Dirigindo na Flórida

Encontre neste post dicas de combustível, estradas, aluguel de carro e paradas, anotadas enquanto estávamos dirigindo na Flórida.

Embora os mais viajados não hesitem em alugar um carro e traçar seu caminho, muita gente ainda acha complicado alugar carro e guiar no exterior. Escrevi este post para dar confiança a esses últimos, pois desde nossa primeira viagem internacional percorremos a Califórnia sem sustos ou problemas e naquela época não existia GPS nem Google Maps. Tenho saudade de usar o mapa físico, de papel, com cheiro e marcas de dedos ou do café espirrado;  de traçar com canetinha as estradas a serem percorridas e de abrir aquele mapão dentro do carro…

dirigir na Flórida precisa de carteira internacional
As bem sinalizadas rodovias

Viajar de carro, especialmente nos Estados Unidos é muito fácil, pois não se esqueça que a América é país feito para os carros. Muitas cidades têm precário sistema de transporte público. Afinal, é muito barato comprar um veículo e para isso foi preciso desenvolver um sistema de highways de fazer inveja.

Dirigindo na Flórida: documentação

Na prática, nunca nos foi solicitada a PID (permissão internacional para dirigir), seja nas locadoras, seja pelo policial que nos parou. De qualquer forma, se você é do tipo precavido e encanado, o Detran do seu estado é o emissor da PID.

Além da PID, você precisará levar sua CNH válida, pois ambas estão vinculadas para terem validade.

Leia Como Emitir a PID – Permissão Internacional para Dirigir

Aluguel de carro

Você pode escolher as grandes locadoras, como Avis, Hertz, Budget, todas num só lugar: o site de busca de preços e de reserva Rentcars.com. O que mais gosto é que podemos parcelar, em reais, sem pagar IOF.

Que tipo de carro alugar

Se você pretende fazer (muitas) compras, alugue uma van para 7 pessoas, pois assim você elimina o último banco e libera espaço para suas malas. Por outro lado, se você deixar bagaem e sacolas de compras à mostra em estacionamentos, corre o risco bem comum de ter o carro arrombado. á fizemos isso inúmeras vezes, mas tendo o cuidado de não deixar o conteúdo do porta malas à mostra. Então se você for alugar uma van ou hatch, verifique se há uma capa ou tela retrátil. Outra opção é alugar um sedan, mas mesmo assim tome cuidado, principalmente nos outlets.

Retirada do carro

Normalmente se retira o carro na chegada ao aeroporto de destino. Tanto em Orlando como em Miami, você será direcionado a uma área reservada somente a aluguéis de veículos. A de Miami é impressionante, por ser maior, mais moderno e mais eficiente do que saguão de muitos aeroportos.

Entregue no balcão sua confirmação de reserva. Fatalmente você será perguntado sobre seguros e outros opcionais. GPS pode ser um deles, mas cuidado com os seguros que tentam te empurrar (o essencial é o LDW, que te isenta de qualquer dano ao carro).

aluguel de carro na Flórida
Área do Aeroporto de Miami destinada às locadoras

Não se esqueça de perguntar sobre pedágio (toll), pois a locadora pode registrar o número de seu cartão para que as taxas de pedágio sejam debitadas diretamente nele. Leia mais no item Pedágio, abaixo.

Assim que tudo estiver acordado, o atendente te informará o andar e o stall (vaga) onde seu carro temporário está estacionado. Confira se não há nenhuma avaria, familiarize-se com o carro, ajuste espelhos e na saída um funcionário vai conferir se você pegou o carro certo. Você está pronto para sair dirigindo pela Flórida!

Dirigindo na Flórida: Como abastecer o carro

Em geral, os postos não têm frentista, então siga esses passos:

como abastecer em Orlando

1. estacione o carro em frente a uma bomba disponível e observe seu número (5, na bomba da foto acima);
2. dirija-se ao caixa da loja de conveniência e diga “40 dollars at (pump) number 5”, por exemplo. O caixa vai te dar o recibo e liberar o combustível até que o contador chegue aos 40 dólares. Você também pode deixar uma nota de 100 dólares, por exemplo, completar o tanque e voltar à loja de conveniência para pegar o troco. Se quiser, pode pagar com cartão de crédito, mas sempre precisará ir à loja de conveniência, pois seu cartão é internacional e não é aceito na bomba, que requer o CEP vinculado ao cartão, que por ser do Brasil não será aceito. Nunca tentei usar o CEP do hotel, não sei se funciona.

3. Lembre-se de escolher o tipo de combustível. O Regular é o mais barato, seguido do Plus e do Premium. Selecione no botão correspondente. Pegue o hose (mangueira) e aperte o gatilho. Quando terminar, escolha se quer o recibo ou não.

Em postos com frentistas (só vi uma vez no interior da Califórnia), o procedimento é o mesmo do Brasil. Diga: Fill it up, para completar o tanque.

Pedágio na Flórida

Em todas estradas você vai encontrar os Toll Plazas, ou praças de pedágio. Na Flórida, quase todas são automáticas e não aceitam dinheiro, você precisa contratar na locadora e no mês seguinte receberá a conta na fatura do mesmo cartão de crédito utilizado para o aluguel do veículo. 

Após 14 dias de estrada, pagamos cerca de 50 dólares de pedágio. É parecido com nosso Sem Parar, com a vantagem de você não precisar reduzir a velocidade nem se espremer num corredor – nem pagar pela instalação. Fotinho abaixo:

pedágio Flórida

Estacionamento na Flórida

Em Orlando, nosso pequeno carro (rsrsrs) ficou estacionado nos parques, restaurantes, malls e no hotel. Em Miami, tivemos que pagar pelo estacionamento no hotel e nas ruas utilizamos o parquímetro.

estacionamento em Miami
O simpático parquímetro da Ocean Drive. Romero Brito tem Galeria ali pertinho…

Em Key West, no centro antigo, há estacionamentos, mas ruas tranquilas com parquímetro foram nossa opção, pagando 2 dólares por hora, com direito a renovação.

bilhete do parkmeter de Key West
bilhete do parkmeter de Key West

Leia também De Miami a Orlando, onde descrevo a viagem de carro as paradas e pedágios entre as duas cidades.
Talvez você queira ler De Orlando a Cabo Canaveral

Parados pela polícia em Key West

Brasileiros e brasileiras, se tiver uma placa STOP na esquina, mesmo que seja num cruzamento onde nem mosquito tem, pare, porque se você não parar, a polícia te pára: “Sir, you’ve got to stop completely when you see a Stop sign!”.  Pedimos desculpas e saímos incrédulos. Leia sobre Key West aqui no Mlher Casada Viaja.

Regras de trânsito na Flórida

As regras de trânsito são praticamente as mesmas daqui do Brasil, com a vantagem de o carro poder avançar se quiser virar à direita e o sinal estiver vermelho, desde que não tenha pedestre nem outro carro indo na mesma direção.

Escrevi dois posts sobre Dirigir na Califórnia, onde tem imagens de sinais de trânsito e outras dicas que também funcionam para quem estará dirigindo na Flórida.

Importante: pedestre sempre tem preferência. E é incrível como mesmo sem movimento na rua todos pedestres aguardam o sinal ficar verde.

Motos andam atrás de carros, mesmo se houver engarrafamento. Acredite, se quiser. Por outro lado, vi muitos motoqueiros sem capacete.

Que me lembre, a única placa diferente é a de preferência, que em vez de ser só o triângulo traz a inscrição “Yield”. É importante saber que NO U-TURN significa que não é permitido retorno na forma do U (simples!). Speed Limit é o limite de cada estrada, que em geral é de 70 milhas nas Interestaduais e Highways, 55 milhas nas demais estradas, 30 milhas nas ruas residenciais e comerciais e 20  milhas em school zone. Dirigir muito devagar também dá multa (It’s the law, dizem as placas), como ir a 50 milhas em estrada com limite de 70 milhas por hora.

Agora, dica legal que aprendi com o Sheldon, do Big Bang Theory: em geral, estradas que vão de Norte a Sul têm numeração ímpar e as que vão de Leste a Oeste, têm números pares. “Interesting!”, diria Sheldon Cooper.

Have a great roadtrip! Se quiser uma música emprestada: Road Trippin’, de Red Hot Chilly Peppers. Ela sempre vai comigo na memória em viagens de carro. Mas nesta última viagem, a trilha sonora foi “Happy”, de Pharrell Williams, tudo a ver com férias felizes!

Planeje sua viagem aqui

Blogs de viagem são muito úteis no planejamento de viagem e gratuitos para o leitor, mas têm um custo para serem mantidos no ar – e posts como este levam muitas horas e às vezes dias até serem publicados.

Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que pode retribuir e contribuir para que as dicas continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. Basta clicar sobre os links de nossos parceiros. Você planeja sua viagem e retorna a gentileza:

Booking.com: para fazer suas reservas de hotel, apartamento, B&B
Rentcars: aluguel de carro, com possibilidade de parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior
Seguros Promo: desconto de 5% em seguro viagem para leitores. Aplique o código CASADAVIAJA5
Chip de Viagem: compre seu simcard internacional e receba em casa antes de sua viagem
– para ingressos de atrações, excursões e tours, temos 2 opções para você escolher: a Get your Guide e a Tiqets.


4 COMENTÁRIOS

  1. Capacete nao e item obrigatorio? Vc esta enganada Se voce andar de bicicleta aqui, sem capacete, vc e multada

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui