Ilha de Bled: Um Passeio de Barco entre Tradições e Lendas

Compartilhe:

Conteúdo do Artigo

A Ilha de Bled, situada no meio do Lago Bled, é um passeio quase mágico que combina paisagens deslumbrantes com tradições antigas. Um passeio de barco até esta ilha é uma experiência única que nos permite imergir nas lendas que envolvem o local, enquanto apreciamos as vistas das montanhas e a cor esmeralda do Lago Bled.

Para saber sobre o Lago Bled, leia Maravilhe-se com a Beleza Hipnotizante do Lago Bled

Como é o Passeio de barco

É um momento de relaxamento. Minha atenção é dividida entre o intenso verde do lago, o vigor do rapaz que rema o barco, e a paisagem montanhosa dos Alpes Julianos que nos envolve naquele final de primavera.

Conforme nos aproximamos da Ilha de Bled, avistamos a escadaria diante da Igreja de Assunção, um ícone arquitetônico que data do século XV. O passeio de barco proporciona a oportunidade perfeita para tirar fotos da ilha e da igreja, criando memórias que durarão para sempre.

ilha de Bled

Barcos para a Ilha de Bled

Há três opções para navegar pelas águas do lago até a ilha de Bled:

  • em barcos menores, em que um dos integrantes do pequeno grupo rema, uma opção mais romântica, mas que exige esforço
  • em barcos elétricos (€14/pessoa). Os passeios acontecem de hora em hora, com saída do pier próximo ao Hotel Park, das 10h às 18h entre maio e setembro. Até as 17h em abril e outubro e nos inverno somente até as 15h.
  • no charmoso e histórico pletna, com capacidade para 18 pessoas (€18/pessoa). Saídas marcadas no Google Maps como “Mlino Port for Pletna Boat”
ilha de Bled

Tomamos o pletna, e é sobre ele que foi falar a seguir, pois não tive a experiências das demais opções, inclusive alugar SUP.

Os barcos Pletna

Os tradicionais barcos pletna são feitos em madeira, têm 7 X 2 metros, e seguem o desenho das gôndolas venezianas, embora eu não tenha lembrado muito delas, além do fato de serem pouco estáveis e balançarem um pouco. Por isso é importante se manter sentado durante o percurso. Mas diferente das gôndolas, possuem cobertura de lona colorida, que nos abrigam de sol e de chuvisco. Quando há chuva ou neve, os passeios são cancelados.

Os barcos têm origem no século 16, e quando esta parte da Europa estava sob domínio do Império Austro-húngaro, “os direitos de propriedade dos barcos pletna foram concedidos aos agricultores que receberam terras mais pobres para cultivo. O título de remador pletna foi transmitido de geração em geração, razão pela qual a profissão de Pletnarstvo permaneceu em famílias individuais ao longo dos séculos.” Fonte: turismo de Bled

O percurso leva cerca de 15-20 minutos, então desembarcamos e temos cerca de 45 minutos para explorar a ilha. Como eu queria ficar mais, avisei o barqueiro, que disse que era só tomar outro barco para voltar. Mas isso não foi aceito com muita boa vontade, tive que encarar olhares reprovadores dos barqueiros depois de falar a respeito com alguns deles, na hora de embarcar de volta a Bled. Claro que não consegui memorizar o nome do rapaz quenos levou, o que teria sido mais fácil para negociar. Então, não estou dando esta dica e sugerindo que você faça o mesmo, apenas relatando.

ilha de Bled

Lendas da Ilha de Bled

A Ilha de Bled é rica em lendas e histórias que cativam a imaginação dos visitantes. Uma das mais conhecidas é a da serpente do tamanho de um dragão que, segundo a lenda, vive nas profundezas do Lago Bled e protegia a ilha e suas preciosidades.

Outra lenda envolve o “Campánario do Desejo”. Diz-se que o construtor do campánario pediu aos habitantes da região para ajudá-lo a construir a torre. No entanto, após sua conclusão, ele foi traído e empurrado para o lago. A lenda afirma que ele ainda habita o lago e, à meia-noite, sobe à torre para tocar o sino em sinal de desgosto.

Nos Stories do Instagram você encontrará vídeos do Lago Bled e de outros pontos da Eslovênia que visitamos, inclusive mostro o apartamento em Bled que alugamos pelo Booking.com

O que fazer na Ilha de Bled

Depois de subir os 99 degraus na chegada à ilha, fomos direto para a igreja para participar da tradição de tocar o sino dos desejos. A lenda local afirma que tocar o sino três vezes, ao puxar a corda diante do altar, enquanto se faz um pedido, tornará os desejos realidade. Puxe 3 vezes, apenas, muita gente acha que o badalo segue cada puxada, mas leva um tempo para ouvi-los. Afinal, sinos são analógicos rsrs.

A igreja tem a mesma forma que apresentava no século 17, data do último restauro. Tem poucos adornos, mas são muito bonitos, dedicados a São Sebastião, Santa Madalena e Santa Ana.

Se você chegar lá junto com um grupo grande, vá na direção contrária deles, ou terá que aguardar na fila para tocar o sino e fotografar. Talvez você entenda o que quis dizer. Outras opções são o campanário, o pequeno museu, o café e a loja de presentes.

ilha de Bled igreja

Depois subimos os degraus estreitos do campanário de 52m de altura, construído no século 15, mas renovado diversas vezes devido a terremotos e outros motivos naturais.  A atual torre sineira tem 54 metros de altura e três sinos. O melhor ponto para foto é a entrada, pois lá em cima há grades e tela, e eu particularmente não gostei do resultado das fotos, embora o verde seja hipnotizante.

O Museu da ilha de Bled é bem pequeno, com livros, mapas, ilustrações, pinturas e esculturas. Se você não tiver tempo, não estará perdendo muito.

A loja de presentes da Ilha de Bled tem muitas opções de artesanato e outros produtos, mas me limitei a aumentar minha coleção de ímãs de geladeira.

Então era momento de provar o bolo típico esloveno no café local. O Potičnica, um rocambole que pode ter vários recheios, sendo o mais tradicional o de nozes. Confesso que não achei muito bom, mas muitos europeus também não gostam de brigadeiro…

Aproveitamos o tempo restante para curtir o visual do alto da ilha de Bled, mas você pode caminhar por trilha circular na parte inferior da ilha.

ilha de Bled

O passeio de barco à Ilha de Bled é muito prazeroso e uma tradição local, altamente recomendado e rapidinho, possível até para quem faz bate e volta a partir de Liubliana, como esta excursão da Civitatis, com duração de 5h30. A Tiqets oferece tour com início às 14h em Liubliana em van (grupos de até 8 pessoas) e a Get your Guide oferece esta excursão para Bled, Postojna e Predjama . Todas estas empresas são parceiras do Mulher Casada Viaja, e eu já usei seus serviços. Leia sempre a descrição dos passeios e políticas de cancelamento. E curta Bled!

Outros passeios

As amigas do 8on8 também compartilham seus passeios pelo Brasil e mundo. Confira:

Marcia Picorallo

Marcia Picorallo

Escrevo o Mulher Casada Viaja com carinho desde 2014, compartilhando minhas impressões dos lugares por onde passei, inspirando e ajudando leitores a planejar suas aventuras.

Índice

Márcia, a viajante

Márcia, a viajante

Bem-vindo a bordo - e nem precisa apertar os cintos! Escrevo o Mulher Casada Viaja com carinho desde 2014, compartilhando minhas impressões dos lugares por onde passei, inspirando e ajudando leitores a planejar suas aventuras.

SAIBA MAIS

Assine a Newsletter

Resolva sua Viagem

Hospedagem

Faça suas reservas de hotel, apartamento ou B&B

Aluguel de Carro

com parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior

Viagem Segura

Viaje com Seguro, viaje tranquilo!

Roteiro Personalizado

Não pode planejar tudo sozinho e prefere contar com minha ajuda? Clique .

Artigos Recentes

Leia Também

Siga no Instagram

Planeje sua Viagem Aqui

Blogs de viagem são muito úteis no planejamento de viagem e gratuitos para o leitor, mas têm um custo para serem mantidos no ar – além do trabalho para edição. Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que pode retribuir e contribuir para que continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. Basta clicar sobre os links de nossos parceiros. Você planeja sua viagem e retorna a gentileza:

Aluguel de Carro

com parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior

Hospedagem

Faça suas reservas de hotel, apartamento ou B&B

Ingressos sem Fila

Ingressos de atrações, excursões e tours

Viagem Segura

Viaje com Seguro, viaje tranquilo!

Roteiro Personalizado

Não pode planejar tudo sozinho e prefere contar com minha ajuda? Clique .

COMENTÁRIOS

14 respostas

  1. Fiquei fascinada com sua descrição e imagens deste passeio para a Ilha de Bled, Márcia. Como sempre você nos presenteando com destinos magníficos e inspiradores. Adoraria conhecer, quem sabe em uma próxima ida à Europa?
    Parabéns pela viagem e imagens maravilhosas, amei de paixão!
    Beijos!

  2. Realmente este passeio para a Ilha de Bled parece ser mágico! Adoraria ouvir as lendas passadas de geração para geração. Ficaria encantada em ver o verde destas águas de perto. Ótimo post!

  3. Que saudades da Eslovênia!
    Eu não fiz esse passeio, porque viajava com a família e alguns não podiam subir escadas, mas fiquei admirando o lago e a ilha da varanda do restaurante (almoço).
    Muita vontade de voltar quando a Júlia estiver maior para se hospedar mais perto do Lago .
    Beijos
    Dani

  4. Oi Marcia, que passeio lindo de barco para a Ilha de Bled! Eu já me imaginei remando nesse lugar. rs
    Boa dica de fugir do caminho dos grupos grandes, sempre procuro fazer isso também.
    E o Potičnica eu passaria. Rocambole não me atrai. kkk

    Bjs
    Mari

  5. Uma das possibilidades de viagem no próximo verão é a Eslovénia e a Croácia. Acha que o lago Bled não estará muito apinhado de turistas no final de junho? Vc ficou num apartamento em Bled, mas não na ilha, entendi bem? Quantos dias no total estiveram na Eslovénia? Vou procurar no blog, o seu roteiro

    1. Oi, Ruthia, que legal vai ser sua viagem! Se tiver dúvidas, pode me chamar.
      Fiquei num apto em Bled, pertinho do lago, falo sobre ele no post de Bled, linkado neste. A ilha de Bled é bem pequena, e não tem opção de hospedagem. Junho já deve estar bem cheio, se você puder ir durante a semana, melhor, percebi que no final de semana Bled é mais procurada, pela facilidade de bate e volta.

      Não publiquei roteiro, mas ficamos 5 noites
      e 6 dias na Eslovênia. Vou te mandar meu roteiro, pode ser?

  6. Me senti viajando com vcs neste post! Eu também escolheria o pletna para fazer o passeio de barco, adoro uma tradição rsrs Achei muito interessante todas as lendas que cercam o lugar. E a pergunta que deixo é: seus desejos das 3 badaladas foram atendidos?

  7. Adorei as dicas do passeio de barco na Ilha de Bled. Se os barqueiros não quisessem trazer vocês de volta, teriam que pagar outra passagem? Que tenso… Acho que não iria arriscar nem pegar um barco para remar por conta própria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa Newsletter!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos por e-mail.