Lago de Garda – Sirmione, Limone e Riva no verão italiano

lago de garda sirmione

O Lago de Garda é o maior lago da Itália e ótima opção para incluir no seu roteiro pela bota, principalmente no verão quando as temperaturas são altas em quase todo o país. São 370 metros quadrados de superfície de água cristalina e 25 cidades/vilas encantadoras para conhecer, com muita história e a boa mesa de sempre.

E foi assim que fiz minha segunda visita ao Lago de Garda: na primeira semana de verão, na ida e no retorno às Montanhas Dolomitas. Apenas dirigir pela estrada que contorna o lago, com árvores floridas, villas, e a vista de barquinhos preguiçosos sobre o lago já vale a road trip.

Mas conseguimos conhecer Limone sul Garda e rever Sirmione, sem pressa, onde passeamos e almoçamos, além de fazer paradinhas em mirantes, como o de Riva del Garda. Além das dicas mais específicas destas duas cidades, você vai encontrar outras, confira:

Quanto tempo reservar para conhecer o Lago de Garda

Se você puder, fique uma semana, assim terá como explorar as duas costas do lago, passear de bicicleta ou caminhar, fazer passeios de barco e praticar esporte aquáticos, no verão. Em um dia você pode optar por dar a volta completa no lago (são 160 km) e parar em algumas das cidades para um breve passeio. Se tiver dois, commo nós tivemos, é ainda melhor.

Como chegar ao Lago de Garda

O lago de Garda fica entre as regiões do Vêneto e Lobardia, e sua porção norte no Trentino Alto Ádige. Os aeroportos mais próximos ficam em Verona, Veneza e Milão.

De Carro

Se você estiver de carro, terá mais liberdade para visitar algumas das várias cidades à beira do Lago de Garda, mesmo que esteja apenas de passagem.

Aluguel de carro

Sempre reserve com antecedência e alugue seu carro de companhias confiáveis, como a Hertz. Parece óbvio, mas às vezes, na ânsia de economizar, acabamos fazendo escolhas menos seguras. Costumamos alugar com a Hertz, e foi assim também em nossa última viagem à Itália, sempre pelo site de buscas e reservas RentCars. Alugamos um Fiat 500 Lounge, retirado na loja da Hertz próxima à estação Centrale de Milão. Como o devolvemos em La Spezia, pagamos uma pequena taxa. O total para 5 dias ficou em €430, com taxas.

Não se esqueça de levar sua PID, que embora não seja obrigatória é solicitada na retirada do veículo. Saiba como emitir a PID e não deixe de ler as dicas em Dirigindo na Itália

Estacionamento no Lago de Garda

Achar vaga para estacionar, principalmente no verão, não é tarefa das mais fáceis, e deixamos de parar em algumas cidades por causa disso. Nos bolsões de estacionamento, o valor varia um pouco em cada cidade, mas em geral custa €2/hora, acrescido a cada hora complementar.

Em Sirmione, não tem como perder, o bolsão é imenso! Fica na Piazzale Montebaldo. Em Limone sul Garda, não havia vagas no Parcheggio Lungolago, que como diz o nome fica à beira do lago, então paramos quase em frente, no parcheggio multiplano, um edifício estacionamento construído para ser discreto, com pedras e heras na fachada.

Preço do Combustível e pedágio

Em Junho de 2019, a gasolina custava €1,60 e o diesel €1,50, e subia €0,10 na região do Lago de Garda.

O pedágio de Milão a Brescia custou €8. Quando você entra na autoestrada, você retira o bilhete e só paga na saída, pois o cálculo é por quanto você rodou, bom né? Fique na fila “self service” para pagar em dinheiro. No verão há um pouco de fila devido ao movimento, principalmente nos finais de semana.

pedágio Milão a Lago de Garda

De excursão

Para quem fica inseguro de usar transporte público ou quer comodidade, contratar um traslado privado é uma boa opção. Nosso parceiro Get your Guide oferece traslado em van para até 7 pessoas, com motoristas falando alemão e inglês, partindo do aeroporto de Verona até várias cidades do Lago de Garda. Confira no link acima.

limone sul garda
o porto Vecchio em Limone sul Garda

De trem

A estação de trem mais próxima do lago de Garda, no lado oeste, ou seja, para quem vai a partir de Milão, por exemplo, é Desenzano del Garda. A partir de Desenzano há balsas para vários destinos, confira no site Navigazione Laghi e escolha a opção Lago di Garda.

A partir de Desenzano, tome o ônibus LN026 até Sirmione. São cerca de 20 minutos e os bilhetes podem ser comprados nas tabacarias.

Se você vai a partir do leste (Veneza, Pádua ou Verona), desembarque em Peschiera. Use o site da Trenitalia para conferir os valores, tempo de viagem e até mesmo para comprar seus bilhetes com antecedência.

onde comer no lago de garda
brinde com o refrescante limoncello spritz

De ônibus

A Flixbus é uma empresa low cost de viagem e tem rotas para Peschiera del Garda, partindo de cidades como Verona, Pádua, Veneza, Bolonha, Milão e outras.

Melhor época para conhecer o Lago de Garda

No verão (junho, julho, agosto) os dias são longos e podemos aproveitar bem os passeios ao ar livre. As temperaturas altas convidam para entrar no lago, provar um gelato a cada esquina. Em julho e principalmente agosto a hospedagem é mais cara devido às férias escolares e o Ferragosto.

No inverno as feirinhas de natal (final de novembro a início de janeiro, com a comemoração da Befana) trazem um brilho extra às cidades, mas lembre-se de que os dias são mais curtos, escurecendo cedo. O período posterior (jan, fev, março) é meio morto em muitos lugares turísticos do norte da Itália, e até alguns hoteís e restaurantes fecham, então eu evitaria.

A primavera (abril, maio e junho) e o outono (final de setembro e outubro) são boas opções, também.

Gosta de lagos menores? Também temos! Leia sobre os Lago de Braies, Misurina e Carezza: os melhores das Dolomitas

Mapa do Lago de Garda

O que Fazer no Lago de Garda

Estas informações dariam um post exclusivo, mas achei melhor reunir todas num só lugar. Apesar disso, não deixe de clicar nos links para outros posts relacionados, como de Verona, Milão, Veneza, Lago di Como, que podem te ajudar a montar o resto de seu roteiro pelo norte da Itália. Se é sua primeira visita à bota, leia as informações gerais e os roteiros que já fiz pela Itália.

O que Fazer em Limone sul Garda

limone sul garda
A foto que não pode faltar, na Piazza Garibaldi

Limone foi uma surpresa muito agradável, talvez a cidade mais bonita do Lago de Garda. Seu calcadão à beira do lago me lembrou os do Lago Lugano (Suíça) e de Bellagio, no Lago Como. Passamos poucas horas em Limone, basicamente caminhamos, tomamos gelato e almoçamos, e acho que isso é o melhor a fazer mesmo, mas sugiro algumas atividades:

O lindo calçadão ao longo do lago, em Limone

Conhecer a Chiesa San Rocco

Construída no século 16 em comemoração ao final da Praga, sofreu danos durante a I Guerra Mundial, mas seu restauro de 1957 revelou pinturas da época da cosntrução. Pequena e simples, tem uma bela vista do lago, ótimo lugar para se fotografar.

Percorrer a Ciclopista

Inaugurada em 2018, a ciclovia com apenas 2,5 km de extensão pode ser usada por ciclistas ou pedestres e garante vistas deslumbrantes do lago de garda, além de ser muito segura.

Curtir a praia pública

A praia é de pedriscos, mas há banheiro e restaurantes e fica bem pertinho do estacionamento que citei acima. Leve sua toalha, pois não há aluguel de espreguiçadeiras ou cadeiras.

Passeio de barco para o lado leste

Se você tiver tempo, faça um passeio de barco ou tome a balsa (traghetto) para Malcesine, a cidade que fica do lado leste do lago. Custa €9 (ida e volta), mas tem um passeio noturno que deve ser lindo, pois o castelo de Malcesine fica todo iluminado! Custa €13.

O que Fazer em Sirmione

Se você você tiver apenas um dia para conhecer o lago, escolha a península de Sirmione. No extremo sul do lago, é com certeza a cidade mais turística do lago de Garda. E logo na entrada do castelo, tome uma refrescante limonada!

lago de garda

Visitar o castelo medieval

castelo do lago de garda

O castelo medieval Scaligero é a entrada para quem chega de carro ou ônibus. Hoje é feita de pedra, mas era uma tradicional ponte levadiçaPertencia à família Della Scala, que governou Verona de 1259 a 1387 (a Itália se tornou um país unificado apenas em 1848) e é um dos castelos mais bem preservados do país. Perdeu importância defensiva para a fortaleza de Peschiera del Garda no século 16 e no 17, sob domínio austríaco, foi utilizado como depósito de armas e alojamento para tropas. Uma restuaração em 1919 deu-lhe o aspecto atual. Pode ser visitado internamente (€4).

Explorar o Centro histórico

Atravesando o castelo, perca-se pelas ruas e descubra lojas, restaurantes, edifícios de pedra, no centro histórico. O comércio é variado, eu sempre aproveito para comprar ao menos uma bolsa na Itália. As cerâmicas lembram as da região da Costa Amalfitana, uma vez que o microclima particular do Lago de Garda permite o cultivo do delicioso limão que chamamos de siciliano. Tome muitos sorvetes para aplacar o calor, são sempre deliciosos!

Nadar ou curtir uma das praias

praias do lago de garda

A praia acima fica bem ao lado do castelo. Tem pedrinhas em vez de areia, não é lá muito confortável para pés acostumados a areia fofa, como os brazucas.

No norte de Sirmione, outra opção é a praia Jamaica. As pedras lá são rochas grandes. Se quiser mais conforto, procure o lido delle Bionde (bar/restaurante com estrutura de cadeiras e serviço de praia). Da praia se vêem as ruínas romanas, assunto do próximo tópico.

Fazer um passeio de barco

Há muitas opções de passeio em todo o Lago de Garda. Quando conhecemos Sirmone em 2013, fizemos um bem rapidinho (estávamos de excursão, tudo rápido, odeio!) em volta do castelo. Logo na entrada de Sirmione, antes de cruzar a ponte, encontrei uma placa com preços, pensando em você, leitor:

Conhecer o Sítio Arqueológico Grotte di Catullo

A vila romana construída no final do século 1 antes de Cristo é um exemplo mais importante de residência da alta classe romana em todo norte da Itália. Além das ruínas, é possível visitar o museu que guarda objetos encontrados durante as escavações. O ingresso custa €8.

Visitar a igreja Santa Maria Maggiore

Construída no século 15, possui alguns afrescos em seu interior e uma loggia na fachada posterior. Confesso que um dos motivos de ter entrado é na igreja é porque estava muito fresquinho ao abrigo do sol (rsrsrs).

Curtir o Aquaria spa

Descobri por acaso este spa de águas termais, uma boa opção para dias mais frios. Você pode comprar o pacote de 2 ou de 5 horas de permanência com uso das piscinas em frente ao lago. Visite o site oficial do Terme di Siomione.

o que fazer em sirmione

O que fazer em Riva del Garda

riva del garda

Localizada no extremo norte do Lago de Garda, Riva tem um belo centro histórico, ao redor da Piazza 3 Novembre, onde fica a Torre Apponale, construída em 1220, e os palazzo Pretorio e del Comune, além da fortaleza La Rocca, onde funciona o Museo Alto Garda. Seu acervo inclui objetos arqueológicos e de arte regional. Se tiver fôlego, suba os 165 degraus da Torre Apponale (€2)

A igreja dell’Inviolata, do início do século 17, é outro ponto relevante da cidade.

Uma opção de passeio legal é percorrer os 11 km do Sentiero del Ponale a pé ou de bike.

Outras atividades no Lago de Garda

Se você está com crianças e vai n o verão, que tal presenteá-las com um dia em um parque aquático? O Caneva Aquapark fica na cidade de Lazise, costa leste-sul do lago de Garda.

Se você gota de esportes aquáticos, também na costa leste, em Bardolino (Loc. Mezzarina, 19), você encontra atividades como water ski, parasailing e banana boats. Em Malcesine (Via Gardesana Nord, 374), windsurf e kite surfing. Fica também no lado leste do lago.

Se você curte golfe, em Limone Sul Garda (via Campaldo, 13) tem um belo campo de 18 buracos para a prática, Golf Club Paradiso del Garda.

Tome o teleférico e suba a 1.800 metros em poucos minutos no Monte Baldo, em Malcesine. O legal é que as cabines são giratórias, então você não perde nada do visual! Veja no site Funivie del Baldo como chegar, horários e custo. Se além da vista do lago e das montanhas você quiser um pouco de aventura, o Fly2Fun oferece voos de paragliding.

Se você curte vinhos, de norte a sul são cultivadas várias espécies de uvas, como nosiola, cabernet, chardonnay, sauvignon, pinot, moscato.

Visite a maior ilha do lago de Garda, Isola del Garda, também conhecida como ilha Borghese, fica a 200 metros da costa oeste, em San Felice del Becano. Pode ser visitada de março a outubro e sua principal atração é a Villa Ferrari de estilo neogótico veneziano. A visita guiada acontece de quarta a domingo, dura entre 2h e 2h30, e precisa ser agendada pelo site oficial do Isola del Garda. Custa entre €31 e €40, dependendo do ponto de partida, pois inclui traslado de barco.

Onde Ficar no Lago de Garda

Minha sugestão é que você fique em duas cidades, caso tenha mais que três dias no Lago de Garda, uma ao norte (como Riva ou Limone) e outra ao sul. Não tenho nenhuma indicação pois não dorminos lá, então confira as opções de hospedagem no mapa abaixo. É só clicar no valor para saber mais sobre o hotel.

Booking.com

Onde Comer no Lago de Gardae preços

onde comerno lago de garda

Não chega a ser um problema comer na Itália, qualquer cantinho agrada, na maioria das vezes. Escolhemos onde comer pela combinação ambiente + custo e saímos satisfeitos. Mesmo em um ambiente exclusivo, de frente ao lago, um prato de massa sai entre €9 e €10. Um sorvete de dois sabores sai por €2,50.

Em Limone, há vários restaurantes à beira do lago, e escolhemos o Le Palme (Via porto, 36), com esta vista:

lago de garda italia

Além das massas (foto acima), comemos uma bruschetta (€5,70) e tomamos limoncello spritz (€5).

Em Sirmione, achamos um restaurante delicioso, com mesas sob um pergolado verde, il Girasole (Via Vittorio Emanuele, 720).

Estou certa de que com estas dicas sua passagem pelo Lago de Garda será muito proveitosa, mas se tiver alguma dúvida ou comentário, deixe aí no campo próprio. E organize sua viagem com nossos parceiros aqui no blog:

Blogs de viagem são muito úteis no planejamento de viagem e gratuitos para o leitor, mas têm um custo para serem mantidos no ar. Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que pode contribuir com a manutenção do blog e consequentemente para que as dicas continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. Basta clicar sobre os links de nossos parceiros. Você planeja sua viagem e retorna a gentileza:
Booking.com: para fazer suas reservas de hotel, apartamento, B&B
Rentcars: aluguel de carro, com possibilidade de parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior
Seguros Promo: desconto de 5% em seguro viagem para leitores. Aplique o código CASADAVIAJA5
Chip de Viagem: compre seu chip e receba em casa antes de sua viagem

18 COMENTÁRIOS

  1. Quantas atrações legais Sirmione e região, mas o que mais me chamou atenção foram as opções culinárias. Quantas coisas legais para comer neste destino. A italia é um paraiso para os comiloes na verdade rs

  2. Amei,amei,amei e já está na minha lista de mil lugares que quero conhecer na Itália. O Lago di Garda e Sirmione são lindas e com esse post super completo a viagem, com certeza, será maravilhosa. Parabéns pelo post

    • Oi, Lilian! É tão lindo quanto o lago de Como, mas acho que ter ido de carro fez bastante diferença pra conhecer as vilas e fazer paradas. Mas ficou faltando o passeio de barco, como fiz no lago de Como. Obrigada pela visita!

  3. Nossa, adorei o post sobre o Largo de Garda, Sirmione e região. Eu passei pelo lago e vi da janela do trem, mas queria muito conhecer com mais calma essa região. Já anoitei as dicas aqui pra quando eu voltar. Parabéns pelo post, obrigada por compartilhar.

    • Elizabeth, quanto já aconteceu disso comigo, de ver algo pela janela do trem e não poder parar! Sempre um motivo para voltar.

  4. Muito lindo mesmo, Márcia! Suas fotos me encheram de saudade desse lugar.

    Espero que você esteja bem e que logo logo, após a pandemia, volte a explorar esse mundão e nos brindar com relatos tão bem detalhados.

    Um beijão!

    • Oi, Gisele, estou bem, sim, e você? [E tudo o que queremos: ter saúde e algum dinheiro para viajar novamente! Se cuidem, beijos!

  5. Estou impressionado com estes cenários do Lago de Garda!

    Nunca tinha ouvido falar deste destino, mas sem dúvida é um lugar que deve entrar no meu roteiro pela Itália.

    Não terei a uma semana completa, mas em três dias já consigo aproveitar bastante, né?!

    Abraço!

  6. Oi, Murilo. É um destino muito popular, inclusive entra nos roteiros de agências de viagem, pela proximidade com Verona. Sim, com três dias dá pra fazer muita coisa. Aproveite as dicas de atividades mais radicais! Abraços

  7. Que lindo esse lugar, Marcia! Quanto mais leio sobre a Itália, mais comprido fica o roteiro rsrsrs achei linda a combinação do lago com as montanhas e as construções em todos os cenários em volta do Lago de Garda. E fiquei morrendo de vontade de experimentar o limoncello spritz!

  8. Ahhh, que saudades da Itália! E que região linda é esta… o post tá ótimo! Super detalhado e inspirador! Torcendo pra usar logo tuas indicações. 🙂

  9. Marcai do céu essa era uma das minhas viagens caneladas em 2020. Não vejo a hora de conhecer esses lugares lindo que vc mostrou aqui no post. Só aumentou minha saudade desse país que amo.

    • Ai, que pena, não quis despertar dor (sim, dói não poder ir!). Mas 2022 chega rapidinho, aí você mata a saudade da bota.

  10. Lembro que a primeira vez que visitei o Lago di Garda (no longínguo 1996), eu fiquei encantada. Depois tive a chance de voltar mais 2 vezes e ficar hospedada em Sirmione. Para mim é um dos lugares mais lindos da Itália.

    • Luciana, é difícil eleger os lugares mais bonitos da Itália, a lista é grande, né? Mas o Lago de Garda com certeza está nela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui