O que fazer em Pompeia: uma viagem no tempo

Templo de Júpiter, no Foro, e ao fundo o Vesúvio

Neste post você encontrará dicas de o que fazer em Pompeia, sítio arqueológico protegido pela Unesco desde 1997, devido à inigualável preservação arquietetônica e artística da cultura greco-romana. Saiba como chegar, minhas impressões do lugar, um breve histórico e outras informações importantes para o planejamento de sua visita a Pompeia.

Nada do que eu li, ouvi ou vi durante o planejamento da viagem foi suficiente para atenuar – ou ‘spoilar’ – as sensações que tive ao caminhar pelas ruas de Pompeia. Mesmo com as multidões e o calorão insuportável de junho, consegui exercitar a arte de ser transportada no tempo e imaginar a vida no século 1 AC nesta cidade romana então à beira-mar. A preservação do calçamento, das fachadas e do interior de algumas casas que passaram por escavações diversas ao londo dos séculos contribuiu para isso, mas você provavelmente sabe que cinzas da erupção do vulcão Vesúvio é que merecem todo o ‘crédito’.

E você caminha por aquelas pedras acentuadamente marcadas por rodas, aprendendo não só como era o cotidiano, mas tentando imaginar o drama daquela noite do ano 79 DC, quando o Vesúvio entrou em erupção e suas cinzas e pedras atingiram 20 quilômetros de distância. Poucos moradores escaparam, alcançando barcos no mar, a maioria dormia e não teve chances, acostumadas aos frequentes tremores de terra muitas vezes inofensivos.

Estima-se que 20 mil pessoas tenham vivido em Pompeia, cidade de relativa importância por sua localização litorânea e consequente comércio e movimento nos portos. Como comparativo, Roma tinha entre 800 e 1 milhão de habitantes no século seguinte. Em minhas pesquisas, descobri esta simulação de uma provável Pompeia antes de sua destruição, olha que legal!

Veja como devia ser Pompeia antes de sua destruição

Duas coisas ficaram claras ainda antes da viagem: seria preciso uma visita guiada e dentre o que fazer em Pompeia seria essencial visitar o Museu Arqueológico de Nápoles para completar a experiência, uma vez que objetos, mosaicos, obras de arte desta e de cidades vizinhas também dizimadas pelo Vesúvio estão guardadas neste rico museu. Quando publiquei sobre Pompeia, ainda não havia escrito sobre nossa tarde lá, mas busque na página Itália – Sul por atualizações.

obras de Pompeia no Museu Arqueológico de Nápoles

Como morreram os habitantes de Herculano e Pompeia

Além de Pompeia e Herculano, Stabiae, Torre Annunziata e outras cidades vizinhas foram dizimadas na mesma noite de 79 DC. Em Herculano, corpos recentemente analisados por cientistas italianos deram pistas da causa mortis: hemorragia induzida pelo calor, aumento da pressão intracraniana e ruptura do crânio. Em outras palavras, todo tecido mole do corpo simplesmente derreteu com o calor. Como Pompeia fica a 17 km de Herculano, os estimados 250-300°C não causaram o mesmo efeito, ‘apenas’ as matou instantaneamente. Busquei estas informações na BBC, out/2018.

Alguns corpos, macabramente expostos em Pompeia, na posição em que morreram, foram preenchidos com gesso, justamente nos espaços onde o desaparecimento da carne deixou uma cavidade ao redor do esqueleto, o que permitiu que fossem preenchidas com gesso. Então, diferente do que eu aprendi na infância, aqueles corpos não foram encontrados como hoje os vemos, como se fossem estátuas de sal transformados por algum deus vingativo.

O que fazer em Pompeia

Como eu disse, considero fundamental contratar um guia, não só para receber informações valiosas in loco, mas para se achar, porque o sítio é muito grande. Veja item Ingressos, mais abaixo.

Os tours guiados mais simples, como o que fizemos, têm duração de 2 horas, e passam por apenas uma parte de Pompeia. O ideal é você pesquisar o que quer ver e traçar um roteiro ou ao menos marcar no mapa, físico ou virtual, assim quando a guia partir você continua a explorar por conta própria.

O sítio é dividido em regiões numeradas com algarismos romanos. As que apresentam o maior número de casas escavadas são as VI, VII, VII, IX e I. O grande anfiteatro fica na II, perto da Porta Nocera, ponto mais distante da Porta Marina, região VIII. Algumas esquinas têm placas indicando em que região você está e principais atrações, como mostra a foto acima.

Mapa oficial de Pompeia. Clique para ampliá-lo

Além das domus (casas) e templos, note o calçamento, as pedras mais altas que serviam como faixa de pedestres, as marcas das rodas de carruagens e carroças, as fontes, galpões de armazenamento de vasos e outros objetos encontrados no local, além das molduras de corpos encontrados em vários pontos. Você também encontrará arqueólogos trabalhando em novas escavações!

O Vesúvio você verá de vários pontos, sempre alerta, espreitando orgulhoso sua obra, nos lembrando que mesmo de experiências ruins podemos extrair bons resultados.

Pontos ‘imperdíveis’ de Pompeia

Região VIII

Santuario di Venere – Construído no século 2 AC e destruído no terremoto de 62 DC, vemos hoje as ruínas do Santuário de Vênus assim que entramos pela Porta Marina. Mas o que se destaca no horizonte é uma escultura pósmoderna do escultor polonês Igor Mitoraj.

Teatro Grande – construído por volta da metade do século 2 AC, foi o primeiro elemento arquitetônico a ser completamente escavado, no século 18.

Teatro Piccolo – O que mais me impressionou foi descobrir que esta grande área era toda coberta, sustentada por colunas de mármore de cores diversas. O mesmo material cobria os degraus. Era usado para peças teatrais e recebia gente de várias regiões distantes de Pompeia. As escavaões aconteceram em 1769, 1792-1795.

Quadriportico dei teatri ou Caserma dei Gladiatori – caminhe por corredores onde caminharam os gladiadores. Fica ao lado do Teatro Grande (amplie a foto abaixo e verá os degraus)

Região VII

Termas

Não tive o prazer de visitar termas em Roma, então vê-las em Pompeia foi incrível. O calor interno era mantido por um sistema de canos que passavam pelas paredes e piso sanduíche por onde circulava ar quente vindo de caldeiras. Mulheres e homens banhavam-se em espaços diferentes e o masculino era mais adornado que o das mulheres.

Terma del Foro

As termas de Statiane estão entre as mais antigas do império romano, do século 2 AC. Escavações feitas na segunda metade do século 19. Um dos poucos prédios com teto original.

Terma Stabiane

Lupanare – Um dos prostíbulos locais, com afrescos-kama-sutra. Achei as camas surpreendentemente pequenas e inconvenientemente encostadas nas paredes. Menores de idade não podem entrar na casa e como é bem pequena há filas na porta. De novo, insisto uma visita ao Museu de Nápoles, onde o Gabinete Secreto guarda mosaicos e esculturas eróticos provenientes de Pompeia.

o que fazer em Pompeia

Casa dell’orso ferito – Escavada entre 1865 e 1868, ganhou o nome pelo mosaico no piso do átrio, e desde 2016 foi reaberta ao público depois de restauro. Mas o que mais impresiona é o bom estado dos afrescos nas paredes e dos mosaicos do piso. Ao fundo, uma fonte também de mosaico onde Vênus aparece deitado numa concha e abaixo dele o deus do mar, Netuno.

o que fazer em Pompeia

Foro – o centro da vida social da cidade, onde ficavam todos os principais prédios públicos, fossem administrativos ou religiosos.

o que fazer em Pompeia
Templo de Apolo, um dos mais antigos prédios de Pompeia

Macellum – Na foto abaixo, vemos um exemplo de telhado refeito para proteger afrescos, aqui nas paredes de uma espécie de oratório. No centro do terreno, as colunas em círculo indicam que ali se vendiam ou limpavam peixes. Prédio construído entre 130-120 AC, escavado entre 1818-1821 e 1888.

o que fazer em Pompeia

Casa di Sirico – Repare na entrada da casa os dizeres salve lucru (bem-vindo, dinheiro). Seu último morador pertencia à classe política de Pompeia

Região VI

Casa del Poeta Tragico – imagine que no século I já se usava a expressão ‘Cuidado, cão bravo’. Você pode ler Cave Canem no mosaico de chão no átrio desta casa.

Casa del Fauno – Não tem como não se decepcionar como tamanho da escultura de um fauno (ou pan) que dá o nome a esta casa onde também fica o Mosaico de Alexandre, que ilustra a batalha que pôs fim ao império Persa. Ambas obras são réplicas cujos originais estão no Museu Arqueológico de Nápoles.

o que fazer em Pompeia
o que fazer em Pompeia
DCIM\100GOPRO\GOPR0345.JPG

Thermopolium – Restaurante da época, ou uma espécie de praça de alimentação, onde se vendiam alimentos quentes, em geral à classe mais baixa. Muitas casas de artesãos e comerciantes não possuíam cozinha, então eles recorriam às thermopolia. Já foram encontradas 89 delas, sendo que apenas 2/3 do espaço urbano de Pompeia foi escavado. Você vai reconhecer várias: um balcão de pedra, com furos redondos onde era aceso o fogo.

Região I

Casa del Menandro – Esta foi a primeira casa que visitamos, um ótimo começo que impressiona. Pertencia à família rica e poderosa parete da segunda esposa de Nero. Leva este nome por causa da pintura reresentando Menandro, um escritor de peças de Atenas. A casa foi escavada em 1928-1932.

Região II

Anfiteatro – Mais antigo do império romano, construído em 70 AC, tinha capacidade para 20 mil espectadores. Escavações aconteceram em 1748, 1814-1814. Uma pena eu não ter chegado até ali, me conta se você for.

Ingressos para Pompeia – e guias credenciados

o que fazer em Pompeia
as filas no início da manhã

Na bilheteria, o ingresso de 1 dia custa €16 e não é permitida saída e reentrada. O audio guide custa extras € 8. O ideal é comprar o ingresso com antecedência para evitar as longas filas. Eu já comprei ingressos para museus com a Tiqets e deu tudo certo, então indico. Você imprime o voucher ainda em casa, e lá troca na bilheteria pelo ingresso, numa fila à parte. Neste link também da Tiqets você encontra a opção de ingresso + audio guia (tem Português), e procede da mesma maneira.

Como eu não sabia que estes ingressos podem ser cancelados até 24 horas antes, acabei deixando para comprar lá porque não tínhamos definido a data exata de ida a Pompeia. Encontrei um quiosque na estação de trem de Sorrento e comprei um walking tour em Inglês com 2 horas de duração por €12. O ponto de encontro foi na estação de Pompeia e lá demos o valor do ingresso para a guia, que se encarregou da compra. Esperamos uns 10-15 minutos, mesmo tendo chegado no horário da abertura (9h) e começamos o tour. A guia era italiana, e seu inglês tinha um sotaque bem carregado, e no meio de tanta gente, com pressa, houve momentos em que eu mal entendia seu lenga-lenga. Não me recordo de ela abrir espaço para perguntas, também. Enfim, foi melhor do que não ter guia, mas talvez se tivéssemos reservado com antecedência teríamos feito uma escolha melhor.

Veja algumas das opções comercializadas por nosso parceiro Get your Guide:

Como chegar a Pompeia, a partir de Roma, Nápoles ou Sorrento

Pompeia fica a sudeste de Roma e Nápoles, respectivamente distantes220 km e 23km, na região Campania.

A entrada principal de Pompeia fica na Via Villa dei Misteri, porta Marina, a metros da estação de trem Pompei Scavi. Há uma outra entrada, a Porta Nocela.

de trem

O trem é a forma mais usual para se chegar a Pompeia. Há duas opções, ambas partindo de Nápoles com direção a Sorrento:
1. a linha Circumvesuviana, um trem urbano do século 19, vagões estreitos, ruidoso, sem conforto, sem ar condicionado, que no verão torna a experiência um tormento. Custa €4,10.
2. o trem turístico Campania Express, moderno, com ar condicionado, mais vazio e confortável, com espaço para bagagem, inclusive. O problema é que ele só opera entre meados de março e de outubro e tem poucas opções de horário. Custa € 8. Você pode comprar na estação de trem de Nápoles, Sorrento ou na Pompei Scavi (veja foto do balcãozinho da infopoint mais abaixo, nas estação de Pompeia).

Em qualquer caso, você terá que ir até Nápoles, a não ser que esteja em Sorrento, quando tomará o trem em direção a Nápoles. Os trens da Italo ou Trenitalia chegarão na estação Napoli Centrale. De lá, você caminha no subsolo até a estação Napoli Garibaldi, onde tomará o trem até a estação Pompei Scavi, a passos da entrada Porta Marina.

Talvez você queira ler também Como ir de Roma a Sorrento (e Costa Amalfitana) – todas opções

Eu sempre compro bilhetes de trem assim que estejam disponíveis nos sites oficiais da Italo (privada) ou Trenitalia (estatal), geralmente 3 ou 2 meses antes da viagem, pois os preços são mais baixos. Paguei € 22,90 na classe econômica. De Roma (Termini) a Nápoles (Centrale), a viagem dura 80 minutos no trem. Lembre-se de levar seu passaporte para apresentar ao fiscal a bordo. O voucher pode ser uma imagem no celular, mesmo, ou impresso. Eu sempre levo os dois, just in case.

de carro

O carro encurta distâncias e vai fazer o tempo render, além de trazer maior conforto. Se você decidir alugar um carro, não se esqueça de levar sua habilitação nacional válida e a PID. Se você ainda não tem, leia Como emitir a Permissão Internacional para Dirigir (PID). E confira os preços e condições da Rentcars, site de busca e reservas que permite parcelamento e pagamento em reais livre de IOF.

Não deixe de ler Dirigir na Itália, onde falo de estradas, pedágio, combustível e como abastecer, sinalização de trânsito. Em Dirigindo na Itália compartilho informações de em que regiões/roteiros vale a pena dirigir na Itália, que tipo de carro alugar, falo sobre PID, ZTL, estacionamento, limites de velocidade e outras dicas úteis.

Pompeia e Herculano no mesmo dia ou Pompeia e Vesúvio no mesmo dia

Sempre dá pra apertar duas ou mais ‘atrações’ turísticas no mesmo dia, mas invariavelmente há prejuízo, seja de qualidade do que é vivido, seja pelo cansaço, então a escolha é toda sua.

Se você vai a Pompeia a partir de Roma, em bate-volta, eu desaconselho colocar os dois sítios no mesmo dia, pois já vai gastar cerca de 3 horas para ir e voltar, sobrando poucas horas para curtir o local.

Se você decidir na hora, é possível comprar o tíquete de ônibus para o Vesúvio (€ 3,10) na estação de trem Pompei Scavi. O trajeto leva 40 minutos e o ponto fica na saída da estação.

o que fazer em Pompeia

Outras dicas de Pompeia

Quantas horas reservar para visitar Pompeia

Reserve ao menos 3 horas para conhecer os principais pontos, mais o tempo de viagem, refeições e de filas. Outra coisa é que durante o tour não dá muito tempo de caprichar nas fotos (tem muitas cabeças, também), então tive que voltar em alguns lugares para fotografar, quando o tour acabou.

Horário de abertura

de abril a outubro
Segundas a Sextas-feiras: das 9h às 19h30 (admissão até as 18h)
Sábados e Domingos: das 8h30 às 19h30 (admissão até as 18h)

de novembro a março
Segundas a Sextas- feiras: das 9h às 17h (admissão até as 15h30)
Sábados e Domingos: das 8h30 às 17h (admissão até as 15h30)

Carrinhos de bebês, bikes, scooters

Bicicletas e scooters são proibidos, assim como qualquer veículo elétrico. É extenuante empurrar carrinhos de bebê pelas ruas de Pompeia, mas há uma rota especial, leia o item abaixo:

Pompeia para quem tem mobilidade reduzida

Desde 2016, uma equipe de engenheiros, arqueólogos e arquitetos colocou em prática as adequações de algumas ruas e prédios para pessoas com mobilidade reduzida. A rota vai da Porta Marina Inferiore até a Porta Nocera, passando pela principal rua de Pompeia, a Via dell’Abbondanza e algumas de suas travessas. O mapa que recebemos na entrada e disponível no site oficial mostra a rota em pontilhado azul e uma lista de lugares acesssíveis.

As fotos abaixo mostram detalhes da ‘faixa de pedestre’ normal e de uma das que foram adaptadas para cadeirantes ou pessoas com mobilidade reduzida.

Guarda volumes em Pompeia

Bolsas ou mochilas maiores do que 30X30X15 cm não são permitidas, mas há um guarda volumes gratuito na Porta Marina (Superiore e Inferiore) e na Prota Nocera. Se estiver cheio, você pode deixar malas no deposito bagagli da estação Pompei Scavi (nível inferior). Custava € 4 por volume, quando fomos em 2019.

O que vestir e levar

Roupas confortáveis e tênis, você caminhará bastante e as ruas são de pedras, com calçada uns 20 cm mais alta que a rua, será um bom exercício. Confira a previsão do tempo e leve guarda-chuva ou boné/chapéu e protetor solar. Não há espaço coberto suficiente para abrigar todos que estão no sítio em caso de chuva. E sob o sol de verão, você vai precisar de toda proteção solar possível, quase não há sombras.

Leve água, nem todos as fontes funcionam, mas há lanchonetes e bares fora e dentro do sítio arqueológico caso precise comprar.

o que fazer em Pompeia

Onde Comer em Pompeia

A hora do almoço chegou rápido e entramos numa lanchonete próxima ao Forum. Fazia um calor infernal, os poucos ventiladores não faziam nem cócegas, e comemos suando em bicas. Compramos uma pizza cada (na verdade, um pedaço equivalente a 2 fatias), uma cerveja e um refrigerante e uma porção de fritas por € 18,90. Não espere qualidade, estava apenas OK, me lembrei dos parques da Disney. É preciso fazer o pedido no caixa e retirar no balcão. As mesas estavam bem cheias, então é comum dividir com outras pessoas.

Na estação de trem Pompei Scavi tem tabacaria. Refrigerantes € 2, água a € 1. Para quem leva lanche, só é possível comer em duas áreas: perto da Piazza Anfiteatro e na Casina dell’Aquila.

Banheiros em Pompeia

Só usei o banheiro acima da lanchonete onde comemos, estava limpo e equipado. Nas portarias também há banheiros e na estação de trem, onde é cobrada taxa de 0,50 para o uso, algo comum na Itália.

Clima e tempo em Pompeia

Average min and max temperatures in Sorrento, Italy   Copyright © 2020 www.weather-and-climate.com

Lembre-se que estas são as médias históricas e que o clima atual não dá a mínima para tradições. Quanto à chuva, chove mais nos meses de outubro, novembro e dezembro, cerca de 10 dias, mais uma vez historicamente.

Drones em Pompeia

É preciso autorização para voar drones em Pompeia, e uma taxa pode ou não ser cobrada.

Mais sobre a região da Campania e Itália

Visitamos Pompeia durante nosso roteiro pela Itália em 15 dias, quando fizemos a Costa Amalfitana, Sorrento e Nápoles. Já tínhamos ido a Capri em bate-volta de Roma, anos antes. Da Campania fomos para o Norte da bota, visitamos as Montanhas Dolomitas, as Cinque Terre e os Lagos di Garda e Como. É só clicar nesses links ou procurar outros destinos da querida Itália no menu principal.

Que tal dar uma forcinha a quem te ajudou com tantas dicas?

Blogs de viagem são muito úteis no planejamento de viagem e gratuitos para o leitor, mas têm um custo para serem mantidos no ar. Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que pode contribuir com a manutenção do blog e consequentemente para que as dicas continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. Basta clicar sobre os links de nossos parceiros. Você planeja sua viagem e retorna a gentileza:
Booking.com: para fazer suas reservas de hotel, apartamento, B&B
Rentcars: aluguel de carro, com possibilidade de parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior
Seguros Promo: desconto de 5% em seguro viagem para leitores. Aplique o código CASADAVIAJA5
Chip de Viagem: compre seu chip e receba em casa antes de sua viagem

12 COMENTÁRIOS

  1. Apesar do calor, apesar da quantidade de pessoas visitar Pompeia deve ser uma experiência incrível! Voltar quase literalmente ao passado! Eu não tinha ideia de que era tão grande. Ótimo saber para que eu possa planejar alguns dias… 🙂

    • Sim, alguns dias pra curtir Herculano, também. E, claro, não deixar de ir a Nápoles, apesar de tudo.

    • Ai, Flavia, nem sei o que dizer, que momento estamos vivendo… O importante é acreditar que vai haver recuperação e vamos voltar a visitar este mundo lindo.

  2. Por todo o histórico da cidade, sou louco para conhecer. Mas quem foi comigo para Roma na primeira vez não comprou a minha ideia. Numa próxima vez eu vou e seguirei suas dicas do que fazer em Pompeia.

  3. otimas dicas para visitar esse lugar, simplesmente é fenomenal poder viajar no tempo e tentar imaginar como era a vida antes dessa catastrofe. informações bem escritas e precisas, gostei muito da casa do fauno

  4. Valeu por avisar que os ingressos podem ser cancelados ate 24h antes da data, dai é tranquilo comprar e cancelar se alterar a data da viagem.

  5. Amei suas dicas para conhecer Pompeia, foram as mais completinhas que encontrei! Se tudo der certo ainda esse ano vou visitar essa maravilha!

    • Ah, que bom Marcela, foi bem trabalhoso, mesmo ahaha. Espero que mais para o final do ano a vida tenha voltado o mais próximo possível do normal. Imagino que não esteja fácil pra quem está na estrada, como vocês.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui