Alemanha (Baviera), Áustria (Tirol) e França (Alsácia): planejamento e roteiro

Neste post você vai encontrar o roteiro e o planejamento da viagem de 14 dias a 3 países europeus: Alemanha, França e Áustria. Percorreremos as regiões da Baviera, onde ficam cidades de contos de fada na chamada Rota Romântica, e de Baden-Wurttemberg, cuja maior cidade é a capital automobilística alemã Stuttgart e onde fica a Floresta Negra, e alguns dos castelos mais lindos do país e talvez do mundo. Uma França à la chucrute nos espera na Alsácia, que é uma rota de vinhos e tem como cidades mais conhecidas as belas Colmar e Estrasburgo. Para fechar o roteiro e voltar a Munique, incluímos o castelo Neuschwanstein e o Linderhof, e uma bela esticada até Salzburgo e Hallstatt, na Áustria. É um roteiro estilo maratona, mas acredito que por serem cidades bem pequenas (nas menores, um roteiro a pé tem apenas 2 ou 3 quilômetros), conseguiremos cumprir com tranquilidade, principalmente porque não é alta temporada.

O Castelo Neuschwanstein, em Schwangau

Esta viagem tem características do famoso “já que”. O destino principal era a Rota Romântica, mas ‘já que’ a Alsácia é logo ali depois da fronteira, por que não? E ‘já que’ estamos perto de Hallstatt, na Áustria, vamos incluir um dia no lago de contos de fadas. E ‘já que’ fomos até ali, não dá pra deixar de conhecer Salzburgo, claro. Por essas e outras, as cidades alemãs mais ‘conhecidas’ ficaram de fora. Meu marido, há 10 dias da viagem me perguntou: “Nós vamos pra Frankfurt?” Não. “Vamos para Berlim?” Não. Além da viagem do ‘já que’, podemos nomear esta viagem low profile, porque apesar de visitarmos cidades conhecidas pelos europeus e por quem viaja mais do que a média brasileira – que diga-se de passagem é baixíssima – muita gente não tem ideia do que seja Wurzburg ou Garmisch-Partenkirchen. Eu não conhecia a maioria delas (e ainda não sei pronunciar seus nomes), então te convido a viajar comigo e conhecer estas belezinhas medievais do vinho e dos Alpes nos próximos posts. Neste, compartilho o roteiro e relato do planejamento, que pode ajudar quem quiser ir para este pedaço lindo, cheio de história e natureza da Europa.

Rothenburg ob der Tauber, na Rota Romântica

Como escolhi as cidades do roteiro
Eu adoraria chegar lá e ficar ou partir de acordo com a empatia pelas cidades, mas com dias sempre contados e uma lista imensa de lugares para conhecer – e como me encanto com quase tudo e aí ficaria semanas em cada lugar – pesquisar e otimizar são sempre palavras de ordem no planejamento de nossas viagens. Além disso, foi-se o tempo em que podíamos viajar sem reservar hotel e decidir por um no calor do momento.

Li diversos blogs e alguns fóruns de viajante, principalmente para saber quantos dias ficar na Rota Romântica e quais cidades escolher como base. A maioria dizia 4 dias, e outros diziam ter conhecido apenas 2 cidades em um bate-volta a partir de Munique. Fiz um roteiro circular começando e terminando em Munique, fazendo a Rota Romântica em 5 dias em 2 etapas, separadas pela esticada à Oktoberfest de Stuttgart e à Alsácia.

estrasburgo que fazer
Estrasburgo, Alsácia

Roteiro de 14 dias na Alemanha, Áustria e Alsácia
dia 1: ✈ Munich International Airport 🚗 Augsburg🛏 
dia 2: 🚗 Dinkensbuhl-Rothenburg ob der Tauber 🛏
dia 3: 🚗 Würzburg 🛏 
dia 4: 🚗 Stuttgart🛏 
dias 5 e 6: Stuttgart e 🚗 Strasbourg🛏 
dia 7: 🚗 Riquewihr-Donauworth-Kaysersberg-Colmar🛏 
dia 8: 🚗 Castelos de Lichtenstein e Hohenzorllen-Schwangau 🛏 
dia 9: Schwangau 🛏 
dia 10: 🚗 Schwangau-Garmish-Partenkirchen  🛏 
dia 11: 🚗 Salzburgo 🛏
Dia 12: 🚗 Hallstatt-Berchtesgaden🛏 
Dia 13: 🚗 Berchtesgaden-Schonau am KonigseeBerchtesgaden
dia 14: 🚗 Munique e ✈ SP

As atrações de cada cidade ou localidade relatarei nos posts a respeito de cada um dos lugares, então procurem na página da Alemanha que vou alimentando-a conforme forem publicados os posts.

Os dois mapas abaixo contêm todos os lugares do roteiro; o primeiro cobre os dias de 1 a 9, entre Munique, Rota Romântica, Stuttgart e Alsácia, e o segundo de 10 a 14, na região dos Alpes alemães e austríacos.

onde ficar em Hallstatt
Hallstatt, Áustria

Transporte aéreo para a Rota Romântica
Partindo do Brasil, você pode chegar por Frankfurt ou Munique, cidades próximas do início ou fim da rota Romântica, tendo Wurzburg mais ao Norte e perto de Frankfurt, e Fussen ao Sul, na fronteira com a Áustria, mais próximo de Munique.
Não tentei esta dica que deixo pra você, que é possível voar para outro país europeu e pegar uma empresa lowcost para fazer o trecho a partir dessa cidade de entrada na Europa até Munique ou Frankfurt, mas talvez você possa aproveitar uma promo e fazer isso.
Limitei minhas pesquisas às simulações a seguir, usando o Google Explore Flights, o Voopter e os sites da Latam e da Lufthansa (preços pesquisados para 2 bilhetes em classe econômica), com datas de voos próximas ou iguais:

– SP-Munique (conexão em Frankfurt)/Munique (conexão em Frankfurt)-SP: R$ 7.100 pela Lufthansa – voo escolhido
– SP-Munique (conexão em Frankfurt)/Munique (conexão em Frankfurt)-SP: R$ 7.730 pela TAM
– SP-Frankfurt/Frankfurt-SP – R$ 6.700 pela TAM
– SP-Frankfurt/Munique-SP – R$ 8.100 pela TAM

Sim, eu sei que milhões de pessoas vão dizer que conseguiriam um custo menor e bla bla bla, mas viagens mais curtas em companhias aéreas com bom serviço custam mais caro, certo? Se você quiser economizar e tiver mais tempo do que eu, é só jogar na busca 2 conexões ou mais que acabam aparecendo voos mais em conta. Nossa conexão durou apenas 1 hora em cada voo, e isso também reflete no custo.
Mas talvez a dica mais importante seja: faça suas pesquisas sempre em uma janela ou aba anônima em seu navegador (Explorer ou Chrome). Já aconteceu várias vezes comigo de o sistema da companhia aérea dar mensagem de erro e quando faço nova busca o valor do bilhete estar mais alto. Desta vez fiz isso só pra ver no que dava e BATATA! Fechei a guia, abri uma anônima e o mesmo voo saiu com pelo preço pesquisado inicialmente: R$ 3.500,00/pessoa com todas as taxas inclusas.
Outra coisa: não marquei nossos assentos no momento da compra dos bilhetes, pois a Lufthansa cobra uma taxa para cada assento marcado (cerca de R$ 100 por pessoa e por voo internacional, mais uns $40 por voo doméstico). Fui monitorando os assentos disponíveis a cada quinzena. Três dias antes da viagem ainda havia lugares bons e juntos, ent’ao apostei na espera até o checkin, que fiz 23 horas antes do voo e, adivinha? tinham vários lugares juntos, na janela, fileira do meio, corredor, a escolher – sem pagar. Lembre-se: não estou aconselhando a fazer o mesmo, apenas comentando que comigo, desta vez, deu certo.
Escolhi as conexões mais curtas, já que não me interessava tanto sair do aeroporto para conhecer Frankfurt (já estou bolando um roteiro para chegar em Frankfurt e curtir o Norte e Oeste da Alemanha junto com Luxemburgo e talvez Bélgica), mas você pode escolher um voo com conexão longa e curtir uma cidade a mais, de graça!

Leia sobre nossa conexão em Munique, onde tem dicas de como chegar ao centro a partir do aeroporto de trem, e um roteiro pelas principais atrações do centro

Munique, setembro de 2015

Que época ir ao Sul da Alemanha
Talvez seja melhor dizer o porquê de termos escolhido esta época. Vi fotos do verão e da primavera das cidades da Rota Romântica e da Alsácia, que são  belíssimas, mas verão é tudo mais cheio e caro. Já estivemos em Munique em Setembro e achamos o clima ideal: friozinho agradável e dias claros, época mais seca do ano. Além disso, o outono colore as árvores – e tem Oktoberfest e outros festivais de outono em várias cidades e castelos. Além disso, setembro sinaliza o final das férias europeias, o que significa rotas turísticas mais vazias.

Colmar Alsácia França
La Petite Venise, Colmar, Alsácia

Carro ou trem na Alemanha?
Vários motivos nos levaram a fazer todos os trechos de carro:
1. ganharíamos tempo de uma cidade a outra, sem ter que esperar pelos trens ou nos deslocamentos até as estações.
2. é possível chegar a quase todos os cantinhos desse roteiro de trem, mas o carro te dá a possibilidade de ir parando em vistas bonitas e proporciona mais surpresas.
3. Na Rota Romântica, por exemplo, dependeríamos de ônibus turístico na maior parte das cidades, o que significaria estar nas cidades no horário de pico, com tudo cheio.

Veja nas páginas índice da Alemanha, da Áustria e da Alsácia os relatos e dicas desta viagem

Highline 179, Áustria

Aluguel de Carro na Alemanha
Reservei no site Rentcars.com, com a Hertz, um carro standard, retirando e entregando no aeroporto de Munique. As taxas costumam ser um pouco mais altas em aeroportos, mas como não ficaríamos em Munique, valeu pagar pela comodidade, sem contar o tempo economizado. A grande vantagem de fazer a reserva com a Rentcars é pagar em reais, no cartão de crédito em até 3 vezes sem juros, sem ficar esperando a flutuação do câmbio e sem IOF. 13 diárias com quilometragem livre saíram o equivalente a US$ 392.

Mercedes Benz Stuttgart
Museu Mercedes Benz, Stuttgart

Se você cruzar a fronteira pra visitar a Áustria, passe em um posto de combustível próximo da fronteira e peça o adesivo vignette, um adesivo para os pedágios cuja ausência implica em multa de 120 euros, tem validade de 10 dias a €8,90. Mais informações sobre guiar na Áustria aqui. Aqui no blog você encontra dicas sobre dirigir na Alemanha.
Atualização: Em maio/19 o valor do vignette era € 9,20 e desde 2018 há opção de adquirir o vignette digital.

Onde Ficar
O post Rota Romântica Alemã: que Cidades Visitar e outras Dicas vai te ajudar a escolher as cidades base para esta parte da viagem. Daí então é só decidir se prefere montar base em uma ou duas cidades e fazer bate-voltas ou incluir mais cidades e fazer um roteiro circular, como eu.

Salzburgo. Foto da Secretaria de Turismo

Publico este post enquanto rodo pela Alemanha, então logo logo tem novidades aqui no blog, aguardem! Se quiserem me acompanhar de pertinho, sigam o blog no Instagram e no Facebook, que eu vou postando fotinhos e dicas. Tenho certeza que esse roteiro da Alemanha, Áustria e França vai te encantar, também. Abraços e até a volta!

Se você gostou das dicas, que tal dar uma forcinha pro blog planejando sua viagem com nossos parceiros? Recebemos uma pequena comissão que ajuda a pagar a manutenção e outros custos fixos do blog e continuar a levar informações gratuitas e importantes aos leitores. Se as condições estiverem legais, por que não? Mas tem que clicar nos links deste parágrafo! Danke!

Assine a nossa Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba dicas imperdíveis de viagem!

27 COMENTÁRIOS

  1. Achei lindo este roteiro e amei as dicas. Estou babando aqui com tudo isso, ah que vontade!! Neste ano estivemos em Frankfurt, Berlim e Fussen, mas morro de vontade de fazer a rota romântica e Estrasburgo, ah, sonho!!! Adorei.

  2. Espetacular esse roteiro! Adoro os alpes e as cidades ao seu entorno. Estive na região de Garmish-Partenkirchen visitando o Zugspitze em outubro do ano passado e amei. Deu muita vontade de atravessar para Tirol, pena que não tive tempo.

    • GaPa é linda de morrer, pena que ficamos só um dia… E quando chegamos ao Zugspitze às 15h30 já estava fechado. Mas é isso, é preciso fazer escolhas, sempre. Obrigada pela visita!

  3. […] Tudo o que eu tinha lido sobre a Alsácia estava intrinsecamente relacionado ao vinho e embora eu aprecie a bebida, não faço viagens baseada no paladar, mas na visão – e as paisagens de suas cidadezinhas me encantaram! A Alsácia entrou no roteiro de nossa viagem ao Sul da Alemanha no início do outono, depois de traçar um círculo nas proximidades de Munique e notar que teríamos apenas 470 km a percorrer, conhecendo várias cidades ao longo da Rota Romântica alemã, castelos na Floresta Negra e Stuttgart, para finalmente chegar à Rota do Vinho da Alsácia. Entenda melhor o Roteiro de 14 dias pela Baviera e Baden-Wurttemberg (Rota Romântica, Stuttgart) + Alsácia (França… […]

  4. Amando seus relatos. Estamos (marido e eu) aqui montando nosso roteiro a Rota Romântica (Alemanha) e Rota do Vinho – Alsácia (França) pelo seu blog. Viajamos final setembro por 20 dias.

  5. […] Depois desta introdução que parece um tanto negativa, esclareço que Colmar merece, sim, entrar no roteiro pela Alsácia. Eu a incluí e não me arrependo, só foi um choque ver tantos turistas saindo pelo ladrão depois da calmaria dos últimos dias. Confira o post Dicas e Roteiro de 3 Dias na Alsácia para entender mais sobre esta região tão peculiar, saber qual a melhor época para ir, como chegar, etc. Aqui falo especificamente sobre Colmar. E o planejamento da viagem toda você encontra em Alemanha (Baviera), Ásutria (Tirol) e França (Alsácia): planejamento e roteiro. […]

  6. Olá, amei seu relato. farei essa rota em abri/2019. veja se acha legal: meu vôo chega e volta por Frankfurt, mas vou só passar a noite de ida e volta lá…
    08/09: Estrabursgo
    09-10: Estrabursgo
    10-11: Estrabursgo
    11-12: Rothenburg
    12-13: Augsburgo
    13-14: Fussen
    14-15: Fussen
    15-16: Innsbruck
    16-17: Munique
    17-18: Munique
    Em Estrabursgo quero conhecer Colmar e a Floresta Negra.
    Em Fussen vou no Castelo, Lago Constança
    O que acha?
    Abraços

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui