Roteiro New York por Midtown e Times Square

atualizado em setembro/22

Este post faz parte da série sobre Nova Iorque e descreve nosso primeiro dia na cidade, quando fizemos o roteiro por Midtown e Times Square. Além de Grande Central Terminal, da Times Square, da NYC Library e do Summit, você vai encontrar sugestões de restaurantes, onde comprar ingressos para os musicias da Broadway e outras atrações.

A fachada da Biblioteca de Nova Iorque

Entendendo a ilha de Manhattan

A ilha de Manhattan é plana em quase sua totalidade e relativamente fácil de se localizar, por isso esta parte do roteiro foi feita a pé. A Quinta Avenida (grudadinha no Central Park) divide a cidade entre East (leste) e West (Oeste) e as ruas são, em sua maioria, numeradas em ordem crescente em direção ao Norte. Na parte mais antiga da cidade, ao Sul, até mais ou menos os bairros Greenwich e East Village, as ruas têm nomes e não são planejadas (paralelas), mas mesmo assim não é difícil se localizar. Este roteiro fica na parte central, ao sul do Central Park.

O mapa da mina

Leia também Nova Iorque: guia para Planejar sua Viagem

Roteiro em Nova Iorque por Midtown e região da Times Square

Caso seu voo chegue pela manhã, seu primeiro dia será bem proveitoso, como o nosso, pois nosso voo chegou no JFK de Nova Iorque por volta das 6h. Se você chegar mais tarde, vai precisar cortar algumas atividades ou fazer trocas no roteiro por Midtown.

Chegando ao hotel na rua W59th, deixamos nossa bagagem na recepção e tiramos um pouco do peso das bolsas que levaríamos, colocando o que não seria usado nas malas, pois o check in seria só depois das 15h. Veja com seu hotel se há cobrança de taxa caso precise fazer o mesmo – o que não deveria acontecer, vamos deixar claro!

Quinta Avenida até o Grand Central

Do hotel Caminhamos pela 5th Ave e por ela até encontrar a St. Patrick (esquina com a East 50th), mas a igreja estava sendo restaurada. Nós já a havíamos visitado em nossa primeira viagem a NYC, e nossa adolescente não teve inetresse em entrar. A Catedral é a maior igreja católica dos Estados Unidos e como toda catedral, ostenta bela arquitetura e obras de arte.

Quer trocar a igreja por um museu? Se você gosta de Arte Moderna, com certeza já ouviu falar do MoMA (11 W 53rd St) e não vai pensar duas vezes em incluir este museu no seu roteiro em Nova Iorque. Para economizar tempo, compre seu ingresso para o MoMA na Tiqets sem filas e pelo mesmo preço da bilheteria local.

Durante este roteiro, observe a arquitetura, as vitrines das lojas, os edifícios que você já deve ter visto em algum filme ou série. Difícil é tentar manter o ritmo apressado dos nova iorquinos enquanto a gente tenta observar tudo de uma só vez! Aliás, já houve certa polêmica quando um grupo chamado ImprovEverywhere pintou na calçada da Quinta Avenida duas  faixas dividindo-as entre turistas e nova-iorquinos. Não seria uma má ideia, se já não houvesse as faixas de ida e de volta criadas pelo bom-senso e que evitam trombadas.

new-yorkers-vs-tourists

Ao cruzar a E 47th, entramos nela e caminhamos até a Park Avenue, tendo já a vista do Helmsley Building, em um dos trechos mais fotografados de NYC.

A entrada principal do Grand Central (a estação central de trens) que permite descer as escadarias de mármore, fica na E 42nd St com a Park Ave. Além do grande e bonito saguão (observe o teto abobadado com os signos do zodíaco), o terminal de trem e metrô conta com praça de alimentação, lojas e até um mercado de carnes, frutas, legumes, peixes… aproveite e abasteça-se de berries, como morango, framboesa, mirtilo.

o que fazer Nova iorque
Grand Central NY
Nova iorque roteiro com crianças
Outono no Mercado do Grand Central Terminal
Outono no Mercado do Grand Central Terminal
Nova Iorque passeio Terminal trem

Você pode continuar pela E42st e conhecer um dos edifícios mais bonitos de NY, o Chrysler Building (405 Lexington Ave). Entre levemente no lobby, porque não são permitidas visitas, e aprecie a arquitetura art déco.

chrysler building pode visitar
O Chrysler, em destaque. Foto de Erik Heddema

Também na E 42th st. (#220) fica o News Building, cujo saguão serviu de locação para os filmes do Super Homem na década de 80.

Um dos prédios mais altos de Nova Iorque, o One Vanderbilt, abriga uma das mais novas atrações de Manhattan, o Summit, que além de mirante tem experiências como a sala dos Espelhos e a Ffinity. Quem esteve lá recentemente e traz as dicas é o Diego do Uma Viagem Diferente em Summit One Vanderbilt – Observatório em Nova York.

Se quiser conhecer a sede da ONU, caminhe até o East River, pela E44 st. O edifício é projeto de nosso Oscar Niemeyer e tem algumas obras de arte, entre elas os painéis Guerra e Paz, de Cândido Portinari, presente do Brasil, que na minha opinião já vale a visita. Eu só entrei no saguão e passei pelo pátio, mas a Mariana do blog Mariana Viaja fez e deu as dicas da visita guiada. Minha foto em frente ao painel de Portinari foi feita no Grand Palais de Paris, momento de grande emoção.

Guerra e Paz ONU NY

Biblioteca de NW e Bryant Park

Como eu já tinha visitado esses prédios antes e principalmente porque precisava de algum estímulo para minha filha que já morria de tédio pré-adolescente, saindo do Grand Central terminal fomos direto para a Biblioteca de Nova Iorque, de volta à 5th Ave. (5 minutinhos de caminhada). O salão principal de leitura que ocupa o equivalente a dois quarteirões estava fechado, que pena. Como eu gosto de arquitetura -às vezes não sei se olho pro prédio ou pra exposição em museus! Mas há algumas jóias, como uma bíblia impressa por Gutenberg provavelmente em 1450, no Gottesman Exhibition Hall.

OK, se você não se interessa em conhecer a biblioteca, pode aproveitar para usar os banheiros e o wi fi gratuito. A entrada é gratuita.

NYC Library nova iorque

Atrás da biblioteca fica um oásis chamado Bryant Park, perfeito para quem viaja com crianças. Tem carrossel a $3 que funciona o ano todo. Ali mesmo na praça você pode pegar uma revista com a programação do vai rolar na temporada. No verão teve Festival de filmes exibidos ao ar livre, brincadeiras para adultos como Dança das Cadeiras, espetáculos de dança, música e teatro. Aulas de línguas e de yoga gratuitas também são oferecidas. Durante o outono e inverno um rinque de patinação é montado no gramado. Uma estante oferece livros para empréstimo. Isso, para mim, é primeiro mundo!

bryant park Nova iorque

E mesmo que não tenha crianças, vale sentar-se e observar os nova-iorquinos, especialmente na hora do almoço, quando a praça fica cheia e as pessoas se encontram para comer, bater papo ou jogar.

nova iorque Bryant Park
O Carrossel do Bryant Park

Times Square

Depois de uma pausa para almoço, caminhamos para a Times Square (cerca de 10 minutos) para levar a Ju conhecer a Toys R Us (que fechou em junho de 2018) e a loja da Disney de NYC. Tem também loja da M&M para os chocólatras. Como gosto de brinquedos, fiz um post só para essas lojas. Link no final desta publicação.

Nova iorque lojas brinquedos
Uma das áreas da Toys R Us

Eu particularmente não gosto da Times Square. É muita muvuca e luz demais pro meu gosto – e não tem nada a ver com o fato de ser turística demais. A Torre Eiffel é turística e eu adoro! Mas acho que é impensável não colocar a Times Square no roteiro de Nova Iorque! É gostoso ver os turistas – não tem gente mais feliz do que turista! O calçadão é muito legal, com mesas e cadeiras de metal que, embora não sejam confortáveis, ajudam o turista a descansar – não tem gente mais cansada do que turista!

nova iorque times square
Até a estação do metrô é iluminada como um teatro, na Times Square!

Shows da Broadway

Se você nunca assistiu a um show na Broadway, sugiro que o faça. É como ir à Estátua da Liberdade ou ao Central Park, não pode faltar numa visita a NYC. Compre ingressos para os show da Broadway com nosso parceiro GyG.

foto-galeria-materia-620-ur

Da Times Square, vá ao Rockfeller Center (W50th St entre a 5th e 6th ave) , que além do famoso rinque de patinação e árvore de natal no inverno, tem uma Loja da Lego e a clássica loja de brinquedos FAO Schwarz, reaberta depois de fechar na 5th Avenida num hiato de 3 anos.

Top of the Rock

Vá ao mais famoso pôr do sol, no Top of the Rock, ou para ver a cidade do alto de 70 andares, num terraço envidraçado. Se quiser ver o por do sol, chegue com antecedência, pois as filas costumam ser grandes. Compre seu ingresso para o Top of the Rock no Get your Guide. Você pagará o mesmo preço que pagaria no site oficial, mas contribuirá para a manutenção do blog.

Quer descansar num lugar agradável, vá para o Channel Gardens, um corredor com fontes e flores em frente ao Edifício General Electric, no Rockfeller Center.

O que conhecer num roteiro por Nova Iorque Midtown

Em um dia não é possível fazer tudo o que um roteiro por Midtown em Nova Iorque, além disso, cada um tem seu ritmo e preferências, então segue uma lista de atrações de Midtown:

  • Quinta Avenida – loja da Apple, da Tiffany, Hotel The Plaza são alguns ícones que aparecem em vários filmes e você pode incluir neste roteiro. Eu fui em outro dia, porque estava hospedada pertinho, então veja os demais posts quando falo sobre eles.
  • St. Patrick Cathedral
  • MoMA – Museu de Arte Moderna
  • Park Avenue
  • Grand Central Terminal
  • Chrysler e News Building
  • ONU
  • Biblioteca de Nova Iorque
  • Bryant Park
  • Times Square
  • Top of the Rock, no Rockfeller Center

Onde Ficar em Nova Iorque

Sabe aquela frase “ao menos uma vz na vida?” Eu a realizei nesta viagem a Nova Iorque ficando no hotel Park Lane: um quartão com janelões para o Central Park.

Nova Iorque roteiro Midtown
Vista do nosso quarto. sonho realizado

Restaurantes onde comemos em Midtown

Café da manhã: como o café do avião foi medonho, reforçamos no Green Café (36 W58th Street)

Almoço: xi, não lembro o nome do restaurante que na verdade era uma grande Deli na região da Times Square, sorry.

Jantar: ótima descoberta, restaurante Academia Barilla (1290 Avenue of the Americas). Acolhedor, tranquilo, com comida deliciosa e a bom preço. O atendimento também foi rápido e simpático.

original_composit-001-barilla-finedininglovers

Se você vai ficar na muvuca da Times Square, encontrará restaurantes temáticos, como o Planet Hollywood e o Hard Rock. Jantamos uma noite no Olive Garden, sempre uma boa opção, com comida boa e acessível – e muuuuitos brasileiros, além de muuuuita espera. O Olive Garden da  696 Avenue of the Américas é mais tranquilo e menor que o da Times Square.

Espero ter te ajudado a montar um roteiro por Nova Iorque em Midtown – ou trazido boas recordações!


Planeje sua Viagem aqui

Blogs de viagem são muito úteis no planejamento de viagem e gratuitos para o leitor, mas têm um custo para serem mantidos no ar – e posts como este levam muitas horas e às vezes dias até serem publicados.

Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que pode retribuir e contribuir para que as dicas continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. Basta clicar sobre os links de nossos parceiros. Você planeja sua viagem e retorna a gentileza:

Booking.com: para fazer suas reservas de hotel, apartamento, B&B
Passagens Promo: pesquise e reserve passagens aéreas nacionais e internacionais
Rentcars: aluguel de carro, com possibilidade de parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior
Seguros Promo: desconto de 5% em seguro viagem para leitores. Aplique o código CASADAVIAJA5
Chip de Viagem: compre seu simcard internacional e receba em casa antes de sua viagem
– para ingressos de atrações, excursões e tours, temos 2 opções para você escolher: a Get your Guide e a Tiqets.


Mais sobre Nova Iorque

Gostou do roteiro por Nova Iorque Midtown? Então convide um amigo a conhecer o blog Mulher Casada Viaja e assine nossa newsletter gratuita para receber. Compartilhe o que você fez nesta região de NY deixando seus comentários logo abaixo. Outras pessoas poderão se beneficiar deles.

1 COMENTÁRIO

  1. Roteiro top demais, adorei! Gosto muito da região da Times Square e muitos dos lugares citados aqui não conheci. Bom, deu vontade de voltar a New York já! Gostei de reviver também os caminhos por onde andamos. Parabéns!

  2. Um post para cada dia!?
    Que maravillha!

    Pecado que quando fui a NY, 11 anos atràs, mal existiam blogs de viagem que dessem super informações como esta. Eu zanzei por là meio como uma barata tonta
    hahahaha
    Acordàvamos e dizìamos: Vamos conhecer tal lugar hoje? Ali perto tbm tem tal coisa… e assim a gente ia, repetindo vàrias vezes as mesmas coisas e deixando vàrias outras para tràs!

    • Mas acho que algumas cidades têm um feitiço que nos levam a ficar perambulando pelas ruas, e NY é uma delas. Por isso sempre temos um mundo de coisas que não deu tempo de fazer. Peli menos comigo é assim. Bj

  3. Ah! Que delícia voltar à Nova York!!! Gostei imenso da primeira foto, pois me catapultou para a cidade e pensei! Oba! Vamos nessa!!!! Passei por todos estes lugares, claro, caminhando sempre. Você tem razão: Nova York pede longas caminhadas!!!

    Eu adoro especialmente a Grand Central e a Biblioteca e por incrível que possa parecer eu gostei da Times! Achava que detestaria, por isso fiquei muito surpresa em gostar! 🙂 bjus

    • Preciso fazer mais fotos como esta. A gente acaba mirando a câmera nos monumentos e estas fotos são as que mais nos emocionam, nos transportando pra lá. Sigo aprendendo. Abraços

  4. Um guia na cidade por aqui! Que post super completo – e do jeito que eu gosto, cheio de clássicos da cidade, muito passeio cultural e atrações ideias para aquelas fotos incríveis. NY é demais einh Márcia? Muito de tudo que há no mundo, e sempre encantadora aos meus olhos!

  5. Roteiro muito bem planeado, Márcia. Visitei a casa de Portinari no Brasil e, desde então, fiquei muito curiosa sobre esse painel gigante que enfeita a sede mundial da ONU.
    Voltarei para acompanhar os restantes dias em NY.
    Abraço

    P.S. temo a altura em que o meu filho suspirará de impaciência nas nossas viagens

    • Ah, Ruthia, eu suspiro de saudades de quando ela era criança e curtia tudo. E he que esta viagem a NY foi ela que escolheu. Mas assim como qualquer ser humano, adolescentes são diferentes uns dos outros. Quem sabe se seu filho não será mais animadinho? Abraços!

    • Nunca faço vídeos porque adoro fotografia – e não dá pra fazer tudo, né? Muita gente torce o nariz pra Estados Unidos, mas eu sempre gostei do país, principalmente lugares mais naturais, mas NY é uma coisa!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui