Como é um Cruzeiro no Brasil

como é um cruzeiro
Nasce um dia lindo no RJ

Novas experiências trazem novas dúvidas e quando fiz meu primeiro cruzeiro, me perguntei como é um cruzeiro no Brasil. No post Cruzeiro, eu? OK, vamos nessa! falei sobre onde comprar, as diferentes tarifas e cabines, entre outros assuntos, e neste post compartilho informações colhidas depois de 7 noites a bordo do MSC Precioza, que partiu de Santos e fez paradas no Rio, Salvador, Ilhéus e Búzios. Saiba como é o embarque de um cruzeiro, como são as atividades a bordo de um cruzeiro, como são as cabines de um navio, que língua é falada a bordo?, sobre gorjetas e outros.

o gigante Precioza no porto de Salvador

Como são os embarques e desembarques num navio de cruzeiro

Embarque no porto inicial, em Santos

Local do porto de Santos onde deixamos as malas: identificação do navio à direita

A dica é chegar ao porto bem cedo, muito mais cedo do que num aeroporto não porque seja mais demorado, mas porque é permitido entrar com certa antecedência. Chegamos 5 horas antes da partida e pegamos uma fila onde deixamos as malas (já etiquetadas em casa, que recebemos por e-mail e imprimimos), apresentamos o voucher da compra e recebemos documentação para ser apresentada no balcão do check in.

etiqueta que imprimimos em casa e fixamos à mala

Seguimos então para o saguão, que é dividido por salas de embarque categorizadas por cores. Há banheiros e algumas lanchonetes. Depois de fazer o check in, fila para passar pelo Raio-X. Como nosso navio estava um pouco distante do terminal, entramos num ônibus para chegar a ele, mas havia um da Costa prestes a sair bem pertinho do terminal cujos passageiros não precisaram.

Saguão central do Porto de Santos

Na entrada do navio, você é fotografado, registro que servirá para conferir que você é você nos próximos embarques. Estando no navio, informe-se se as cabines já estão liberadas ou comece a desfrutar dos espaços de lazer. Suas malas chegarão pouco depois, então é uma boa levar uma muda de roupa numa mala de mão caso já queira aproveitar as piscinas. As cabines ficam destrancadas e quando chegamos na nossa só minha mala já estava lá, mas os cartões de bordo e a programação do dia estavam sobre a cama, então fomos vincular o cartão de crédito aos cartões de bordo. Falo sobre isso mais adiante. 

Embarque e desembarque nos portos de parada

A cada desembarque você apresentará seu cartão de bordo e terá registrada sua saída. No retorno ao navio, você e suas coisas passarão pelo Raio-X, tendo sua identidade confirmada pela foto tirada no dia do embarque inicial. Se preferir, pode permanecer no navio.

Nos portos do Rio e Salvador, além de banheiros e lanchonetes há várias lojas. Em Ilhéus, o Porto não tem galpão ou sala de embarque, é apenas um pier e são instalados toldos para nos proteger do sol intenso.  Em Búzios não há porto e precisamos tomar uma lancha até a praia, o que demora bastante. Como todo mundo quer descer do navio e aproveitar o lindo trecho do litoral fluminense, são distribuídas senhas, então neste diz acorde cedo para pegar a sua antes do café da manhã. Infelizmente não houve a mesma organização para o reembarque, e sem distribuição de senhas formamos filas por nossa conta e algumas pessoas furaram fila. 

Búzios em cruzeiro
A lancha no reembarque em Búzios

Leia mais detalhes sobre cada embarque e desembarque e sobre o que fazer em cada uma das cidades durante a parada do cruzeiro:
Que Fazer no Rio de Janeiro durante Parada do Navio de Cruzeiro
Salvador em 1 Dia, durante Cruzeiro
Búzios: o que fazer na Parada do Cruzeiro
Centro Histórico de Santos na Parada do Cruzeiro

Desembarque no porto final

Na última noite a bordo você receberá em sua cabine informações para proceder ao desembarque: no nosso caso, o navio chegaria pela manhã no porto de Santos, então tivemos que deixar nossas malas na porta da cabine até a 1h da madrugada, com as etiquetas identificadoras de propriedade, também fornecidas, e desocupar a cabine até as 7h30.

Também é preciso efetuar eventuais pagamentos extras realizados e no programa eles informam o horário do desembarque de acordo com o andar da cabine. Na manhã do desembarque, tomamos café bem cedo, desocupamos a cabine e nos dirigimos ao teatro, aguardando a chamada da senha para saída do navio. O desembarque vai acontecendo por classe (hóspedes com prioridade de desembarque) e depois a partir do andar mais alto para o mais baixo.

navio cruzeiro Salvador
O Costa partindo do porto de Salvador

Onde estacionar perto do porto de embarque?

Em geral há estacionamento pago próximo aos portos. Relacionei no post estacionamento no Porto de Santos, os disponíveis com links e preços.

refeições no navio cruzeiro
O Buffet Maia, vazio, de madrugada

Restaurantes a bordo do cruzeiro

Há diversos planos de alimentação: com bebidas inclusas, com almoço e jantar a la carte, só buffet, restaurante do plano yatch… e você escolhe no momento da compra. O plano que escolhemos dava direito ao serviço de buffet (que funciona praticamente 20 horas por dia) e ao restaurante a la carte para o jantar e café da manhã, e para o almoço serviço de buffet, que acontece em outro restaurante e outro andar do navio.

O serviço de buffet era bem variado, com opções vegetarianas, massas, comida fast food, doces, frutas e pães à vontade. Sentimos falta de carne vermelha, mas temos que lembrar que é um navio italiano, então há mais carne branca e quase nada vermelha. Nos horários de pico é uma luta achar uma mesa. A comida também não é nenhuma delícia inesquecível. Quem gosta de quantidade, acaba curtindo porque não há limite ou controle do quanto se come.

Para o jantar com serviço a la carte, há dois turnos e você tem que definir no início do cruzeiro em qual horário quer jantar. Escolhemos o segundo turno, que termina pouco antes de começarem os shows no teatro. Você vai se sentar na mesma mesa todos os dias e imagino que eles tenham alguma espécie de sistema para colocar na mesma pessoas com alguma afinidade de idade, pois a família que dividiu nossa mesa tinha uma filha da mesma idade da nossa. O restaurante a la carte, onde tomamos café e jantamos, é mais gourmet. O cardápio tem 2 ou 3 opções a cada prato e a refeição é composta por entrada, massa, carne e sobremesa. As bebidas não estão inclusas, e aproveitamos para beber vinho italiano.

como é um cruzeiro restaurantes no navio
O restaurante com serviço a la carte

No café da manhã, o serviço é de buffet, e você pode se sentar em qualquer mesa. Também é servido café da manhã no restaurante com serviço de buffet, mas nao usamos lá em nenhum dia.

Entretenimento a bordo

Bares com música ao vivo, shows, cassino, salão de jogos eletrônicos, bar-esporte com boliche, brincadeiras para adultos, crianças e adolescentes com monitores o tempo todo são algumas das atividades, algumas pagas, outras inclusas no pacote. Jogos eletrônicos são todos pagos à parte, assim como as atividades no cassino e no bar-esporte. Os shows no teatro e música ao vivo nos bares e nas piscinas estão inclusos no custo do cruzeiro.

cruzeiro o que fazer
O impressionante teatro te leva a esquecer que estamos num navio

Todas as noites recebemos na cabine o programa do dia seguinte com várias opções, uma espécie de jornal impresso. Em um bar, por exemplo, há jazz, enquanto em outro, no mesmo horário, rola sertanejo. Se há alguma noite especial, também consta da programação o que vestir (veja item sobre as malas, mais abaixo). Além disso, pelo menos no MSC Preziosa, havia um canal com câmeras de vários pontos do navio para você saber em tempo real o que está acontecendo em espaços diversos.

cruzeiro o que fazer à noite
Um dos muitos bares do MSC Preziosa, onde rolava música ao vivo

Nós costumávamos jantar e depois ir ao teatro, onde cada noite havia uma apresentação no estilo circense ou um show broadwayzinho. Depois íamos para o bar que tinha algum tipo de música que nos agradava mais.

Os degraus de cristais Swarovski viravam passarela e era até difícil conseguir usar essas escadas, que mais pareciam passarelas de modelos

Atividades para crianças e adolescentes

Como os clubinhos de resorts, no navio há um espaço exclusivo para crianças, divididas em faixas etárias de 3 a 6 anos, 7 a 11, 12 a 14 e 15 a 17, todas com acompanhamento de monitores. No lado externo também há um playground. Para adolescentes, um espaço mais cool, também organizado por monitores. Minha filha gostou tanto que não queria sair do navio e teve sua primeira experiência de ir pra cama depois dos pais, no estilo: ‘não me esperem acordados’. Imagine se eu consegui dormir!

espaço infantil

Piscinas do navio

Cada navio tem uma configuração diferente de piscinas, hidromassagens e toboáguas. Não quero te desanimar, mas a mistura de água salgada com cloro não é das melhores para sua pele e deixe seus cabelos bem longe da mistura. Algumas pessoas tiveram reação alérgica nos olhos, então leve seus óculos de mergulho ou evite mergulhar a cabeça na água.

Piscina coberta com teto retrátil

Não se pode pular de fora para dentro da piscina (o que criança mais gosta de fazer), e quase não há espaço nem pra nadar. Nos decks, as pessoas costumam largar suas toalhas de piscina (fornecidas pelo navio) em espreguiçadeiras para reservá-las e a gente precisava ficar caçando uma livre. Sem contar que fica uma grudada na outra – ai, como eu não gosto de multidões! 

A piscina central, onde rola a muvuca maior, num momento vazio

Festas no cruzeiro

Com duração de uma semana, quase toda noite tem uma festa diferente:

  • noite de gala: mulheres com vestidos de festa e homens com terno ou blazer, camisa e calça social. É um jantar com cardápio um pouco mais elaborado.
  • festa do branco: rolou na piscina à noite, com bandeirolas e todos de branco
  • festa das flores: é na verdade uma festa dos anos 1960-70. Vi algumas mulheres com flores no cabelo estilo hippie e outras com vestidos mais para início dos 1960.
  • festa italiana: no jantar, os guardanapos tinham as três cores da Itália e o cardápio era todo italiano. Roupas com as cores da Itália são sugeridas. Antes da sobremesa ser servida começa a tocar Funiculi, Funicula e os atendentes convidam os cruzeiristas para o trenzinho, abanando os guardanapos.
A festa do branco, na saída de Salvador

Compras a bordo do cruzeiro

No post Cruzeiro: preços a bordo e o que está ou não incluso você encontra esta e outras informações.

O que levar na mala para um cruzeiro?

Eu fiquei chocada com as mulheres! No jantar de gala, elas vestiam roupas do estilo “madrinha de casamento” e todas as noites, todas! se produziam com maquiagem, cabelos arrumados e saltos altos. Achei um exagero, levando em conta que estávamos na costa brasileira e não num cruzeiro pela Danúbio ouvindo Mozart. Desabafos e opiniões pessoais à parte, leve vestidos de noite, salto, e roupas mais simples para os passeios em terra. Se for cruzeiro com parada em praia, é uma boa levar uma sacola de praia com canga (a toalha é meio pesadinha, né?) e companhia.

Me falaram que não podia embarcar com ferro de passar roupa ou chapinha, informação que o camareiro confirmou, mas aqueles cabelos tão arrumados e roupas passadinhas me deixaram em dúvida. Havia um pacote de lavanderia ao custo de 35 dólares por cabine, com o máximo de 10 peças. No individual, passar um vestido sairia 15 dólares.

No banheiro, tem xampu e sabonete e só. O secador fica no quarto. Toalhas são fornecidas e trocadas como em um hotel.

O que NÃO posso levar a bordo?

Bebidas alcoólicas, objetos esportivos do tipo tacos, arcos e até pranchas de surfe e skate podem ser vetados. Também não é permitido embarque com objetos cortantes, como alicates e tesouras. Qualquer objeto que emita fogo ou calor, como velas, ferro de passar roupa e até chapinha. Eu levei velinhas para colocar no bolo que encomendei pra minha filha, que pediu o cruzeiro como presente de 15 anos. Entrei com elas sem problemas, mas não pudemos usá-las. O garçom disse que uma vez acenderam velas e os sensores de incêndio (sprinklers) dispararam! 

Ah, e como minha filha trocou a festa de aniversário pelo cruzeiro, encomendei um bolo (nem acreditei que isso foi possível!) e comemoramos no último jantar a bordo. A equipe providenciou os chapéus de pirata, uma faixa escrita parabéns, e a baguncinha na hora do parabéns.

Aniversário no navio cruzeiro

Segurança: botes salva-vidas

Na cabine há um colete para cada pessoa (na nossa tinha até mais). No dia da chegada você é intimado a participar de um treinamento sobre como proceder em caso de… problemas. Há um canal da TV da cabine que repete as orientações ininterruptamente. Mas olha, se no buffet o povo se mata, pulando na sua frente pra pegar a comida, se o navio resolver afundar estamos perdidos! 😭😭

Tenho a foto pra provar: estava passando Titanic no momento no nosso embarque!

Dúvidas comuns de quem faz um primeiro cruzeiro

  • Fumar a bordo do navio Não é permitido fumar no navio durante a permanência no porto, atendendo à lesgislação brasileira. Há áreas externas designadas para fumantes e no cassino o cigarro tem ingresso livre.
  • voltagem a bordo – Há tomadas para 110v e 220. Veja o formato na foto abaixo.
  • navio balança: O balanço do navio causa enjoo? – Acho que depende muito do trajeto e das condições do mar, do vento, mas no trecho que fizemos, dava pra sentir o balanço, sim, mas nada que chegasse a incomodar. Algumas pessoas passam mal e têm dor de cabeça e vômito, então é bom levar sua farmacinha. Eu sentia o balanço, Álvaro e Júlia só sentiram quando era mais forte e visível, a ponto de fechar a porta do armário que havia sido deixada aberta ou de ver as cortinas do restaurante se movendo. Nossa cabine era no fundo do navio, se você costuma ter enjoos, escolha uma no meio e e andares inferiores. No post Cruzeiro, eu? OK, vamos nessa! você encotra mais dicas a respeito.
  • Menores de idade podem entrar no cassino? – sim, desde que não joguem ou apostem
  • Há conexão com Internet a bordo do navio? – sim, mas o sinal só chega quando estamos próximos a algum porto, para seu pacote de dados. Nos dias de navegação, é preciso pagar à parte para usar a rede do navio.
  • Que língua é falada no navio? – Há funcionários de múltiplas nacionalidades, mas os que interagiram diretamente conosco, no restaurante e nas atividades recreativas eram brasileiros. 
cruzeiro cabine navio Preziosa
  • Como são as cabines do navio – no post Cruzeiro eu? OK, vamos nessa  eu listo os tipos de cabine, as tarifas de cada classe, em qual parte do navio escolher a sua. Eu achei a cabine com varanda bem confortável, o único incoveniente eram as portas do armário, que se abertas travavam a do banheiro ou de entrada. A varanda foi muito boa pra podermos desligar o ar condicionado e respirar o ar fresco do oceano à noite. Mal usamos a TV, mas tem canais pagos.  Com tanta gente a bordo, se você quiser um pouco de sossego tem que se enfiar na cabine – ou pagar pelo spa, claro. Eu curti a varanda e todas os horizontes maravilhosos que o cruzeiro proporcionou.
cruzeiro no Brasil

E você, já cruzeirou? Tem alguma dica ou pergunta sobre como é um cruzeiro?, deixe nos comentários.

1 COMENTÁRIO

  1. Uauu, que post completo! Nunca fiz um cruzeiro, mas acho que deve ser uma experiência única. Gostei de saber que os andares inferiores causam menos enjoo, boa dica!

  2. Eu já tinha lido o post anterior e tava curiosa sobre a experiência de vocês e saber se seu filha iria curtirdo a viagem, gostei bastante das dicas, nunca fiz um cruzeiro, mas tenho uma certa curiosidade, acho que por não ser tão fã de multidões, não tá no meu topo da lista. Detalhe da foto do colete salva-vidas com o filme Titanic passando na televisão hahahahaha, ainda bem que esse navio não teve o mesmo destino.

    • Pois é, Deisy, fiz um post objetivo, sem destacar nossas opiniões sobre o cruzeiro – eles gostaram bastante, mas pra mim foi OK, uma experiência de viagem, mas não do jeito que eu gosto.
      Pois é, imagine uma pessoa impressionável vendo Titanic logo após o embarque! kkkk

  3. Nunca fiz um cruzeiro 🙁 Mas depois de ler esse post fiquei com vontade! hahaha.. Quem sabe em 2018 não realize esse desejo. As dicas já tenho. haha! Obrigada!

  4. vc acredita q eu ja quis trabalhar em cruzeiro!! soh nao deu certo pois seria meio trabalho escravo numa atividade q eu nao manjo nada (bartender) aeuahe o primeiro contrato eh no brasil! eu n fiz nenhum cruzeiro na vida, mas minha irma sim e adorou! gostei da escada de swavorwski!!

    • Angie, tem gente que topa cruzeiro, comissário de bordo, workaway, aupair, tudo pra ter a chance de viajar, mas realmente cruzeiro deve ser puxado.

  5. Adorei seu post! Vou fazer um cruzeiro com o Preziosa mes que vem, e tambem vai ser no aniversario do meu namorado, acabei de desistir das velinhas haha… Me conta, quanto sai o bolo? Tava querendo encomendar alguma coisa pra não passar em branco…
    Seu post foi muito completo
    obrigada

  6. Nossa Marcia, este é um guia completo! Adorei! Pena que na época que fiz os meus dois cruzeiros eu ainda não conhecia os blogs de viagem, hehehehe, porque lembro que tive tantas dúvidas e medos. Parabéns!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui