O que fazer em Boston em 2 ou 3 dias

Compartilhe:

Conteúdo do Artigo

Além de o que fazer em Boston, confira nosso itinerário, as sugestões de onde comer e em que bairro ficar, de compras, e principais bate-voltas ou lugares e cidades para incluir num roteiro pela Nova Inglaterra. E sugiro: tem coisas para fazer em Boston que não valem muito seu tempo. Se ele é escasso, pode pular sem culpa.

Minhas impressões de Boston

Quando pensava em Boston, alguns símbolos que passavam pela minha mente eram tão diversos quanto o time de baseball Red Socks e o Museu das Crianças. Ou Harvard, sua vizinha, e lagostas. Os Kennedys e os tijolos vermelhos. E chegou o dia de ver tudo isso com meus próprios olhos.

Como qualquer destino, o clima tem uma influência enorme na experiência que turistas de poucos dias terão. E aqui uso clima em seus dois sentidos. Boston nos recebeu com um dia claro que só evoluiu para uma garoazinha no final do dia, e o dia seguinte foi de sol. Chegar num domingo foi também uma sorte: o clima festivo do bairro North End, com artistas de rua e gentes nas mesas externas dos restaurantes e guias vestidos como no século 18 também contribuiu para uma boa impressão.

O dia seguinte, uma segunda-feira, mostrou uma cidade cheia de trânsito nas avenidas principais, mas foi só no final de nosso roteiro pela Nova Inglaterra ao retornar para o voo que vi uma Boston menos gostosinha: o dia acizentado e já com um ventinho frio de início de outono deixou a cidade mais triste. As mesas externas e bancos de jardim antes ocupados perderam vida. Ou isso, ou a viagem chegava ao fim, acizentando o humor.

o que fazer em boston
Com céu azul, é sempre mais gostoso

Boston tem ares de cidade grande quando nos aproximamos das avenidas, pontes e túneis de tráfego intenso, mas nos sentimos em uma cidade pequena ao caminhar por praças e até nos principais bairros centrais. Tem ruas tranquilas e arborizadas, praças e parques, além do rio Charles que separa a cidade de sua vizinha Cambridge, e do braço de mar no porto de Boston, que trazem a tão bem-vinda natureza para a cidade.

Fiquei surpresa ao saber que a a população da área metropolitana de Boston, Capital de Massachusetts, é de cerca de 4 milhões de pessoas, menos que a de BH, que tem tamanho similar.

O contraste do novo e do antigo está presente também em Boston, e para quem curte fotografia não vão faltar bons cliques.

A cidade é limpa, e não me senti insegura nem mesmo na principal praça da cidade, a Boston Common, que na região da fonte Brewer, a passos da sede do governo de Massachusetts, estava tomada por moradores de rua, uma situação cada vez mais comum em várias partes do país. O odor deles e da maconha foram igualmente perceptíveis.

Muita gente vai a Boston esticando uma viagem a Nova Iorque, separadas por 355 km, mas o que nos motivou foram as cores do Outono – e uma promoção de bilhete aéreo. No interior de Massachusetts, New Hampshire e Vermont estão algumas das florestas onde apreciar o processo chamado Fall Foliage. Quer saber como é o processo? Leia Outono e Fall Foliage em NY.

Lago nas White Mountains

Confira na página Nova Inglaterra outros artigos sobre esta viagem. E se for a Nova Iorque, também temos dicas de lá!

Documentos para uma viagem a Boston

Além do passaporte com validade superior a 6 meses e do visto americano, confira no site do consulado americano quais documentos sanitários são necessários para sua entrada no país. Como você sabe, as mudanças ocorrem na mesma quantidade que novas variantes de vírus. Quando estivemos lá, entre setembro e outubro de 2022, apresentamos o certificado internacional de vacinação contra o Covid-19, emitido digitalmente em inglês pelo app ConectSUS, mas havia sido decretado o final da pandemia Covid-19. Ninguém usava máscaras, mas agora o inverno trouxe muitos novos casos.

Não deixe de contratar um seguro para usa viagem. Confira as opções da Real Seguros, que busca e reserva diversos tipos de seguro. Eu viajo com o seguro do cartão de crédito, mas não deixo de incluir um segundo, pois em geral o do cartão funciona por reembolso. Ou seja, você terá que ter disponibilidade financeira caso precise de auxílio médico.

Como chegar a Boston

De avião

A Latam e a Delta têm voos diretos a Boston partindo de Guarulhos-SP. Nós aproveitamos uma promoção da United com conexões em Houston, na ida, e Chicago, na volta. A conexão na volta foi interessante: como a United tem um saguão exclusivo em Chicago, não precisamos trocar de terminais e a comprovação de saída do país se deu eletronicamente, sem passar por processo de imigração/controle de passaportes. The Big Bother is watching you – e não estou falando do show da TV.

Do aeroporto ao Centro de Boston

O aeroporto tem boa sinalização para transporte público, táxi ou app e uma estação de metrô dentro do aeroporto (linha azul USD2.75). Como viajamos em 3, o custo seria próximo de um Uber, previstos USD 15-20. No fim, demos azar: nossa corrida saiu bem mais cara (USD40) porque a via de acesso mais rápida estava interditada e tivemos que ir pelo Túnel Ted-William, que dá uma volta enorme. Além disso, meu marido-sempre-mais-preocupado-do-que-devia, pediu um carro grande (que é mais caro), esquecendo-se que nos Estados Unidos grande quase significa caminhão.

as setas estão presentes no piso de toda a área de desembarque

Se estiver num grupo de até 6 pessoas, uma boa opção é usar o serviço de transfers em Boston da Civitatis. Faça as contas para ver se não compensa tomar 2 Ubers.

A partir de outros pontos nos Estados Unidos

Voos são a melhor opção para distâncias terrestres superiores a 5 horas ou 6 horas. Trens da Amtrak partem da Penn Station de Manhattan e chegam em Boston em aproximadamente 4 horas.

A Flixbus opera linhas saindo da 31st com a 8th Ave. (NYC), perto da Penn Station, e a viagem demora pouco mais de 4 horas ao custo de US$70. Veja no app deles outras rotas.

Como Circular

o que fazer em Boston ônibus turístico
a jardineira pelas ruas do North End

O fato de ser plana nos convida a caminhar e explorar a cidade além das listinhas de o que fazer em Boston. Na parte mais antiga, na costa, as ruas têm traçado irregular, mas ganham quarteirões mais organizados do outro lado da Boston Common. Sugiro as prazerosas Commonwealth Ave e a Newbury Street para caminhar. São paralelas e você pode ir por uma e voltar por outra, observando as clássicas townhouses de tijolos vermelhos e as vitrines de lojas.

Para quem não quer caminhar (veja nosso itinerário abaixo), o metrô e o Uber são boas alternativas. Quanto ao carro, é uma opção ruim, pois estacionamento no centro é bem caro (USD28/h, no North End).

Em vez de ônibus turístico, em Boston tem uma simpática jardineira de Boston da Civitatis ou da Tiqets. O bilhete pode ser de 1 ou 2 dias e você pode descer e subir em qualquer uma das 18 paradas.

Bikes também são legais, já que a cidade é plana, mas evite as avenidas principais por causa do movimento de carros.

o que fazer em Boston de bicicleta

O que não Fazer em Boston

Bem, não é que você não deve fazer, mas se tiver pouco tempo na cidade acho que seguir a Trilha da Liberdade, que está no topo da lista em todos blogs, na minha opinião é totalmente dispensável. Entendo que conhecer a história de uma cidade seja importante, mas com apenas 2 dias preferimos sentir a cidade ao explorá-la. A gente sempre pode ler algo no Wikipedia depois, ao rever os lugares que visitamos – ou ao ler blogs de viagem como o Mulher Casada Viaja ehehe.

Além do mais, pelo itinerário que sugeri você passará por quase os 16 pontos que compõem a Trilha da Liberdade ao longo de 5 km, marcada com simpáticos tijolos vermelhos no chão. Se preferir contrate um dos guias vestidos com trajes do século 18, que passam por 12 deles em 90 miuntos.

Para ganhar um mapa virtual com todas as principais atrações de Boston e as linhas do metrô de Boston, assine gratuitamente a newsletter do Mulher Casada Viaja e deixe um comentário ao final deste post dizendo “quero ganhar um mapa de Boston”

O que Fazer em Boston em 2 dias ou mais

A área turística é bem extensa, então o ideal é setorizar as atrações por bairros, para ganhar tempo. Em dois dias é possível conhecer o principal da cidade, mas em 3 ou 4 dias você aproveitará a gastronomia local e outros pontos que nós não conhecemos em Boston em 2 dias – mas sugiro no item Principais atrações de Boston.

Dia 1 – Uber do aeroporto ao hotel no West End + caminhada de 2 km

Nosso voo chegou a Boston num domingo de final de setembro pela hora do almoço. Depois do checkin no hotel Onyx, caminhamos até o bairro de atmosfera italiana, o North End, talvez o melhor lugar para comer em Boston, com inúmeras possibilidades de restaurantes, confeitarias, um verdadeiro bairro gastronômico!

Dia 2 – Percurso de 5 km de Uber do hotel até o Fenway Park + caminhada de 6,5 km

  1. Na segunda-feira antes das 9h tomamos um Uber até o Fenway Park (5 km). Não fizemos o tour pelo interior, apenas circundamos o estádio e fizemos fotos.
  2. Caminhamos pelo parque entre o Fenway e o Museu de Belas Artes e ficamos por lá até perto da hora do almoço.
  3. Depois de conhecer as obras do museu, caminhamos pela Huntington Ave até o Symphony Hall. Continuando em frente, você alcançará o Prudential Mall e como já passava da hora do almoço paramos no Cheesecake Factory.
  4. Satisfeitos com a sobremesa mas não maravilhados com a refeição, seguindo em frente chegamos na Copley Square, onde ficam a bela Biblioteca, as igrejas Trinity e Old South e o Memorial da Maratona de Boston (na Boylston St). Entramos apenas na biblioteca porque a igreja estava fechada
  5. Viramos à esquerda para sair na Newburry St, cheia de lojas e cafés simpáticos. Esta rua termina no Public Garden, anexo ao Boston Common, o parque da cidade e a sede do governo, o Massachusetts State House
  6. Seguimos pela Tremont St e avistamos o prédio da prefeitura. Fizemos uma fotinho no letreiro de Boston, demos uma passadinha no Quincy Market/Faneuill Hall e no Memorial do Holocausto. Caminhamos até o hotel.

Dia 3 – Uber até Harvard

  1. tomamos Uber até um dos portões de entrada de Harvard. Depois de caminhar e fotografar, caminhamos até o Rio Charles e na volta comemos no Tatte Bakery & Cafe
  2. novo Uber de volta ao hotel, retiramos carro no aeroporto e seguimos para Newport, no estado de Rhode Island.

O que fazer em Boston neste terceiro dia, se não for a Newport (120 km) como nós? Dá pra fazer um bate e volta a Salem ou ao Outlet Wrentham Village (65 km). Nós fizemos isso em outros dias, durante a road trip pela Nova Inglaterra. Ou ficar em Boston e conhecer outras partes e atrações da cidade. No dia do voo de retorno ao Brasil, passamos por Boston e almoçamos no Quincy Market. Veja abaixo as sugestões de outras coisas para fazer em Boston.

Principais atrações de Boston

E o que fazer em Boston em mais de 2 dias? A Monica Geller aqui categorizou tudo por tipos de atividade: museus, parques, espetáculos, esportes, arquitetura, compras e gastronomia.

Se você tiver 3 dias na cidade, invista num passe que rende uma economia de até 40%, em 3, 4 ou 5 de 20 atrações da lista. Veja o Go City Explorer Pass na Tiqets.

shows e Esportes

Para quem não perde um show durante as viagens, confira a programação do Royale, The Sinclair, House of Blues, e da arena TD Garden, que tem eventos esportivos, também. Confira também a programação do Wang Theater, que tem um interior estilo Opera de Paris ou Teatro Municipal de SP.

o que fazer em Boston

Eu não curto baseball, mas como o Fenway Park é um ícone de Boston – e porque fica perto do Museu de Belas Artes que conhecemos no mesmo dia, demos uma volta no estádio, fizemos algumas fotos e entramos numa loja especializada em baseball, que fica em frente. Infelizmente ainda não tínhamos fome pra comer um hot dog local, outra tradição.

o que fazer em Boston

Parques

Boston tem muitas áreas verdes, como o Rose Fitzgerald Kennedy, parque linear que surgiu no lugar de viadutos entre o North End e o centro de Boston, e o Back Bay Fens, ou The Fens, que fica entre o Fenway Park e o Museu de Belas Artes. Quem está com crianças pode gostar do Christopher Columbus Waterfront Park, pertinho do Aquário da Nova Inglaterra. E para fazer uma foto do slyline de Boston, vá até o pequeno Fan Pier Park, perto do Children’s Museum.

Mas o parque central de Boston é o Boston Common e Jardim Público, o parque mais antigo dos Estados Unidos (1634) e onde começa a trilha da Liberdade. Tem belos gramados, lagos e elementos como pontes, fontes e estátuas. Muitos esquilos pra divertir os brasileiros, além de patos e pedalinhos.

Gastronomia e Bares

Boston me surpreendeu positivamente também no quesito gastronomia, e acho que o fato de o bairro North End ter concentração de restaurantes – italianos – contribuiu para isso.

Outro fator é o mar, que oferece lagostas, camarões, mariscos frescos. Veja mais no post Quincy Market e Onde Comer em Boston.

onde comer em boston

Igrejas de Boston

As igrejas de Boston que selecionei aqui não são como as católicas européias, que mais parecem museus, mas figuram nesta lista porque ou têm alguma relevância histórica ou são exemplares arquitetônicos que merecem destaque.

A Park Street, de 1829, foi palco de discursos a favor da abolição da escravatura e faz parte da Freedom Trail, a trilha da Liberdade dos tijolos vermelhos.

Na praça onde fica a Biblioteca Pública, temos duas igrejas, a Trinity Church e a Old South Church. A primeira foi construída no estilo românico em 1877, com belo trabalho em madeira e vitral, que infelizmente estava fechada no dia em que passamos por ela. Vi uma foto dela na web e fiquei surpresa, pois as cores são bem diferentes de uma igreja convencional. Não perca!

Trinity Church

A Old South (645 Bolyston St) também estava fechada para visitas, pois tinha virado um set de filmagem. Um dos funcionários gentilmente abriu a capela para eu ver rapidinho e ter uma amostra de seus belos vitrais.

A mais antiga igreja de Boston, de 1723) fica no North End, a Old North Church (193 Salem Street) e é um museu pela relevância histórica. Em abril de 1775 duas lanternas foram penduradas em seu campanário para informar os rebeldes do outro lado do rio Charles sobre a posição dos soldados britânicos. A estátua representa Paul Revere, que levou a mensagem para outras partes da colônia. Fecha nos meses de inverno para o turismo.

o que fazer em Boston
A Old North Church no final da Paul Revere Mall

Museus de Boston

Boston tem inúmeros museus, então eu os reuni num post à parte, por favor veja a relação e dicas em 8 Principais Museus de Boston.

Edifícios, monumentos e Ruas que valem a visita

Boston tem ruazinhas lindas, e o Instagram popularizou algumas delas, como a Acorn St. Além dos lugares citados neste artigo, deixo mais sugestões a seguir. São inúmeros edifícios lindos, então com certeza você encontrará outros não listados aqui.

Memorial da Nova Inglaterra às vitímas do Holocausto

Instalado desde 1995 numa área cheia de vida e alegria onde ficam muitos bares (Congress St), o memorial tem acesso gratuito e como é ao ar livre está sempre aberto. Importante saber o significado de seus elementos, além das inscrições nas placas de granito e no piso.

Seis torres de vidro de 16 metros de altura cobrem seis buracos iluminados com mini lâmpadas, em referência ao cumbustívek usado nas câmeras de gás. O número 6 é simbólico: 6 milhões de judeus mortos durante os 6 anos de guerra, em 6 campos de concentração. Nos vidros foram inscritos números e, quando passamos pelo túnel, sua sombra marca nossa pele. Um vaporzinho sobe dos buracos, lembrando a fumaça que saía das chaminés.

Enquanto isso, música animada e vozes alegres não passam despercebidas. Fico pensando se o lugar escolhido para o memorial foi o mais acertado…

o que fazer em Boston monumentos

Biblioteca Pública de Boston

Sim, as pessoas ainda vão a bibliotecas, mesmo que seja para estudar com seus laptops. Mas além da sala de leitura, a biblioteca pública de Boston tem espaços lindos, com murais, escadarias e estátuas, e um agradável jardim ótimo para o turista cansado. Fica na Boylston St, 700.

o que fazer em Boston

A sede do governo de Massachusetts fica no final de uma ladeira da Boston Common e é facilmente reconhecida pela cúpula de ouro de 23 quilates.

O prédio mais alto da Nova Inglaterra é o 200 Clarendon, antes nomeado John Hancock Tower (Clarendon St, 200), tem 240 metros de altura e rende belas fotos em par com a Trinity Church. É possível fazer tours livres ou guiados pelo interior.

No bairro Beacon Hill, uma pintura no muro de uma ruazinha estreita feita nos anos 1980 traz a arquitetura do sul dos Estados Unidos para Boston. Foi apelidada de Scarlet O’Hara’s house, e está marcada no Google Maps com o nome da personagem principal de O Vento Levou. Rollins Place é fechada com um portão, então você só pode fotogarfar à distância. Eu não iria até lá só pra ver, mas estando por perto…

Em frente ao Copps Hill Burying Ground, o cemitério do North End, fica a casa mais estreita de Boston. Bem, você já está ali, então não custa registrar.

Edifíco Berkeley é um exemplo de bela arquitetura que encontramos ao caminhar pela cidade. Fica na Boylston com a Berkeley St.

O Custom House Tower, edifício neoclássico construído ente 1830 e início do século 20 foi o ponto mais alto de Boston até a construção do Prudential Center em 1964. Se você for rico o bastante, pode passar uma temporada neste que é um dos mais bem decorados lugares de Boston, onde fica o Marriott. E se joga o game The Last of Us ou assiste à série (2o episódio), vai reconhecê-lo.

Cemitérios

Boston tem16 cemitérios históricos, alguns do século 17, que mais parecem cenário de filme de terror ou de festa de Halloween. Não que sejam assustadores, mas são iguaizinhos aos que vemos em filmes e séries, lápides tortas ou quebradas, caídas, inscrições desgastadas.

Visitamos por acaso o Copps Hill Burying Ground, que fica em frente à casa mais estreita de Boston, na Charter St. Era um cemitério indígena, e hoje é um dos mais populares entre os turistas.

o que fazer em Boston

Onde Ficar em Boston

Minha opções ficaram bem reduzidas, tendo apenas 2 semanas de antecedência para todo o planejamento da viagem, mas gostei do hotel escolhido pela localização, conforto e serviços – exceto o café da manhã, que é gratuito mas bem básico. A gente só tomava um chá e deixava para comer algo na rua.

O Onyx Hotel fica no West End, a 300 metros da North Station, que tem trens locais e intermunicipais, e pertinho do TD Garden, arena para jogos esportivos e shows. Em 10 minutos a pé você está no centro do North End, o bairro gastronômico de Boston. Leia Quincy Market e Onde Comer em Boston.

onde ficar em Boston

Outras dicas além de o que fazer em Boston

Lugares próximos para incluir no roteiro

Já deixei acima algumas sugestões, mas são tantas opções de cidades perto de Boston que a longa lista mereceu um post exclusivo. Veja as dicas completas no link acima.

Compras em Boston

Com o dólar a mais de R$5, não dá pra sair gastando como se não houvesse fatura de cartão de crédito amanhã, mas ainda assim algumas coisas valem a pena. Não fomos a Boston para compras e não exploramos seus muitos shoppings, mas no Faneuil Hall/Quincy Market compramos souvenirs e minha filha aumentou sua coleção de funko pops. Mas são mais de 70 lojas, a maior parte de marcas conhecidas. Um lugar não só para compras, mas para passear e ver artistas de rua. Leia mais no post Quincy Market e onde Comer em Boston.

Prudential Center é um shopping grande na região central de Boston e a Newbury St é uma rua de comércio muito charmosa e agradável, com cafés e pequenos restaurantes e boutiques.

Quem não resiste a um outlet, a 40 min de Boston o Wrentham Village Premium Outlet tem marcas costumeiras de outlets americanos. Fomos até lá no caminho de volta de Newport. Valeu a pena para comprar tênis e bolsas.

Observatório/mirante de Boston

Já tive minha cota de subir até observatórios (hoje prefiro picos de montanhas e torres medievais), e não conheci o de Boston, o Skywalk Observatory, que fica no 50o do Prudential Center.

Com ou sem inglês

Boston tem muitos imigrantes, e não vai ser difícil encontrar brasileiros trabalhando nos lugares turísticos, como no Quincy Market. Inglês é a língua oficial, mas você vai encontrar hispânicos aos montes.

A maior parte dos tours acontecem em inglês, então se você não domina o idioma, pode comprar um audio guia da Tiqets com opção em espanhol, com duração de 2 horas pela Trilha da Liberdade de Boston (USD8).

E você, o que sabia de Boston antes de sua visita ou de ler estas dicas? Tem alguma dúvida ou comentário, deixe uma resposta, terei prazer em ajudar.


Este post faz parte da blogagem coletiva do grupo Pequenos Grandes Viajantes. Veja o que fazer em dois dias em outras cidades:


Picture of Marcia Picorallo

Marcia Picorallo

Escrevo o Mulher Casada Viaja com carinho desde 2014, compartilhando minhas impressões dos lugares por onde passei, inspirando e ajudando leitores a planejar suas aventuras.

Índice

Picture of Márcia, a viajante

Márcia, a viajante

Bem-vindo a bordo - e nem precisa apertar os cintos! Escrevo o Mulher Casada Viaja com carinho desde 2014, compartilhando minhas impressões dos lugares por onde passei, inspirando e ajudando leitores a planejar suas aventuras.

SAIBA MAIS

Assine a Newsletter

Resolva sua Viagem

Os artigos te inspiraram ou ajudaram no planejamento da viagem? Retribua sem pagar nada a mais por isso ao fazer reservas, comprar ingressos e seguro pelos links abaixo.
São os que uso para minhas viagens. É uma forma simpática de retribuir pela ajuda sem custo recebida.
Manter o site tem custo e é trabalhoso – e todo trabalho deve ser remunerado, concorda?

Hospedagem

Faça suas reservas de hotel, apartamento ou B&B

Aluguel de Carro

com parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior

Viagem Segura

Viaje com Seguro, viaje tranquilo!

Roteiro Personalizado

Não pode planejar tudo sozinho e prefere contar com minha ajuda? Clique .

Artigos Recentes

Leia Também

Siga no Instagram

Planeje sua Viagem Aqui

Blogs de viagem são muito úteis no planejamento de viagem e gratuitos para o leitor, mas têm um custo para serem mantidos no ar – além do trabalho para edição. Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que pode retribuir e contribuir para que continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. Basta clicar sobre os links de nossos parceiros. Você planeja sua viagem e retorna a gentileza:

Aluguel de Carro

com parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior

Hospedagem

Faça suas reservas de hotel, apartamento ou B&B

Ingressos sem Fila

Ingressos de atrações, excursões e tours

Viagem Segura

Viaje com Seguro, viaje tranquilo!

Roteiro Personalizado

Não pode planejar tudo sozinho e prefere contar com minha ajuda? Clique .

COMENTÁRIOS

Respostas de 8

  1. Sempre bom viajar pelo seu olhar, Márcia, adoro suas observações, fotos e detalhes que fazem a diferença em qualquer viagem.
    O que fazer em Boston em 2 ou 3 dias é um super mini guia que ajuda qualquer viajante a aproveitar o melhor dessa cidade e região, adorei! Beijos!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa Newsletter!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos por e-mail.