Swiss Travel Pass vale a pena? Preços 2024 e outras dicas

Compartilhe:

Conteúdo do Artigo

Swiss Travel Pass vale a pena
Eu num dos pontos do Grand Tour: Castelos de Bellinzona. Grátis com o Swiss Travel Pass

O Swiss Travel Pass é um passe exclusivo para quem viaja à Suíça a turismo. Veja aqui como é, onde comprar, o que inclui e se o Swiss Travel Pass vale a pena. Conheça também outros bons passes para economizar na sua viagem à belíssima Suíça.

Swiss Travel Pass vale a pena?

Eu não costumo comprar passes de trem, porque faço muitos roteiros de carro ou porque não pipoco mais de um país para outro. Mas uma viagem à Suíça tem características que justificam usar o trem e comprar o Swiss Travel Pass – ou outro passe que apresento neste post. Mas também sugiro quando não comprar nenhum passe.

Quando fui, em 2019, minha pesquisa apontou que o Swiss Travel Pass valia a pena, mas em 2023 por vários motivos compensava comprar um passe regional, o Berner Oberland Pass. Leia a respeito em Passes Regionais na Suíça para economizar.

O que é o Swiss Travel Pass

O Swiss Travel Pass só pode ser usado por turistas não-suíços e há opções de 3, 4, 6, 8 ou 15 dias consecutivos ou a opção Swiss Travel Pass Flex, em que você escolhe a quantidade de dias descrita acima, mas pode usar o passe por até 30 dias. Mais detalhes adiante.

Se sua dúvida é em relação a conforto, saiba que eu viajei com mala tamanho médio e tomei muitos trens, pois fiquei cerca de 2 noites em cada cidade durante o Roteiro de 14 dias no verão na Suíça. Nunca tinha estado em trens tão confortáveis, pontuais, vazios (na alta temporada), limpos e silenciosos, que espetáculo! As estações têm rampas, elevadores ou escadas rolantes, então não precisamos carregar malas, apenas arrastá-las. A pontualidade dos trens e informações precisas da plataforma de chegada e partida dos trens também contam a favor desse meio de transporte.

Como funciona o Swiss Travel Pass

  • Em geral, na Europa é preciso validar bilhetes de trem antes de acessar a área das plataformas de embarque, mas os portadores do Swiss Travel Pass precisam apenas apresentar o passe físico ou virtual e o passaporte ao fiscal que percorre os vagões dos trens.
  • Nos ônibus não vi ninguém apresentando o passe, mas esteja preparado caso o motorista peça.
  • Nos teleféricos não inclusos, em que o Swiss Travel Pass oferece apenas desconto, é preciso apresentá-lo na bilheteria e pagar a diferença. Ou trocar pelo cartão de acesso aos teleféricos e gôndolas.
  • Nos trens panorâmicos, como o Glacier Express e o Bernina Express, faça reserva de assento e pague a taxa, mas a viagem em si está coberta pelo Swiss Travel Pass.
  • Apesente o passe na bilheteria de museus para entrar gratuitamente e receba o ingresso.
  • Nos barcos que navegam os lindos lagos, é só mostrar o passe no embarque.
Swiss Pass monte titlis
o teleférico giratório do Monte Titlis – neve no verão!

O que está incluso no Swiss Travel Pass

O Swiss Travel Pass vale a pena para quem vai explorar a Suíça com afinco. Veja a que os portadores do passe têm direito:

  • transporte público em trens, barcos, ônibus e trams de toda a Suíça durante o período de validade.
  • entrada em mais de 500 museus, como o Museu Olímpico de Lausane, o Paul Klee em Berna, e o do Transporte em Lucerna
  • ingresso em castelos-museu, como o de Thun, de Bellinzona e Château de Chillon.
  • Teleféricos no Monte Rigi, Stanserhorn e Stoos
  • até 50% de desconto em teleféricos e trens para picos de montanhas, como Titlis, Pilatus, Grindelwald-First, Gornergrat, Jungfraujoch – e no Matterhorn Alpine Crossing, que liga Zermatt a Aosta, na Itália, inaugurado em julho de 2023.
  • trens panorâmicos, como o Glacier e o Bernina Express, o Gothard Panorama, o Golden Pass (é preciso fazer reserva de assento antecipadamente e pagar a taxa).
  • gratuidade no transporte público para menores de 16 anos acompanhados de um dos pais com porte do Swiss Travel Pass.
Swiss Travel Pass vale a pena
ponte no Monte Titlis

Como calcular se o Swiss Travel Pass vale a pena

  1. A primeira coisa é montar o roteiro com as atrações que visitará em cada cidade, teleféricos ou gôndolas de montanhas, passeios de barco, e todos os trechos de trem entre as cidades e mesmo o transporte dentro da cidade, se for o caso.
  2. Coloque todas as despesas numa planilha Excel com o número de linhas equivalentes (abaixo, só coloquei duas para exemplificar). Faça uma coluna para cada tipo de passe.

Lembre-se que você pode também calcular como seria o uso apenas dos passes regionais (leia mais abaixo). Neste caso, adicione mais colunas.

itemsem passe Swiss Travel PassSTP flexHalf Fare Pass Passe Regional
Monte Titlis
trem de Lucerna a Interlaken

3. Então baixe o aplicativo da SBB no seu celular ou use o site oficial para calcular o custo das rotas de trem entre as cidades e do transporte local. Lembre-se que ao se hospedar num hotel, você terá direito a um cartão que inclui transporte gratuito na região. Por isso nos ônibus não pedem para ver passes, concluí.

4. Depois pesquise aqui na página da Suíça o custo de entrada de museus, castelos, trens e teleféricos de picos de montanha, procurando pela cidade/atração.

É trabalhoso, mas só assim você saberá se vale mesmo a pena comprar o Swiss Travel Pass, outro passe ou passe nenhum.

lago brienz swiss travel pass
navegue pelo lago Brienz com o Swiss Travel Pass

Onde Comprar o Swiss Travel Pass

Você pode comprar o Swiss Travel Pass nas lojas da SBB que ficam nas principais estações de trem da Suíça. Mas te dou dois bons motivos para comprar aqui pelo Mulher Casada Viaja:

  1. Todo trabalho deve ser remunerado. O meu trabalho é reunir todas estas dicas para te ajudar GRATUITAMENTE no planejamento de sua viagem. E a maneira de meu trabalho ser remunerado é sendo comissionado pelas reservas de hotéis, de aluguel de carro, de seguro viagem, chip internacional que divulgo ao final de todos os posts – e neste caso, ao comprar o Swiss Travel Pass, comercializado pelo Get you Get. Esta empresa é parceira do blog e já comprei tours para mim e clientes, pode confiar. Você recebe seu Swiss Travel Pass por email em até 48 horas. Pode imprimi-lo e salvar em seu celular. Ambas formas são aceitas por fiscais.
  2. Para quem não tem fluência em Inglês ou nas línguas oficiais da Suíça (italiano, alemão suíço ou francês), é muito mais cômodo comprar bilhetes de atrações e tours online, concorda?

Saiba mais em Trem na Suíça: tudo sobre a melhor forma de viajar onde falo sobre espaço para bagagem, plataforma, embarque, lockers e mais

Quanto Custa o Swiss Travel Pass

Feitas as contas de quanto gastaria sem passe, veja quanto você gastaria para adquirir o Swiss Travel Pass. Considerei os valores do passe consecutivo de 3, 4, 6, 8 ou 15 dias, na segunda classe. Preços pesquisados em janeiro/24, válidos até dezembro/24, em francos suíços. Quando escrevi este post 1 CHF equivalia a R$ 5,68.

DiasAdultos acima de 25 anosJovens de 16 a 24 anos
3244172
4295209
6379268
8419297
15459328

*Crianças até 6 anos não pagam por transporte, e de 6 a 16 anos não pagam desde que acompanhadas de pai pagante.

Eu sei, é bem caro para quem ganha em reais… Mas uma viagem à Suíça é inesquecível, especialmente se você, como eu, ama montanhas e lagos e precisará de teleféricos para chegar mais rapidamente até eles – ou pegue trilhas!

Lago Oeschinen

Embora a Suíça traga muitas facilidades, planejar um roteiro também é um desafio. Em alguns períodos trens panorâmicos, picos de montanha, e até cruzeiros nos lagos não funcionam, então uma viagem em abril não pode ser igual a uma viagem em julho ou novembro. Fale comigo para uma consultoria ou para personalizar seu roteiro.

Outras dicas do Swiss Travel Pass

Validade do Swiss Travel Pass

O Swiss Travel Pass vale pelo período equivalente ao número de dias comprado (3, 4, 6, 8, e 15) e você informa a data de início de sua validade, ou seja, quando você começa a usá-lo) no momento da compra.

o que inclui Swiss Travel Pass
passeio de barco, incluso com o Swiss Travel Pass

Mapa de validade do Swiss Travel Pass

Embora a Suíça não seja tão grande, há muitos detalhes no mapa, então deixo o link para você acessá-lo Mapa completo Swiss Travel Pass 2024.

Primeira ou Segunda Classe do Swiss Travel Pass?

Não há muita diferença entre a primeira e a segunda classe dos trens na Suíça, então não acredito que seja necessário gastar mais para comprar a primeira classe. Além de as poltronas serem um pouco mais largas e confortáveis, os únicos motivos para investir na primeira classe seria ter mais espaço para sua bagagem e menos gente, o que torna a viagem mais silenciosa. Mas não é garantia, pois pode-se ter passageiro que fala sem parar em qualquer classe, não é? Viajei em alta temporada, em julho e setembro, e quase sempre havia assentos livres, com exceção de algumas linhas.

Upgrade de Segunda para Primeira Classe

Algumas linhas são mais procuradas, e talvez nestes trechos seja interessante comprar um upgrade de classe especificamente para ela/s, numa das lojas da SBB, que ficam nas principais estações de trem. Viajei em pé, de Berna a Zermatt, de Lugano a Milão, e num trecho do lago Thun, mas isso varia imensamente.

Para quem vai embarcar no Gotthard Panorama Express, que vai de Lucerna a Lugano, há obrigatoriedade de fazer upgrade para primeira classe, já que é a única existente nessa rota panorâmica.

quanto custa Swiss Travel Pass
primeira classe vem sinalizada com o 1 no encosto da cabeça

Quando não comprar o Swiss Travel Pass?

Se você ainda não decidiu se o Swiss Travel Pass vale a pena, vou te ajudar com outras considerações sobre não comprar o passe:

  • Se você vai viajar pela Suíça de carro, portanto não terá gastos com transporte público. Mas faça as contas de quanto gastará com teleféricos, museus e trens panorâmicos ou os que sobem até picos de montanhas. E inclua os gastos com combustível, estacionamento, locação de carro, claro.
  • Se ficará poucos dias na Suíça ou em apenas uma região, quando um dos passes regionais pode ser suficiente. Leia mais abaixo.
  • Muitas cidades oferecem um passe de transporte local gratuito para quem se hospeda na maioria dos hotéis locais. O cartão é entregue no momento do check-in, então você terá de pagar o bilhete para chegar à cidade em questão caso não tenha outro tipo de passe. Alguns desses passes gratuitos são:
Swiss Travel Pass vale a pena
Lucerna

Outros Passes que Podem Valer mais a Pena que o Swiss Travel Pass

1. Swiss Travel Pass Flex

Tem as mesmas vantagens do Swiss Travel Pass, mas ao contrário do passe consecutivo, este permite escolher um número de dias a ser utilizado dentro do período de um mês: 3, 4, 6, 8 ou 15 dias.

É um pouco mais caro que o Swiss Travel Pass à primeira vista, mas se considerar que em muitos roteiros a gente passa dias caminhando por centros históricos, em que não usaria o passe, o Swiss Travel Pass Flex vale mais a pena que o consecutivo, pois você não ‘perde’ esse dia. Leia mais abaixo sobre os passes oferecidos pelas cidades, quando você pode usar o transporte local gratuitamente.

Preços pesquisados em janeiro/24, em francos suíços. Compre neste link seguro de nosso parceiro Get your Guide. Note que no link acima, o custo está em euros, mas o valor é o mesmo.

Número de Dias para usoAdultos acima de 25 anosjovens de 16 a 24 anos
3279197
4339240
6405287
8439311
15479342

2. Swiss Half Fare Travelcard

Para quem vai ter o prazer de ficar bastante tempo na Suíça, o Swiss Half Fare oferece 50% de desconto nas viagens de trem, ônibus, barco e trens de montanha. Vale também em rotas operadas pela Suíça para Alemanha, França, Itália e Áustria. Inclui descontos em vários serviços e passeios e locadoras de carro e bikes. Custa CHF 190 (CHF120 para jovens) e tem validade de 1 ano.

O Swiss Half Fare Card pode ser uma boa opção para quem vai viajar pouco de trem e usar muitas vezes os meios de elevação para os picos de montanha, já que a maior parte deles não tem gratuidade com o STP regular, cujos descontos máximos são de 50%.

Zurique

Passes Regionais na Suíça

O Swiss Travel Pass vale a pena para quem vai conhecer regiões diferentes da Suíça, o que a gente sempre faz numa primeira vez, para visitar o melhor de cada cantão. Mas aí a gente se apaixona pelas paisagens e quer voltar, e talvez para ficar numa só região que ainda não conheceu ou que deseja explorar melhor. Neste caso vale investir em outros tipos de passes, os regionais.

Reuni no artigo Passes Regionais na Suíça para economizar estas dicas preciosas

Conclusão: O Swiss Travel Pass vale a pena?

Muito, para quem vai usar vários trens, subir até picos de montanhas, e quer a praticidade que o Swiss Travel Pass oferece. Mas é preciso um bom planejamento e, para ser sincera, a pergunta inicial não tem uma resposta direta, porque por trás de cada viagem tem um sonho, disponibilidade financeira e de tempo.

Mais Dicas de Transporte

Este post é parte da blogagem coletiva dos Pequenos Grandes Viajantes, cujo tema foi transporte. Confira outras dicas:

Marcia Picorallo

Marcia Picorallo

Escrevo o Mulher Casada Viaja com carinho desde 2014, compartilhando minhas impressões dos lugares por onde passei, inspirando e ajudando leitores a planejar suas aventuras.

Índice

Márcia, a viajante

Márcia, a viajante

Bem-vindo a bordo - e nem precisa apertar os cintos! Escrevo o Mulher Casada Viaja com carinho desde 2014, compartilhando minhas impressões dos lugares por onde passei, inspirando e ajudando leitores a planejar suas aventuras.

SAIBA MAIS

Assine a Newsletter

Resolva sua Viagem

Hospedagem

Faça suas reservas de hotel, apartamento ou B&B

Aluguel de Carro

com parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior

Viagem Segura

Viaje com Seguro, viaje tranquilo!

Roteiro Personalizado

Não pode planejar tudo sozinho e prefere contar com minha ajuda? Clique .

Artigos Recentes

Leia Também

Siga no Instagram

Planeje sua Viagem Aqui

Blogs de viagem são muito úteis no planejamento de viagem e gratuitos para o leitor, mas têm um custo para serem mantidos no ar – além do trabalho para edição. Se você gostou das dicas do Mulher Casada Viaja, saiba que pode retribuir e contribuir para que continuem chegando gratuitamente a quem busca inspiração e informação de qualidade. Basta clicar sobre os links de nossos parceiros. Você planeja sua viagem e retorna a gentileza:

Aluguel de Carro

com parcelamento e isenção de IOF, no caso de aluguel no exterior

Hospedagem

Faça suas reservas de hotel, apartamento ou B&B

Ingressos sem Fila

Ingressos de atrações, excursões e tours

Viagem Segura

Viaje com Seguro, viaje tranquilo!

Roteiro Personalizado

Não pode planejar tudo sozinho e prefere contar com minha ajuda? Clique .

COMENTÁRIOS

22 respostas

  1. Oi Márcia, o swiss travel pass cobre tipo uma viagem de Interlaken a Milão e Milão a St Moritz? Ou tenho que comprar, por exemplo de Milão a Tirano e depois para aproveitar o passe, comprar de Tirano a St Moritz? Obrigada pelas dicas, vou fazer a planilha.

    1. Oi, Eliana, o Swiss Travel Pass só tem validade na Suíça. Para os trechos da Itália, compre separado, como você perguntou. Eu tomei direto do aeroporto Malpensa até Lugano pela Trenord. Depois dependendo do horário, ver se compensa usar o STP já no primeiro dia ou não. Bom planejamento!

  2. Nossa estou impactada com esse sonho de Viagem.
    Achei que o Swiss Travel Pass vale a pena com certeza. Adorei saber dos Preços 2023 e outras dicas. Obrigada por compartilhar

  3. Ótimas dicas sobre o Swiss Travel Pass. Sendo a Suíça um país que pode pesar muito no orçamento de uma viagem, é muito bom ter opções como essas e entender direitinho como funciona. Obrigada!

  4. Excelente compilação, Marcia! Seu post está super minucioso. Eu tenho muita vontade de viajar pela Suíça, pois só passei brevemente por Genebra. Mas, sempre fico receosa, pois sei que é um destino caro. Agora, lendo seu relato, fiquei mais animada. Adorei o seu itinerário e a forma como você organizou as planilhas e descreveu as diferenças entre os passes. Certamente, um post para usar como referência num planejamento de viagem. Obrigada por compartilhar tanto conhecimento. Grande beijo!

    1. Obrigada, Regina. Olha, para quem curte montanhas, como eu, vale o investimento. Quero muito voltar e conhecer um monte de lugares aonde ainda não fui.

      1. Bom dia Marcia… estava aqui lendo sua matéria sobre a Suíça e viajando em pensamento! A Suíça realmente é um paraíso na Terra e um dia desses pretendo ir pra lá… vou vendo mais postagens sobre esse país dos sonhos!

        1. Olá, Carlos Roberto, tudo bem? Acabei de voltar de lá com experiências incríveis e coisas que só mesmo na Suíça poderiam acontecer. Em breve os novos relatos, vá acompanhando.

  5. Está aí uma pergunta que sempre me fiz: O Swiss Travel Pass vale a pena?
    Só visitei Lugano, na Suíça, mas tenho muita vontade de conhecer outras cidades neste país maravilhoso.
    Agora já sei onde tirar minhas dúvidas sobre o Swiss Travel Pass quando puder retornar à Suíça, espero que seja em breve, porque adorei tudo que vi quando estive em Lugano.
    Beijos e obrigada.

  6. Oi, Márcia.
    Continuo com dúvidas.
    Já te escrevi anteriormente que estarei de carro na Suíça.
    A princípio minha prioridade são os seguintes passeios:
    Monte Pilatus
    Monte Titlis
    Jungrauchoch
    Bernina Express
    Piz Gloria
    e passeios de barco se der tempo.
    Você escreveu que o Swiss Travel Pass, não seria interessante no meu caso e pelo que entendi, ele tem que ser utilizado em dias consecutivos.
    E o Swiss Travel pass Flex ( vale a pena)?
    Você sugeriu o Swiss Half ..
    Qual seria a diferença entre eles ( o Flex e o Half)
    Pelo que entendi, ambos são válidos por 1 mês.
    Realmente não consegui entender a diferença entre ambos.
    Outra dúvida? São reembolsáveis? Em caso negativo, posso comprar quando chegar na Suíça.
    Aguardo sua ajuda que será fundamental para o meu planejamento.
    Um grande abraço,
    Mônica.

    1. Oi, Mônica, parece meio complicado, mesmo, mas é simples, olha:
      O Half vc tem 50% de desconto nas atrações e bilhetes de transporte.
      O Flex é 100%, igual ao STP, mas diferente dele, não são dias consecutivos.

      Siga as dicas de fazer uma planilha de acordo com seu itinerário pra descobrir qual é mais vantajoso.

      Segundo o GyG, você pode cancelar até 3 dias antes para ter o reembolso. https://www.getyourguide.com.br/s?partner_id=Q78D654&utm_medium=online_publisher&cmp=swiss-travel-pass&q=Arth&et=397971&lc=143411

  7. Eu sempre que viajo para a Europa prioriza viagens de trem, seja dentro de um único país ou mudando. Na minha última viagem para a Europa, passei 3 semanas na França, comprei um passe e achei que valeu super a pena. Antes de definir entre comprar ou não, eu faço uma simulação dos trajetos que pretendo fazer e comparo os valores e quando o esse inclui outros benefícios então, nem se fala. Na grande maioria das vezes compensa, mas depende muito da quantidade de viagens sem dúvida nenhuma. Ainda não conheço a Suíça, mas quando for pretendo analisar o Swiss Travel Pass.

  8. Oi Marcia, que interessante saber sobre o Swiss Travel Pass, imaginei que fosse só de trem, mas achei legal ter desconto em outros meios de transporte. Eu também geralmente alugo carro então nem me ligo muito nesses passes. Mas para uma viagem mais longa acho que seria uma boa opção.

    1. Sim, Mari, é um passe muito abrangente. Visitei castelos, passeie de barco pelos lagos, usei trem em todo o canto, tudo incluído no STP. Eu também faço muitos roteiros de carro, foi a primeira vez que comprei passe – e aprovei

  9. A Suíça é um país lindo mas muito caro. Então, se tem a possibilidade de economizar com os passes de trem, será muito bem-vindo. Adorei saber esses detalhes sobre o Swiss Travel Pass. Acho que vale a pena para quem vai explorar muitos lugares deste país que me encanta. Obrigada pelas explicações. Este post vai ajudar muit gente. bjs

    1. Sim, Cecília, mas o diferencial desses passes são os descontos para os teleféricos e entrada nos museus e passeios de barco. Ou seja, é mais que um passe de trem!

  10. Excelente post sobre o Swiss Travel Pass, em especial a parte onde você ensina como calcular se vale a pena ou não comprar. Alguns países oferecem esse tipo passe de trem interno que pode ser muito útil. Usei na Alemanha e no Japão e foi bem prático.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa Newsletter!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos por e-mail.