Castelos da Alemanha: Linderhof

Este post faz parte de uma série sobre Castelos da Alemanha, e neste apresento o Palácio de Linderhof, um dos delírios do rei bávaro Ludvick II. Apresento com um provérbio: os melhores perfumes estão nos menores frascos.

Castelo Linderhof Alemanha

O dia estava perfeito: céu azul, sol brilhando, vento soprando as folhas amareladas pelo outono. No caminho entre Schwangau e o Linderhof, a surpresa de encontrar o o lago austríaco Plamsee, à beira da estrada (veja mais abaixo como chegar ao Linderhof). Nas proximidades do palácio, as montanhas continuam, mas abrem-se campos de pastos, então abaixe a janela e curta o som dos sinos das vacas badalando. Entrou no clima campestre? Ele acaba assim que você entra no palácio. Não se engane pelas proporções, apesar de pequeno, o Linderhof é, como diria Clodovil, um luxo!

O Tour pelo Palácio Linderhof

O tour pelo interior do palácio demora cerca de 30 minutos e vale muito à pena, mesmo sendo em alemão. Recebemos no hall do palácio uma pasta em Português com informações sobre cada sala visitada.

Já no hall confirmamos o tamanho reduzido do palácio, se comparado a Versalhes ou Louvre, mas acho que isso favoreceu sua beleza, pois cada cantinho foi decorado com esmero. Não é possível fotografar lá dentro, como em todos os demais castelos que visitei nesta viagem à Alemanha, mas se você estiver mega curiosa/o para ver como é, o site oficial do Linderhof oferece um tour virtual.

O que visitar na Alemanha

O que Ver no Linderhof

Assim que você chega ao ‘quintal’ do palácio, à esquerda verá o primeiro jardim do complexo, concluído em 1872, onde o deus do Amor e a deusa da Fama guardam a fonte com o anjo, douradinho de doer os olhos, um busto de Luís 14 da França e vasos na cor preferida de Ludvick.

Jardins de Castelos
castelos de Ludvick

Atrás do palácio, a cascata artificial de 30 degraus que desce pelo morro (gente, morro é uma palavra que não combina com palácio, né? mas é um morro) e termina na Fonte de Netuno.

À frente do palácio, encontra-se o grande espelho d’água com uma fonte cujo jato alcança 25 metros.

onde fica o Linderhof
A vista a partir do palácio
Castelos de Ludwick II Linderhof
A vista a partir do terraço próximo ao Templo de Vênus

Não visitamos as construções secundárias do complexo do Linderhof, como a Casa Marroquina e o Kiosko Mourisco, pavilhões construídos para Exposições Universais e posteriormente adquiridos para integrar o complexo do Linderhof. A Gruta de Vênus estava em restauro. Além deles, você também pode visitar o o Königshäuschen, antigo galpão de caça usado por Maximilian II, pai de Ludwig, que hoje abriga um museu contando as origens da área rural, seu uso pela família real e como escritório onde Ludwig projetou o Linderhof.

Como Chegar ao Linderhof

🚗 O Linderhof faz parte da cidade de Ettal. A partir de Munique são cerca de 100 km, então um bate-volta é possível. Se puder, passe ao menos 2 noites na região de Schwangau/Fussen, pertinho do castelo mais conhecido do Ludvick, o “da Cinderela”. E de Fussen até o Linderhof são apenas 50 km de distância, e a região tem muitas cidadezinhas, lagos e montanhas que merecem ser exploradas. Quando você buscar no Google ou outro aplicativo, escolha o trajeto que passa pela Áustria, assim você aproveita para atravessar a Highline 179, a segunda maior ponte suspensa do mundo, e curtir o visual do lago Plamsee.

Castelos da Alemanha
A Highline 179, num desvio pelo caminho
Linderhof melhor estrada
Plamsee, na Áustria, no caminho entre Fussen e Linderhof

O carro é de longe a melhor alternativa para viajar pelo Sul da Alemanha. Para alugar um, você pode usar o site da Rentcars.com, e escolher uma entre as diversas locadoras disponíveis. Nós alugamos com a Hertz, retirando e devolvendo o carro no aeroporto de Munique. Nesse site é possível pagar em reais, parcelar e ainda ficar livre do IOF. Se gostar do preço e das condições, faça a reserva pelo link acima, por favor, assim você contribui com a manutenção do blog, sem pagar nada a mais por isso.

🚌 As excursões que partem de Munique, geralmente visitam o Linderhof e o Neuschwanstein no mesmo dia. Eu evito excursões justamente pela limitação de tempo e por não poder parar, mas esta abaixo, da nossa parceria Tiqets, oferece uma breve parada em Oberammergau.

✈ o aeroporto mais próximo é o de Munique, que tem voos diretos do Brasil pela Lufthansa, mas outras várias companhias aéreas voam para lá com conexão em outras cidades européias.

O que fazer perto de Linderhof

Além de Fussen, Schwangau, Highline 179 e do lago Plamsee, você pode visitar a abadia de Ettal, que infelizemtne só vimos no carro. Fundada em 1330 cmo um mosteiro, repetiu a história de outras tantas igrejas e após um incêncio foi reconstruída em 1744 na forma barroca que se vê hoje.

oberammergau-ettal mosteiro Alemanha
A abadia de Ettal

Deixamos o Linderhof no finalzinho da manhã e paramos 14 km adiante na cidade de Oberammergau, reconhecida pelas pinturas Lüftlmalerei. A cidade é uma graça e uma boa opção para almoçar e/ou tomar um sorvete. Leia mais sobre ela clicando no link acima.

Oberammergau
Oberammergau

Se tiver tempo, fique ao menos uma noite da lindinha Garmisch Partenkirchen, uma cidade típica de montanha, com casas alpinas, boa estrutura para o turismo, com vários restaurantes e opções de hotel, além de forte comércio. A cidade é uma uma estação de esqui e o ponto mais alto da Alemanha, Alpspitze, fica ali perto.

Garmisch-Partenkirchen

Confira em Alemanha todos os posts sobre estas cidades do Sul do país, você vai começar a fazer planos para conhecer a Baviera, aposto!

Ingressos para o Linderhof

O acesso aos jardins é gratuito. Durante o inverno (meados de outubro a meados de Abril), só o palácio pode ser visitado ao custo de €7,50.

O ingresso de €8,50 dá direito ao tour pelo palácio e às demais construções do complexo. Para visitar apenas as construções secundárias, são €5.

Estrutura

O estacionamento é pago e fica próximo das lojinhas, bilheteria e restaurantes.

Bolsa grandes e mochilas ou qualquer item grande não são permitidos dentro do palácio, então use os armários para deixá-los, no sistema ‘insira uma moeda e pegue-a de volta quando retirar seus pertences’.

Há banheiros perto do estacionamento e também perto do palácio. São limpos e não falta nada, como em todos os que usei no Sul da Alemanha.

O Linderhof, segundo seu website, dispõe de estrutura para receber pessoas com mobilidade reduzida.

Vai para a Europa? Não se esqueça de adquirir seu seguro viagem, obrigatório para os países signatários do Tratado Schengen. Faça um orçamento com a Seguros Promo, com quem o blog tem parceria. Se gostar do preço, já com desconto aplicando o código mulherviaja5 para leitores do Mulher Casada Viaja, compre através do link acima para garantir, além do desconto, uma contribuição ao blog, pois recebemos uma pequena comissão que ajuda a pagar as despesas de manutenção.

Ficou com alguma dúvida ou tem alguma observação a fazer? Deixe aí nos comentários que terei prazer em conversar com você! Os castelos da Alemanha e o Linderhof são apenas dois bons motivos para visitar a Baviera.

Assine a nossa Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba dicas imperdíveis de viagem!

16 COMENTÁRIOS

  1. Aiii.. Castelos! Minha maior paixão. Meu maior sonho em conhecer a Alemanha é poder conhecer os famosos castelos. Adorei saber detalhes esse! Fiquei encantada com as fotos. Quanto detalhes essas esculturas possuem.. É impressionante! Preciso me programar o quanto antes para conhecer.

  2. Coisa mais linda de passeio! Juro que vou lá no site agora pra poder fazer o tour e ver por dentro pois fiquei apaixonada!!

  3. Quem não ama um castelo? É sempre tão encantador e mágico estar cercado por tanta beleza e história. E que bom que já pensam nos turistas brasileiros, nem que seja com material impresso. Mas essa Highline 179 não sei se encararia, principalmente com as crianças, rs, apesar do visual.
    Lindo post.

    • Pois é, respeito, a gente vê ali. Outros castelos não tiveram a mesma preocupação. Quanto à ponte, é moleza, as crianças iriam adorar!

  4. A Alemanha é cheia de castelos belíssimos! Não sei qual escolher: O Castelo de Linderhof ou o de Neuschwanstein. O jardim do Linderhof me encantou, e eu amei a cascata artificial! Esse lugar é lindo!!

    • Por que será que a gente sempre compara para escolher só um preferido? Já chega disso na vida amorosa! kkk Fique com os dois, cada um é lindo à sua maneira, né? abraços

    • Jura, Dalila? Nem sei quando foi a última vez que viajei sem roteiro definido, acho que a gente ganha em liberdade, mas perde a chance de conhecer alguns lugares, seja pela falta de informação, seja porque não se programou e acaba não sobrando tempo. Mas que bom que você chegou aqui, já vai te ajudar. Lembre-se que no inverno só dá pra conhecer a parte interna do castelo, os jardins estão fechados. abraços

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui