Praias da Costa Amalfitana

praias da Costa Amalfitana

Como são as praias da Costa Amalfitana e de Sorrento? Eu já tinha ido à Europa algumas vezes, mas só nesta viagem de 15 dias pela Itália no verão percebi diferenças em como se curtem as praias por lá e por aqui no Brasil – e principalmente que as praias não são o melhor da Costa Amalfitana, na minha opinião, a não ser que você alugue um barquinho e fuja das praias urbanas. Dito isto, saiba que aqui não há filtros, nem nas fotos, nem na minha opinião a respeito das praias.

Eu tinha listado as melhores praias da Costa Amalfitana, com intenção de pelo menos fazer belas fotos, mas não consegui ir a todas principalmente por causa das dificuldades de deslocamento durante o verão. Falo sobre isso no post 8 Motivos para NÃO visitar a Costa Amalfitana no verão.

Como são as praias da Costa Amalfitana

Em geral, as praias têm pouco espaço entre o mar e os rochedos e como as cidades são construídas nos morros, dependendo de onde você se hospedar terá que descer escadarias ou sinuosas ruas. Muitas praias são de areia escura e batida, quando não de pedriscos, e embora não sejam praias de tombo, em poucos passos já não ‘dá pé’ e há limitação por bóias ou sinalizadores.

praias da costa amalfitana
Os paredões de rochedo e abaixo os lidos, em Sorrento

Acho as cidades mais charmosas do que as praias, e preferi passear pelas ruas admirando a cerâmica local das vitrines, e conhecer igrejas, museus e villas (dê uma olhada em O que fazer em Ravello) do que ficar estirada numa espreguiçadeira colada em outra pessoa, ou espetada por pedriscos. Assim como acho mais prazeroso um passeio de barco para apreciar a costa, a Ilha de Capri, o relevo e o mar de intenso azul. Uma lancha saindo de Sorrento para um passeio de 8 horas fica em torno de 109 euros por pessoa. A opção mais econômica é tomar uma barca, cerca de 20 euros.

Fizemos o passeio no ferry de Sorrento a Positano

Praias em Sorrento

Sorrento é a maior cidade próxima da Costa Amalfitana, e é servida por estação de trem, diferente de Positano, Amalfi e das demais. Quando publiquei este post, ainda não havia escrito especificamente sobre Sorrento, mas neste link para a página-índice de posts da Costa Amalfitana você encontra todos os posts já escritos e atualizações.

praias da costa amalfitana

Pra chegar às marinas e praias, a partir do centro de Sorrento, que fica no alto, você pode descer pelas escadarias a partir da Piazza Tasso ou ir até a Villa Comunale, nos arredores da Igreja de São Francisco, e pagar 1 euro para tomar o elevador. Nós descemos a escadaria para tomar o barco na Marina Piccola e na volta de Positano pegamos o elevador. Há placas orientando o caminho.

A areia é pouca, em alguns trechos de Sorrento o jeito foi construir piers para as pessoas tomarem banho de sol (veja foto mais abaixo).

As praias da costa norte de Sorrento (Pública, Marameo, Leonelli e Bagni Salvatore) são muito frequentadas por turistas. Se você quiser pegar praia com os locais, vai ter que ir mais longe:
Puolo, que tem um mar calminho e raso, praia pública e lido
– Sea Club/Lido Conca Azzurra que tem até piscinas!
– Ou ir ainda mais longe, até a outra costa, em Marina del Cantone, uns 20 km do centro de Sorrento.

Agora, quer nadar como uma rainha? Confira as ruínas da vila romana de Porto Felice, onde a Regina Giovanna costumava banhar-se. É uma piscina natural linda, mas nada cômodo e li que fica muito sombreada.

Talvez você queira aproveitar as dicas de Como ir de Roma a Sorrento (e Costa Amalfitana) – todas opções

Praias em Positano

Positano é linda, puro charme, mas achei as praias em frente à cidade feinhas – areia batida e escura – e frenéticas demais pro meu gosto: gente por todo lado, lanchas e barcas passando o tempo todo, mas se você quer paquerar pode ser uma boa! E homens babões sempre ficam malucos com meninas topless no canto esquerdo da praia, num terraço conhecido como Scogliera. Put yourself together, man!

A praia de Positano, Marina Grande, tem lidos e espaço público. Mais tranquila, mas ainda acessível de carro, com estacionamento inclusive, é Fornillo, também com boa estrutura de restaurantes e lidos.

Afora as praias urbanas, você precisará chegar de barco a muitas praias mais ‘selvagens’, como a Laurito. Tome um barco na Spiaggia Grande que te levará ao restaurante da Adolfo. Lá tem um lido, também, mas pelo menos você terá um pouco mais de sossego que suas férias merecem.

Arienzo é pequena e bonita, entre dois costões. Exige caminhada a partir da estrada – por uma escadaria de 300 degraus, bom pra queimar as calorias de todas as massas e doces deliciosos da Costa Amalfitana! Tem trechos públicos e com lidos e o restaurante de lá tem ótimas avaliações. Se preferir, tome um water taxi em Positano ou Praiano.

Praias em Amalfi

A praia urbana de Amalfi, Marina Grande, é uma das maiores praias da Costa Amalfitana e certamente a mais acessível de carro, pois tem um estacionamento, ponto de ônibus a poucos metros. Igualmente acessível é a praia de Atrani, que fica tão pertinho de Amalfi que pensei que conseguiria ir a pé, pela estrada, mas não quis me arriscar caminhar pela estrada movimentada, sinuosa e sem calçada.

Pra quem quer alugar canoas e pranchas de surfe, a praia del Duoglio é uma boa opção, mas será preciso encarar os 400 degraus até ela – o que por outro lado garante tranquilidade. Assim como em Positano, de Amalfi partem barcos que levam a estas praias com acessibilidade reduzida.

Outras praias da Costa Amalfitana

Acho que Fiordo di Furore é a praia mais Instagramável da Costa Amalfitana. Uma língua de areia entre dois paredões rochosos, e por isso mesmo só fica ensolarada entre as 13h e 14h. Fica entre Praiano e Amalfi e só é acessível de barco ou a pé, descendo pela estrada, seja de carro ou com o ônibus da Sita. Embora Praiano seja pertinho, não tem como caminhar pela estrada, sem acostamento, sem calçada, como eu já disse.

Sei que o post é sobre praias, mas acho que o diferencial da praia de Erchie é a torre La Cerniola. A Costa Amalfitana está cheia delas, em passeios de barco ou pela estrada você verá dezenas. Esta é a mais bem preservada devido a inúmeras restaurações. Foram construídas pelos sarracenos, que tomaram Erchie no século 12.

Os lidos da Costa Amalfitana

Falei sobre lidos, e agora explico: lidos são como beach clubs, ou como as ‘barracas’ do nosso nordeste, que oferecem bar, restaurante, duchas, aluguel de espreguiçadeiras, guarda-sol e toalhas. Cobram em média 14 euros por espreguiçadeira e 2 euros por toalha.

Em muitas cidades litorâneas da Itália, uma mesma praia pode ser dividida em espaços públicos (spiaggia libera) e lidos. No trecho público, qualquer um pode curtir, porém não há estrutura de serviços como aluguel de cadeiras, guarda-sol, bares ou banheiros. Uma grande parte das praias têm lidos, espaços que oferecem tudo isso.

Você já deve ter visto alguma imagem daquelas cabaninhas coloridas nas praias, que as pessoas usam para se trocar e guardar seus pertences.

praias da costa amalfitana
Lido em Sorrento, no final do dia

O que se come e bebe nas praias da Costa Amalfitana

Mesmo com bares na praia/lidos, não é comum que as pessoas consumam cerveja, como aqui. A gente vê mais sorvetes e bebidas não alcóolicas, e a raspadinha granita, com vários sabores, mas na Costa Amalfitana, o campeão é o granite al limone. No happy hour, as pessoas vão para os lounges dos lidos e aí sim tomam seus drinks. Adorei conhecer o limoncello spritz (prosecco, limoncello e água com gás), achei tão refrescante quanto o Aperol spritz, mas mais docinho e saboroso.

praias da costa amalfitana

Não reparei em que estavam comendo ou se estavam comendo nas praias – em geral, espera-se a hora da refeição para comer nos restaurantes dos lidos. Fiz um post inteirinho a respeito: Onde comer em Sorrento e Costa Amalfitana, onde falo sobre os pratos e doces típicos da região.

Palavras em italiano relacionadas a Praia

Não sei italiano, va bene, mas entendo um pouco e falo o básico do básico, e sempre aprendo a cada viagem à bota. Resolvi compartilhar com você um pouco do vocabulário relacionado ao tema praia. Eu usei Inglês em todas as regiões que visitei, mas é bom saber o básico para, além de demonstrar interesse na cultura e respeito, se virar com placas, cardápios, etc.

  • spiaggia = praia
  • ombrellone = guarda-sol
  • lettino = spreguiçadeira
  • sdraio = cadeira de praia
  • stuoia = esteira
  • docce = ducha de água doce
  • crema solare = protetor solar
  • tavola da surf = prancha de surfe
  • pedalò = pedalinho

Blogagem Coletiva: Mais praias pelo mundo

Este post faz parte da blogagem coletiva do grupo Pequenos Grandes Viajantes, veja as praias que os outros blogueiros escolheram para te apresentar:

Confira outros destinos da Itália para completar o planejamento de sua viagem.

E agora, uma lembrancinha

Blogs de viagem são muito úteis no planejamento de viagem e gratuitos para o leitor, mas têm um custo para serem mantidos no ar. Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que pode contribuir com a manutenção do blog e consequentemente para que as dicas continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. Basta clicar sobre os links de nossos parceiros. Você planeja sua viagem e retorna a gentileza:
Booking.com: para fazer suas reservas de hotel, apartamento, B&B
Rentcars: aluguel de carro, com possibilidade de parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior
Seguros Promo: desconto de 5% em seguro viagem para leitores. Aplique o código CASADAVIAJA5
Chip de Viagem: compre seu chip e receba em casa antes de sua viagem

17 COMENTÁRIOS

  1. Ótimas dicas!!!! Já tenho que voltar para a Itália explorar a costa!
    Achei linda o Fiordo di Furore, além da praia ser linda ter o contraste com essa construção me chamou muito a atenção! Adorei o post!

    • Oi, Diego, o Fiordo di Furore não tem torre, esta praia da torre é outra, confundiu porque não coloquei foto dele, né?

  2. Penso como você, prefiro conhecer a cidade à ficar na areia. Gosto da opção de pular de praia em praia até chegar numa que mais me agrade, como essa maravilhosa que tem essa torre, ou realmente fazer um passeio de barco, como você disse!

    • Não curto ficar estirada na praia, a não ser que esteja muito cansada ou estressada. E tem tanto pra conhecer ali, acho que as praias são mais para os europeus, mesmo, mas esta é minha opinião, claro.

  3. O mundo bloguerístico está carente de opiniões sinceras como a sua, Márcia. Adorei o relato. O visual é lindo, mas realmente a gente não para pensar que não é uma praia exatamente confortável.

    • Obrigada, Polliana, mas tem gente que se ofende com sinceridade, ou opinião que vai contra à da maioria. Deixo sempre muito claro que escrevo em primeira pessoa, segundo minha experiência e gosto, mas apontando defeitos, porque eles existem em tudo e em todos nós, não é?

  4. Adorei conhecer as praias da Costa Amalfitana pelo seu post. Acho que o Brasil tem praias tão lindas que muitas estrangeiras acabam perdendo o brilho. Achei as praias lindas, um mar de cor deslumbrante. Mas acho que iria preferir fazer o passeio de barco. Praias de areia escura e pedrinhas não me agradam tanto. Claro que ficar em um lido, toda chique, não seria nada ruim também! rsrs

    • Pois é, eu bem que torci o nariz quando vi as praias, é um contraste enorme com todo o glamour da Costa Amalfitana. Chiques são aqueles hotéis maravilhosos sob os penhascos ou pegar uma lancha e parar numa praia só pra você!

    • O mar é muito lindo, os rochedos, mas isso a gente pode curtir do barco. Pra mim, areia boa é areia branquinha, aquele esterétipo de praia paradisíaca, sabe?

  5. Eu só conheço a Ilha de Capri/Anacapri, e fiz o passeio de barco que é muito legal. Lembro que fomos em junho e achamos o lugar mais para visitar do que tomar banho. Gostei das dicas, pois estamos planejando em um futuro próximo fazer a parte sul da bota.

    • Eu fiz um bate-volta a Capri a partir de Roma, na primeira viagem à Itália, valeu a pena, as vistas são estonteantes, mas ficar na Costa Amalfitana é outra pegada. Espero que consiga fazer este roteiro pelo Sul, um dia quero, também.

  6. Muito bom Marcia.
    Estou pensando em ir pra Costa Amalfitana nesse verão, mas agora estou pensando duas vezes… haha…
    Como voce falou, as cidades sao mais interessantes do que as praias. To achando que seria melhor tipo ir em setembro…
    Vou ler seu outro post sobre Por que nao ir para Costa Amalfitana no verao.
    Abs

    • Oi, Péricles, se você curte praia, nadar, pular de barco, e muvuca (acho que vc gosta de tudo isso ahaha), acho que é legal ir no verão, sim, se você não se incomodar com multidões e preços mais altos. Mas setembro é uma ótima época pra quase todos os destinos da Europa, né? Espero que nossas vidas tenham voltado ao normal até lá. Abraços e obrigada pela visita.

  7. Ah, a Itália, como eu amo esse país. Já o visitei em três oportunidades, mas não conheci ainda a Costa Amalfitana, está nos meus sonhos mais lindos, acredite.
    Acho que preferia também curtir as cidades, com suas ruelas, restaurantes, lojas de artesanato e movimento de turistas, como você. E fotografar muito, porque esta é uma região da Itália muito fotogênica, imperdível para lindos registros, que você inclusive fez muito bem.
    Amei seu post, Márcia, uma prévia para minha visita à Costa Amalfitana, sonho que ainda pretendo realizar. Que Deus me conceda esta alegria junto à minha família. Beijos.

    • Oi, Gisele, vai se realizar teu sonho amalfitano, sim! Só não vá no verão ehehe. Beijos e obrigada pela visita.

  8. Oi Márcia, taí uma vigem que estou doida para encarar. A região da Costa Amalfitana parece ser um sonho! Já salvei suas dicas, pois certamente estarão no meu roteiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui