Pontos Negativos de Orlando

Compartilhe:

Conteúdo do Artigo

Muitos brasileiros falam bem de Orlando, amam de paixão, adoram, querem viver lá. Minha filha é uma dessas pessoas, e visitamos a cidade pela quarta vez em dezembro de 2023, pois era a vez dela escolher um destino de viagem. Eu, mais velha e com experiência de viagem por várias cidades, tenho um olhar mais crítico. Ou apenas um gosto diferente. Por isso consegui reunir aqui pontos negativos de Orlando, observados no modo turista.

Na primeira vez em que vamos “à Disney”, tudo nos encanta e acho que se for seu caso você nem notará ou se incomodará com os itens que menciono a seguir. Não pense que não gosto de Orlando ou dos parques da Disney e Universal. Adoro as montanhas russas, os shows, até enfrento fila para tirar foto com os personagens, acho incrível a maneira como somos transportados para o universo de atrações inspiradas em filmes e animações, por exemplo. Fico pasma com a organização, limpeza e manutenção dos parques.

E por falar em parque, talvez você precise de dicas do nosso maior parque: Parque Beto Carrero me surpreendeu. Veja as dicas e o porquê

Deixo aqui então uma lista de pontos negativos de Orlando. Afinal, nem só de avaliações positivas vive um blog de viagem. E saiba que até os americanos adoram odiar Orlando. E talvez a culpa seja nossa, turistas.

Disclaimer: Confesso que ao escolher fotos para este post me vi sorrindo com as lembranças boas desta viagem, então apesar dos pontos negativos de Orlando, a viagem pode ser ótima! Outra questão é que me refiro àquela Orlando em torno dos parques de diversão e Outlets.

Para ver como há lugares agradáveis na região metropolitana de Orlando e/ou a curta distância, veja Orlando em Dezembro: Natal na Flórida Central.

Mais do mesmo

Não importa em qual Outlet você fizer compras, todas as lojas serão as mesmas. Coincidência ou não, as mais acessíveis têm o nome da marca estampado em seus produtos, que sacada genial, não? Gostaria que pagassem comissão pela propaganda…

OK, é verdade que há lojas mais exclusivas, mas nessas eu não consigo comprar nada, como Brunello Cucinelli, Jimmy Choo, Versace ou Armani ahaha.

Quanto a restaurantes, com recursos mais limitados devido ao 5 por 1, você provavelmente irá a restaurantes de rede, como The Cheesecake Factory, Fridays, Outback, Olive’s Garden. Nada de errado com eles, mas viajar é uma grande oportunidade de experimentar coisas novas, e repetir restaurantes contradiz esse princípio.

pontos negativos de Orlando

É uma cidade turística, mas não parece

Orlando é uma cidade turística onde os turistas estão sempre às compras ou em parques de diversão ou aquáticos; é bem diferente de uma cidade turística com pessoas caminhando em um centro histórico, com museus, esculturas, história para ser vista.

Multidões nos parques

Gosto de ver gente, nas não multidões! Os parques da Disney e Universal são um desafio para quem, como eu, gosta de tranquilas caminhadas por montanhas ou cidades menores. E atire o primeiro passaporte quem gosta de perder tempo em longas filas!

pontos negativos de Orlando

Orlando, um deserto

De certa maneira, Orlando é uma cidade igual a Doha, por exemplo: todo mundo anda de carro, não se vêem ciclistas, pedestres, cada um fechado no seu quadrado de 4 rodas. Apesar das highways e autoestradas, o trânsito é bem pesado, e elas não trazem a impressão de estar numa cidade, e sim indo sempre de uma a outra.

O incrível é que assim como Doha ou Dubai, os caras conseguem transformar espaços sem atrativos em ambientes agradabilíssimos. A foto abaixo é do lago do resort onde ficamos, o Sheraton Vistana Villages. Tem nota 8.8 na avaliação de hóspedes, no Booking.com. Eu gostei porque é um apartamento completo, economizamos no café da manhã e usufruímos de um espaço muito bom. Ponto negativo é igual a outros de Orlando ou dos Estados Unidos: as janelas não abrem e mais uma vez o artificial se faz presente em Orlando com o ar condicionado.

pontos negativos de Orlando

Fauna e Flora

Consigo ver a beleza da vegetação tropical, acho lindo o musgo que cai em cascata das árvores da Flórida, por exemplo, mas não é daquelas paisagens de encher os olhos. Os lagos também têm sua beleza, embora sejam bem enfadonhos – apenas os aligátores trazem um pouco de emoção…

pontos negativos de Orlando

Relevo

Orlando não tem colinas ou montanhas. A gente olha para o horizonte e não vê nada além de prédios, rodas gigantes e montanhas russas. Claro que quem vai a Orlando vai para isso mesmo, mas minha proposta é mostrar coisas irritantes em Orlando, lembra?

Poluição

Os pobres funcionários dos parques, além de ter a entediante tarefa de repetir a mesma frase milhares de vezes ao dia “How many in your party?”, ainda têm que aguentar o som repetitivo e ensurdecedor proveniente dos alto falantes, nas filas de atrações. Acho fantástica a forma como os filmes e cenários nos envolvem nas filas, mas não é preciso subir o som a níveis ensurdecedores para que a magia da atração nos alcance, né? Definitivamente, parques de diversão não são para pessoas com hiperacusia. Minha filha usou um tampão de ouvidos na atração da King Kong da Universal e na montanha russa Aerosmith.

Outro tipo de poluição é a de plástico. Lembro do quanto fiquei incomodada com a quantidade de plástico descartado nos parques depois das refeições. Isso está melhorando, desde 2019 os canudos são de papel, e os guardanapos são 100% de material reciclado, por exemplo. Mas ainda é lixo. Existe uma meta ambiental ambiciosa estipulada para ser cumprida até 2030. Mas aposto que consumismo nem de longe foi abordado.

Aliás, numa busca do Google à procura de informações sobre lixo, reciclagem, desperdício e poluição do ar nos parques da Disney, só encontrei elogios – e fiquei desconfiada.

Consumo

Não é uma característica exclusiva de Orlando, mas de muitos norte-americanos. Comprar, comprar, comprar. Lembrancinhas que em breve estarão jogadas no fundo de uma gaveta ou serão descartadas. Na minha opinião, souvenir de viagem é para quem viajou, pois para quem não foi, o significado de um souvenir é reduzido a quase nada ou equivale a outro presentinho qualquer.

Don’t bite more than you can chew

Este é um dos pontos negativos não apenas de Orlando, verdade seja dita. Montes de comida vão para o lixo porque muitos não conseguem consumir os pratos enormes servidos. A dica é dividir o prato. Em 3, em geral pedíamos apenas 2 pratos, em lugares como The Cheesecake Factory ou Olive Garden.

By the way, nos parques da Disney a gente quer comer o tempo todo! Não acredito que seja magia rsrs, mas algo colocado nos alimentos para exalarem cheiro bom. Voltei com 2 kg a mais. Só aquele cinnamon roll da Taverna do Gaston no Magic Kingdom deve pesar isso!

O Genie+

A Disney teve a brilhante ideia de fazer você pagar, além do ingresso dos parques, para furar fila. Genie+ é o tipo de coisa que devia ser boicotado pelos turistas que visitam o parque, pois na minha opinião quem compra o ingresso deveria ter direitos iguais e ficar na fila o mesmo tempo. God bless America! (contém ironia)

E você, gosta tanto de Orlando que não consegue ver pontos negativos? Conta pra mim!

Marcia Picorallo

Marcia Picorallo

Escrevo o Mulher Casada Viaja com carinho desde 2014, compartilhando minhas impressões dos lugares por onde passei, inspirando e ajudando leitores a planejar suas aventuras.

Índice

Márcia, a viajante

Márcia, a viajante

Bem-vindo a bordo - e nem precisa apertar os cintos! Escrevo o Mulher Casada Viaja com carinho desde 2014, compartilhando minhas impressões dos lugares por onde passei, inspirando e ajudando leitores a planejar suas aventuras.

SAIBA MAIS

Assine a Newsletter

Resolva sua Viagem

Hospedagem

Faça suas reservas de hotel, apartamento ou B&B

Aluguel de Carro

com parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior

Viagem Segura

Viaje com Seguro, viaje tranquilo!

Roteiro Personalizado

Não pode planejar tudo sozinho e prefere contar com minha ajuda? Clique .

Artigos Recentes

Leia Também

Siga no Instagram

Planeje sua Viagem Aqui

Blogs de viagem são muito úteis no planejamento de viagem e gratuitos para o leitor, mas têm um custo para serem mantidos no ar – além do trabalho para edição. Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que pode retribuir e contribuir para que continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. Basta clicar sobre os links de nossos parceiros. Você planeja sua viagem e retorna a gentileza:

Aluguel de Carro

com parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior

Hospedagem

Faça suas reservas de hotel, apartamento ou B&B

Ingressos sem Fila

Ingressos de atrações, excursões e tours

Viagem Segura

Viaje com Seguro, viaje tranquilo!

Roteiro Personalizado

Não pode planejar tudo sozinho e prefere contar com minha ajuda? Clique .

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa Newsletter!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos por e-mail.