Lago di Como em bate volta a partir de Milão

O lago de Como, no Norte da Itália, é muito visitado em bate-volta a partir de Milão, e já o visitei também a partir do lago Lugano, na Suíça. Deixo neste post informações básicas para você se organizar e também inspiração para inclui-lo em uma futura viagem.

atualizado em Abril/2022

porto em Cernobbio

OK, que George Clooney tem uma villa no Lago de Como e que todas as mulheres maduras que para lá vão brincam que vão encontrá-lo tomando um café em algum terraço à beira do lago todo mundo sabe (rsrsrs). A última campanha da Nespresso, lançada no final de 2015, com Clooney e Jack Black, foi filmada nesse “devaneio”, entre gerânios, Alpes como pano de fundo e morros como deveriam ser os do Rio de Janeiro. What else? (se não sabe, este é o jargão das campanhas publicitárias da maquininha doméstica de café em cápsulas).

Lago Como Geroge Clooney

Mas se você não dá a mínima para isso, há ainda mais razões para visitar o Lago de Como, principalmente num dia lindo de céu claro e sol brilhando e se você estiver em Milão ou ali perto.

E se você curte lagos, saiba que além do Como, o norte da Itália conta com os pequenos, mas lindos, lagos das Montanhas Dolomitas, mais a leste, assim como o também grandinho Lago Garda e o Iseo. E a Oeste do Como, há ainda dois lagos compondo os chamados lagos pré-alpinos: o Maggiori e o Lugano.

lago como itália
Os Lagos do Norte da Itália

O Lago de Como

Trata-se de um lago de formação glacial e como todos lagos assim, é muito profundo: 414 metros! Como é o nome do lago e também de uma de suas comunas (veja as demais no mapa abaixo), que também merece uma visita, principalmente para ver a basilica e caminhar pelas ruas pedonais.

Pensar no formato do lago como um Y invertido ou humanóide, com duas pernas correndo para Oeste, ajudou-me a memorizar a localização de alguns pontos, como Bellagio na virilha, Cernobbio no peito do pé esquerdo e Como na sua sola, enquanto Lecco fica no pé direito.

Passeio de barco no Lago de Como

Há muitas opções de aluguel de barcos motorizados ou a vela, com ou sem motorista, particulares ou públicos. Balsas, catamarãs e até um histórico barco a vapor fazem passeios pelo lago, ou servem para transporte de moradores, levando a pontos como Lecco, Bellagio e Varenna.

Navegar pelo Lago de Como é muito prazeroso. O azul do mar e das montanhas trazem uma tranquilidade bem-vinda num país onde tem turistas saindo pelo ladrão. As casas coloridas nos morros, as villas e seus jardins, tudo pode ser apreciado sem descer do barco, mas se você tiver tempo, saiba que o ingresso para as balsas pelo Lago Como funciona de duas maneiras:

1. com um passe como um hop on hop off, em que você pode descer nas cidades permitidas pelo tipo de passe, e reembarcar durante a validade do passe, que pode ser 1 dia ou 6.
2. com um bilhete simples que liga o ponto A ao B.

Você pode começar a viagem em qualquer porto, mas em Como eles partem da Piazza Cavour.

Os horários e preços variam de acordo com a estação do ano e o trecho a ser percorrido, confira os atuais no site da Gestione Navigazione Laghi, responsável pelas barcas do lago de Como, Lago Garda e Lago Maggiore. Em 2019, quando estive lá, o bilhete simples custava €8,90 o trecho.

Em um dia dá pra escolher uma, duas ou três cidades para visitar, dependendo do seu ritmo.

Cidades do lago de Como

Saber mais ou menos a localização das cidadezinhas e o que há em cada uma ajuda na hora de decidir onde descer do barco, ou caso você esteja fazendo o Lago de Como numa viagem de carro pela Itália. Os portos têm paradas As melhores são Bellagio, Varenna, Menaggio, Cadenabbia, Tremezzo, Lenno. Selecionei alguns destaques, mas há muito mais para ver e fazer em cada uma das cidades – e mais cidades do que as que menciono abaixo.

CERNOBBIO

A primeira comuna da costa oeste, é uma das maiores do Lago de Como – e acho que a mais plana. Tem como destaque a Villa d’Este, construída no século 16 e hoje é um dos hotéis mais luxuosos onde se hospedam celebridades internacionais. É a cidade mais próxima da fronteira com a Suíça, que fica em Chiasso, e foi lá que cheguei num bate-volta de Lugano.

Lungolago di Cernobbio

Leia o post Bellagio no Lago Como: o que fazer e outras dicas

MONTRASIO

Pouco antes do porto de Montrasio, note a Villa Fontanelle, mais conhecida como Villa Versace, por ter pertencido à família do estilista.

ISOLA COMACINA

Única ilha do lago, tem apenas 600 X 200 metros é preciso pagar ingresso de 6 euros, segundo pesquisa que fiz.

LENNO

Tem várias atrações, uma delas é a Villa del Balbianello, construída no século 18 no lugar de um monastério franciscano, pode ser visitada e apreciada tal como era na época de seu proprietário, o conde Guido Monzino, famoso explorador e o primeiro italiano a chegar ao topo do Everest. Era lá que ele planejava suas aventuras, como a viagem à Antártida. Hoje abriga um museu dedicado a suas explorações.

Mas o povo vai mesmo porque foi ali que cenas da série do Star Wars II e do James Bond Casino Royale foram rodadas. Um filme que ainda não assisti é A Month by the Lake, Um Encontro para Sempre, em Português, que pode ser um aperitivo para uma viagem a Como.

TREMEZZO

Tremezzo se destaca por ter 90% do território à beira do lago de Como, estendendo-se até Lenno. Mss o principal motivo da visita a Tremezzo é o Jardim Botânico da Villa Carlotta, adorável do final da primavera ao início do verão.

BELLAGIO

Foi o ponto onde desci, almocei, passeei, e que dizem ser o mais bonito para visitar no Lago Como. Além das ruelas estreitas com restaurantes e lojinhas e da bela passarela ao longo do lago, Bellagio oferece a Villa Melzi, um jardim à beira do lago.

Confira o post Bellagio, no Lago de Como

um dos lagos dos jardins da Villa Melzi, em Bellagio.

MENAGGIO

Bom ponto para se hospedar e explorar as demais comunas, inclusive tem estrada que leva a Porlezza, na porção italiana do Lago Lugano. Quem quiser praticar golfe no lago de Como também vai gostar de Menaggio. Como as demais cidades, tem villas, igrejas, restuarantes de frente ao lago, comércio fino.

VARENNA

Uma das atrações é o Castelo de Vezio, construído no século 7 e que hoje abriga um criadouro de aves de rapina, que podem ser visitadas.

Castelo Vezio, em Varenna
Castelo Vezio, em Varenna

BELLANO

Cansou de villas, jardins à beira do lago e passeios de barco? Também tem um cânion (Orrido di Bellano) no Lago de Como!

Orrido-di-Bellano-Visit-Lake-Como

Como Chegar ao Lago de Como

Do Aeroporto Malpensa

trem para lago di Como

O trem é o meio mais rápido e fácil para um bate volta e a empresa da Lombardia, região onde ficam Milão e o Como, é a Trenord. Escolha como ponto de partida “Malpensa Aeroporto” e como ponto de chegada “Como Nord Lago”, a estação mais próxima ao limite sul do lago, da Catedral, do funicular que vai até Brunate (leia sobre o que fazer em Como mais abaixo)…
Os bilhetes não são vendidos online, mas como você pode ver na imagem acima os trens partem a cada 30 minutos e levam em média 90 minutos. A troca de trens acontece na Estação Saronno, a segunda depois de o trem partir do Malpensa. Depois é um pinga pinga de 11 paradas.

Como mostra o mapa abaixo, há outras estações em Como e se você estiver hospedado/a em outro ponto, verifique que linha serve a estação mais próxima.

como_map1[1]

De Milão

Partindo de Milão, o trem sai da estação Cadorna para chegar até a Como Nord Lago. Da Centrale, o trem chega na estação San Giovanni.

A Trenitalia tem uma linha que sai da estação San Giovanni e chega na Milano Centrale em apenas 37 minutos, com uma ou duas paradas, apenas.

O que Fazer na cidade de Como

  • Caminhar na via para pedestres às margens do lago a partir da Piazza Cavour, passando pelo Tempio Voltiano, museu dedicado a Alessandor Volta, cientista que entre outras coisas inventou a bateria elétrica.  Em seguida você verá um memorial feioso, o Monumento ai Caduti de 1931 em homenagem aos mortos na Primeira Guerra Mundial.  Alguns clubes particulares impedirão a vista do lago por alguns metros, mas continue em direção a Passeggiata Villa Olmo e será presenteado/a com vistas de lindos jardins. O interior de Villa Olmo pode ser visitado por €10 e abriga exposições temporárias de arte.
  • Caminhar pelas ruas exclusivas para pedestres do centro de Como e visitar a Catedral de Como (Cattedrale di Santa Maria Assunta ou Duomo di Como), que começou a ser construída 1396 e só terminou em 1770. Se for no verão, não esqueça de levar um echarpe ou blusinha pra jogar sobre os ombros. Eu não pude entrar na cateral porque meu vestido não tinha mangas, embora não tivesse um só decote e fosse na altura dos joelhos.
  • Ver Como do alto: pegue o funicular Como-Brunate que existe desde 1894, quando ainda era movido a vapor e representava o progresso industrial e o início do turismo. Hoje a energia elétrica dá uma forcinha para te levar a Brunate, a mais de 700 metros de altitude em apenas 7 minutos.

Lago Como de tour/excursão

Há quem prefira a segurança e comodidade de excursões, então sugiro os passeios oferecidos pela Get your Guide, nossa parceira, onde eu comprei até para meus pais:

Quanto tempo e onde Ficar no Lago de Como

Muitos lugares podem ser visitados num bate-volta, e tenho muitos posts aqui no blog com sugestões de bate-voltas a partir de Santiago do Chile, a partir de Paris, de Nova Iorque, de São Paulo, Munique, Salzburgo, mas tive a certeza de que um bate-volta ao Lago de Como não é suficiente para conhecer, apenas para aproveitar bem o dia num passeio de barco com paisagens maravilhosas. Passar ao menos duas noites seria o ideal.

Os barcos vão parando nas cidadezinhas, mas eu ficaria em Belaggio para facilitar o acesso a outras cidades ou em Menaggio, que como eu disse acima tem acesso ao Lago Lugano. Faça sua pesquisa e reserve seu hotel através do site Booking.com.

Melhor época para ir ao Lago de Como

Começo por quando não ir. No inverno as cidadezinhas ficam adormecidas, restaurantes fecham, então o ideal é o período entre final de março e de setembro. Fui em julho e o lago estava em festa: gente nadando, remando, cidades apinhadas por devoradores de gelato, árvores floridas, a cor da água linda. Veja abaixo as médias históricas de temperatura.

temperatura e clima Lago Como

Quando pesquisei sobre o Lago de Como, lembro de não ter ficado muito empolgada com o que vi nos blogs, mas ao chegar lá notei o quanto às vezes a gente não consegue transmitir a beleza de um lugar. Vá ao lago de Como, sim, depois volte aqui e me conte o que achou.


Organize sua viagem aqui

Blogs de viagem são muito úteis no planejamento de viagem e gratuitos para o leitor, mas têm um custo para serem mantidos no ar – e posts como este levam muitas horas e às vezes dias até serem publicados.

Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que pode retribuir e contribuir para que as dicas continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. Basta clicar sobre os links de nossos parceiros. Você planeja sua viagem e retorna a gentileza:

Booking.com: para fazer suas reservas de hotel, apartamento, B&B
Rentcars: aluguel de carro, com possibilidade de parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior
Seguros Promo: desconto de 5% em seguro viagem para leitores. Aplique o código CASADAVIAJA5
Chip de Viagem: compre seu simcard internacional e receba em casa antes de sua viagem
– para ingressos de atrações, excursões e tours, temos 2 opções para você escolher: a Get your Guide e a Tiqets.


4 COMENTÁRIOS

  1. Voce jà assistiu ao Spot do Fiat Idea com ele????? Se “George fosse incluso, comprerei immediatamente”
    hahahahaha
    Como està nos meus planos, mas nao como um bate e volta. Quero zanzar pelas principais cidadelas

  2. Descobri o seu site hoje e ja me apaixonei. Os artigos são muito bem feitos. Uma dica para os amigos Brasileiros sobre os graficos com as temperaturas. A realidade pode ser bem diferente pois estes graficos são aproximados. Por exemplo no grafico das temperaturas de Como, parece que as temperatura não baixam nunca abaixo do zero no inverno. Mas a realidade è bem diferente: https://farm6.staticflickr.com/5283/5268961096_1f977bb832_b.jpg

    • Obrigada, Alberto, seja bem-vindo a bordo!
      Ah, com certeza, estes gráficos são apenas para dar uma ideia, imagino que as pessoas entendam isso. Vi sua foto de tudo branquinho. Obrigada por compartilhar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui