Roma: Guia para Planejar sua Viagem

viagem para roma dicas
O monumento a Vittorio Emanuele, primeiro rei da Itália unificada, quando Roma ainda estava sob poder papal

Escrever um guia de uma cidade de 2.700 anos em um único post seria muita ousadia, então deixo claro que este é um guia com informações práticas para começar o planejamento de sua viagem para Roma, com dicas de transporte, compras, hospedagem, e mais.

Atualizado em outubro de 2019

Sobre Roma

Roma é a capital da Itália desde 1870, quando ocorreu a unificação do país. Fica na região de Lácio, a 28 quilômetros do mar Tirreno (próximo de Fiumicino, onde fica o aeroporto internacional Leonaro da Vinci), e seus 1.500 quilômetros quadrados compreendem também o Estado da Cidade do Vaticano.

Como Chegar a Roma

O aeroporto mais próximo de Roma é o Leonardo da Vinci, conhecido como Fiumicino, e você pode fazer sua busca por passagens aéreas com o código FCO. Fica a 30 km da principal estação de trem de Roma, a Termini. A Alitalia tem voos diretos saindo de GRU (São Paulo) e fazendo conexão em alguma cidade europeia é possível chegar por várias companhias, como a Tap com conexão em Lisboa, Iberia em Madri, Swiss em Zurique e assim por diante.

Como ir do Aeroporto Fiumicino até o Centro de Roma

Do aeroporto ao centro de Roma de taxi

Para quem está em grupo de 3 pessoas, talvez valha a pena tomar um taxi, mas lembre-se que na Europa cobra-se uma taxa média de € 5 por mala transportada. O valor da corrida é tabelado (€48 em 2019). Visite o website oficial do aeroporto para valores atualizados.

Do aeroporto ao centro de Roma de trem

A melhor forma de chegar ao centro de Roma é tomando o Leonardo Express, trem expresso que sai do terminal do aeroporto a cada 15 minutos e em 32 minutos chega na estação central de Roma, a Termini. No aeroporto as placas vão indicar onde fica estacionamento, área de locadoras de veículos e o que buscamos, a estação de trem, que tem apenas 2 plataformas.

Você pode comprar o bilhete na hora, porque diferente das tarifas de trens de velocidade não há diferença de preço se comprar com antecedência pelo site da Trenitalia. E se perder o trem pode embarcar noutro sem precisar remarcar. Na estação anexa ao aeroporto, os bilhetes são vendidos nas máquinas ou nas tabacarias. Custa €14, não há lugares marcados e é preciso validar o bilhete na entrada e quando você volta do centro para o aeroporto, valide também na saída das plataformas. Além de validar, um fiscal passará conferindo os bilhetes. Há espaço para malas em uma espécie de estante próxima à porta.

Se você precisa economizar, há também um trem regional (=fazendo paradas), que parte do Terminal 3 a cada 15 minutos em dias de semana, ao custo de €8.

Do aeroporto ao centro de Roma de ônibus

Ônibus é sempre legal porque vamos apreciando a paisagem, mas o ônibus elva em média 75 minutos para chegar ao centro de Roma e custa € 8.

viagem para roma dicas

Em Roma, como circular

Chegando de trem na estação Termini, há ligação com linhas do metrô (A e B) para outras regiões de Roma. Embora muita gente diga que não é bom circular por ali, eu nunca vi problema e já aproveitei passadinha rápida por Roma para visitar a Basilica Santa Maggiore e a Santa Maria degli Angeli e dei Martiri.

Roma tem muito pra ver e não tem atrações tão concentradas a ponto de se esgotarem apenas ao alcance de seus pés – e olhe que eu ando distâncias quando viajo. Em Paris, por exemplo, eu faço tudo a pé, mas Roma foi fundada entre 7 colinas, então para o turista cansado qualquer ladeira vira uma escalada do Everest. Mas se você também prefere andar a usar transporte público, faça um bom roteiro, agrupando as atrações por proximidade e será possível, sim, percorrer a maior parte sem depender de transporte.

guia de Roma
Meu pé, meu querido pé, que me aguenta o dia inteiro…

O metrô de Roma

Qualquer guia com dicas de viagem para Roma deve incluir informação de que por enquanto há apenas duas linhas, A e B, e apenas um ponto de interligação, a estação Termini. As demais são fora do centro histórico e são trens urbanos. Todas as estações possuem um guichê eletrônico onde se vendem os tíquetes, e as passagens podem ser utilizadas também nos ônibus. Atrações como o Coliseu, o Circo Massimo e a Piazza di Spagna ficam bem próximas a estações do metrô. Outras precisam de alguma caminhada, como a Piazza Navona, o Pantheon e a Fontana di Trevi.

mapa-metro-roma
Clique sobre a imagem para ampliá-la

Se você for utilizar o metrô para ir a vários pontos no mesmo dia, compre o bilhete de €7 que tem validade por 24 horas. O bilhete comum, de €1,50, tem validade de 100 minutos depois da compra. Lembre-se de guardá-lo depois de passar na catraca pois precisará inseri-lo novamente ao sair (! é eu sei…). As máquinas de autoatendimento são bem lentas e logo no início já avisam: “cuidado com batedores de carteira!”. Mantenha bolsa e carteira sempre na parte dianteira de seu corpo, onde você pode ficar de olho. Evite vagões muito cheios e não ande com muito dinheiro na carteira, deixando o graúdo sempre num money belt. Quanto ao passaporte, use uma cópia, mantendo o original no cofre do hotel.

Roma metrô como comprar bilhete

As estações são sinalizadas com um M branco sobre um fundo vermelho (foto acima) e a maioria tem escadas comuns, outras têm rolantes e algumas têm elevadores.

O estado das bilheterias eletrônicas, a sujeira e aparente falta de manutenção dos corredores e túneis assustam um pouco e quando vi o trem todo pichado na primeira vez em que usei o metrô levei um susto. A primeira impressão não poderia ter sido pior.

Roma como é o metrô
preço metrô Roma

Mas internamente os vagões são limpos, claros e funcionais. Uma gravação anuncia as estações que se aproximam, assim como letreiros eletrônicos, e há mapas das linhas nas estações, plataformas e vagões.

Atenção: Quando o trem parar, é preciso apertar o botão caso você queira descer.

viagem para roma dicas transporte público
Roma transporte público

Como muita gente usa o metrô para ir à região do Vaticano, um pouco mais distante das demais áreas turísticas, adesivos laranja foram colados no chão da estação Termini, onde é feita a conexão de linhas, indicando para qual plataforma se direcionar (grazie mille!). Para ir ao Vaticano você pode descer na estação Ottaviano. Battistini é a estação final da linha.

Como comprar bilhete de Metrô em Roma

metrô de Roma
máquina de compra de bilhetes na estação Piazza di Spagna

Para comprar bilhetes que podem ser usados tanto no metrô como nos ônibus, siga as setas adesivadas na máquina: selecione a língua (Inglês, Italiano, Alemão ou Espanhol) e depois o tipo de bilhete, conforme mostra a imagem abaixo. São aceitas cédulas de 5, 10, 20 e 50 e moedas, como mostram as setas do número 2 à direita da máquina. Elas devolvem troco, mas encontrei um casal de brasileiros que estava com problemas pois a máquina não aceitava a nota de 20 deles, provavelmente porque não tinha troco, e não aceitaram cartão de crédito também. A seta 3 indica o local onde o bilhete é retirado e o troco, se for o caso.  

transporte em Roma
tipos de bilhete disponíveis

Ônibus em Roma

Para saber qual ou quais ônibus você precisará tomar, use o site da ATAC. Há opção de seis línguas para navegação. Então é só completar com o endereço de origem e destino, escolher a data e horário e o trajeto será riscado no mapa e uma janela descreverá a rota, como no Google maps. Os bilhetes são os mesmos do metrô, então podem ser comprados, além de nas estações, também em tabacarias, que são lojas que têm uma placa com um T.
Os cuidados com batedores de carteira também precisam ser observados nos ônibus. Em nossa primeira vez na cidade, uma colega teve passaporte e dinheiro subtraído delicadamente, sem que ela notasse, na Zona 13 de Roma.

Fique atento aos taxis. Os licenciados são brancos e possuem um brasão na porta. Usam taxímetro e como em outras cidades da Itália, cobram 5 euros por mala que levam. Coloquei meus pais num taxi para o hotel eenquanto continuei batendo perna e tive o cuidado de fotografar o selo para identificar o motorista se algo acontecesse. Pais viram filhos depois de certa idade…

Roma taxi

Os tradicionais ônibus turísticos de dois andares, com guia de áudio são uma opção para quem prefere ou não pode caminhar, ou para se ter uma visão geral da cidade caso você não tenha muito tempo ou como uma introdução. São 8 paradas nos principais pontos turísticos. Compre seu ingresso adiantado com nosso parceiro Tiqets através do link acima.

Como Atravessar a rua em Roma

Muitos cruzamentos ou rotatórias não têm semáforo, então é preciso procurar uma faixa de pedestre, fazer contato visual com os motoristas dos carros que se aproximam e nessa telepatia avisar que você vai atravessar a rua. Coloque o pé no meio-fio e caminhe em direção à rua, sempre mantendo contato visual – eu sinalizo com a mão, também. Pronto, você conseguiu! É divertidíssimo ver turistas de países mais civilizados esperando que os motoristas parem na faixa de pedestres, quando a regra é o pedestre ter a iniciativa. Já me senti ‘a romana’ ao ajudar turistas a atravessar ahaha.

onde ficar Roma hotel
A São Pedro

Onde Ficar em Roma

Fiz um post com avaliação dos hotéis em que fiquei em Roma, e sugestão de outros, bairro a bairro, que te ajudará a decidir onde ficar em Roma. Pra evitar duplicidade, favor ler as dicas lá.

onde ficar em Roma
A sala de café da manhã do SuiteDreams

Documentos para uma viagem para Roma

Não é necessário visto para entrar na Itália, apenas o passaporte com validade mínima de seis meses. Mas o seguro de viagem e saúde é obrigatório, com cobertura mínima de 30 mil euros, pois a Itália é signatária do Tratado de Schengen, convenção e livre trânsito de pessoas entre os países membros. Confira os tipos de seguros comercializados pela Seguros Promo, que oferece descontos para leitores do Mulher Casada Viaja.

Quanto tempo ficar em Roma e quando ir

Três meses. Brincadeirinha, mas seria bom! Na primeira viagem, fiquei apenas 3 noites, consegui visitar Vaticano, algumas igrejas, e pontos turísticos básicos como as piazzas, Coliseu e monumentos – e só soube que precisaria voltar. Numa segunda vez, mais 3 dias, quando repeti alguns pontos turísticos porque levei meus pais, mas descobri muitos outros caminhando a esmo – e foi quando me apaixonei por Roma. Minha terceira vez foi apenas uma passagem de 1 dia, estava quente pra dedéu e eu disse que nunca mais voltaria a Roma no verão. Então aqui respondo: a melhor época é a que você pode, mas se houver opção, evite o verão. Roma já é muito cheia, no verão explode.

Além de sightseeing, é importante sentir a cidade, qualquer cidade que se visite e isso tem sido cada vez mais difícil, pois nosso mundo está ficando cada vez mais rápido – e euro cada vez mais alto! Lembro-me que há 25 anos os city packages, os pacotes para uma cidade só na Europa, tinham duração de uma semana, hoje cidades como Roma, Paris, Madri são oferecidas para permanência de 3 ou 4 noites. É de chorar! Se existe campanha por slow food, faço por slow travel! Seis ou Sete dias seria o ideal para conhecer um pouco de Roma e poder dizer que a conheceu.

viagem para roma dicas
A hora do mico: foto com gladiadores romanos!

Confira o roteiro de 6 dias em Roma do Diego, do blog Uma Viagem Diferente.

Língua usada em Roma

Italiano é a língua oficial e mãos e braços são coadjuvantes. Em minha primeira viagem a Roma achei-os muito indelicados e rudes. Até que ouvi e vi um romano ajudando um motorista a manobrar o carro e percebi que o mesmo jeito usado para ralhar é usado para ajudar. Ou seja, leve em consideração as questões culturais. O Inglês é compreendido na maioria dos restaurantes e lojas do centro histórico. Tive dificuldade em ser compreendida em Inglês em estações do metrô.

Leia mais sobre Roma aqui no Mulher Casada Viaja.

Moeda e Preços em Roma

O euro é a moeda oficial. Cartões de crédito e débito são aceitos em restaurantes e comércio. Abaixo, preços médios de alguns itens em julho/2019, em euros.

Preços de ingressos de pontos turísticos em Roma

Veja outras opções de tours com nosso parceiro Tiqets. É comprar, imprimir o voucher e curtir!

Tem muitas coisas gratuitas para se fazer em Roma. As igrejas abrigam obras de arte incríveis, e são todas grátis, como o lindo Pantheon. Leia sobre ele em Pantheon, o senhor de Roma.

pantheon roma
O respeitável Pantheon

Preços de refeições em Roma

  • menu do McDonalds: 8,50
  • prato de massa individual: acima de 10
  • carne (porco, boi, frango); de 15 a 25
  • piadina no Mercato Centrale da Roma Termini: 5
viagem para roma dicas preços alimentos
  • garrafinha de água em carrinhos na rua: acima de 2 (mas beba das fontes, gratuitamente!)
Cardápio do Restaurante Ciampini
Cardápio do Restaurante Cafe Ciampini. Clique para ampliar

Como são os pratos em Roma

Comida italiana é a salvação do brasileiro em vários países do mundo, então em Roma você estará bem! O cardápio completo, mas não obrigatório, pois os pratos são bem servidos, é composto por:

– coperto: é a entradinha, e nos restaurantes mais simples é apenas uma cesta de pães.
– primo piatto: massa, sopa ou risoto
– secondo piatto: uma carne, ave ou pescado
– contorno: acompanhamentos: salada, fritas, legumes
– dolce: sobremesa

onde comer em Roma

Pizzas: as pizzas são individuais, do tamanho de um prato de mesa grande. E não espere recheios generosos. O sabor da pizza italiana está na massa e no molho de tomate. Muitas lanchonetes vendem a pizza al taglio, ou seja, em pedaços quadrados. A única que provei não aprovei.

viagem para roma dicas
Cardápio de pizza em Roma

Não tomei café da manhã fora do hotel na Itália, então não tenho ideia do que é servido como padrão.

Algumas particularidades sobre o café: não se trata de economia: o espresso é bem curto, às vezes um ou dois dedos na já pequena xícara. Se você quer maior quantidade, peça um lungo, quando a quantidade é igual ao do Brasil.

Em minhas andanças, achei este restaurante a passos da Piazza di Spagna, o Caffe Ciampini, e reservei uma mesa para nosso último jantar em Roma por causa da vista e do ambiente. Mas a comida não decepcionou, estava saborosa, recomendo. A salada dispensa qualquer prato principal, mas um prato de carne vermelha com batatas (as melhores batatas que já provei!) estava divino. E atenção: a Ceaser Salad deles é de agrião – e não vem aviso disso no cardápio.

viagem para roma dicas restaurantes com vista
Última noite em Roma, com estilo e vista

Compras em Roma

Se você acompanha o blog sabe que apesar de ser mulher não me descabelo a comprar, mas sei que em Roma há lojas como Zara, Mango e H&M e que a Via del Corso é uma rua de comércio mais acessível do que as da região da Piazza di Spagna. Shoppings como conhecemos no Brasil, só fora do centro. Existe um outlet a 20 minutos de Roma, o Castel Romano.

Restituição de impostos pagos sobre compras

Caso Roma for a última (ou única) cidade que visitará da Comunidade Europeia, você pode pedir a restituição dos impostos pagos sobre produtos. Pergunte se a loja é participante e apresente os cupons no aeroporto Fiumicino.

Voltagem/Tomadas em Roma

A corrente elétrica é de 220 v (confira os aparelhos que for levar) e as tomadas são para plugues de dois pinos redondos.

viagem para roma dicas tomadas

Clima e Temperatura média em Roma

Os gráficos abaixo são a média histórica de chuvas e temperaturas máximas e mínimas. Não se esqueça de conferir a previsão do tempo 3 ou 4 dias antes de sua viagem para fazer as malas, pois as médias históricas costumam furar nestes tempos de aquecimento global.

clima_roma_02
Gráfico do índice pluviométrico
clima_roma_01 (2)
Gráfico de temperaturas médias

Fuso horário em Roma

Na Itália, são 5 horas a mais do que o horário de Brasília.

Cidades próximas para esticar a viagem a Roma

As cidades de Florença, Siena e as medievais cidadezinhas muradas sobre colinas da Toscana ficam logo ali. Se fizer o trajeto de carro, terá liberdade para ir parando nas paisagens lindas da Toscana, e foi o que eu fiz, alugando o carro em Siena com a Rentcars.

Leia os posts Dirigindo na Itália e Dirigir na Itália, com dicas de pedágio, sinalização, estacionamento, combustível e como abastecer, ZTL, PID (Permissão Internacional para Dirigir)

Também dá para aproveitar a proximidade e esticar uma viagem à Costa Amalfitana, à Ilha de Capri ou a Nápoles. Eu fui à Ilha de Capri num bate e volta a partir de Roma. Ficou gostinho de quero mais, mas valeu a pena. Outra boa opção é visitar as Cinque Terre, região litorânea com casinhas coloridas debruçadas sobre o lindo mar da Ligúria.

E agora…

Blogs de viagem são gratuitos para os leitores, mas há um custo para mantê-los no ar, então se você gostar dos preços de afiliados citados aqui e comprar ou reservar, recebemos uma comissão que contribui para quitar estas despesas. E você faz um gesto simpático contribuindo para que informação de qualidade continue chegando gratuitamente a muita gente.

11 COMENTÁRIOS

  1. Foi o melhor post com dicas sobre Roma que eu li!
    Parabéns!!!
    Farei minha primeira viagem a Italia, em setembro/18, e passarei 05 dias em Roma.
    Gostei que você mostrou o que eu posso encontrar nos metrôs de Roma. Até agora, parece que ninguém teve coragem de dizer que eles podem, sim, estar pichados e não ter nada daquele glamour que se imagina. Assim já irei preparada psicologicamente. Outra dica bacanérrima é a da sinalização laranja para a linha que segue pro Vaticano.
    Enfim, adorei seu post e não vou me esquecer dele!
    😀

  2. Adorei o seu guia de dicas em Roma. A parte de atravessar a rua é algo que me incomodou bastante lá. Sempre tinha a sensação que ia ser atropelada. Me irritava muito estar atravessando e os carros querendo passar por cima de mim! rsrs

  3. Caraca!!! Que post mais detalhado!!obrigada por compartilhar!!! Lendo eu voltei no tempo na época que passei por aí…foi uma viagem inesquecível…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui