Castelos da Alemanha: Lichtenstein

A porta levadiça, a posição sobre o rochedo tendo um vale a seus pés, as janelinhas na torre redonda e outros elementos arquitetônicos do castelo Lichtenstein convencem muita gente a visitar este castelo da Alemanha, e estivemos lá num dia lindo de outubro e contamos tudo pra você, agora.

Liechtenstein

Uma das propostas do Mulher Casada Viaja é inspirar as pessoas a viajar ao apresentar os lugares por onde tive o privilégio de conhecer e ajudá-las a planejar suas viagens, trazendo o maior número de informações possível. Mas às vezes – foram poucas, mas elas existiram – eu tenho que dizer que um lugar não é tudo o que se pode esperar de um destino turístico e posso dizer isso do Castelo Lichtenstein.

Você pode dizer: ‘mas como? esta foto é de um lugar maravilhoso, típico de uma historia de reis, princesas e cavaleiros.’ Verdade, o exterior do castelo é realmente uma jóia, mas, para começar, ele não é um autêntico castelo medieval, e isso me lembra vagamente algo meio Las Vegas ou Disney, sem tirar o crédito deles, claro, mas o que quero dizer é que o Lichtenstein foi inspirado num romance do século 19, quando a Idade Média experimentava um revival nas artes germânicas, inclusive arquitetura gótica e, diferente de tantos outros castelos, carece de séculos de Historia, carece de alma, tira o prazer que temos de imaginar tramas políticas, encontros furtivos, batalhas, conquistas e derrotas.

Dito isto, não estou aqui para dizer que não vale a pena conhecê-lo se você estiver pelo Sul da Alemanha, apenas minhas expectativas eram bem altas e me frustrei ao visitar seu interior. Tampouco vou dizer para você não comprar o ingresso com o tour, acho que você pode gostar mais do que eu e todo mundo merece formar sua própria opinião.

Lichtenstein castelo ingresso
Panfleto que recebemos na bilheteria, com a ilustração dos jardins do castelo, e o ingresso

Onde Fica e como chegar ao Lichtenstein

Lichtenstein não fica no diminuto país Liechtenstein, como pode enganar o nome, mas em Baden-Württemberg, região no sudoeste da Alemanha.

Você pode visitá-lo a partir de Stuttgart, que está quase 60 km ao Norte. De carro é bem simples e prático e você pode aproveitar a proximidade e conhecer outro castelo no mesmo dia, o Hohenzollern, a apenas 40 km de distância.

o Castelo Hohenzollern

🚗Nós alugamos um carro no aeroporto de Munique, rodamos pela Rota Romântica, passamos a Oktoberfest em Stuttgart, conhecemos parte da Alsácia e só então chegamos a estes castelos, para depois voltar à parte sul da Rota Romântica, quando visitamos outros dois castelos, o Neuschwanstein e o Linderhof.

Se você também preferir alugar um carro, que trará maior liberdade de escolhas e comodidade, além de fazer render seu tempo, faça uma cotação com a Rentcars, a empresa de busca e reserva de carros que trabalha com as maiores locadoras de veículos, e oferece a vantagem de poder pagar em reais e parceladamente no cartão de crédito, nos livrando do IOF e da oscilação do câmbio. Com a parceria que temos com eles. o blog recebe uma pequena comissão – sem que você pague a mais por isso – e o dinheiro é usado para pagar as despesas de manutenção do blog.

🚝 A partir de Stuttgart, pegue o trem até Reutlingen (30 mim, cerca de €14 na segunda classe do trem regional , ida e volta)e de lá um ônibus. Infelizmente não tenho informações mais precisas, pois não foi a forma como cheguei.

Castelo lichtenstein onde é
escultura na entrada do jardim

Como é o tour no Lichtenstein

Na bilheteria, você escolhe o horário do tour e pode aguardar pelo jardim, uma ótima hora para fotografar o castelo de um mirante que permite a vista da foto de abertura deste post.

lichtenstein Alemanha

Uma cordinha fecha a entrada à ponte levadiça, mas eu não resisti e passei por debaixo e fiz algumas fotos ali.

castelos da Alemanha lichtenstein
Good girls go to Heaven. Bad girls pulam a cordinha pra tirar fotos

O tour de 30 minutos é guiado – e todo em alemão!!! No Palácio Linderhof também foi assim, mas pelo menos lá nos entregaram uma pasta com as explicações arquitetônicas e decorativas em português. No Lichtenstein me senti um ET, com todos os turistas compreendendo o guia, interagindo e rindo das piadinhas, enquanto a gente não tinha nem como adivinhar o que estavam falando, já que alemão, bem, você sabe como é a língua alemã pra quem nunca a estudou. Se você estiver em um grupo, pode agendar um tour em Inglês antecipadamente no site oficial do Lichtenstein.

lichtenstein bate-volta de Stuttgart

Nem todo o castelo é visitado, apenas algumas salas e não é permitido nenhum tipo de registro, seja foto ou filmagem. As salas são bem pequenas, e algumas têm pouco mobiliário. A que mais impressiona é a sala de jantar.

lichtenstein como é a visita

Ingressos para o Castelo de Lichtenstein e horários

Não havia filas e compramos os ingressos diretamente na bilheteria (€8). Eles vêm com horário marcado para o tour e você fica nos jardins à espera do seu. Aproveite para fazer várias fotos da parte externa, que é o grande trunfo do castelo.

bilheteria do lichtenstein
bilheteria, na entrada do castelo
  • de início de abril a final de outubro, funciona diariamente das 9h às 17h30
  • em dezembro e janeiro o castelo fica fechado à visitação
  • em fevereiro, março, novembro e dezembro, só abre nos finais de semana, das 10h às 16h
lichtenstein a partir de Stuttgart
Vista a partir do mirante

Estacionamento no Lichtenstein

O estacionamento é bem próximo à entrada e é gratuito e perto tem um playground para crianças e uma lanchonete.

lichtenstein castelo ingressos
lanchonete próxima ao estacionamento

Onde Ficar nas proximidades do Lichtenstein

As cidades próximas são bem pequenas e há poucas opções, mas se você quiser se hospedar por ali, é uma região muito bonita. O hotel mais próximo do Lichtenstein fica a apenas 7 km: Akzent Hotel Forellenhof Rössle (ainda bem que é só escrever, sem precisar pronunciar). Outra opção é o Restaurant & Landhotel Winter. Veja outas opções no site de busca e reserva de hotéis Booking.com.

E se você gostou das dicas sobre o Castelo Lichtenstein, faça sua reserva pelo link acima que, sem pagar nada a mais por isso, estará contribuindo com a manutenção do blog, pois recebemos uma pequena porcentagem. Danke schön!

Visite a página da Alemanha aqui no Mulher Casada Viaja para ler sobre outros destinos que visitamos no Sul do país e todos os castelos, também.

lichtenstein pin
Assine a nossa Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba dicas imperdíveis de viagem!

32 COMENTÁRIOS

  1. Márcia, parabéns pelo seu empenho em dividir conosco suas fantásticas experiências. Gosto muito da maneira como escreve e de sua sinceridade. Temos uma viagem programada para a Alemanha e estou aproveitando demais seus posts. Sobre o castelo de Lichtenstein , era exatamente esta a impressão que tinha. Acho que vou pular a visita interna. Mais uma vez obrigada!

    • Oi, Jane, obrigada pelo comentário, é sempre bom recebermos um retorno – melhor ainda se for positivo! Bom planejamento pra você e se precisar de alguma informação, me chama.

  2. Eu fico absolutamente frustrada quando um lugar muito desejado não atende às minhas expectativas. Uma pena sobre Lichtenstein porque ele me parece realmente espetacular. Já estive na Alemanha 2x mas ainda não o visitei, mas quando for, não esperarei tanto.

    • Ah, Ana, não desanime, não, só avisei porque o interior é muito decepcionante. Mas se você estiver por perto, vale visitar, sim, veja só os jardins.

  3. hahahahahahaha
    Confesso que fiquei perdida. Como assim Lichtenstein na Alemanha. Ainda bem que vc avisou!

    Eu tenho um problema sério com o exterior de muitos palàcios e castelos, pois eles normalmente me decepcionam. Até porque o exterior de muitos castelos não são originais e a recriação de um ambiente me incomoda. Mas eu diria que para mim a decepção é maior porque o exterior costuma ser grandioso e este é maravilhoso!

    • Então você ia gostar muito! O exterior ‘vende o peixe’, parece mesmo saído de um conto de fadas, assim como o Neuschwanstein, em Fussen.

  4. hehehe . Claro que eu tinha imaginado que o Castelo era em Lichenstein. Não fazia ideia que era na Alemanaha! Que pensa que não gostou…entendi seu ponto de vista. Mas as fotos ficaram bonitas. E a vista lá de cima é bacana 🙂

    • O mais engraçado é que tem outro, com grafia parecida, Liechtenstein, na Áustria. Mas no país Liechtenstein também tem um castelo. Confusão armada! Mas eu gostei do castelo, só avisei pra baixarem as expectativas quanto a seu interior.

  5. Cada castelo mais lindo do que o outro!
    Mesmo o exterior sendo muito mais bonito do que o interior, sempre acho que vale a pena visitar por dentro também. Afinal, já estamos lá, né?
    Gostei da sua sinceridade e o nome faz confusão mesmo.
    Parabéns pelo post!

  6. Boa noite!

    Estou querendo fazer a rota romântica da Baviera. Um grupo de no máximo 30 pessoas. Pensei em desembarcar em Frankfurt e descer porque vou a Áustria depois. E Budapest e Praga. Tenho 16 dias para tudo.

    Na Rota da Baviera pensei de Frankfurt – Wurzbur- Rothenburg – Augsburgo – Fussen.

    Você pode me ajudar? Tem alguma cidade mais nesta rota que seja beeeemmm legal. Meu grupo gosta mooooito de vinho e queijo.

    Se puder me ajudar, agradeço.

    Célia Junqueira.

    Cuiabá, MT, Brasil

    ________________________________

  7. Confesso que tenho um pouco de preguiça de tour guiado em castelos, acho que sou fácil de me frustar, ainda mais se o exterior for muito grandioso, mas o post tá super completo, quem quiser conhecer não terá dificuldade.

    • Espero que meu relato não tenha te desanimado, vá, sim, Camila, por fora é lindo e já vale a visita. E se você gosta tanto, vai curtir o interior, também.

  8. Eu gostaria muito de conhecer, ainda que você não tenha gostado tanto. Tomara que tenha a oportunidade de conhecê-lo. Mas aí já estarei em alerta pra não esperar muito. As vezes a gente espera uma coisa e a realidade é outra né!? Mas convenhamos, pelo menos por fora ele é muito lindo né!? 🙂

  9. Adorei o “Good girls go to Heaven. Bad girls pulam a cordinha pra tirar fotos”! E fiquei surpresa em saber que não tem pelo menos um áudio guide em inglês, eu também ficaria frustrada com um tour só em alemão, principalmente com criança. Bjs

  10. Lendo o seu relato e reparando bem nas fotos, realmente tem um ar bem artificial!
    Percebo o que diz com formar expetativas demasiado elevadas sobre os lugares, comigo a desilusão aconteceu com Praga. Desde aí tento não formar grandes expetativas e vou sempre de mente aberta.
    Acho muito importante estes relatos sinceros, e é como você diz cada um deve ir e formar a sua opinião.

  11. Confesso que o fato dele ser uma “réplica” arquitetônica de antigos castelos medievais não me deixaria em nada frustrada; minha imaginação afiada se encarregaria de me levar a um passado mais distante. Contudo, tour guiados que roubam meu tempo e meu espaço e ainda em alemão que não entendo patavina definitivamente me frustrariam e muito!!!

    • O problema é que eu já tinha visitado dias atrás e pela manhã castelos autênticos, então foi inevitável a comparação. Se me jogassem lá agorinha, com certeza seria diferente – mas com tour em inglês, ahaha

  12. Realmente alguns hotéis são mais bonitos por fora do que por dentro. Passei por essa experiencia no Castelo de Praga, mesmo assim valeu a pena entrar pra conhecer. A alta expectativa é sempre um grande problema. rs

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui