Torres del Paine: Hotéis, Campings e Refúgios

Muitos parques nacionais possuem estrutura para quem os visita apenas por um dia, mas também oferecem hospedagem para quem fica mais, para todos os gostos e bolsos. Embora muita gente opte por se hospedar em Puerto Natales, Torres del Paine tem várias opções de hospedagem, da barraca ao hotel de luxo. E é este o tema do presente post, que encerra os relatos e as dicas sobre nossa viagem à Patagônia Argentina e Chilena em janeiro/15. No final desta publicação, links para os demais posts sobre esta viagem à Patagônia argentina e chilena.

Hotéis em Torres del Paine

– Hotel Lago Grey
Este hotel fica no final da estrada do Parque, ou seja, é o último ponto a que se pode chegar estando sobre rodas. O Lago Grey é formado pelo degelo do glaciar Grey e dali há uma trilha que te aproxima dos icebergs espalhados pelo lago. Visitamos o Hotel Grey para sondar se ainda haveria disponibilidade do passeio de barco que nos levaria até o glaciar. Como não tínhamos reservas, ficamos literalmente a ver navios… De qualquer forma, também é uma opção para uma refeição.

O Hotel Lago Grey
O Hotel Lago Grey
O restaurante do Hotel com vista para o Lago e o Glaciar Grey
O restaurante do Hotel com vista para o Lago e o Glaciar Grey
IMG_0940
Vista a partir do deck do restaurante

– Hosteria Lago del Toro
– Hotel Cabanas del Paine
– Hosteria Mirador del Payne

Hosteria Pehoe – Visitamos este hotel por causa de sua localização: não é todo dia que se caminha sobre numa ponte construída sobre um lago verde esmeralda de um dos parque nacionais mais bonitos do mundo, com vista para montanhas fantásticas. Além disso, aproveitamos para almoçar em seu restaurante, aberto ao público. Falamos um pouco sobre isso no post Torres del Paine: Hipnotizantes.

Ponte sobre o Lago Pehoe até o hotel
Ponte sobre o Lago Pehoe até o hotel
pehoe mirador-0961
Vista a partir do mirante do hotel
pehoe hotel-0968
Bloco do hotel e a ponte sobre o Lago Pehoe
IMG_0953
O restaurante do Lago Pehoe

– Tierra Patagonia
– Hotel Explora
– Hosteria Tyndall
– Hotel Las Torres

Como o Las Torres foi o hotel onde nos hospedamos, tenho mais informações.

Geral – O Las Torres tem uma boa estrutura, bar, restaurante, spa, horta orgânica, estábulo. Além do lobby com sala de convivência e bar, cada bloco de oito quartos tem uma sala de estar aconchegante com vista para a montanha. Em cada bloco, há oito apartamentos no térreo e oito no andar superior. Os que têm vista para a montanha são mais caros, mas acordar e ver o sol refletindo um laranja de outro mundo na montanha pode valer a pena.

Cada bloco é unido por um corredor. O do último, é ao ar livre
Cada bloco é unido por um corredor. O do último, é ao ar livre
a cada bloco, uma saleta com vista
a cada bloco, uma saleta com vista

Quarto – Ficamos no 55, no último bloco, e por isso mais novo. Os equipamentos do banheiro são muito bons e têm janela – algo que a maioria dos hotéis não tem. Há um hall com um closet grande, onde fica o cofre. Os quartos são confortáveis e espaçosos, com cama, travesseiros e roupa de cama e banho de muito boa qualidade. Em dia quente, que não é muito comum por lá, os quartos ficam um forno (só tem aquecimento, não há ventilador ou ar condicionado) e muitos hóspedes deixavam a porta do quarto aberta numa tentativa de melhorar. As janelas têm vidro duplo contra o frio e a abertura é bem pequena, não contribuindo para que o ar fresco entre quando necessário. Com toda preocupação ambiental local, não entendi porque a caldeira estava a todo vapor no início da noite de um dia quente. Não tem TV no quarto (mas quem quer saber disso?), mas tem wi-fi, embora um pouco lento. Alguns quartos têm janelas menores e outros têm grandes painéis de vidro com hidromassagem dentro do quarto.

quarto duplo
quarto duplo
entrada da recepção
entrada da recepção
Cada bloco tem 8 apartamentos
um dos blocos
sala do lobby
sala do lobby
o Las Torres tem uma sala com uma espécie de museu da Patagônia
o Las Torres tem uma sala com uma espécie de museu da Patagônia

Las Torres horses-2467

DSC_2478

Passeios – Não contratamos nenhum passeio, mas muitos hóspedes o fizeram, uma boa alternativa para quem está sem carro, seja passeio de van, seja a cavalo.

Spa – tem diversos programas, que vão de lua mel (135 mil pesos) a Cura do Montanhista (75 mil pesos), com sauna, massagem e jacuzzi. Não, eu não fiz a cura do montanhista, mas bem que precisava!

Serviço: Check in e out foram rápidos e uma das atendentes tinha bom Inglês. No restaurante o pessoal era bem atencioso e me surpreendi com o fato de alguns deles serem poliglotas. Limpeza OK. As amenities não foram repostas após a primeira noite e eu precisei solicitar (haja hidratante num clima seco como aquele!).

Refeições – O café da manhã e o jantar são na modalidade buffet e bem variados. O bar é uma ótima opção para se alimentar, pois o restaurante é bem caro. Pode-se escolher regime all inclusive, mas como não foi minha opção não sei se incluía todas as refeições – e será que vale a pena quando você vai passar boa parte do dia pelo parque? Tanto o bar como o restaurante têm grandes painéis de vidro para trazer a paisagem para dentro.

O bar do Las Torres
O bar do Las Torres

 

Como reservar hotel em Torres del Paine

Quem já acompanha o blog há algum tempo sabe que eu sempre fiz reservas pelo Booking.com. Por isso tive a segurança de firmar parceria com eles e, para fazer sua reserva, basta clicar neste link para o Booking. Fazendo isso, você não paga nada a mais, não perde nada e ainda ajuda com os custos de manutenção do blog pois uma pequena comissão é paga – sem que você pague a mais por isso! Gracias.

Este link te leva diretamente às opções de hospedagem em TdP

Pousadas em Torres del Paine

– Posada Rio Serrano
– Patagonia Camp
– Ecocamp

Camping

Há dois tipos de camping no Parque: os pagos e administrados pelos refúgios e os gratuitos, administrados pela CONAF, o órgão regulador dos parques nacionais chilenos.

Campings da Conaf
Guardas
– Italiano
– Britânico
– Torres

Os acampamentos pagos (em média USD 15) ficam nos refúgios, listados abaixo. Alugam equipamento completo: barraca, colchão, sacos de dormir.

Refúgios

Quando ouvi sobre refúgio pela primeira vez, imaginei uma cabana de madeira no meio de uma trilha, como as que vi em filmes sobre o Everest, com direito a neve e muito frio (rsrsrs), e pensei que fossem refúgios, ou seja, você entra lá em caso de uma tempestade. Essa era minha ideia até que visitei um em TdP e, sim, ele era no meio de uma trilha, era bem rústico, mas é como um albergue e nem todos são tão rústicos. O Grey, por exemplo, tem sofás de couro em amplo salão com grandes painéis de vidro. Em geral, os refúgios são cabanas com quartos e banheiros compartilhados. Têm uma sala de convivência um restaurante e vendem gêneros de primeira necessidade, além de alugar equipamentos como saco de dormir e barraca.

Visitamos o Chileno, que fica no meio da trilha para a base das Torres del Paine. O local é lindo, à beira do rio e com vista das montanhas.

 A vista da sala do Refúgio Chileno
A vista da sala do Refúgio Chileno

IMG_0803 IMG_0802 IMG_0807 IMG_0798

IMG_0806

Campings e Refúgios em Torres del Paine

– Chileno
– Los Perros
– Los Cuernos
– Camping Serón
– Paine Grande
– Grey
– Dickson

Como reservar camping e refúgios em Torres del Paine

Duas empresas particulares que efetuam reservas para áreas de camping e refúgios (clique sobre os nomes para ir ao website delas):

Vertice Patagônia
Fantastico Sur

Não se esqueça de ler avaliações de quem ficou no hotel ou refúgio escolhido antes que você feche a reserva. O TripAdvisor é uma fonte bacana e eu costumo ler as avaliações também em inglês.

Posts Relacionados (clique sobre o título e leia mais)

Comece seu planejamento por aqui: Torres del Paine: Dicas práticas

De El Calafate a Torres del Paine: dicas de combustível, fronteira, aluguel de carro

Vai encarar a trilha de 8 – ou 10 horas, no meu caso, leia TdP: Sangue, Suor e Beleza 

O que há para fazer lá: Torres del Paine: hipnotizantes 

Anúncios

10 comentários sobre “Torres del Paine: Hotéis, Campings e Refúgios

  1. Letícia 8 de abril de 2015 / 13:37

    Olá Márcia, td bem?? Conheci seu blog e adorei seus relatos! Li o post sobre Torres del Paine, e gostaria de saber sua opinião sobre 2 hotéis… Vi q vc ficou no Las Torres, e nas buscas por hotel encontrei o Hotel Lago Grey q está cm um preço ótimo. Em relação a localização, hospedagem, qual dos dois é melhor? O Hotel Lago Grey fica fora de mão para se deslocar a pé? Não consegui entender muito a localização do Lago Grey…Muito obrigada

    Curtir

    • mulhercasadaviaja 8 de abril de 2015 / 19:09

      Oi, Letícia. Obrigada pelo feedback positivo. Então, o Grey fica no final do parque. Não tem como dizer que é fora de mão, porque lá tudo é isolado, não tem um centrinho com comércio ou restaurante, sabe, é um parque nacional. Dê uma olhada no mapa do parque (tem um neste post http://wp.me/p48GyZ-FF) para ter uma ideia. O Las Torres tem maior infra estrutura, mas eu não me incomodaria de ficar no Grey, embora não tenha entrado nos quartos para ver limpeza, estado do mobiliário, etc. O Grey é legal pela proximidade com o lago e a geleira. O Las Torres fica no início da trilha para a base das Torres del Paine e embora seja estilo rústico é bem aconchegante, mas é carinho, principalmente o restaurante. Quanto a transporte, ficar a pé é bom para quem é andarilho, pois os ônibus circulam em apenas alguns pontos do parque (veja no post Torres del Paine: Dicas práticas
      http://wp.me/p48GyZ-Nz), mas há opção de fechar passeios com os hotéis. A pé, como eu disse, só para andarilhos. O parque é muuuito grande e os pontos principais só são conhecidos sobre rodas. Qualquer dúvida, pode mandar aqui! bom planejamento!

      Curtir

  2. Arthur 27 de junho de 2016 / 19:16

    Olá, tudo bem?
    Quanto você pagou na refeição na Hosteria Pehoé? Quanto custa em média as refeições por lá?
    Grato.

    Curtir

    • Marcia, blogueira do Mulher Casada Viaja 28 de junho de 2016 / 9:02

      Oi, Arthur, só fiz três refeições em TDP, duas no Las Torres, que achei bem carinho, e uma no Pehoe. Encontrei uma foto que tirei do cardápio de lá e vi que o menu, ou seja, entrada, prato principal e sobremesa, saiu por US$34.

      Curtir

  3. leonardo leal 6 de fevereiro de 2017 / 9:24

    olá Márcia, tudo bem?!! “Conheci” você pelo Facebook, onde me recomendaste visitar esta pagina…que por sinal, é muito legal!

    umas duvidas por favor…esse refugio chileno precisa reservar antecipadamente? e pra acampar não precisa pagar nada não, né?

    outra coisa: você conhece Refugio Torre Central – Fantástico Sur ???? eu quero ir ate a base das torres e vejo que precisa dormir uma noite dentro do parque, né ( q q vc acha?)? esse refugio ta relativamente barato e me parece ser bem legal!…só não sei se é “próximo” a trilha para a base.

    segue o link do refugio:

    https://www.booking.com/hotel/cl/refugio-torre-central-fantastico-sur.pt-br.html?aid=816445;sid=c1cc804399806438dd2db1a8fe6098bc;checkin=2017-04-12;checkout=2017-04-13;ucfs=1;highlighted_blocks=69714001_93214971_0_0_0;all_sr_blocks=69714001_93214971_0_0_0;room1=A;hpos=10;dest_type=region;dest_id=5468;srfid=72f84c711dcacfce88fe05ae6acc13b319aef1c3X10;highlight_room=#map_closed

    valeu Marcia!

    Curtir

  4. Marcia, blogueira do Mulher Casada Viaja 16 de março de 2017 / 8:43

    Oi Leonardo,
    Não diz o Francês (bateu invejinha agora 😁), então não vou opinar, mas dormindo no Chileno dá pra fazer tranquilo a base das torres e voltar a Perto Natales. Você vai estar de carro, né?

    Curtir

    • leonardo leal 16 de março de 2017 / 14:12

      hummm, não iria de carro nao. Não era minha intenção…

      Curtido por 1 pessoa

Vamos trocar figurinhas! Deixe seu comentário ou dúvida:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s