Dicas para dirigir na Croácia e países vizinhos – com preços!

Compartilhe:

Conteúdo do Artigo

dirigir na Croácia

Dobrodošli! Aqui você vai encontrar muita informação para alugar e dirigir um carro na Croácia e ilhas, e cruzar as fronteiras para Eslovênia, Itália, Montenegro, e Bósnia e Herzegovina.

É fato que na maioria dos países europeus o trem é ótima opção para muitos roteiros, mas na Croácia a rede ferroviária é limitada, então os turistas ficam entre o aluguel de carro e os ônibus da Flixbus ou suas parceiras.

Viajar pela Croácia sem carro é possível, mas não há dúvida de que sobre 4 rodas é a forma mais confortável e que faz o tempo render – e tempo é dinheiro – em euro ahaha.

Além disso, é bem provável que você, estando tão perto da Bósnia e da belíssima Montenegro, queira cruzar as fronteiras, então imagine o tempo que perderia num ônibus, até que todos os passageiros tenham a documentação conferida. Por isso vale a pena investir e dirigir na Croácia.

Não encontramos nenhuma dificuldade ou sentimos diferença entre dirigir lá ou aqui. Fiquei um pouco apreensiva com os ventos, pois tinha lido que às vezes são tão fortes que as autoridades fecham as estradas, mas deu tudo certo.

dirigir na Croacia vento
a biruta quietinha, muito bem!

Antes de falar da parte técnica, vou te deixar com muita vontade de dirigir na Croácia! É verdade que alguns trechos são meio áridos, principalmente na região centro-norte, mas na região da costa, em geral ciprestes como aqueles da Toscana seguem nos acompanhando, e na primavera as flores amarelas além de enfeitar as encostas deixam um perfume maravilhoso no ar. E o que dizer do mar Adriático, principalmente no sul do país? Sensações guardadas num potinho sobre uma prateleira especial de nossa memória.

dirigir na Croacia estradas

DICAS DE aluguel de carro na Croácia

Assim como dirigir a Croácia, alugar o carro não foi diferente de outros países, só achei o atendimento mais tranquilo e simpático: estava chovendo em Zagrebe e como tínhamos malas e bolsas e até uma sacola (mais um motivo pra alugar carro, é só deixar tudo no porta malas e carregar uma pequena que vai usar no dia), o próprio funcionário do balcão sacou um guarda chuva e trouxe o carro até a loja.

É verdade que o funcionário ofereceu o seguro completo, mas não foi aquela insistência ou imposição que vemos nos Estados Unidos, por exemplo. E foi bom ter feito o seguro total, pois deixei o quebra sol virado para fora do carro e meu marido levantou o vidro, esmagando o espelhinho. Com o seguro, não tivemos nem que preencher formulário algum.

O aeroporto de Zagrebe, onde deveríamos ter retirado o carro*, é bem pequeno, tem apenas 2 andares e só um terminal. No saguão de desembarque estão as lojas das locadoras.

* Perdemos o voo de conexão em Frankfurt porque a Latam vende passagem casada da Croatia Airlines, mas não informa que os sistemas não conversam. Tivemos que fazer check in em Frankfurt, e as 2 horas entre um voo e outro não foram suficientes. Perdemos o voo e a reserva do carro, pois a loja fecha às 22h. E a mala despachada não chegou… Calma, na volta foi pior: a Latam cometeu um erro e cancelou meus voos de volta. Nem vou contar o resto, mas só escrevi isso para que você não compre voo casado para a Croácia na Latam, melhor comprar voos separados, com um bom número de horas entre eles para conexão.

A devolução do carro alugado na Croácia foi feita no aeroporto de Zagrebe, onde há vagas setorizadas por locadora. Foi só estacionar e deixar as chaves como funcionário das cabines/contêineres que ficam no estacionamento.

Isso mostra que retiramos e devolvemos o carro na mesma cidade. Na Europa há taxas para se fazer isso, e a passagem aérea também costuma ser mais alta ao se chegar por uma cidade e sair por outra, daí nossa escolha. De qualquer forma, não foi nenhum sacrifício tomar a estrada de Split a Zagrebe. Mais difícil foi definir o roteiro de maneira que os trechos entre uma cidade-base e outra não fossem muito longos, mas isso é assunto do post

dirigir na Croacia
aeroporto de Zagrebe

Listo abaixo algumas boas dicas de aluguel de carro na Croácia:

  • É preciso ter mais de 25 anos para alugar carro na Croácia e um cartão de crédito internacional com cobertura suficiente para o depósito de segurança, valor creditado após a devolução do veículo.
  • Apresentamos a CNH válida, mas não nos foi solicitada a PID (Permissão Internacional para Dirigir). O funcionário da Sixt, loadora em que reservamos o carro pelo site da Rentcars, nos disse que seria necessário apresentá-la caso fôssemos parados pela polícia.
  • Quanto a custos, em geral carros automáticos são mais caros na Europa e é cobrada uma taxa para autorizar um segundo motorista. Retirar carro alugado em aeroportos também aumenta a despesa e no nosso caso foi de 20 euros. Confira o tipo de seguro incluso, em geral na hora da retirada você será “obrigado” a contratar contra terceiros, também.
  • Nem sempre o carro que você alugou estará disponível, então cuidado para não empurrarem um carro de categoria superior para aumentar sua despesa. Se eles não têm o carro na categoria que você alugou, o upgrade é por conta deles.
  • Verifique também o combustível usado no carro que você está alugando (diesel ou gasolina). Na Croácia, a gasolina estava a 1,32/litro em maio/23.
  • Antes de sair com o carro alugado, inspecione o veículo quanto a danos e, caso haja, faça um vídeo em que esteja claro que você está saindo do pátio já com o aquele amassado/risco, etc.
  • Reservamos por 344 euros um carro da categoria Golf para o período de 15 de maio a 2 de junho, retirada e devolução na loja do aeroporto de Zagrebe.

Cruzando fronteiras da Croácia com carro alugado

Segundo o site Chasing the Donkey, apenas algumas locadoras permitem que o carro alugado cruze fronteiras: Alamo, Thrifty, Avis, SIXT, Europcar, National, Dollar, e Enterprise. Segui a dica e pedi confirmação com a Sixt, que logo respondeu que não haveria problemas.

No balcão da locadora, quando perguntei a respeito, o funcionário disse que seriam cobrados 80 euros, mas não encontrei esta cobrança na nossa fatura.

Achei meio absurda esta taxa, porque nas fronteiras que cruzamos – Bósnia e Montenegro não pertencem à CE, então há controle de passaporte na fronteira – não foi solicitado qualquer documento do carro ou comprovante de pagamento de taxa. Fique atento. Por outro lado, vimos pessoas serem impedidas de cruzar a fronteira, mas não descobrimos o motivo.

dirigir na Croácia fronteiras

A nova ponte que une a Croácia

Uma parte do Mar Adriático conhecida como corredor Neum pertencente à Bósnia &Herzegovina separa o extremo sul da Croácia. E um dos lugares mais vistados da Croácia, Dubrovnik, fica justamente ali, uma região que até 2022 era separada do resto do país por estes 14 km de área da costa pertencentes à Bósnia &Herzegovina. Era então preciso cruzar a fronteira duas vezes, o que causava filas e aborrecimentos.

Para unir o país e evitar os transtornos de apresentar passaportes na fronteira, a ponte estaiada Pelješac foi inaugurada e julho de 2022. Com 2,4 km de comprimento conecta as cidades de Komarna e Brijesta, e outra boa notícia é que não é pedagiada! Mas é exclusiva para veículos, sendo vetada a ciclistas ou veículos que não desenvolvam velocidade superior a 60 km/h.

Conhecemos um casal que viajava de ônibus, e tiveram que apresentar os passaportes 4 vezes nas fronteiras, num intervalo de 14 km – saída da Croácia, entrada na Bósnia; saída da Bósnia, entrada na Croácia.

dirigir na Croácia carro alugado
a ponte Pelješac

Esta dica – e outras – apareceu durante nossa viagem, nos vídeos dos Stories do Facebook e Instagram, que têm vida de apenas 24 horas. Mas estão salvos nos destaques do Instagram, confira lá!

Carro alugado nas balsas da CROÁcia

É permitido embarcar o carro alugado na Croácia nas balsas da Jadrolinija, as barcas que vão do continente para as ilhas. Não encontrei informação oficial a respeito de carros alugados da Croácia para a Itália de balsa, ou vice-versa. Antes da entrada da Croácia na CE, eram necessários documentos de registro válidos no nome do motorista para balsas internacionais, mas não sei se o contrato de aluguel cobre esta situação ou se a situação mudou com a recente entrada da Croácia na CE.

Sugiro que você reserve seus bilhetes de balsa para carros assim que chegar na Croácia ou online. Usamos algumas e estavam bem cheias – e viajamos em maio, antes da alta temporada.

dirigir na Croácia balsas
balsa com garagem para transportar carros para as ilhas

Na ilha de Brač, onde fica a maravilhosa praia Zlatni Rat, fomos sem carro e alugamos um por 60 euros para rodar pela ilha. Saiu mais barato do que os transfers oferecidos no desembarque da balsa. Mas não foi nada programado, ficamos com preguiça de pesquisar sobre a travessia com carro alugado, mesmo. Abaixo, a empresa onde alugamos. Veja que tem opção de veículos mais esportivos, bem adequados para o clima da ilha, no verão.

aluguel de veículos na ilha de Brac

ESTRADAS NA CROÁCIA

dirigir na Croácia estradas
lindas formações rochosas que vemos ao dirigir na Croácia

As estradas são bem sinalizadas e com asfalto de qualidade, mas nas regiões costeiras, que é justamente por onde a gente mais roda, são sinuosas, de mão dupla e sem acostamento. Por isso a velocidade desenvolvida é baixa e a viagem não rende. Mas dirigir na Croácia nem de longe é como dirigir pela Rio-Santos, ao menos na época em que fomos. Em julho e Agosto deve ser bem complicado.

Um ponto negativo é que é justamente nas encostas, onde a paisagem é mais bonita – há raros lugares para parar e fotografar aquele mar em cinquenta tons de azul. Lembro que apenas logo depois de Trogir tem espaço de acostamento.

Odmorište é a palavra que você lerá nas placas que indicam ‘área de descanso’. A viagem mais longa que fizemos foi de Split a Zagrebe, cerca de 400 km, e passamos por vários pontos de descanso, alguns com postos de gasolina e lanchonetes, outros apenas com vagas de carro.

dirigir na Croácia sinalização

O mais bonito sem dúvida é o Odmorište Krka, de onde avistamos a ponte sobre o rio Krka e os barcos que fazem o passeio para as cachoeiras deste lindo rio.

Não fica exatamente no meio do caminho entre Split e Zagrebe, mas fizemos uma parada ali mais pela vista do que para descansar. A estrutura é muito boa, com mesas para refeições, banheiros e lojinhas.

dirigir na Croácia

Veja na página-índice Croácia o post sobre o bate e volta que fizemos até as Cascatas de Krka e todos os lugares que visitamos no país

Sinais de trânsito na Croácia

A princípio as placas assustam um pouco para quem como eu não entende nada do idioma croata, mas depois a gente se acostuma e, de qualquer forma, não tem nada muito diferente das do Brasil.

sinalização indicando posto de serviços

Pedágio na Croácia – PREÇOS E DICAS

Os pedágios na Croácia são pagos diretamente nas praças de pedágio. Antes de se aproximar de um pedágio haverá uma placa escrito CESTARINA = pedágio. Algumas trazem a tradução em inglês (pay toll).

Diferente do Brasil, na Europa, inclusive Croácia, o valor devido depende do número de quilômetros rodados na estrada pedagiada. Ao entrar na autoestrada, você terá apenas que retirar o cartão na máquina que fica no pedágio – não o perca! Você terá que apresentá-lo na saída da autoestrada. Ser perder, terá que pagar o valor cheio/total.

Você pode pagar o pedágio na Croácia em dinheiro ou cartão de crédito ou mesmo da Wise. Mas tem que entrar na fila para pagamento, não na fila automática, igual acontece aqui no Brasil para quem tem o equipamento eletrônico de pagamento mensal. Veja a foto abaixo de uma praça de pedágio de saída de autoestrada – em que se paga. A cabine da direita tem uma placa verde com símbolo de ondas, reservada a quem tem o equipamento equivalente ao nossos Sem Parar ou ConectCar. Use as outras.

Para você ter uma ideia o custo do pedágio e se programar para os custos de dirigir na Croácia, de Zadar a Trogir são 130 km e pagamos 5,50€ de pedágio. De Trogir a Dubrovnik, 250 km, 8,40€.

pedágio na Croácia

POSTOS DE COMBUSTÍVEL NA CROÁCIA E PREÇO

Na Croácia os postos de gasolina não têm frentistas, você mesmo estaciona e abastece o carro, mas o incrível é que primeiro você abastece, e depois vai à loja de conveniência, diz o número da bomba e paga. Já pensou isso aqui no Brasil-sil-sil-sil?

Uma rede encontrada em várias cidades da Croácia é a INA. Pagamos em média 1,35 €/litro na Max Eurosuper 95, a gasolina mais econômica. Ou seja, dirigir na Croácia seria mais barato do que no Brasil, não fosse a gigantesca diferença cambial.

posto de combustível na Croácia

Estacionamento nas cidades históricas

Todas as cidades que visitamos têm bolsões de estacionamento fora da muralha, bem próximo dos portões de entrada.

Vale lembrar que carros não são permitidos nos centros históricos de cidades como Dubrovnik, Split ou Zadar, mas isso não significa que alugar um carro para dirigir na Croácia não seja uma boa. Em 1 dia você explorará o centro histórico – a pé, nos demais fará bate e voltas a cidades próximas, ilhas ou a parques próximos – ou seguirá para se hospedar em outra cidade.

O único desafio de dirigir na Croácia foi selecionar apartamentos ao mesmo tempo próximos do centro e de um estacionamento. E isso nem foi tão difícil, mas viajamos antes da altíssima temporada, na segunda quinzena de maio. Talvez em julho e agosto encontrar onde estacionar seja mesmo um problema.

Sem dúvidas, Dubrovnik foi o pior lugar para estacionar. As opções mais próximas da muralha estavam sempre cheias e o valor era extorsivo: 10 €/hora, enquanto na região do porto era de 1,50€/h ou 14€/dia. Nos arredores da cidade murada, sinais eletrônicos informam o número de vagas disponíveis.

Mas isso não deve te impedir de dirigir na Croácia. Reservamos pelo Booking.com um apartamento maravilhoso de dois quartos, com vaga de garagem inclusa no valor, o Lupo Gravosa, e usamos o Uber para ir e voltar da cidade murada. O engraçado é que a melhor vista era da garagem, no topo do prédio:

vista da garagem do apartamento em Dubrovnik

Em Split, o estacionamento no final da rua do apto que alugamos, a um quarteirão da muralha, era gratuito das 19h às 7h do dia seguinte, e nos demais horários custou 1 euro/hora.

Em Trogir, pagamos 8€ pelo período de 4 horas no estacionamento bem ao lado do mercado e de uma das portas da cidade murada.

O sistema de pagamento varia a cada cidade: alguns têm caixas eletrônicos modernos em que se paga na saída, inclusive com cartão, outros estacionamentos são no sistema parquímetro, em que inserimos moedas para o número equivalente de horas usadas.

TOMAMOS MULTA!

Paramos em Sibenik para almoçar, cidade sobre a qual eu não tinha lido muito a respeito, e por isso não sabia que tinha uma garagem enorme ao lado da muralha. Estacionamos numa rua residencial e colocamos o máximo de moedas no parquímetro. Mas a cidade é tãão fofa que ficamos mais tempo do que o esperado. Quando voltamos, uma multa no para-brisa do carro, dobradinha num saquinho plástico.

Deixei para ser cobrada pela locadora. A multa foi em 24 de maio e até final de julho eu não tinha recebido a cobrança…

limite de velocidade PARA DIRIGIR na Croácia

Nas autoestradas, o limite é de 130 km/h, mas nas estradas costeiras, não duplicadas e cheias de curvas, é de apenas 60 km.

Imagino que você tenha uma viagem para dirigir na Croácia, por isso esteve por aqui. Se tiver alguma dúvida, deixe nos comentários que ajudarei, se puder.

Hvala, za obisk, vozite varno! (Obrigada e dirija em segurança!)

Planeje sua Viagem aqui

Marcia Picorallo

Marcia Picorallo

Escrevo o Mulher Casada Viaja com carinho desde 2014, compartilhando minhas impressões dos lugares por onde passei, inspirando e ajudando leitores a planejar suas aventuras.

Índice

Márcia, a viajante

Márcia, a viajante

Bem-vindo a bordo - e nem precisa apertar os cintos! Escrevo o Mulher Casada Viaja com carinho desde 2014, compartilhando minhas impressões dos lugares por onde passei, inspirando e ajudando leitores a planejar suas aventuras.

SAIBA MAIS

Assine a Newsletter

Resolva sua Viagem

Hospedagem

Faça suas reservas de hotel, apartamento ou B&B

Aluguel de Carro

com parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior

Viagem Segura

Viaje com Seguro, viaje tranquilo!

Roteiro Personalizado

Não pode planejar tudo sozinho e prefere contar com minha ajuda? Clique .

Artigos Recentes

Leia Também

Siga no Instagram

Planeje sua Viagem Aqui

Blogs de viagem são muito úteis no planejamento de viagem e gratuitos para o leitor, mas têm um custo para serem mantidos no ar – além do trabalho para edição. Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que pode retribuir e contribuir para que continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. Basta clicar sobre os links de nossos parceiros. Você planeja sua viagem e retorna a gentileza:

Aluguel de Carro

com parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior

Hospedagem

Faça suas reservas de hotel, apartamento ou B&B

Ingressos sem Fila

Ingressos de atrações, excursões e tours

Viagem Segura

Viaje com Seguro, viaje tranquilo!

Roteiro Personalizado

Não pode planejar tudo sozinho e prefere contar com minha ajuda? Clique .

COMENTÁRIOS

10 respostas

    1. Oi, Lana, puxa, tenho medo de te falar que vai ser tranquilo, embora eu acredite que sim, não terá problemas. Mas por outro lado não tive essa experiência e nem vi ninguém sozinho em carros. A gente faz associação com fronteira de países como Estados Unidos, né?

  1. Ola !! Estou pretendendo alugar um carro em Veneza e seguir a Trieste e de lá passar pela Eslovenca e Croacia. Voce sabe me informar sobre as fronteiras entre paises e carro alugado? existe algum tipo de documento necessario para atravessar as fronteiras?

    1. Oi, Ane, Croácia e Eslovênia são países da comunidade europeia, então não há controle nas fronteiras. Mas quando você for retirar o carro, informe que viajará para esses países, sempre bom.

  2. Maravilhoso o seu guia para dirigira na Croácia e países vizinhos. Imaginei que pudesse ser mais complicado por conta do idioma e sinalizações. Pena que nas estradas não há pontos de parada para fotografar. Um desperdício naquele cenário tão lindo.

  3. Essas dicas sobre dirigir na Croácia e países vizinhos é uma mão na roda para quem está totalmente por fora. Obrigada por compartilhar.

  4. Que post completo, Marcia! Conheço bastante gente que já viajou para a Croácia, mas ninguém que tenha feito Croácia e países vizinhos de carro. Post perfeito para perder o medo de dirigir por lá.

    1. Engraçado, né? Talvez antes de a Croácia fazer parte da CE fosse mais complicado, mas até a questão da língua se torna uma novidade deliciosa na medida em que a gente vai aprendendo as palavras cheias de consoantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa Newsletter!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos por e-mail.