Descubra os Alpes Julianos e o Parque Triglav, na Eslovênia: Destino Turístico Deslumbrante

triglav alpes julianos

Localizado no noroeste da Eslovênia, o Parque Nacional Triglav é o único parque nacional do país, nomeado em homenagem ao monte Triglav, o pico mais alto dos Alpes Julianos. O parque Triglav oferece uma abundância de paisagens espetaculares, vida selvagem diversificada em seus 880 km2.

As paisagens dos Alpes Julianos são verdadeiramente de tirar o fôlego e um deleite para quem gosta de montanhas, lagos de tons incríveis de azul, rios de água cristalina, trilhas de vários níveis, e de entrar em comunhão com a natureza. Os amantes da fotografia também encontrarão um verdadeiro tesouro de oportunidades para capturar imagens de tirar o fôlego.

Muito pouco conhecida dos turistas brasileiros, comecei a aprender sobre a região ao planejar a viagem em família pela Croácia, na primavera. Afinal, os Alpes Julanos são parte da mesma cadeia das Montanhas Dolomitas, não tem como decepcionar!

No final do post tem um mapa com os lugares que visitamos nesta viagem, por alguns países que compunham a extinta Iugoslávia.

Onde Ficar para conhecer o Parque Triglav

A base perfeita para explorar os Alpes Julianos e o Parque Nacional Triglav turisticamente é a cidade de Bled. Localizada às margens do Lago Bled, ela oferece boa variedade de acomodações, restaurantes, cafés deliciosos e serviços.

A cidade Bled é um destino mais urbano que os outros dois lagos, com muitas opções de restaurantes, cafés e hospedagem. No centro, opções luxuosas são o Villa Pomona (nota 9,4 no Booking), o Kompas e o Hotel Park, notas 8,1 e 8.8.

Ficamos no Holiday Lake, a 2,5 km do centro da cidade Bled, mas a 500 m dos barcos para a ilha do Bled. Fiz a reserva pelo Booking.com, onde os hóspedes atribuíram nota 9.3 à pousada. Nosso apartamento era um dos que se localizavam no térreo de uma casa alpina típica, e o estacionamento estava incluso no valor da hospedagem. Cozinha e banheiro bem equipados, camas confortáveis, e a calefação contava também com ar condicionado, além dos aquecedores tradicionais.

onde ficar em Bled

Outras opções boas de apartamentos completos com cozinha são o Lakeview (nota 8.9) e o Mia Dream.

Quantos dias nos Alpes Julianos e Parque Triglav

Se você vai apenas para uma viagem de contemplação, percorrendo as estradas sinuosas em torno do monte Triglav, visitando os Lago Bled, Bohinj e Jana, 3 dias são suficientes, que foi o tempo que ficamos, mas de carro alugado, que faz o tempo render mais.

Na página Eslovênia você encontra post com informações sobre pedágios, postos de combustível, estacionamento e outras relacionadas a dirigir na Eslovênia, Croácia, Montenegro e Bósnia e Herzegovina – e todos os artigos dedicados aos lugares citados aqui, como Lago Bled, Liubliana, Vintgar Gorge

Com mais tempo, você consegue aproveitar também a região do rio Soča, com corredeiras, cachoeiras e gargantas, como a que visitamos pertinho de Bled, a Vintgar Gorge. Há quem fique 2 semanas apenas nos limites do Parque Triglav e Alpes Julianos!

Melhor época para esta viagem à Eslovênia

Os meses de verão (junho, julho e agosto) são os melhores para roteiros contemplativos e para trilhas ou para banhar-se nas águas dos lagos e rios. Estivemos nos Alpes Julianos na última quinzena de maio, quando a temperatura ainda exige um casaquinho. De dezembro a fevereiro é a temporada de esqui e outros esportes de neve. As cachoeiras congelam, assim como os lagos.

O que fazer nos Alpes Julianos

A cultura e a história também são parte integrante dos Alpes Julianos. A região abriga várias aldeias pitorescas, onde você pode mergulhar na tradição eslovena, provar a culinária local e admirar a arquitetura.

Para quem tem pouco tempo, mas ainda assim quer se maravilhar com as paisagens dos Alpes Julianos, sugiro um roteiro de carro de um dia, antes ou depois de conhecer o Lago Bled. Ou seja, em bate e volta de Liubliana você só conhecerá uma parte da região.

parque Triglav passo Vršič 

Trilhas no Parque Triglav

Uma das experiências imperdíveis nos Alpes Julianos é explorar as trilhas do parque Triglav. Existem rotas para todos os níveis de habilidade, desde caminhadas mais suaves até desafiantes escaladas alpinas. A trilha mais famosa, feita em geral em 2 dias, é a Triglavski Stog, que leva ao topo do Monte Triglav, com seus 2.864 metros de altura. Quem tem 4 dias e experiências em trilhas de montanha pode optar pela trilha do Triglav, que percorre uma média de 10 km/dia e vai do Passo Vršič até o Lago Bohinj, pernoitando em abrigos.

Eu tinha sonhado com uma trilha circular de 6 km, que deixei de lado pra não abandonar a família durante as férias, mas talvez ainda tivesse muita neve. Com paisagens alpinas incríveis, peguei a dica de um blog cuja família faz caminhadas lindas nos Alpes, e explica tudo em detalhes, o Earth Trekkers.

Mas calma, o sol nasce para todos, e vou te indicar duas trilhas rápidas e fáceis, que fizemos com nossa adolescente-que-repudia-quase-tudo-que-não-seja-digital.

Cachoeira Pericnik

O que me atraiu à Pericnik, além do fato de ser uma linda, alta, e volumosa cachoeira, é que a trilha passa por trás da queda, numa espécie de marquise. Veja que espetáculo:

A cachoeira Pericnik fica a 30 km do Lago Bled, e a trilha começa na rua onde há um pequeno estacionamento e um refúgio, o Koča pri Peričniku. Caminhamos o tempo todo em meio à mata, até chegar à clareira.

Você pode optar por apenas observá-la ou continuar a caminhada por detrás da cachoeira, o que eu recomendo, pois é uma sensação incrível! É possível também continuar a trilha, mas nós voltamos pelo mesmo caminho.

Entre Bled e a cachoeira, se tiver tempo e for entusiasta do assunto, há um museu alpino, o Planinski Muzej. Li avaliações contraditórias a respeito, as negativas diziam que o museu lembra uma feira de ciência de ensino médio; as positivas, que o museu vale a parada.

Vintgar Gorge (Garganta de Gorge)

Esta é uma propriedade particular que não pertence ao Parque Triglav, mas está convenientemente a 5 km de Bled. É uma trilha paga de menos de 2 km, feita por passarelas de madeira construídas nas encostas da garganta do rio Radovna. Entretanto, desde a pandemia Covid-19, não é possível voltar pelo caminho da ida, e o retorno é bem cansativo, mas com paisagens distintas, percorrendo florestas e vilarejos rurais. Veja o post completo na página da Eslovênia.

Lagos nos Alpes Julianos e Parque Triglav

Embora menos conhecidos, os lagos dos Alpes Julianos não deveriam ficar de fora do seu roteiro pela Eslovênia. Vou escrever artigos dedicados ao Lago Bled e ao Lago Bohinj, mas a seguir falo um pouco sobre eles e o Jasna.

Lagos de montanha são sempre cristalinos e com tons do verde ao azul, e nós já tivemos o privilégio de conhecer muitos, aproveite para se planejar:

Lago Bled

O lago Bled é o destino mais popular e mais próximo dos Alpes Julianos, embora fique fora da área do Parque Triglav. Os passeios de barco são apenas a remo, e levam a uma ilha onde fica uma histórica igreja, um pequeno museu, café, sorveteria, mas falando assim, nem parece tão atrativo como realmente é. No alto de uma colina rochosa fica o Castelo de Bled, e há várias trilhas para ver o lago do alto, além do castelo.

Alpes Julianos parque Triglav

Lago Bohinj

O lago Bohinj é o maior da Eslovênia, tem boa estrutura para o turista e é bem acessível. A estrada passa em sua margem sul e nas extremidades estão boas opções de hospedagem e comércio. Além de caminhar pelas margens do Bohinj, há um passeio de barco que vai da ponta leste à Oeste do lago.

Alpes Julianos parque Triglav

Lago Jasna

O Jasna é um lago artificial com um diferencial incrível: o encontro das montanhas Prisank e Razor como pano de fundo. Além de curtir a tranquilidade e paisagem cinematográfica, é possível nadar, obter licença de pesa, praticar esportes. Mas o entorno, o lago, tudo é tão lindo que a gente acaba registrando o momento em muitas fotos.

Há poucas opções de hospedagem no Lago Jasna, mas sugiro o Jasna Chalet Resort e o sofisticado Boutique Hotel Milka, cujo restaurante ostenta uma estrela Michelin. 

Alpes Julianos parque Triglav

Outras Atividades de Ação

Além das trilhas, o Parque Nacional Triglav nos Alpes Julianos oferece uma variedade de atividades ao ar livre. Você pode se aventurar em rafting nos rios Soča ou Sava, fazer canyoning nos desfiladeiros, praticar ciclismo de montanha ou desfrutar de uma sessão de pesca relaxante.

No lago Bohinj, por exemplo, tem uma parede de escalada ao lado da estrada, junto a aluguel de equipamentos para canoagem, SuP, bikes, e outros.

A região também é conhecida por suas oportunidades de esqui no inverno, e deve ser lindo ver tudo branquinho. Tivemos uma amostra quando fomos até o Passo Vrsic, a 2 mil metros de altitude ainda tinha neve no final de maio.

Dos Alpes Julianos para onde

Depois dos Alpes Julianos, partimos para Liubliana e outras atrações imperdíveis da Eslovênia: o Castelo Predjama e a incrível caverna de Postojna. E já que estávamos tão perto da fronteira com a Itália, aproveitei para conhecer Trieste. Você pode combinar o Parque Triglav também com os Alpes austríacos ou italianos. Aqui no blog tem dicas!


Em resumo, os Alpes Julianos e o Parque Nacional Triglav são um destino turístico imperdível na Eslovênia. Com paisagens de tirar o fôlego, trilhas desafiadoras, atividades ao ar livre emocionantes e uma rica herança cultural, esta região promete encantar todos os viajantes.

planeje sua viagem aqui


MAPA DOS BALCÃS

OUTROS DESTINOS DE MONTANHA

Confira o que as demais criadoras de conteúdo do grupo 8on8 compartilham de dicas de montanhas, tema da blogagem coletiva deste mês.

13 COMENTÁRIOS

  1. Nunca tinha ouvido falar nos Alpes Julianos, Marcia. Que lugares lindos você visitou! Tenho certeza que adoraria passear pelas trilhas do parque Triglav. Curti bastante essas mais acessíveis que você indicou. Acho que com a minha família teria que ser nesse esquema.
    Beijos!

  2. Marcia, que lugares maravilhosos! Não tem uma paisagem que não pareça cartão postal. E realmente os Alpes Julianos – aliás, a Eslovênia de modo geral – é um destino pouquíssimo conhecido, o que achei uma injustiça depois de acompanhar a sua viagem rsrs

    • Disse tudo, Cíntia, parece injustiça que alguns lugares maravilhosos sejam pouco populares. A Áustria tem muitos lugares assim, também. Mas é bom, porque Itália, França, Espanha é gente saindo pelo ladrão ahaha

  3. Que paisagens maravilhosas. Já tinha visto fotos e relatos sobre Liubliana, mas nada ainda sobre os Alpes Julianos e o Parque Triglav, a Eslovênia parece ser um país realmente encantador.

    • Acho que o público que vai aos Alpes é bem específico de quem curte trilhas e montanhas. Uma pena, estão perdendo muita beleza e cultura. Fazia tempo não ia a um restaurante num lugar turístico onde ninguém falava inglês, foi divertido!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui