bate-volta, mas ficar pelo menos uma noite.

  6. Márcia, acredita que fui a Áustria e não fui a Salzburgo? Me arrependo até hoje! =/
    Ahh, seu post ficou ótimo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui