Sibenik: uma Croácia sem multidões

Compartilhe:

Conteúdo do Artigo

Sibenik croacia

Ao montar um roteiro pela Croácia, é comum ter na ponta dos dedos, prontinhos para teclar, alguns nomes pesados, como Dubrovnik, Split, Zagrebe. Escave um pouco mais para encontrar tesouros como Sibenik. E nem é uma cidade isolada ou de poucos atrativos. A única hipótese é que a Croácia tem tantas atrações que alguns lugares acabam mesmo sendo menos visitados.

Sibenik me encantou principalmente pela rara tranquilidade vista em cidades turísticas europeias na temporada de verão. Você perceberá pelas fotos que parecemos ser os únicos turistas por lá, e isso já é motivo para querer ir! Vamos ver quanto tempo dura essa calmaria. Há alguns anos, Dubrovnik também era assim, e hoje o governo local tem criado estratégias para literalmente controlar não só o crescente número de turistas, mas também suas ações predatórias.

A costa de Sibenik é protegida por penínsulas, e seu centro fica numa estreita baía por onde se acessa o Mar Adriático. Talvez esta característica justifique o porquê de ser a mais antiga cidade croata, com documento que atesta a sua existência em 1066.

Afinal, assim como outras cidades da Ístria e Costa Dalmácia, como Trieste, ao longo dos séculos esteve sob domínio de vários povos: República de Veneza, Império Austríaco, e ocupação nazista e fascista na Segunda Guerra Mundial.

Sibenik

O que fazer em Sibenik 

O encanto de Sibenik reside nas ruas e ladeiras estreitas do centro histórico – prepare as pernas! Passei boa parte da tarde nesse exercício de encontrar pequenos tesouros e mimos, como um ornamento veneziano sobre uma janela ou uma floreira numa sacada. Até que me rendi às reclamações de meus companheiros de viagem que estavam cansados e não curtem essa brincadeira de caça ao tesouro. E voltamos a Zadar.

Sibenik

Nosso itinerário por Sibenik

Se você chegar a Sibenik de carro, a melhor opção é estacionar na garagem subterrânea na Praça Poljana. Na superfície, espaço amplo e moderno, que contrasta com o centro histórico, assim como a praça verde atrás contrasta com esta área árida. Confira o curioso relógio de água.

como chegar a Sibenik

Nos perdemos explorando as ruelas seguindo o sentido do mar, até chegar na riva, que não é tão bonita quanto a de Trogir ou Split, mas é bem agradável, também. Pena que não consegui informação sobre o conjunto que hoje são apartamentos e hotéis, além de que pertencia ao Palácio do Duque. Teria sido antes parte da muralha defensiva de Sibenik? Que duque?

vale a pena Sibenik

Passamos por esta entrada entre os canhões do século 19, que pertenciam à marinha do império austríaco. Saímos numa escadaria que leva à escultura do menino com guarda-chuva (foto mais acima), e à igreja de Santa Bárbara, de 1447. A escultura de São Nicolau sobre a porta é do milanês Bonino. Note também o relógio com 24 números. Hoje a igreja exerce a função de Museu de Arte Sacra.

A seguir, chegamos à joia de Sibenik, a Catedral de São Tiago. Patrimônio Mundial da UNESCO, a catedral de Sibenik é toda construída em pedras – aliás, matéria prima farta na Croácia. Muito trabalhada, embora o detalhe que mais chamou à minha atenção foram as 70 cabeças esculpidas das fachadas: cada uma possui uma feição diferente, e diz-se que os modelos eram moradores da cidade. Não é algo muito fofo? Durante a guerra iugoslava, a catedral foi danificada, em 1991, mas não há dano perceptível graças aos reparos.

bate e volta a Sibenik
Leões guardam a entrada da catedral de Sibenik, herança do domínio da República de Veneza


E você sabia que a catedral de Sibenik foi usada nas filmagens de Game of Thrones? Na ficção ela era o Banco de Ferro de Braavos.

Sibenik

Em frente à catedral você verá o prédio renascentista da Prefeitura de Šibenik, com belas colunas, arcos e balaústres. Construída entre 1533 e 1542, também sofreu danos com a guerra, mas desta vez um ataque aéreo aliado em 1943. Hoje, parece exatamente como antes da Segunda Guerra Mundial, meticulosamente reconstruída segundo sua planta original.

croacia Sibenik

Antes de enfrentar mais escadarias, paramos na sorveteria Serenada, à esquerda da prefeitura, mas nos rendemos a doces turcos, uma delícia, apesar da aparência de doce de venda da minha infância ehehe – ou talvez por isso!

Sibenik

Subindo pela direita da prefeitura, há um banheiro público. Quer dizer, banhEURO, já que na Europa se paga para usá-los. Tenha sempre uma moeda de 1 euro para este fim.

Continuando sem rumo, encontramos a Igreja de St. Krsevan (não me pergunte que santo é esse!). Não encontrei informação de como se chama esta igreja em outra língua além da croata. Trata-se da igreja mais antiga do centro de Sibenik, li na placa informativa a seu lado, mencionando-a como de 1200. Tinha sido reformada em estilo barroco, mas no século 20 um restauro mais cuidadoso devolveu-lhe o estilo românico que vemos hoje.

A igreja St Krsevan fica em uma pequena praça bem agradável, e bem à sua frente o bar Jack Rabbit Slim’s e restaurante Tinel, com boas avaliações. Aproveite para descansar enquanto toma um drink.

Sibenik

Em algum momento chegamos a esta igrejinha que tem uma gruta dedicada a Nossa Senhora de Lourdes.

Continuei subindo com intenção de chegar à Fortaleza de São Miguel (foto de abertura do post) pra ver o pôr do sol de lá, mas o aquariano e a pisciana queriam voltar a Zadar.

Nomeada por causa de uma igreja que existia dentro das muralhas, a Fortaleza de São Miguel foi construída durante o período de dominação veneziana em defesa de ataques otomanos. Sugiro que você vá no final do dia, para ver o pôr do sol, pois ela fica 60 metros acima do nível do lindo mar croata.

No caminho de volta ao estacionamento, uma paradinha para fotografar a Igreja de São João, construída em 1541 no lugar da antiga.

O QUE MAIS FAZER EM SIBENIK

Fortaleza de São Nícolas

Construída na ilha Ljuljevac, bem na entrada do Canal de Santo Antonio, onde antes havia um mosteiro beneditino, o de São Nícolas, daí o nome da fortaleza. Faz parte do conjunto de obras venezianas de defesa construídas entre os séculos 15 e 17, tombadas pela Unesco.

Passeios de barco

As centenas de ilha da costa da Croácia tornam este destino europeu um dos principais lugares para curtir praias e passeios de barco. Aliás, muitos filmes supostamente filmados na Grécia, na verdade foram feitos na Croácia, como Mama Mia.

Foto de Sergii Gulenok, by Unsplash

Veja os passeios que selecionei, comercializados por nossa parceira Civitatis:

Praias de Sibenik

Assim como Paraty-RJ, as melhores praias de Sibenik estão um pouco mais distantes do centro histórico. A mais bonita, White Beach, fica a 7 km do centro, e pertence ao complexo Amadria Park Holiday, mas é aberta também a quem não é hóspede do hotel 4 estrelas. E, sim, existem praias de areia na Croácia! Outras praias são Solaris, Ivan, Rezaliste, Jadrija.

praias de Sibenik
Trecho da White Beach

Lugares para conhecer perto de Sibenik

Olha, que pena a gente ter pouco tempo (e dinheiro) para explorar um país. A Croácia tem tantas ilhas, cidades históricas, parques, que os 10 dias que passamos lá poderiam ser curtidos apenas neste trecho da costa Dalmácia. Veja algumas das opções a seguir.

Parque Nacional Krka

Antes de chegar a Sibenik, passamos a manhã no lindo Krka, que me parece uma versão menor do irmão mais famoso Plitvice. Como não visitamos os dois, não posso fazer comparações, mas segundo minhas pesquisas, o Plitvice é muito grande e ideal para quem tem 2 dias para explorá-lo. Como não era nosso caso, achei melhor ir ao Krka. Além disso, fica mais distante das cidades, enquanto o Krka está a 80 km de Zadar e apenas 13 km de Sibenik.

Quando publiquei este post ainda não havia escrito sobre nossa visita ao Parque Nacional Krka, então te peço para ir à página Croácia para encontrá-lo, assim como outras publicações de nossa viagem à Croácia.

bate e volta Sibenik trogir

Aquapark da Dalmácia

Para quem vai à Croácia com crianças, algumas horas no parque aquático de Sibenik podem render boas horas de diversão e lembranças felizes de férias. Fica 7 km do centro histórico e abre de maio a final de setembro.

Além de Sibenik, Zadar, Split, Dubrovnik, e o parque nacional de Krka, fizemos bate e volta à Ilha de Brac – que rende prazeres maiores além das praias – e Lopud. Veja na página Croácia posts a respeito.

OUTRAS DICAS DE VIAGEM A SIBENIK OU REGIÃO DA CROÁCIA

Como chegar

Não há voos diretos para a croácia saindo Brasil.

Não compre voo para a Croácia no site da Latam! Apesar da parceira com a Croatia Airlines, não há integração entre os sistemas. Resultado: as malas despachadas não chegam junto com você (aconteceu comigo na ida e na volta, e com outros passageiros também). Se a conexão for curta (2 horas), você perde o voo, como aconteceu conosco, pois a Latam não informa no momento da compra que o sistema não permite fazer check in on line, e temos que fazer na conexão.

Não bastasse isso, com a perda do voo de conexão a Latam por um erro cancelou meus voos seguintes. Quando cheguei a Zagrebe para voltar ao Brasil, não existia bilhete, e tive que comprar um. O suporte da Latam foi pior do que se não houvesse nenhum canal, total falta de comprometimento e profissionalismo. Entrei com processo para reaver o valor pago.

Sibenik fica no centro da costa Dalmácia, 90 km ao sul de Zadar e 80 km ao norte de Split, o que faz dela uma excelente base – além de ser mais econômica que Trogir, sua vizinha mais famosa.

Nós a conhecemos em bate e volta de Zadar, estávamos com carro alugado pela Rentcars em Zagrebe, capital da Croácia. Saímos bem cedo de Zadar, passeamos no Parque Nacional de Krka, chegando a Sibenik na hora do almoço.

Vejo muito blogs dizendo que não há trens na Croácia, e não cheguei a pesquisar a respeito porque o carro nos traria mais custo-benefício, mas soube que a partir de Zagrebe é possível chegar à estação de trem de Sibenik, e que há passes de trem. Mas encontrei quem usou ônibus como transporte público na Croácia.

Melhor época para conhecer Sibenik e a Croácia

Caso sua intenção seja curtir as praias e ilhas, o ideal é se programar para visitar a Croácia junto com outras 5096240 pessoas nos meses de verão, entre meados de junho até final de agosto. Se, como nós, você quiser conhecer as cidades históricas mas com clima agradável e que dê pra pegar praia e congelar na água do mar (rsrs), os melhores meses são maio e início de junho e setembro e outubro. Estivemos lá na segunda quinzena de maio.

Sibenik
essas pedras enceradas (?) no piso fascinam em toda Croácia

Onde Ficar em Sibenik

No centro histórico, para quem não quer ficar em hotel, sugiro o Amoretta Rooms pela localização e decoração e principalmetne pela nota que os hóspedes lhe atribuíram, 9,8!

Perto da estação de trem, o Dora não é tão bonito, mas recebeu nota 10, 2 quartos, terraço e cozinha completa.

Para grupos de 10 pessoas, o Villa Porta é fantástico, e tem até uma piscininha e terraço com vista do mar. São 165 m2 com 4 quartos, cozinha completa. Fica na marina, ótimo para quem vai passear bastante de barco.

Ficamos em apartamentos alugados na Croácia, e foi bem tranquilo. Em geral o proprietário te recebe para explicar sobre o imóvel, mas há também lugares em que passam uma senha para abrir fechadura eletrônica. Conto mais nos artigos das cidades em que dorrmimos, Zadar, Split, Dubrovnik.

Onde comer em Sibenik

A Croácia tem rica gastronomia derivada da influência dos povos que a dominaram. Frutos do mar e peixes são bem comuns, claro, e encontramos polvo até no buffet de restaurante de shopping de Zagrebe ahaha.

Sibenik tem várias konobas (restaurantes típicos da Croácia) e bares. Almoçamos no Bistro Bava. Veja os preços: tagliatelle com camarão €14; salada caesar de frango €10, burger com bacon €12, cerveja croata Ozujsko 500 ml € 3,70.


Aposto que você gostou de Sibenik! Então me conta: a escolheria como base ou faria bate e volta a Sibenik a partir de outra cidade da Croácia?

Veja outras cidades para conhecer em bate e voltas

Os blogs do grupo Pequenos Grandes Viajantes participantes desta blogagem coletiva com o tema bate e voltas deixam suas dicas:

Marcia Picorallo

Marcia Picorallo

Escrevo o Mulher Casada Viaja com carinho desde 2014, compartilhando minhas impressões dos lugares por onde passei, inspirando e ajudando leitores a planejar suas aventuras.

Índice

Márcia, a viajante

Márcia, a viajante

Bem-vindo a bordo - e nem precisa apertar os cintos! Escrevo o Mulher Casada Viaja com carinho desde 2014, compartilhando minhas impressões dos lugares por onde passei, inspirando e ajudando leitores a planejar suas aventuras.

SAIBA MAIS

Assine a Newsletter

Resolva sua Viagem

Hospedagem

Faça suas reservas de hotel, apartamento ou B&B

Aluguel de Carro

com parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior

Viagem Segura

Viaje com Seguro, viaje tranquilo!

Roteiro Personalizado

Não pode planejar tudo sozinho e prefere contar com minha ajuda? Clique .

Artigos Recentes

Leia Também

Siga no Instagram

Planeje sua Viagem Aqui

Blogs de viagem são muito úteis no planejamento de viagem e gratuitos para o leitor, mas têm um custo para serem mantidos no ar – além do trabalho para edição. Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que pode retribuir e contribuir para que continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. Basta clicar sobre os links de nossos parceiros. Você planeja sua viagem e retorna a gentileza:

Aluguel de Carro

com parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior

Hospedagem

Faça suas reservas de hotel, apartamento ou B&B

Ingressos sem Fila

Ingressos de atrações, excursões e tours

Viagem Segura

Viaje com Seguro, viaje tranquilo!

Roteiro Personalizado

Não pode planejar tudo sozinho e prefere contar com minha ajuda? Clique .

COMENTÁRIOS

10 respostas

  1. Amei saber da existência de Sibenik na Croácia. Juro que nunca tinha ouvido falar dela, mas fiquei apaixonada. Quantas fotos lindas! E saber que ela foi cenário de Game of Thrones me deixou mais doida ainda para conhecer! Da próxima vez que você quiser perambular por ruazinhas de belas cidades históricas, pode chamar esta aquariana aqui. Hehehe! Beijão!

  2. Não imaginava que era possível ir de Zagrebe até Sibenik de trem, essa informação é muito útil pra quem assim como eu vai pra Croácia pela primeira vez ☺️

  3. A Croácia está virando mesmo um destino muito popular (não à toa, pois é linda!) e por isso mesmo é um achado e tanto encontrar um lugar como Sibenik. Amei tudo, as paisagens, os prédios e igrejas antigos (muito impressionante essa história das 70 cabeças). Que cidade incrível!

  4. Adorei a dica de conhecer Sibenik na Croácia. O país ficou tão popular que seus vídeos me deixaram assustada com a quantidade de turistas. Poder visitar uma cidade tão bonita como Sibenik com calma e tranquilidade vale ouro!!

  5. Concordo plenamente com a colocação de que a Croácia tem tantos lugares magníficos que uma beleza como Sibenik fica sem a fama merecida. Como bem apresentado no blog…nossa….Sibenik é mais uma joia deste pais que é realmente deslumbrante. Fui 2 vezes e quero voltar. Interessante saber que Sibenik também foi cenário para Game of Thrones.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa Newsletter!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos por e-mail.