Roadtrip na Itália: a Grande Estrada das Dolomitas

roadtrip  na Itália

Roadtrip na Itália é garantia de paisagens deslumbrantes, por isso não pensei duas vezes para escolher o país para esta blogagem coletiva. E com tantos destinos maravilhosos como Costa Amalfitana e Toscana para rodar de carro, elegi a mais bela roadtrip na Itália: pelas Montanhas Dolomitas, patrimônio mundial da Unesco (e meu lugar favorito no meu país favorito para turismo – e culinária!). Além disso, não há outra maneira para conhecer bem a região. O transporte público nos Alpes é deficitário, e o carro é sem dúvida a melhor opção para rodar pelos Alpes italianos.

Aluguel de carro para a roadtrip na Itália

Eu sempre pesquiso preços e reservo pelo site Rentcars. Na primeira viagem às Dolomitas retirei o carro na Europcar de Veneza e ‘entrei’ nas Dolomitas pelo leste, em Cortina d’Ampezzo. Na segunda vez, aluguei pela Hertz próxima à Milano Centrale, e entrei pelo Oeste, Ortisei, depois de passear pelo Lago de Garda.

Aconselho você a emitir a PID – Permissão Internacional para Dirigir (saiba como emitir a PID) e levar sua CNH válida. Além disso, saber um pouco mais sobre pedágio, combustível, estacionamento e outros detalhes trazem segurança para quem vai fazer uma roadtrip na Itália, então leia: Dirigir na Itália e Dirigindo na Itália, aqui no Mulher Casada Viaja.

Roadtrip na Itália: A Grande Estrada das Dolomitas

A Grande Estrada das Dolomitas conecta as cidades de Bolzano a Cortina d’Ampezzo, no sentido Oeste-Leste e obviamente pode ser percorrida no sentido Leste-Oeste. Numerada como SR 48 (strada regionale 48) foi construída entre 1901 e 1909, e envolveu 2.500 trabalhadores. Certamente um feito de engenharia e crucial para o desenvolvimento do turismo na região.

A maior parte dos picos das Dolomitas podem ser vistos pela SR 48, mas planeje mais tempo para guiar por outras estradas das Dolomitas, eu sugiro algumas mais abaixo.

Originalmente, com 145 km de extensão, hoje o trajeto é feito em 110 km, começando ou terminando na SS241 no lado ocidental. Essa mudança de 2008 não foi pensada para encurtar uma viagem que não desejamos que acabe, mas por motivos de segurança, pois o trecho hoje indisponível era perigoso e sofreu alguns deslizamentos.

Não tenha receio de guiar pelas estradas das Dolomitas. Alguns trechos são estreitos, há várias serras com curvas cotovelos, encontramos muitos ciclistas principalmente no verão, mas basta manter a velocidade indicada e estar atento. Afinal, esta roadtrip é uma das mais cenográficas da Itália, tire o pé do acelerador!

Os pontos mais relevantes, com as mais belas vistas, têm estacionamento, a maioria paga, no verão, seja por parquímetro ou com a cobrança de uma pessoa que se aproxima assim que paramos o carro, como aconteceu em Passo Gardena.

Onde parar nesta roadtrip pela Itália – principais pontos

Em um dia é possível percorrer a SR48 fazendo paradas rápidas e acrescentar ainda pontos relevantes em estradas próximas, principalmente no verão, quando os dias são longos. Sugiro abaixo alguns, mas lembro que só passar por estes lugares está longe de ser o ideal. Para curtir as Dolomitas você deve subir em montanhas, fazer ao menos uma trilha – há várias de nível fácil – visitar lagos.

Começamos por Cortina d’Ampezzo, no Leste das Dolomitas. A primeira parada foi um desvio da SR48, pela SP 638, que vale muito a pena, até Passo Giau. O caminho é lindo e no verão há vacas pastando no alto da serra, onde fica o rifugio, contribuindo com o ar tirolês da região.

roadtrip  na Itália

Passo Falzarego e Rifugio Lagazuoi

De volta à SR 48, a 20 km encontramos Passo Falzarego. O ideal aqui é subir o teleférico até o alto da montanha onde fica o Rifugio Lagazuoi, a 2.752 metros, o mais alto da região de Cortina d’Ampezzo. Além disso, ali tem uma das mais impressionantes saunas do mundo, e pode ser usada por não-hóspedes do rifugio.

Outro destaque é que nesta área foram restaurados trincheiras e túneis usados na primeira guerra mundial pelos exércitos italiano e austríaco, guerra literalmente travada no alto das montanhas. No verão, há passeios guiados com monitores vestidos com o uniforme da Primeira Guerra.

Aliás, subimos a montanha Untersberg, perto de Salzburgo no dia em que os austríacos homenageavam os mortos em guerra. Todos estavam vestidos a caráter, foi uma surpresa muito legal estar ali no meio, no teleférico, só a gente ‘do século 21’ ahaha. Confira no post, muito lindas as fardas e acessórios. E tudo original, nada Hollywoodiano.

Forte Tre Sassi

Um desvio de apenas 2 km para a SP24 (à direita na bifurcação) e você chega ao museu da Grande Guerra, que funciona de meados de junho a início de outubro. Construído entre 1897 e 1901 pelos austríacos, abrigava 50 soldados. Para circular pela parte externa não é cobrada taxa, mas o ingresso ao interior custa 7 euros.

Passo Pordoi

A próxima parada foi em Passo Pordoi, antiga fronteira com o Império Austro-Húngaro e um clássico para os ciclistas, motoqueiros e amantes das montanhas. Um teleférico te leva a quase 3 mil metros de onde se avistam vários picos, como a Marmolada, a mais alta das Dolomitas, com 3.343 metros.

Muitos ciclistas param ali para descansar, depois de encararem as 33 curvas da serra. No local há lojinhas de souvenirs e lanchonetes.

roadtrip  na Itália

Antes de descer a serra para Canazei, que tem tantas curvas que instalaram plaquinhas numerando-as, paramos para almoçar no restaurante do Hotel Bellavista. A localização é maravilhosa, mesas ao ar livre, com vista para o vale e o bondinho.

No verão os dias rendem e chegamos em Bolzano a tempo para passear pelo centro histórico.

Roadtrip na Itália: outras estradas nas Dolomitas

Se você tiver cerca de 5 dias para curtir as Dolomitas, certamente percorrerá várias das estradas da região, porque a Grande Estrada das Dolomitas, a SR48, é apenas uma delas. Listo abaixo as estradas que percorremos e suas atrações:

SS49

Ao norte de Cortina d’Ampezzo, você vai rodar por esta estrada para conhecer o lago mais bonito das Dolomitas, o Lago di Braies – ou Pragser Wildsee, em alemão. É um pouco longe, mas vale a pena. Ah, pelo caminho você vai encontrar também o lago e a cidade Dobbiaco e um cemitério para os mortos na Primeira Guerra Mundial. Há placas indicativas, mas se você jogar no GPS o risco de perder é menor.

SP163

No oeste das Dolomitas, a norte de Ortisei, vale visitar o vale onde fica a icônica igrejinha de Santa Magdalena. Aproveite pra visitar o perfil do Mulher Casada Viaja no Instagram. Nos destaques tem pastinha da Itália com stories – e um deles dá detalhes de um restaurante com vista para estas montanhas, logo depois da igrejinha.

SS242

Esta te leva à cidade de Ortisei, que além de ser uma gracinha, cheia de obras de esculturas, canteiros floridos e arquitetura típica alpina tem teleféricos para subir a Seceda e Alpe di Siusi, esta última o maior platô europeu. Recomendo subir estas duas montanhas.

roadtrip  na Itália

SS243

Um dos passos mais bonitos das Dolomitas, o Gardena, próximo das cidades de Ortisei e Selva di Val Gardena. A sensação é de estar cercado por montanhas lindas por todos os lados. E que serra!

SS241

Este é o trecho de acesso à Grande Estrada das Dolomitas partindo de ou chegando a Bolzano. Nesta estrada fica outro lago deslumbrante, o Lago di Carezza (Karersee). Estacione e desça, a vista do alto da estrada não é tão bonita quanto a das margens do lago. Se tiver tempo, percorra a trilha em volta do lago. A belíssima cadeia de montanhas que se vê ao fundo e ‘decora’ o lago que já é uma beleza se chama Latemar. Ali perto, o hotel onde a imperatriz Sissi costumava ficar.

roadtrip  na Itália

SP49

Na região de Cortina d’Ampezzo, pegue esta para chegar ao Lago Misurina e Lago Sorapis, além da estrada para a base da trilha circular Tre Cime di Lavaredo. Quando publiquei este post, ainda não havia descrito a experiência de fazer esta trilha circular, num dia ensolarado, que renderam fotos lindas. Veja atualizações em Alpes Dolomitas.

roadtrip  na Itália

Mais dicas das Dolomitas

Para dicas práticas, roteiro e descrição dos lugares que visitei, vá até a página-índice Alpes e Montanhas Dolomitas aqui no blog.

Outras roadtrips

Que tal mais inspirações de viagem? O grupo de blogueiras 8on8 compartilha nesta blogagem coletiva dicas sobre o tema viagens de carro, então confira:

Planeje sua viagem aqui

Blogs de viagem são muito úteis no planejamento de viagem e gratuitos para o leitor, mas têm um custo para serem mantidos no ar. Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que pode contribuir com a manutenção do blog e consequentemente para que as dicas continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. Basta clicar sobre os links de nossos parceiros. Você planeja sua viagem e retorna a gentileza:
Booking.com: para fazer suas reservas de hotel, apartamento, B&B
Rentcars: aluguel de carro, com possibilidade de parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior
Seguros Promo: desconto de 5% em seguro viagem para leitores. Aplique o código CASADAVIAJA5
Chip de Viagem: compre seu chip e receba em casa antes de sua viagem

13 COMENTÁRIOS

  1. Que roteiro fantástico! Amei essa dica de percorrer a estrada das Dolomitas. Conheço os Alpes pela Suiça, onde passei 20 dias desbravando cada cantinho maravilhoso.

    Eu já tinha um desejo de voltar pela Itália, para ver os Alpes em outro ângulo, quando fui até Chamonix, na França. E você, só intensificou esse meu desejo em grau 1000! kkk… Assim que tudo melhorar e o dólar ficar mais amigável, eu gostaria de fazer o seu roteiro. 🙂

    • A Suíça é demais, né? Fiquei 15 dias e a cada dia descubro virtualmente mais lugares que preciso conhecer.
      Eu adoro os Alpes, mas ainda não fiz esta parte França-Suíça-Itália, deve ser muito bonita, também!

  2. A cada post seu sobre as Dolomitas fico mais encantada, Márcia! Que região deslumbrante… e olha que quando pensava em Itália não era esse tipo de paisagem que me vinha à mente. A grande estrada das Dolomitas parece mesmo uma paisagem perfeita para uma roadtrip dos sonhos.

    • Esta parte da Itália não tem cara de Itália, mesmo, é muito tirolesa. Mas isso é que é legal: juntar no roteiro destinos bem italianos e deopis as Dolomitas! Nós fomos da Costa Amalfitana para os Alpes – que mudança!

  3. Desde que li um post seu sobre as Dolomitas elas entraram na minha lista de sonhos de viagens. Agora já quero fazer tudo isso que você selecionou neste post da sua roadtrip top na Itália. Sempre tive medo de dirigir na Europa mas estou me encorajando e não vejo a hora de poder colocar o pé de leve no acelerador e conhecer esta grande estrada das Dolomitas.

    • Cecília, eu dirigi nas Dolomitas em 2016, depois de rodar pela Toscana. Foi a primeira vez na Europa, e eu só tinha dirigido em viagens no século passado e no Brasil. Na Toscana foi mais fácil, porque nas Dolomitas tem muitas curvas fechadas – e eu queria ver a paisagem ahaha. Tenho dicas de como dirigir na Alemanha, na França e na Itália, passa lá pra ler. beijos

  4. Que roteiro espetacular… Cada lugar mais lindo que o outro! Você sabe que, ao contrário de você, não tenho amor profundo por viajar de carro, mas acho que tem lugares que pedem uma road trip né? As Dolomitas são esse tipo de viagem!!! Acho que viveria suspirando de amor por cada uma dessas paisagens…

    Aquela imagem da igrejinha de Santa Magdalena, ganhou meu coração! Me disse tanta coisa, que você nem tem ideia. Oxalá, um dia estejamos cara a cara, ao vivo e em cores. bjokas

  5. Ai caramba, eu sabia que vc ia escolher um destino com montanhas, mas essa roadtrip na grande estrada das Dolomitas foi muita beleza para um coração ansioso por voltar a viajar. Que estradas e paisagens maravilhosas. Foi uma excelente escolha. Vou sonhar com esse deslumbrante Lago di Carezza.

    P.S eu lembro-me do seu relato sobre a montanha Untersberg com os austríacos vestidos à época.

  6. Que viagem dos sonhos! Que vontade de fazer esta road trip pela Itália! As suas fotos pelas Dolomitas são apaixonantes. Adoraria fazer a trilha circular Tre Cime di Lavaredo! Sonhando com seu roteiro!!

  7. Que sonho fazer uma roadtrip na Itália, principalmente passando pela grande estrada das Dolomitas, Márcia. A Itália é meu país predileto também, por sua gastronomia, cultura, história e belezas naturais que você mostrou tão bem neste excelente post.
    Adorei cada foto e palavra, parabéns, beijos.

  8. Marcia, que viagem! Sei que amaria fazer essa roadtrip na Itália. Deve ser muito interessante o passeio com guias usando uniformes da Primeira Guerra Mundial pelas trincheiras restauradas. Aspectos históricos sempre me interessam nas viagens. Suas fotos como sempre, maravilhosas!
    Torcendo pra gente poder voltar logo pra estrada. bjs

  9. A cada texto seu sobre as Dolomitas, mais e mais me encanto. Sonhando muito em conhecer a região.
    Quantos dias você recomenda para fazer essa road trip pela estrada das Dolomitas?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui