Bate Volta de Santiago do Chile: Portillo e Caracoles

Há muitas opções de bate voltas a partir da capital do Chile, e escolhemos num dia de final de verão fazer o bate-volta de Santiago a Portillo, no Chile, para visitar o incrível Lago del Inca, passando pelas curvas da Caracoles.

bate volta Santiago a Portillo
o Lago del Inca

Nem queria passar por aquela estrada sinuosa em plena cordilheira dos Andes, a Caracoles. Mas isso foi quando eu paquerava a Serra do Rio do Rastro, no Brasil, que tem paredões verdes e no verão, o roxo dos manacás colorindo a mata. Quem desdenha quer comprar, já diz o ditado… Quando descobri que para ir a Portillo a partir de Santiago a gente passaria pela Caracoles, ter essa experiência passou a ser até mais relevante do que visitar Portillo e seu lindo lago azul. Que mulher volúvel, você pode pensar, mas o fato é que numa viagem de 10 dias pelo Chile não caberia rodar quilômetros só pela ideia de pegar uma das estradas mais sinuosas do mundo. Gente, agora eu acho que vale!

caracoles
A los Caracoles, pouco antes de Portillo

Primeiramente, por que escolhi ir a Portillo em vez de Cajon del Maipo, bate volta mais próximo de Santiago? Porque percebi que o último tem muitos turistas e veja só nas fotos: só o nosso já pequeno grupo está diante do Lago del Inca, curtindo o sol de final de verão, tomando pisco sour e aproveitando as oportunidades que a vida nos deu.

Portillo é mais procurada no inverno, pois é uma estação de esqui tradicional chilena e no verão não há muito o que fazer além disso, mas para quem gosta de um lugarzinho em meio às montanhas sem multidões, é um prato mineiro cheio! Se o branquinho da neve deixa a cordilheira dos Andes mais linda, o único azul que você verá no inverno é o das piscinas do hotel.

Portillo
O lago todinho só para nós!
bate volta Santiago a Portillo
OK, quando chegamos um casal fazia um ensaio fotográfico – eram brasileiros!

Nesta minha terceira viagem ao Chile – segunda do marido – o destino principal era o Deserto do Atacama, que fica situado ao Norte do país, mas como é preciso fazer conexão em Santiago, aproveitamos para conhecer a capital do Chile na mesma viagem. 

Como o Chile é estreito, muitas vezes vale a pena combinar roteiros com a vizinha Argentina. Confira as sugestões de roteiros de viagem ao Chile e Argentina e comece a sonhar com estes destinos.
Leia tudo o que já publiquei sobre o Chile na página índice do Chile.

Como ir de Santiago a Portillo

Sobre o que fazer em Santiago eu tinha informações recentes pois em novembro havia preparado um roteiro para um casal. Mas não fechei com nenhuma agência os tradicionais passeios a Valparaíso e Viña del Mar nem nas Concha y Toro da vida, deixando para decidir por lá, já que a oferta de agências é bem grande. No Atacama conhecemos a Aliny do blog Me Leve na Mala, que tinha acabado de chegar de Santiago, e me deu o contato de um guia que levava grupos pequenos a Portillo – e ainda parava numa vinícola no Vale do Aconcagua, passeio que descrevo no post Santiago: bate voltas mais populares. Convidamos duas brasileiras que também conhecemos no Atacama e que estariam em Santiago nos mesmos dias e partimos nós 4 para um dia cheio de paisagens e muito bate papo com o Tomaz, chileno que aprendeu Português com a namorada brasileira e virou especialista em atender esse público em Santiago. Entre em contato com a 2 Go Van e saiba todos os passeios que ele promove.

Tinha lido algumas avaliações sobre dirigir na Los Caracoles e não fiquei muito animada para alugar um carro e ir por conta própria, não só porque a estrada não é das mais seguras, sem acostamento, cheia de caminhões, etc., mas também porque não queria colocar este peso no meu marido, que afinal também merecia apreciar a paisagem e relaxar. Eu podera dirigir, mas também queria apreciar a paisagem, ehehe.

A Caracoles

A Caracoles é uma típica estrada de passo. Tem 28 curvas e não me pareceu tão perigosa como dizem – eita povo que gosta de valorizar – inclusive eu ahaha. Não dá pra guiar a mais de 50km/h por causa das curvas e dos caminhões, que logicamente são mais lentos e pesados. Talvez haja perigo em condições de gelo na pista, para quem não está acostumado a guiar com correntes nos pneus, obrigatórias em regiões de montanha com neve.

Ao final das curvas, há uma espécie de acostamento onde dá para estacionar o carro e fotografar a estrada (foto do início deste post), então te sugiro levar um pau de selfie para ficar mais alto e conseguir a vista total das curvas.  Agora, olha esta: acima da Caracoles passam as cadeirinhas dos meios de elevação para as pistas de esqui, que são 19, em diferentes graus de dificuldade.

Mas o mais legal é o vento. Eu me divirto com o vento – mesmo! tenho acessos de riso, não sei explicar… Mas tem gente que não gosta da brincadeira, não: uma amiga caiu, empurrada pelo vento. Eu quase perdi o celular, dá uma olhada:

Portillo

Portillo é uma das mais tradicionais estações de esqui do Chile, mas não é uma estação pra brincar de esquibunda, a coisa é séria por lá! No hall do hotel, fotografias de várias equipes profissionais de esqui decoravam as paredes.

portillo
hall da fama no corredor do hotel
bate volta Santiago a Portillo
Portillo no verão
bate volta Santiago a Portillo
o restaurante do hotel Portillo

Portillo fica a 150 km de Santiago e dá pra fazer em um dia tranquilamente, mas se você for no inverno, é certeza que queira ficar por lá. Também é uma boa opção para quem vai a ou vem de Mendoza, na Argentina, 200 km mais a Leste. Eu achei o hotel meio derrubadinho, com mobiliário antiquado, mas talvez no inverno tenha seu charme. Além dele, há outras acomodações que vão de quartos simples para quem vai passar o dia esquiando até chalés em frente ao lago. O hotel conta com 120 quartos, escola de esqui e aluguel de equipamentos para a prática do esporte.

Além do hotel, há algumas construções que imagino sejam apartamentos para aluguel e não há comércio ou vida noturna, pelo menos no verão.

bate volta Santiago a Portillo

Como eu disse, há vantagens de fazer o bate volta a partir de Santiago a Portillo. Se tiver alguma dúvida ou algo a acrescentar para ajudar outros leitores, deixe um comentário. Abraços!

Planeje sua viagem aqui

Blogs de viagem são muito úteis no planejamento de viagem e gratuitos para o leitor, mas têm um custo para serem mantidos no ar. Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que pode contribuir com a manutenção do blog e consequentemente para que as dicas continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. Basta clicar sobre os links de nossos parceiros. Você planeja sua viagem e retorna a gentileza:
Booking.com: para fazer suas reservas de hotel, apartamento, B&B
Rentcars: aluguel de carro, com possibilidade de parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior
Seguros Promo: desconto de 5% em seguro viagem para leitores. Aplique o código CASADAVIAJA5
Chip de Viagem: compre seu chip e receba em casa antes de sua viagem

42 COMENTÁRIOS

  1. O povo viciou no Cajon – e eu nem acho muita graça lá… rs… tanta laguna linda aqui no Chile e o povo vai ver represa =| quem entende?!
    A sua decisão foi super acertada 🙂 Portillo é demais <3

  2. Adorei a idéia de ir numa estação de esqui no verão. Também prefiro tranquilidade. Mas não gosto de vento, não e achp que ia enjoar com tantas curvas na estrada – tem como ir de trem?

  3. Que lugar fantástico. Estamos programando um roteiro multi-destinos pela América do Sul e tinha lido um pouco a respeito da estrada e do local, mas não em detalhes. Lugar realmente bem interessante e que fotos legais.

  4. bahhh a guria toda linda e o cara vestido bem largado pfff q ensaio é esse??? hauehaueha dessa vez n tive tempo de ir ao cajon del maipo, ficou pra proxima essa lindeza!

  5. Que paisagens lindas! Ando lendo tantas postagens sobre o Chile que estou doida para visitar esse país, mas de boa, não sei se ia encarar essa estrada mais sinuosa do mundo não heuiheui. Que é linda e que a vista dela é bonita isso não tenho dúvidas, mas acho que esse trajeto não é pra qualquer um.
    Beijos, Vickawaii

  6. Quanto mais eu sei sobre o Chile, mais me apaixono. <3 Quantas paisagens incríveis, né? Não vejo a hora de voltar e conhecer mais lugares.

  7. Também só me apaixono mais pelo Chile, mas 28 curvas e disputar espaço com caminhões?! Eu hein! hahaha Esse Lago del Inca é maravilhosooo e achei bem original fazer fotos de casamento lá – ainda mais sendo um casal de brasileiros.
    Beijos

    • Ju, só vi seu comentário hoje, sorry! Olha, foi tranquilo, viu? – apesar de eu não estar dirigindo, não teve nenhum momento ‘Oh, Dios mio!” e olhe que eu estava no assento da frente da van!

  8. Sempre tive curiosidade sobre como seria dirigir nesta estrada. Já tinha lido sobre a viagem por ela no ônibus, mas achei bacana saber que dá para encarar o volante de boa!

  9. Nossa, que lugar incrível! Confesso que deu um medinho só de olhar a foto da estrada, mas deve ser demais, né? rs Acabei escolhendo Cajon del Maipo e acho que não vai dar tempo de fazer esse passeio, mas já fica uma desculpa para voltar, né? 🙂

    • Eu fui na contra-mão, Débora. Todo mundo vai pra Cajon, que eu imagino ser mais bonita no inverno. E Portillo tem este bônus da Caracoles. Não dá medo, não, é bem tranquilo. Sim, com certeza você vai voltar a Santiago!

    • Oi, Denise, sim, o caminho é bem tranquilo, se você estiver online para seguir por qualquer app as estradas a seguir. Só confirme com o Hotel Portillo se o acesso ao lago é livre ou se precisa de algum tipo de permissão, pois como fomos com um guia, talvez eles tenham algum tipo de acordo. Abraços e boa viagem!

        • Oi Márcia. Fui dirigindo e adorei. O acesso ao lago estava livre e nós ainda almoçamos no hotel admirando a linda paisagem do lago e das cordilheiras
          ao fundo. Passeio imperdível, que recomendo muito. Obrigada pelas dicas!

          • Oi, Denise, que legal você ter voltado pra contar pra gente, aqui. Bom saber que o acesso é livre no verão e que deu tudo certo. Abraços

  10. Oi Marcia! Eu conheci Caracoles na travessia Chile – Argentina, uns aninhos atrás. Fiquei impressionada em descer aquela estrada com tantas curvas – e devo confessar, um pouco de medo também! Mas com certeza, um passeio que recomendo, essa é uma das estradas mais lindas do mundo!

    • Ahaha, como fui de passageira fiquei tranquila – mesmo porque estava ocupada fazendo fotos, mas se tivesse que dirigir ali acho que a coisa seria diferente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui