Swiss Travel Pass vale a pena? Preços 2023 e outras dicas

O Swiss Travel Pass é um passe exclusivo para quem viaja à Suíça a turismo. Veja aqui como é, onde comprar, o que inclui e se o Swiss Travel Pass vale a pena. Conheça também outros bons passes para economizar na sua viagem à belíssima Suíça.

Swiss Travel Pass vale a pena
Eu num dos pontos do Grand Tour: Os Castelos de Bellinzona, atrações grátis com o Swiss Travel Pass

Swiss Travel Pass vale a pena?

Eu não costumo comprar passes de trem, porque faço muitos roteiros de carro ou porque não pipoco mais de um país para outro. Mas uma viagem à Suíça tem características que justificam usar o trem e comprar o Swiss Travel Pass – ou outro passe que apresento neste post. Mas também sugiro quando não comprar nenhum passe.

Quando fui, em 2019, minha pesquisa apontou que o Swiss Travel Pass valia a pena, e naquela época ele ainda era um pedaço de papel que eu guardava junto ao passaporte. Hoje ele é digital, mais prático, não? Mas o que conta mesmo é o investimento.

O que é o Swiss Travel Pass

O Swiss Travel Pass só pode ser usado por turistas e há opções de 3, 4, 6, 8 ou 15 dias consecutivos ou a opção Swiss Travel Pass Flex, em que você escolhe a quantidade de dias descrita acima, mas pode usar o passe por até 30 dias. Mais detalhes adiante.

Se sua dúvida é em relação a conforto, saiba que eu viajei com mala tamanho médio e tomei muitos trens, pois fiquei cerca de 2 noites em cada cidade durante o Roteiro de 14 dias no verão na Suíça, e só não explorei a faixa Leste do país. Nunca tinha estado em trens tão confortáveis, pontuais, vazios (na alta temporada), limpos e silenciosos, que espetáculo!

Como funciona o Swiss Travel Pass

Em geral, na Europa é preciso validar bilhetes de trem antes de acessar a área das plataformas de embarque, mas os portadores do Swiss Travel Pass precisam apenas apresentar o passe virtual e o passaporte ao fiscal que percorre os vagões dos trens.

Nos ônibus não me pediram para apresentar o passe, mas esteja preparado caso o motorista peça.

Nos teleféricos não inclusos, em que o Swiss Travel Pass oferece apenas desconto, é preciso apresentá-lo na bilheteria e pagar a diferença.

Nos trens panorâmicos como o Glacier Express e o Bernina Express, faça reserva de assento e pague a taxa, mas a viagem em si está coberta pelo Swiss Travel Pass.

Apesente o passe na bilheteria de museus para entrar gratuitamente e nos barcos é só mostrar o passe no embarque.

Swiss Pass monte titlis
o teleférico giratório do Monte Titlis – neve no verão!

O que está incluso no Swiss Travel Pass

O Swiss Travel Pass vale a pena para quem vai explorar a Suíça com afinco. Veja a que os portadores do passe têm direito:

  • transporte público em trens, barcos, ônibus e trams de toda a Suíça durante o período de validade, em dias consecutivos
  • entrada em mais de 500 museus, como o Museu Olímpico de Lausane, o Paul Klee em Berna, e o do Transporte em Lucerna
  • ingresso em castelos-museu, como o de Thun, de Bellinzonae Château de Chillon.
  • Teleférico no Monte Rigi, Stanserhorn e Stoos
  • até 50% de desconto em teleféricos e trens para picos de montanhas, como Titlis, Pilatus, Gornergrat, Jungfraujoch – e no Matterhorn Alpine Crossing, que liga Zermatt a Aosta, na Itália, inaugurado em julho de 2023.
  • trens panorâmicos, como o Glacier e o Bernina Express, o Gothard Panorama, o Golden Pass (é preciso fazer reserva de assento antecipadamente e pagar a taxa).
  • gratuidade no transporte público para menores de 16 anos acompanhados de um dos pais com porte do Swiss Travel Pass.
Swiss Travel Pass vale a pena
ponte no Monte Titlis

Entre 2019, quando viajei à Suíça peça primeira vez, e a publicação deste post, houve mudanças na gratuidade e nos descontos de algumas atrações. Farei o possível para atualizar o post, mas antes de comprar um dos passes, verifique o que está mesmo incluso na ocasião.

Como calcular se o Swiss Travel Pass vale a pena

  1. A primeira coisa é montar o roteiro com as atrações que visitará em cada cidade, picos de montanha, passeios de barco e todos os trechos de trem entre as cidades e mesmo o transporte dentro da cidade, se for o caso.
  2. Coloque todas as despesas numa planilha Excel com o número de linhas equivalentes (eu só coloquei duas para exemplificar). Faça uma coluna para cada tipo de passe.

Lembre-se que você pode também calcular como seria o uso apenas dos passes regionais (leia mais abaixo). Neste caso, adicione mais colunas.

itemsem passe Swiss Travel Pass STP flex Half Fare Pass Passe Regional
Monte Titlis
trem de Lucerna a Interlaken

3. Então baixe o aplicativo da SBB no seu celular ou use o site oficial para calcular o custo das rotas de trem entre as cidades e do transporte local. Em geral as cidades são pequenas, mas se você não gosta de caminhar vai precisar de ônibus, tram ou trem.

4. Depois pesquise aqui na página da Suíça o custo de entrada de museus, castelos, trens e teleféricos de picos de montanha, procurando pela cidade/atração.

É trabalhoso, mas só assim você saberá se vale mesmo a pena comprar o Swiss Travel Pass, outro passe ou passe nenhum.

Se estiver planejando uma viagem e tiver dúvidas, deixe seu comentário que terei prazer em ajudar. Caso não queira ou não tenha tempo para organizar o roteiro, pesquisar hospedagem e meios de transporte, demonstre seu interesse deixando um comentário para saber como funciona meu trabalho como travel designer.
Se preferir, envie mensagem para mulhercasadaviaja@hotmail.com.

Onde Comprar o Swiss Travel Pass

Você pode comprar o Swiss Travel Pass nas lojas da SBB que ficam nas principais estações de trem da Suíça. Mas te dou dois bons motivos para comprar aqui pelo Mulher Casada Viaja:

  1. Todo trabalho deve ser remunerado. O meu trabalho é reunir todas estas dicas para te ajudar GRATUITAMENTE no planejamento de sua viagem. E a maneira de meu trabalho ser remunerado é sendo comissionado pelas reservas de hotéis, de aluguel de carro, de seguro viagem, chip internacional que divulgo ao final de todos os posts – e neste caso, ao comprar o Swiss Travel Pass, comercializado pelo Get you Get. Esta empresa é parceira do blog e já comprei tours para clientes, pode confiar.
  2. Para quem não tem fluência em Inglês ou nas línguas oficiais da Suíça (italiano, alemão suíço ou francês), é muito mais cômodo comprar bilhetes de atrações e tours online, concorda?

Saiba mais em Trem na Suíça: tudo sobre a melhor forma de viajar onde falo sobre espaço para bagagem, plataforma, embarque, lockers e muito mais

lago visto da janela do trem, sem filtro

Quanto Custa o Swiss Travel Pass

Feitas as contas de quanto gastaria sem passe, veja quanto você gastaria para adquirir o Swiss Travel Pass. Considerei os valores do passe consecutivo de 3, 4, 6, 8 ou 15 dias, na segunda classe. Preços pesquisados em maio/23, em francos suíços. Quando escrevi este post 1 CHF equivalia a R$ 5,56.

DiasAdultos acima de 25 anosjovens de 16 a 24 anos
3232164
4281199
6359254
8389276
15429307

*Crianças até 6 anos não pagam por transporte e de 6 a 16 anos não pagam desde que acompanhadas de pai pagante.

Eu sei, é bem caro para quem ganha em reais… Mas uma viagem à Suíça é inesquecível, especialmente se você, como eu, ama montanhas e lagos e precisará de teleféricos para chegar mais rapidamente até eles – ou pegue trilhas!

Swiss Travel Pass vale a pena
a bela Schaffhausen

Outras dicas do Swiss Travel Pass

  • Validade do Swiss Travel Pass – O Swiss Travel Pass vale pelo período equivalente aos dias comprados (3, 4, 6, 8, e 15) e você informa a data de início de sua validade no momento da compra.
o que inclui Swiss Travel Pass
passeio de barco, incluso com o Swiss Travel Pass
  • Primeira ou Segunda Classe do Swiss Travel Pass? – Não há muita diferença entre a primeira e a segunda classe dos trens na Suíça, então não acredito que seja necessário gastar mais para comprar a primeira classe. Além de as poltronas serem um pouco mais largas e confortáveis, os únicos motivos para investir na primeira classe seria ter mais espaço para sua bagagem e menos gente, o que torna a viagem mais silenciosa, mas não é garantia de nada, pois pode-se ter passageiro que fala sem parar em qualquer classe, não é? Viajei em alta temporada, em julho e quase sempre havia assentos livres.
  • Upgrade de Segunda para Primeira Classe – Algumas linhas são mais procuradas, e talvez nestes trechos seja interessante comprar um upgrade de classe especificamente para ela/s, numa das lojas da SBB, que ficam nas principais estações de trem. Os únicos trechos que eu tive que viajar em pé, foram na ida a Zermatt e de Lugano a Milão.
quanto custa Swiss Travel Pass
primeira classe vem sinalizada com o 1 no encosto da cabeça

Quando não comprar o Swiss Travel Pass?

Se você ainda não decidiu se o Swiss Travel Pass vale a pena, vou te ajudar com outras considerações:

  • Se você vai viajar pela Suíça de carro, portanto não terá gastos com transporte público. Mas faça as contas de quanto gastará com teleféricos, museus e trens panorâmicos ou os que sobem até picos de montanhas.
  • Se ficará poucos dias na Suíça ou em apenas uma região, quando um dos passes regionais pode ser suficiente. Leia mais abaixo.
  • Muitas cidades oferecem um passe de transporte local gratuito para quem se hospeda na maioria dos hotéis locais. O cartão é entregue no momento do check-in, então você terá de pagar o bilhete para chegar à cidade em questão caso não tenha outro tipo de passe. Alguns desses passes gratuitos são:
    • Riviera Card, na região de Montreux e Lausanne;
    • Ticino Ticket, na região de Lugano
    • Lucerne Visitor Card, na linda Lucerna
    • Appenzell Holiday Card, na região de Appenzell.
Swiss Travel Pass vale a pena
Lucerna

OUTROS PASSES QUE PODEM VALER MAIS A PENA QUE O SWISS TRAVEL PASS

1. Swiss Travel Pass Flex

Tem as mesmas vantagens do Swiss Travel Pass, mas ao contrário do passe consecutivo, este permite escolher um número de dias a ser utilizado dentro do período de um mês: 3, 4, 6, 8 ou 15 dias.

É um pouco mais caro que o Swiss Travel Pass à primeira vista, mas se considerar que em muitos roteiros a gente passa dias caminhando por centros históricos, em que não usaria o passe, o Swiss Travel Pass Flex vale mais a pena que o consecutivo, pois você não ‘perde’ esse dia. Leia mais abaixo sobre os passes oferecidos pelas cidades, quando você pode usar o transporte local gratuitamente.

Preços pesquisados em maio/23, em francos suíços. Compre neste link seguro de nosso parceiro Get your Guide

DiasAdultos acima de 25 anosjovens de 16 a 24 anos
3267189
4323229
6384272
8409290
15449321

2. Swiss Half Fare Card

Outro passe disponível apenas para turistas, e que oferece 50% de desconto nas viagens de trem, ônibus, barco e trens de montanha. Custa CHF 120 e tem validade de 1 mês.

O Swiss Half Fare Card pode ser uma boa opção para quem vai viajar pouco de trem e usar muitas vezes os meios de elevação para os picos de montanha, já que a maior parte deles não tem gratuidade com o STP regular, cujos descontos máximos são de 50%.

Zurique

Passes Regionais na Suíça

Eu acho que o Swiss Travel Pass vale a pena para quem vai conhecer regiões diferentes da Suíça, o que a gente sempre faz numa primeira vez, para visitar o melhor de cada cantão. Mas aí a gente se apaixona pelas paisagens e quer voltar, e talvez para ficar numa só região que ainda não conheceu ou que deseja explorar melhor. Neste caso vale investir em outros tipos de passes, os regionais. Mas isso é assunto para um novo post. Procure-o na página-índice Suíça, onde está tudo já publicado aqui no Mulher Casada Viaja sobre este país lindo!

Conclusão:O Swiss Travel Pass vale a pena?

Muito, para quem vai usar vários trens, subir até picos de montanhas, e não quer perder tempo comprando bilhetes a cada viagem. Mas é preciso um bom planejamento e, para ser sincera, a pergunta inicial não tem uma resposta direta. Quando fiz o meu, o valor do que eu gastaria em bilhetes e atrações superou o valor do passe, por isso o comprei.

Planeje sua viagem aqui

Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que pode retribuir e contribuir para que as dicas continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. Basta clicar sobre os links de nossos parceiros. Você planeja sua viagem e retorna a gentileza:

– Booking.com: para fazer suas reservas de hotel, apartamento, B&B
– Passagens Promo: pesquise e reserve passagens aéreas nacionais e internacionais
– Rentcars: aluguel de carro, com possibilidade de parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior
– Seguros Promo: desconto de 5% em seguro viagem para leitores. Aplique o código CASADAVIAJA5
 Chip de Viagem: compre seu simcard internacional e receba em casa antes de sua viagem
– para ingressos de atrações, excursões e tours, temos 3 opções para você escolher: a Civitatis, a Get your Guide e a Tiqets.

MAIS DICAS DE TRANSPORTE

Este post é parte da blogagem coletiva dos Pequenos Grandes Viajantes, cujo tema foi transporte. Confira outras dicas:

20 COMENTÁRIOS

  1. Nossa estou impactada com esse sonho de Viagem.
    Achei que o Swiss Travel Pass vale a pena com certeza. Adorei saber dos Preços 2023 e outras dicas. Obrigada por compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui