Stein am Rhein: a cidade mais linda da Suíça?

Stein am Rhein
foto de Monique Bianchir

Não sei responder se Stein am Rhein é a cidade mais linda da Suíça, mas caí de amores por ela ainda antes de alcançar seu centro histórico. Com certeza o dia lindo de verão contribuiu para isso. Da ponte sobre o rio Reno alguns meninos ensaiavam um mergulho e eu os incentivei fazendo a contagem regressiva.

Era meu segundo dia no país das montanhas, do queijo e do chocolate, e eu veria esta cena se repetir em outros rios e lagos durante o roteiro de 14 dias na Suíça. A Suíça não tem mar, mas mar para que com lagos de água cristalina – inclusive a geladinha e potável que sai das torneiras e das fontes presentes em quase todas as cidades.

Stein am Rhein significa Rocha sobre o Reno, e embora seja uma das cidades medievais suíças mais bem preservadas, é pouco popular entre os brasileiros que visitam o país. E é muito linda, então não deixe de visitá-la, parece uma cidade cenográfica! Tem suas origens na pesca e se desenvolveu a partir do século 11, quando o rei Henrique II transferiu o Mosteiro de São Jorge para lá e lhe ofereceu liberdade comercial. Stein am Rhein cresceu devido a sua posição estratégica perto do Lago de Constança. Bem, cresceu para os números da época, afinal tem apenas 6 km2!

Stein am Rhein

Cheguei a Stem am Rhein no final do dia, depois de ter passado a maior parte dele e outra cidade encantadora à beira do rio Reno, Schaffhausen. Desembarquei do trem e caminhei em direção à ponte que cruza o rio Reno, pois o centro histórico fica do outro lado do rio. Ali perto da ponte parei no Kobane Imbiss para forrar o estômago, pois só tinha comido uma salada no almoço. Agora, quase 3 anos depois, não me lembro o que comi, o que significa que não foi nada especial.

Stein am Rhein é bem menor que Schaffhausen, tem pouco mais de 3 mil habitantes. Ambas têm carcterísticas arquitetônicas alemãs, com casas estilo enxaimel e pinturas nas fachadas. Se você já visitou outras cidades medievais com afrescos na fachada de casas, como Lucerna ou Oberammergau e se encantou, saiba que Stein am Rhein consegue ser ainda mais bonita. E se nunca esteve numa cidade com estas características, vai ficar de queixo caído!

Com pouco tempo, só caminhei por suas ruas reservadas aos pedestres observando as pinturas nas fachadas, as bay windows, e outros detalhes arquitetônicos, o que já valeu o passeio. Depois percorri as demais ruas próximas, em busca de mais tesouros. Encontrei alguns, mas a Rathausplatz soube concentrar suas jóias.

O QUE FAZER EM STEIN-AM-RHEIN

Rathausplatz

O centro de Stein am Rhein é bem pequeno e você percebe claramente seus contornos e onde ficava a muralha defensiva, pelo desenho das ruas e predinhos. Coloque no Google Maps modo satélite e verá. A praça central é a Rathausplatz, onde todos os prédios são ornamentados. Todos.

Alemão: se você ainda não notou, platz=praça, haus=casa, rat=… Pegadinha! rat não é rato, mas conselho. Rathaus é a prefeitura.

Stein am Rhein

Mercado de Natal

E se você tiver a sorte de estar nesta parte da Suíça em dezembro, confira o mercado de Natal de Stein am Rhein, quando a cidade fica ainda mais encantadora!

Museu dos Presépios

Uma casa do século 14 abriga o Krippenwelt, que expõe presépios de mais de 100 países. Fica na Oberstadt 5. Ingressos a CHF 10. Crianças até 6 anos não pagam.


Portões e muralha da cidade

Stein am Rhein era uma cidade murada e dá pra perceber isso pela fileira de casas que se formou onde antes era a muralha defensiva. Apesar de ter perdido sua muralha, manteve 2 portões, Untertor, que tem relógios em suas duas fachadas, e o Obertor, com uma pintura sobre seu arco. Os primeiros registros da Untertor são de 1367. Foi destruído por bombardeio em 1945 e reconstruído tal como o original.

Stein am Rhein

Mosteiro de São Jorge (Klostermsueum St Georgen)

Fundado no século 11 e drasticamente reformado nos séculos 14, 16 e 19, o Mosteiro de São Jorde é um dos mais importantes monumentos arquitetônicos das eras medieval e renascentista da Suíça. O mosteiro foi eliminado pela Reforma protestante em 1525 e adquirido por uma fundação financiada pelo cantão de Schaffhausen.

O Mosteiro fica na Fischmarkt 3, e abre de abril a outubro das 10h às 17h. Adultos pagam 5 CHF. Grátis para crianças e adolescentes até 16 anos.

Fortaleza Hohenklingen

O castelo/fortaleza Hohenklingen fica no alto da colina coberta por vinhedos. Construído em 1225 como residência, recebeu armamentos no século 15 e teve papel importante na Guerra dos Trinta Anos, entre 1618 e 1648. Passou por restauro no século 19 e mais recentemente entre 2006 e 2007. E pode ser visitado, inclusive há um restaurante no local. Do centro são uns 30 minutos de caminhada. Entrada gratuita.

Stein am Rhein, Burg Hohenklingen, Eastern Switzerland / Liechtenstein, panorama, river, castle, evening atmosphere

Museu Lindwurm

O Lindwurm é um museu vivo em uma área superior a 1.500 m2, uma casa que não apenas exibe como se vivia no século 19, mas que funciona como uma casa, com piano tocando, galinhas pelo quintal, ervas e roupas secando com intenção de nos mostrar como era a vida cotidiana em 1850. Abre de março a outubro, de terça a domingo das 10h às 17h. Ingressos a CHF 5 para adultos e grátis para menores de 16 anos ou portadores do Swiss Travel Pass.

Navegar pelo rio Reno até Schaffhausen

Este trecho é considerado um dos mais bonitos passeios lacustres da Europa e é gratuito para portadores do Swiss Travel Pass, assim como todos os museus da Suíça. Os passeios pelo Reno acontecem de Abril a Outubro.

Como chegar a Stein am Rhein

Stein am Rhein fica a 20 km da capital do cantão Schaffhasuen, e é possível conhecer as duas cidades – e as cataratas do Reno – em um dia, num bate-volta de Zurique. Saia cedo para aproveitar tudo o que estas cidades têm a oferecer.

De trem, eu tomei o S12 na estação central de Zurique (Zurich HB), com 9 paradas e cheguei em 50 minutos em Schaffhausen. Baixe o app da SBB e veja horários e preços, pois há várias opções. Ou use o site da SBB.

Se você está no sul da Alemanha, também é possível conhecer Stein am Rhein a partir da região do Lago Constança.

Passeios em grupos a partir de Zurique

Para quem prefere a comodidade de passear com um grupo, sugiro comprar com nosso parceiro Get you Guide. Veja algumas ideias:

Voltando para Zurique de trem

Retornei para a estação de trem e tomei o trem S29 para Winterhur. Foram 10 paradas e levou cerca de 45 minutos. Em Winterthur tomei o S12 em direção a Brugg AG, e desci em Zurique depois de 3 estações, satisfeita depois de um dia inteiro de paisagens deslumbrantes. E eu mal sabia que deslumbrante seria um adjetivo muito usado por ali, naquele pequeno país chamado Suíça.


Planeje sua Viagem aqui

Blogs de viagem são muito úteis no planejamento de viagem e gratuitos para o leitor, mas têm um custo para serem mantidos no ar – e posts como este levam muitas horas e às vezes dias até serem publicados.

Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que pode retribuir e contribuir para que as dicas continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. Basta clicar sobre os links de nossos parceiros. Você planeja sua viagem e retorna a gentileza:

Booking.com: para fazer suas reservas de hotel, apartamento, B&B
Passagens Promo: pesquise e reserve passagens aéreas nacionais e internacionais
Rentcars: aluguel de carro, com possibilidade de parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior
Seguros Promo: desconto de 5% em seguro viagem para leitores. Aplique o código CASADAVIAJA5
Chip de Viagem: compre seu simcard internacional e receba em casa antes de sua viagem
– para ingressos de atrações, excursões e tours, temos 2 opções para você escolher: a Get your Guide e a Tiqets.


13 COMENTÁRIOS

  1. Sem fôlego, deixa respirar 1º. Fui enganado por 54 anos que Nova Friburgo RJ é uma cidade Suíça, não vou nem indicar para você conferir, sem chance de algo parecido com esse local.
    Que cenário, sem igual.

    • Não sei porque querer ter cidades comparadas às europeias. Temos tantas coisas lindas no Brasil e autênticas, né?

  2. Deslumbrante é uma palavra que você definiu sua viagem para a Suíça e que eu uso agora para dizer que assim são cada um dos seus post sobre o país. É difícil dizer qual me encanta mais e isso só alimenta o meu sonho de conhecer o país. Obrigada por compartilhar!!!!

  3. Eu ainda não conheci nada da Suíça, mas quando estive bem no sul da Alemanha no lago de Constança quase dei uma escapadinha pra Stein am Rhein – adoro cidades fofas assim! Com certeza ainda irei conhecer!

  4. Não acredito que não conheci Stein am Rhein quando estive na Suíça, a cidade parece mesmo linda! Já anotei a dica e já quero conhecer.

  5. Muitooo obrigada por compartilhar essas dicas de Stein Am Rhein! Faz anos que vi uma foto desse lugar na Suíça e queria conhecer, agora vai sair do papel!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui